20 de abr de 2014

Capítulo Único - "An angel who loved"‏


"Se um dia você se sentir sozinha e a luz intensa se tornar dificil de encontrar, saiba que eu sempre estou do outro lado, paralelamente."

-Está pronto Bieber? Você tem um show em algumas horas e precisa ir ao Meet.
-Só mais 5 minutos.-pedi a Scooter , e ele assentiu me deixando sozinho naquela sala.
Olhei minha imagem refletida naquele espelho.
Eu conhecia aquele cara?
Ele mentiu, usou drogas, gastou dinheiro com coisas fúteis, confiou nas pessoas erradas, foi grosseiro, saiu com prostitutas, participou de um racha....
Esse cara era eu.
Como eu fui me transformar nesse babaca?
Oh merda! Tudo que eu queria era atenção para a minha música não para minha vida pessoal. Não queria que a fama tivesse me derrubado dessa maneira.
O que eu vou fazer agora?
Será que eu ainda posso confiar em alguèm?
-Esta na hora Bieber!-Scooter gritou do outro lado da porta, me alertando.
Respirei fundo.
Eu tinha que fazer meu trabalho para não decepcionar mais ninguèm.
***
-A última garota vai entrar .- Alfredo sorriu e abriu a porta da sala. Suspirei e coloquei novamente um sorriso falso no meu rosto.
A garota entrou chorando histèricamente e parecia bem pior que as outras. Ela parecia precisar daquele momento em suas lembranças.
-Oh Meu Deus! È você!-ela correu atè mim e me abraçou.-Eu não posso acreditar que consegui!
Eu tinha pouco tempo para fazer aquilo. 30 segundos? 20?
-Não chore.-tentei acalmá-la.-A foto não vai ficar boa com você chorando babe.
Ela se afastou e me encarou.
-Você realmente acha que eu me importo com essa foto?-olhei incredúlo para ela. Que porra ela esta fazendo aqui então?-Eu esperei por 4 anos para encontrar você e poder olhar em seus olhos e dizer o que eu sinto por você mas... Agora eu vejo que todos estavam certos sobre você senhor Bieber.
Vi que meu segurança iria tira-la dali mas gesticulei para que ele não fizesse nada.
-O que quer dizer?
-Você não sorri, usa ocúlos escuros para cobrir seus olhos... O que esta havendo com você Justin?
Encarei seus olhos procurando sentido em tudo aquilo. Ela havia percebido que eu não estava bem?
-Você è realmente uma belieber?-perguntei.
-Com muito orgulho.-ela forçou um sorriso.
***
-Então você juntou dinheiro o ano todo para me ver?-perguntei boquiaberto.- Por que fez isso?
-Porque eu precisava achar uma maneira de você me notar e eu te conhecer. No twitter você só responde quem você segue e quando te vejo na frente dos hotèis os paparazzi atrapalham tudo. Eu tenho sorte de conseguir estar aqui com você falando tudo isso sem que um segurança seu me arranque de perto de você.-ela riu.
-Você pode falar o que quiser pra mim. Eu agi mal durante muito tempo e esta na hora de ouvir tudo o que meus fãs tem a dizer.
***
-Você esta me convidando pra jantar? -Lily-a qual eu descobri o nome- quase gritou no backstage.-E ainda na sua casa?! Meu Deus!
-Você aceita? Sei que temos muito pra conversar e, eu acho que não podemos sair para qualquer restaurante por ai...
-È claro que eu quero!- ela se jogou em meus braços novamente me abraçando. Desta vez, a abracei forte, demonstrando que eu confiava nela, e estava disposta a conversar sobre tudo que ela quisesse.
***
-Você então usou drogas por influência dos seus antigos amigos?- Lily perguntou, curiosa.
-Não exatamente. Acho que não foi influência. Eu estava consciente e quis experimentar. Aquilo foi uma forma de fugir de tudo que eu estava passando principalmente em relação a Selena.
-Você a amava ?
-Claro. A amava mais que tudo. Ela foi e ainda è muito importante pra mim. Tivemos algo mágico e ela sempre vai fazer parte de mim mas eu estou focado em resolver meus problemas. Não quero fazer ninguèm sofrer mais.
-Você vai conseguir.-ela sorriu pra mim.-Você sempre consegue o que quer não è? Por isso sou apaixonada por seu caráter.
Eu nunca pensei que poderia estar aqui na minha sala de estar, conversando sobre meus erros com uma belieber. Scooter acha que estou tão perto de Lily por sexo. Ela è realmente linda com seus cachos caidos sobre os ombros, sua pele parda e natural, seus olhos verdes... Mas eu não estava pensando naquilo. Pela primeira vez na vida , eu
senti que podia confiar em alguèm fora da minha familia e da minha equipe. Lily me ouvia e não me julgava.
-Obrigada, mas eu devo isso á pessoas como você, e mesmo que seja bobo, eu peço desculpas por todos os meus erros.
***
-O que foi Lily?-perguntei , vendo ela se sentar no meu sofá e respirar fundo.-Esta passando mal?
-È só uma tontura Justin, não tomei cafè hoje em casa, porque eu quis chegar aqui antes dos paparazzi. Estão dizendo coisas absurdas sobre nós nos sites por ai.
-Eu entendo você mas não deixe de comer por isso, vem, eu vou te preparar algo.
***
-Uau Bizzle , não sabia que você cozinhava tão bem.- Lily sorriu para mim, comendo o sanduiche que eu havia preparado para ela.
-Bizzle? Gosta desse apelido?
-Sim.-ela deu de ombros.-Combina com você.
Sorri.
-Pode me chamar assim se quiser, eu tambèm gosto deste apelido.
***
-As tatuagens são minha maneira de expressão alèm da música.-eu tentava explicar para ela.-Sei que exagero mas tenho muito para expressar.
