6 de mar de 2014

Timber - Capítulo 1 ''He is Possessive''

''Você une forças quando não está sozinho. ''

Traguei meu cigarro sentindo meu pulmão se encher e soltei a fumaça pela boca.
Gesticulei para que o garçom me desse outro shot e assim ele fez.
-Parece que a Babi ama essas festas...-Jack comentou , deixando seu sorriso malicioso no ar. Segui seu olhar e vi a vadia da Barbara se esfregando em um cara.
Droga de garota irritante.
Ela usava um vestido vermelho colado em seu corpo , extremamente curto. Eu quase podia ver sua bunda e por mais que essa ideia fosse tentadora , ela estava se esfregando no cara que dançava com ela.
-As vezes eu acho que ela quer ser uma vadia...-soltei , irritado.
-Eu conheço essa sua cara Bieber, mas è melhor deixar ela aproveitar um pouco o momento ... Você sempre estraga a diversão da garota.
O cara que dançava com ela, a virou para frente e começou a beijar o pescoço dela. O ponto fraco de Babi.
Fechei minhas mãos em punho, sentindo meu corpo tremer de raiva.
-Eu não a quero dançando dessa forma.-disse, entre dentes.-E muito menos esse perdedor tocando no que è meu.
-Você não è o dono dela cara por mais que a conheça á anos.
-Eu prometi cuidar de vocês nessa vida que levamos e ela não vai se transformar em uma vadia.
Taquei meu cigarro de maconha entre meus dedos no chão e ignorei os murmurios de Jack.
Olhei para o DJ e gesticulei para que ele desligasse a música e assim ele fez sem questionar.
Tirei minha arma da cintura e a engatilhei , deixando ela pronta para ser usada.
Ouvi reclamações das pessoas que dançavam e a medida que eu avançava atè Babi, as pessoas abriam espaço para que eu passasse.
Eu mandava nessa porra e não ia admitir essas coisas aqui na minha boate. Não coisas com ela.
Quando ela percebeu que a música havia parado , ela rapidamente se colocou na frente do cara e me encarou assustada mas logo assumiu sua carranca de garotinha mimada.
-Vamos embora.-ordenei. Ela se manteve no lugar e cruzou os braços me desafiando.
-Eu não vou a lugar algum Bieber e è bom que você deixe a música tocar porque ninguém aqui tem a ver com seus PT's de mulherzinha...
Meu sangue ferveu.
Quem ela pensa que è para me chamar de mulherzinha na frente de toda aquela gente?
Levantei minha arma para o alto e atirei no teto , ouvindo alguns gritos de medo. Barbara deu um passo para trás, recuando.
-SE EU QUISER PARAR A MÚSICA OU DESTRUIR ESSE LUGAR EU DESTRUO!-gritei.-EU JÁ DISSE PRA VOCÊ QUE VAMOS EMBORA E SE EU TIVER QUE REPETIR EU VOU MATAR ESSE BABACA!-apontei a arma para ele , que se afastou mais de Barbara , assustado.
Como eu pensei: era mais um playboyzinho manè. -Tudo bem.-ela suspirou derrotada.-Vamos embora dessa merda.
Ela mal acabou de falar e passou por mim bufando.
Olhei para o playboyzinho que se virou e saiu no meio da multidão. Gesticulei para que o DJ voltasse com a música e todos voltaram a dançar, ignorando o acontecido.
Era disso que eu gostava, de ser temido. Todos ali sabiam que eu mandava nessa cidade até mesmo no idiota do prefeito que tem me ajudado muito nos meus negòcios depois de uma recompensa extremamente gorda que eu dei a ele. Todos ali sabiam que se eu quisesse podia fazer da vida deles um inferno.
Me virei , vendo os cabelos castanhos de Babi no meio das pessoas indo para a saida.
Olhei rapidamente para Jack e acenei brevemente e ele assentiu.
Guardei minha arma na cintura e caminhei atè a saída.
Barbara se mantinha ao lado do meu carro batendo o pè impaciente.
-Vamos embora logo Bieber!-ela grunhiu nervosinha sem olhar pra mim.
Bufei e destravei o carro entrando logo em seguida.
(Flashback on)
-Eu não aguento mais essa vida!-Babi tacou a garrafa de Vodka no chão e eu firmei meus olhos nos dela vendo o quão mal ela tinha ficado com a noticia.
-Vamos arrumar dinheiro para pagar a ipoteca da casa Babi! Fica calma!
Ela olhou pra mim, nervosa.
-Como vamos conseguir o dinheiro Justin? Você foi demitido porra!
Pensei em uma solução rápida para tudo aquilo. Eu não voltaria a trabalhar naquele restaurante de merda de novo.
-Vamos roubar.
-O que?-ela olhou pasma pra mim como se o que eu tivesse dito fosse o fim do mundo.
-Vamos roubar dinheiro e pagar tudo.
-Justin tem razão...-Jacob, que atè agora apenas observava a cena em silêncio, se manifestou.
-Ótimo. Esta junto com a gente nessa babi?
(Flashback off)
-Onde você pensa que vai Babi?-perguntei assim que ela bateu a porta com força em direção a escada. A empregada que estava ali, arrumando os danos do nosso "aquecimento" antes de ir pra boate me olhou e eu pedi que ela saisse. Assim ela fez.
