11 de nov de 2013

Capitulo 4 ~~"Danger in Two Heart " ~~ SURPRESA ~~




~~P.V.O     Natasha

Cheguei em casa era 3.30h da manhã, fui direto pro banheiro, e por incrivel que pareça  , aquele garoto não saia da minha mente, mas como? não sei nem o seu nome, direito, quanto mais, meu Deus será que isso é possivel?, balancei a cabeça tentando afastar aqueles pensamentos de mim, e liguei o chuveiro, abaixei a cabeça e deixei a água  cair sobre mim levando junto aqueles pensamentos insanos.Sai fui até meu guarda-roupa e peguei meu pijama, adorava ele, minha avó que tinha me dado antes de vir embora pra cá, ele era short e uma blusinha roxa de seda muito lindo, penteei meu cabelo e deitei na cama, aos poucos meu corpo ia se relaxando , e acabei pegando no sono.


~~P.V.O  Justin

Depois daquela retardada ter me agredido , fui até meu escritório e estavam todos rindo,só não um tiro na testa de cada um porque são meus amigos.

 - Do que estão rindo? pergunto com cara de indiferente

 -Brow, todo mundo viu, a mina lá te recusando, e ainda chutou seu pau- disse chris falando e fazendo todos rirem.

  -Hahaha, muito engraçada , vai ser mais engraçado ainda tomarem um tiro,né?! - digo sacando a arma,e destravando o gatilho, lógico que eu não iria atirar mais tambem tinha que mostrar quem manda nessa poha.

 -Calma ai , brow , estamos só brincando-diz chaz , se levantando assustado

 -É bom parar com a brincadeirinha-digo sério

 -Não está mais aqui quem falou-diz chris por fim

 - Ok, mas agora , me ajudem tenho que encontrar essa garota de qualquer jeito e ela irá se arrepender de ter feito isso, com o Bieber aqui

- Viish, já está querendo se aproveitar da garota-chaz diz como sempre levando tudo na graça

-Digamos que ela irá , se arrepender profundamente de ter me tratado daquele jeito-digo saindo e deixando todos com uma cara de interrogação

Cheguei na minha Mansão e estava um silencio só, cheguei a conclusão de que madeline ja deveria estar dormindo,fui até meu escritório e abrir a gaveta peguei um saquinho de maconha, eu não sou viciado, só uso de vez em quando pra relaxar, estava fazendo um carreirinha em cima da mesa até que ouço o barulho do celular, quando eu pego vejo que era uma mensagem do chris, abro, e lá estava me informando aonde a garota morava e que seu apelido era Nath, tipo as vezes eu fico surpreso com tamanha capacidade de que Chris consegui as coisas, mandei uma mensagem de volta:

Mensagem On':
*Valeu man, mas como voce consegui assim tão rápido??-Justin
*Tenho minhas fontes Bieber, haha -Chris
*Ok, então -Justin
Mensagem Off'

Então quer dizer que a gatinha que me deu um joelhada se chama nath, pois vou lá agora, ela já estragou com toda a minha noite mesmo, porque eu deixaria ela dormir em paz não é mesmo.Peguei meu carro (lamborghini branca) e coloquei no Gps o endereço da casa dela, era quase do outro lado da cidade, demorei um pouco mais cheguei, ela morava em um condominio de classe média, tipico de adolescentes que se mudam pra cá. Adentrei o local e o recepcionista me olhou estranhando por ser quase 5h da manhã

-Boa noite senhor-digo me referindo a ele

-Boa noite rapaz, o que deseja?-ele falou meio que recuando

-Eu vim visitar, minha prima Nath, voce conhece?-digo, foi a única coisa que consegui inventar

-Natasha, sim eu conheço, mas ela não me avisou que viria algum parente dela pra cá-ele diz desconfiado

-Ah, Nath sempre foi assim esquecida, mas é porque eu disse a ela que viria no final de semana, mas meu voo foi adiantado e cheguei agora de madrugada-digo fazendo uma cara de sofrido