-Logo você vai parecer um gibi Justin! Você tem que me prometer que vai parar com isso.
-Tudo bem.-suspurei derrotado.-Eu prometo, mas ainda vou fazer algumas.
-Poucas.-ela me corrigiu fazendo um biquinho fofo.-Bem poucas Bieber.
***
-Isso è pra você.-entreguei a caixinha dourada para ela e a vi abrir com um sorriso pegando o colar de asas na mão.-Eu tenho um tambèm.-mostrei para ela.-È como um colar de amizade.
-São asas de anjo!-ela sorriu.-Eu amei. Obrigada!
-Você tem me ajudado muito Lily. E eu não vi outra maneira de te agradecer. Você tem sido um anjo pra mim.
Ela corou. Sorri com aquilo e a puxei para um abraço.
Ela realmente era um anjo pra mim.
***
-Por que você não me contou Lily! Por quê?-gritei.-Scooter descobriu que você vai toda semana ao hospital, ele soube que você... Que você...
-Que eu estou com câncer terminal?-ela gritou.-O que você queria que eu fizesse? Como você queria que eu dissesse algo assim pra você?!
-Você entrou na minha vida e vai me deixar!-gritei mais alto. Lágrimas começaram a descer sobre  meus olhos.-Eu não posso perder você!
***
-Me desculpa...me desculpa por te fazer chorar.-ela me abraçou.-Eu juro que não fiz por mal . Eu só não quero mais pensar nisso porquê sei que vou morrer.
-Quanto tempo?-perguntei.
-Um ano. Três meses. Uma semana. È difícil dizer. Mas eu te peço, não me trate como uma inválida prestes a morrer. Você è meu ídolo  e eu quero estar com você atè meu último momento.
***
-Dói em mim te ver nessa cama Lily. Sua mãe esta preocupada com você. Ela entende que eu posso te dar mais conforto aqui mas ela tem medo. Medo que...
-Ela tem medo que eu morra.-ela sorriu sem vida.-Ela não tem que ter medo de nada... Vou para um lugar melhor, sei disso.
-Não fala assim.-comecei a chorar na sua frente.-Eu não quero te perder.
-Você sabe que não vai me perder. Você sempre vai poder lembrar de mim... E só nós dois sabemos deste sentimento que de alguma forma nos uniu. Você agora è meu amigo e eu me sinto completa. Eu quero que você se lembre disso e leia a carta que eu deixei no seu cofre.
-Que carta?
-A minha carta de despedida. Eu quero que leia depois que... eu partir.
Aquilo doeu. Doeu mais do que qualquer coisa. Como eu poderia perdê-la para sempre?
***
3 semanas depois 
-Você vai ficar bem?-minha mãe perguntou.-Você não pode se fechar porquê ela se foi Justin. Ela esta bem melhor agora.
-Quero ficar sozinho, por favor.
Ela deu um beijo em minha testa e saiu do quarto me deixando sozinho.
Andei atè o meu cofre e o abri.
Lily tinha deixado uma carta para mim e eu precisava lê-la.
Peguei o papel rosa em minhas mãos e o desdobrei. Ali estava. Sua caligrafia. Suas palavras...
         "Querido Justin, primeiro eu quero te pedir desculpas por estar escrevendo isso em condições como esta. Eu não quero de maneira nenhuma te ver mal. Você realizou o meu sonho e eu vou ser eternamente grata por isso. Você não tem noção do quanto eu te amo e eu não queria estar fazendo você passar por algo tão doloroso. Eu andei pensando muito e deduzi que eu entrei na sua vida e você na minha por algum motivo. Deus fez de você o meu anjo e eu o seu. Isso soa perfeito pra mim porque eu sempre pensei em você desta maneira. Obrigada por tudo que você fez por mim. Fique forte e saiba que eu estou com você onde quer que você esteja. Obrigado por ter confiado em mim em tão pouco tempo, eu te amo"
Eu estava devastado mas de alguma forma as palavras de Lily me reconfortaram. Ela seria um pontinho de luz em meu peito que me daria forças a partir de agora. Peguei meu iphone e coloquei no instagram. Eu estava disposto a dizer ao mundo sobre o que estava sentindo.
Tirei uma foto daquela carta e comecei a escrever uma legenda:
"Eu perdi alguèm que amava. E estou quebrado. Ela em pouco tempo se tornou minha vida e alguèm que eu podia confiar. Eu passei os últimos meses reparando meus erros e tudo que eu perdi eu reconsquistei graças a ela. Eu perdi uma belieber que me fez enxergar a verdade e me fez ter forças para lutar. Descanse em paz Lily, eu amo você"
Fim 
Olá meninas tudo bem? Espero que estejam bem. Ultimamente esse blog ta mais parado q meu cofrinho de moedas mas ok. Eu sei q vcs querem timber pq eu comecei e parei. Sei q querem q eu atualize o  blog como antes mas è dificil. Primeiro que eu quero fazer um curso e se eu passar vou ter menos tempo ainda. Vocês sabem que eu amo escrever e isso sempre vai fazer parte de mim. Eu acordo de manhã, vou pra escola, chego, almoço, durmo, acordo e faço meus deveres, e escrevo um pouco de ib... Ai eu vejo novela e algum filme , janto e durmo. Essa è minha rotina. Não tenho tanto tempo assim, qando n vejo filme fico no twitter e no whatsapp. Ai todo fim de semana tenho um cap completo pra postar no anime. Isso qando n tenho trabalho ou algo assim. Eu decidi escrever esse cap único pq eu tinha que falar com vcs pq isso è importante pra mim. Para as que restaram eu peço paciência e compreensão.
Vcs sao como um refugio pra mim mas eu nem tenho isso mais pelo jeito... E eu sou cheia de problemas isso todo mundo sabe. Enfim...
Amo vocês, obrigada por tudo.