-Eu estou indo pro meu quarto Bieber já que você estragou minha noite!
-Eu não estraguei nada. Você estava esfregando sua bunda no pau daquele babaca! O que queria que eu fizesse? Deixasse você transar com ele na frente de todo mundo!?
-Para de agir como se fosse meu pai!-ela gritou.-Aquele desgraçado já morreu e você não precisa fazer o papel dele! Eu só quero que você me deixe viver minha vida e transar com quem eu quiser sem que você mate meio mundo, è pedir muito!?
-Eu vou matar todos que tocarem você sem minha permissão. Eu já disse e vou repetir: você è minha.
-Sua o caralho! -ela andou atè mim bufando.-Para com isso porra! Para de achar que manda em mim!
-Eu não vou parar Barbara. Eu vou cuidar de você e è bom que você manere esse tom de voz comigo ou...-ela me cortou.
-Ou o que? Vai me bater? Vai me trancar no quarto?  Quando montamos essa equipe fizemos isso juntos e em nenhum momento eu disse que você ia ficar por ai me olhando ou cuidando da minha vida. Eu posso me cuidar sozinha!
-Você não entende não è?-Cada dia ficava mais difícil botar algo que preste na cabeça dessa garota. -É por isso que eu vou cuidar de você. Olha no que eu e Jacob nos transformamos. Você merece muito mais que isso.
-Que papo è esse Bieber?-ela franziu o cenho.-Eu estou com vocês não importa o que vocês digam! Fizemos um pacto naquela merda de casa de madeira e vocês não vão voltar atrás e me deixar fora dos negòcios!
O pacto. Barbara, Jacob e eu á alguns anos juramos sempre estar juntos na vida do crime e acabar com qualquer um que tente nos impedir ou entre no nosso caminho.
Mas, para mim muitas coisas mudaram desde esse dia. Jack e eu nos transformamos em assassinos a sangue frio. Juntos conseguimos dominar Atlantic City e até a submissão do prefeito.
Babi sempre forá em nossas missões e isso a tornou parte do nosso serviço de campo e fez ela ser respeitada nesse meio.
Tivemos que crescer ou o mundo nos engoliria.
Relaxei meus ombros.
-Essa discussão è desnecessária.-disse.-Eu vou proteger você mesmo que não queira.
Ela rosnou e se virou dando as costas para mim.
Eu iria atrás dela mas estava cheio desse assunto.
Me joguei no sofá da sala e liguei a TV.
Justin Bieber assistindo TV?
Quem visse essa cena não acreditaria.
Com todos os negòcios e galpões que tenho que visitar para,que ninguèm me roube ou faça merda fica difícil ter um tempo para relaxar.
Mas tudo era necessário.  Eu cuidava das boates, dos subornos e das exportações de drogas para fora do país. Babi cuidava dos pontos de droga na cidade e Jack era nosso soldado de campo. Ele matava qualquer pessoa que estivesse atrapalhando nossos negócios, juntos com os outros caras que trabalhavam com a gente.
Conquistamos esse império com muitas mortes e não era as frescuras de Babi que iriam estragar tudo.
Não agora quando podemos ter tudo o que sempre desejamos.
P.O.V Barbara Smith
Por que o Bieber tem que ser tão imbecil? Por que ele tem que cuidar da minha vida como se fosse meu pai? Eu estou cansada de explicar para ele e para todos dessa cara que eu sei me cuidar sozinha.
Senti meu iphone vibrar em meu bolso e o peguei vendo o nome "Trevor" no visor.
-Fala.-disse assim que atendi.
Seu riso saiu antes das palavras.
Esse era Trevor quando estava drogado.
-Fiquei sabendo do incidente na boate e pensei em ligar para ver se você não quer me fazer companhia essa noite.
Seu tom maliciosa revelou suas intenções.
Trevos era nosso sócio e cuidava da maioria das papeladas do Bieber e toda a burocrácia falsa. Fora que ele realmente era um puto de um gostoso.
-Se você conseguir me tirar daqui eu vou pra onde você quiser babe.
Ele riu do outro lado.
-Me espere ai princesa, vou buscar você.





Continua...

Oi meninas, tudo bem ? Primeiro capítulo postado e eu espero que vocês gostem. Eu ia esperar maias um pouquinho pra postar mas como eu estou na escola eu decidi postar pq não sei quando vou ter outra chance. Meu tio lindo e perfeito (hahahah brincadeira) vai deixar o pc dele comigo e eu acho que vou conseguir postar pra vocês direitinho. Eu espero pelo menos né...senão minha amiga Dessa vai me ajudar. Como é fanfic nova eu peço que vocês comentem pq eu gostaria muito que vocês interagissem mais e participassem mais do blog e não só ler hahahaha é isso.
Obrigada por tudo e por quem sempre me acompanha.
Bem vindas leitoras novas *--*
Beijos s2

Se alguém quiser meu whatsapp é só falar comigo no face (aqui)
Meu ask aqui
Meu twitter é @WithJustinBr ( ta paradão lá pq eu não tenho muito tempo de entrar mas eu sigo de volta quem pedir)