-Ok, senhor me diz seu nome pra eu poder ligar pra ela e avisa-la-ele diz pegando o telefone , mas eu me adianto e seguro o telefone e ponho no gancho fazendo ele me olhar estranho

-Ah deixa vai eu fazer essa surpresa pra ela,ela vai gostar tanto

-São normas senhor, tenho que segui-las

-Ah,faz isso por mim, ninguem irá saber

-Ok, espero que não me arrependa

-Não irá se arrepender-dou um sorrisinho

-O apart dela é o 142, só subir a escada e virar a direita 

-Ok muito Obrigado

Digo me virando e subindo a escada, então quer dizer que o nome dela é Natasha, vamos ver se ela vai gostar da surpresinha que vim fazer a ela.
Chego no corredor e começo a olhar o numero dos apartamentos até que chego no 142, toco a sineta umas três vezes, até que ouço alguem gritando um Já vai, então ela abre a porta


-Olá Natasha,gostou da surpresa?-ela me olhou a sustada , e sinceramente ela estava extremamente sexy

---------Continua                                                                                               Jáaih s2


ooii gatitas, pois é esse capitulo foi  maior que o outro tinha que recompensa-las né verdade, muito obrigada a todos que estão comentando e visualizando fico muito feliz por voces estarem interagindo com a IB, isso me deixa mais motivada pra escrever a história, haha*-* então o que acharam do capitulo de hoje???? digam ai nos comentários, beijos e até o próximo caap'

All That Matters - Capítulo 8 ''Eu te amo''

''Você me faz querer viver.''

-Oi Sr.Brown me desculpe pelo atraso.
-Eu achei que não viria hoje Madison...-ele disse e olhou para o Justin.-Quem é o rapaz?
-É o Justin.
-Olá senhor.-ele se cumprimentaram.-Será que eu podia dar uma palavrinha com o senhor em particular?
-Agora? E do que se trata?
-Sobre Madison.-o Sr.Brown me olhou e assentiu.
-Vamos a minha sala.-Justin me deu um selinho rápido e foi com o Sr. Brown para sua sala.
Lize sai udo caixa e veio em minha direção.
-Então você fisgou o carinha rico não é ?-ela riu.
-Eu não fisguei ninguém Lize.
-Qualé, quanto você cobra pra ele dormir com você?
-Por que você é tão rídicula?-indaguei. -Você só esta dizendo isso porque ele não quis sair com você e sim comigo.
Ela riu irônica.
-Você é muito jovem Mad. O que você acha que um rapaz rico como ele quer com uma menina como você?
-Eu não vou responder você.-disse.-Justin não é como você pensa.
-E como ele é Mad?-ela perguntou.
-Como eu sou ?-a voz de Justin nos fez olha-lo.

Lize ficou vermelha de vergonha.
Oh céus! Eu tive que segurar o riso.
-E então Lize?-provoquei.-O que estava dizendo mesmo?
-Ahn ...eu ...-ela gaguejou.-Eu estava te perguntando o que fez no seu cabelo hoje, esta tão lindo!-ela deu seu sorrisinho falso.
-Ah é.-disse entrando em seu jogo. Justin olhava tudo ao meu lado.-Bom, eu não fiz nada, sorte a minha nunca ter que utilizar nenhum meio químico em meu cabelo.
Ela se ofendeu, eu podia ver em seus olhos.
-É verdade.-ela concordou.-Bom, eu vou terminar com o meu trabalho, até depois Mad.-Lize saiu nos deixando.
Eu ri.
Justin me olhou.
-Mad, não foi legal o que você fez....
-Ah para Justin , essa garota estava insinuando coisas muito erradas sobre a gente, eu não vou admitir isso.
-Tudo bem, agora eu tenho que ir. Seu chefe aceitou aumentar o seu salário.
-Sério ?-sorri. Aquilo era ótimo!
-Sim.-ele riu pelo nariz.
-Obrigada Justin! Muito obrigada! Eu te amo!- o abracei forte e vi um sorriso se formar em seus lábios. Ele me deu um beijo no rosto e saiu.
Por que ele não disse que me ama também?
Será que eu me precipitei?
Aquilo me magoou, e olha que eu não sou fácil de se magoar.
Será que ele não me ama? Mas se ele me contou seu segredo ele ...
Balancei a cabeça me livrando daqueles pensamentos e entrei para a área do funcionários para me trocar.