13 de abr de 2014

Aviso Importante.

Olá, tudo bem gatas? Aqui é a Dessa amiga da Tha que posta alguns capítulos únicos e ajuda ela a postar, eu vim aqui tratar de um assunto muito sério. Eu tava lendo os comentário de You Belong With Me e vi um comentário desnecessário, fiquei chateada e indignada, comentei isso com a Tha e ela me contou que está muito chateada com isso e sentiu se uma inútil. Eu como amiga dela e como eu escrevi o capítulo comentado sinto no direito de responde-la, não vim aqui xingar ninguém e nem fazer barraco. Enfim a resposta é a seguinte: Eu muito menos a Tha temos a obrigação de escrever, não somos pagas por isso, fazermos por gostar. Alias eu to escrevendo aqui por que a Tha precisa de um tempo para ela, sabem o que é ficar 3 anos sem tempo para você mesma? não viver a vida direito pois tem obrigações aqui? Acho que algumas não sabem o que é isso. Eu tenho certeza que ela merece, e outra ela ainda ta sem pc eu que to ajudando ela a postar bt no anime, ela mesmo tendo tirado esse tempo fica o tempo todo escrevendo no celular, quem tem que escrever no celular sabe o quanto é difícil. Vamos parar de ser egoístas, vamos deixar ela descansar um pouco, ela ainda está postando biology teacher no anime, quanto mais ela descansar podem ter certeza que a Tha vai voltar com tudo. O BLOG NÃO ACABOU ok? Aguardem novos capítulos e por favor tentem nos compreender só isso que eu lhe peço pra vocês amores, sei que tem  gente não mereceu ler tudo isso sorry. A Thalia tem um amor incondicional por vocês não a abandonem...
Enfim é apenas isso, obrigada pela atenção, beijos.

Capítulo único- "We are born each other"


Embriagados de amor, vamos ficar a noite inteira

- Bom meu amor.- Justin me encarou sorrindo.

-Bom dia querido.- lhe dei um selinho.

E lá estava eu, ao lado do homem que eu amo. Eu escolhi aquela vida pois me fazia feliz, eu era completa. Eu sou feliz, sou realizada. Quem disse que vida de casado era chato estava enganado. O casamento dura eternamente quando há amor de ambas as partes, caso não houver não há esposa ou marido que resista a um casamento.  Realmente o amor que eu encontrei me mudou. O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano a perfeição. Como são sábios aqueles que se entregam ás loucuras do amor. Os que amam profundamente, jamais envelhecem; podem morrer de velhice, mas morrem jovens. O amor é a imagem de Deus, mas não uma imagem da vida. É, isto sim, a verdadeira essência de toda a natureza divina, que fuga em bondade. Olhar para Justin ao meu lado me faz suspirar, aquele cheiro que ele tinha era maravilhoso, aquele corpo era de deixar qualquer mulher de pernas bambas, seu toque me deixava arrepiada dos pés á cabeça. Eu sentia que ele era o homem certo para mim, além de um Deus Grego ele era uma pessoa maravilhosa.

- Daria 10 mil dólares por seus pensamentos Kylie.

- Eles nem valem tanto assim, só estava pensando em nós.

- Que tal parar de pensar e nos tornamos um - disse sorrindo malicioso.
Isso era um a tentação.

- Como dizer não a você amor?.-o beijei. Era a mesma sensação que eu sentia a anos, eu nunca deixei de me apaixonar por Justin, eu ainda queimava em paixão quando sentia seu toque, ou seus lábios aveludados tocando os meus. Eu o amava. Tanto.
Senti Justin me pegar no colo, carregou me até o banheiro e lá me colocou no chão. Meu corpo se arrepiou ao entrar em atrito com o chão gelado. Tirei a camiseta que eu estava e rapidamente tirei a calcinha, ficando nua. Abri o box, liguei o registro e deixei a água cair sobre meu corpo. Era ótima a sensação de deixar a água tocar levemente meu corpo, levar todas as impurezas. Justin me abraçou e me senti confortada em seus braços, sentia a me protegida. Acho que é fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida. Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e fazer feliz por inteiro. Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.

Justin beijou meu ombro delicadamente, subiu seus beijos para minha boca e atacou meus lábios. Passei minhas pequenas mãos por cima de seus músculos definidos, aquilo fazia meu fogo subir. Me contraia a cada toque seu, girou me sem cessar o beijo. Senti meu corpo bater na parede brutalmente, Justin estava selvagem, amo quando isso acontece. Entrelacei uma de minhas perna em sua cintura, intensificando o beijo a cada vez mais. Ele beliscou meu clitóris dei um gritinho agudo, seus habilidosos dedos começaram a trabalhar naquela região. Penetrou-me com 2 dedos e sentir minhas pernas ficarem bambas, era incrível que Justin conseguia me deixar de pernas bambas mesmo depois de tantos anos juntos, ele era espetacular. Nosso beijo era intercalado com selinhos, dando espaço para gemidos escaparem e para respirarmos. Aquilo era uma tortura, eu odiava, mas ao mesmo tempo amava. Gozei em seus dedos e meu corpo ficou todo mole, se Justin não estivesse me sustentando com certeza iríamos ao chão. Suspirei buscando ar para meus pulmões enquanto ele lambia seus dedos, dei um sorriso safado para ele e passei minha mão por seu tórax o arranhando. Cheguei até seu membro e o apertei fazendo Justin soltar um gemido rouco, comecei a fazer movimento  de vai e vem, os gemidos dele não cessaram. Aquele era um som maravilhoso de se ouvir. Agachei e abocanhei seu membro, lambendo e beijando toda sua extensão. Justin gozou, lambi tudo e ele me puxou pelo cabelo logo me dando um beijo selvagem, entrelacei minhas duas pernas em sua cintura. Senti seu membro roçar minha intimidade, logo penetrando-me por completo. Eu pude me sentir nas nuvens, era maravilhosa a sensação. Não era apenas sexo, era amor. O amor que eu só encontraria uma vez na vida, mesmo que eu rodasse o mundo. E de todas as coisas ele era a mais importante. Ele me mantinha firme, forte. Senti minhas pernas ficarem bambas novamente, estávamos chegando ao nosso limite, Justin gozou e logo depois eu também. Nós tentávamos recuperar a respiração.