Quando meu expediente acabou, eu realmente não esperei por Justin. Aquilo dele não dizer que me ama me magoou. Me magoou muito,aliás.
Fechei meus olhos respirando fundo e em seguida os abri saindo na lanchonete e indo para casa de pé como sempre.
A rua estava vazia , e calma. Estava uma noite bem fresca e eu gostava de caminhar em noites assim.
Assim que cheguei em casa, fui para o banheiro, tomei um longo banho e coloquei uma roupa mais confortável para ficar em casa.

Fui até a cozinha e comecei a fazer a janta.
Depois que estava tudo pronto a campainha tocou.
Fui atender e dei de cara com o Justin. Ele me olhou confuso.
-Mad, por que não me esperou hoje? Eu ia te buscar.
-Porque eu não quis ...-disse simples.
-Por que esta falando assim? O que eu fiz?
-Nada Justin, nada. Agora, é só isso? Por que estava indo jantar ,estou com fome.
-Mad... não faz assim, me diz o que eu fiz pra te deixar tão brava assim ?
-É melhor você entrar.-me rendi e assim ele fez.
Nos sentamos no sofá um de frente para o outro.
Eu adorava tantos aqueles olhos cor de mel.
E como eu adorava!
-Sabe aquela hora que eu disse que te amo?-perguntei e ele fez que sim com a cabeça.-Eu fiquei chateada por ter dito que te amo e você nem ao mesmo ter digo, ''obrigada''. Isso doeria menos do que você ter ficado em silêncio.
-Me desculpa, eu não sabia que isso doeria em você...
-Tudo bem...-sorri falso.
-Vem aqui.-ele me puxou para seus braços . Olhei para ele.-Eu só não disse, porque ao dizer meus amigos ficarão contra mim.
-Como assim?
-Quando eu assumir para todos o meu amor por você, eles virão aqui, e eu tenho medo de que briguem comigo perto de você.
-Eles podem ouvir você?
-Quando eu dizer isso, todos no céu ouvirão.
-Então me desculpa ... eu não quero causar brigas e ...-ele me interrompeu.
-Eu te amo.
-O que?-indaguei surpresa. Ele tinha dito.
-Eu te amo Madison Beer e eu não me importo com nada, nem ninguém mais a não ser você.
Sorri feito boba e  o abracei ainda mais forte.
-Eu também te amo Justin, você não imagina o quanto!
Ele olhou fundo em meus olhos e eu pude sentir usa respiração perto da minha.
Os lábios de Juntin se juntaram aos meus e em segundos estávamos novamente naquela sintonia perfeita de quando nos beijávamos.
Sua mão foi para a minha cintura, e sem querer me sentei no colo dele.
Eu nunca tinha feito isso com ninguém.
-Mad ...-ele parou de me beijar.-É melhor pararmos.
-Por que?

Continua...

Oi lindaaas tudo bem? Esse capítulo tava pequeno mais eu estou devendo um capítulo para vocês não é? Espero que tenham gostado.
Será que Justin vai resistir a Mad, e acabar totalmente com o clima ou isso vai ficar um pouco mais quente? :o
Vamos ver no próximo capítulo.
Amo vocês!
Obrigada por tudo!
Comentem, adoro ler o que vocês escrevem.

Grupo no face (aqui)
Page no face (aqui)
Ask.fm (aqui)