[...]

Tomamos um banho de verdade, coloquei apenas um short e uma blusa pois hoje iríamos ficar em casa mesmo. Justin colocou apenas uma bermuda.

-Ky o que você acha de vermos um filme?- disse me dando um selinho.

-Amei a idéia bebê. Mas que filme vamos ver?

-O que você acha de um filme romântico e depois um de terro?

-Você sabe muito bem que eu morro de medo Justin.-fiz biquinho.

-Mas eu estou aqui, vou te proteger de tudo e de todos Kylie.

[...]

Estávamos assistindo Diário de uma paixão.

“- Ficar com você? Por quê? Olha só pra nós, já estamos brigando!
- É o que fazemos. Brigamos.Você fala quando estou sendo desgraçado e arrogante, 
e eu falo quando você está sendo uma chata irritante.Que é o que você é 99% do tempo.
Eu não tenho medo de magoar você.Fica chateada por uns 2 segundos e em seguida volta a fazer a próxima coisa irritante.
- E daí?
- E daí que não vai ser fácil. Vai ser muito difícil.E vamos ter que trabalhar nisso todos os dias.Mas eu quero fazer isso, porque eu quero você. Eu quero você para sempre. Você e eu, todos os dias.Pode me fazer um favor? Por favor.Será que pode imaginar sua vida... daqui a 30 anos, 40 anos.O que você vê?Se vê com aquele homem, então vá. Vá embora.
Perdi você uma vez, acho que posso me acostumar de novo, se for o que você realmente quer.
Mas não escolha a saída mais fácil”

Eu amava essa parte essa parte do filme, mostrava o que realmente acontecia. Eu amava aquele filme. Quem não?

-Querido você quer ter filhos?- perguntei desviando meu olhar para ele.

-Claro amor, eu nunca escondi de você minha vontade de ter filhos, acho que seria um sonho ter filhos com você a mulher da minha vida.

-Então vamos tentar? Claro mas do que já tentamos, vamos levar isso a sério.

-Eu estou de acordo, sempre quis isso. E alias fazer amor com você é sempre maravilhoso e agora teremos um motivo especial.


Deitei me no seu colo e Justin ficou fazendo carinho em meu cabelo.

Alguns meses depois...

-EU QUERO TER UM FILHO, EU NÃO AGUENTO MAIS! EU SEI QUE VOCÊ TAMBÉM QUER. –eu disse nervosa.

-Calma Ky... Se não aconteceu até agora é por que ainda não está na hora.-disse pacientemente.

-NÃO, NÃO É ASSIM. EU ME SINTO UMA INÚTIL, NEM PARA TER UM FILHO EU CONSIGO.

-Ei olha para mim, eu to aqui, eu te amo. Agente vai conseguir é só ter calma, vamos devagar, ainda teremos uns 5 filhos.

-Amor me desculpa, eu fico tão nervosa. Todas as mulheres que eu conheço tem filhos, eu pareço uma alienígena perto delas, me sinto incapaz. Quando vejo crianças brincando no parque penso que poderia ser nosso filho... Mas não.-disse desabando em lagrimas.

-Não importa o que elas pensem sobre você, só quem importa sou eu e sua família. Eu posso ver nós dois e nossos filhos indo para o parque, para o zoológico, a hora ainda vai chegar. Deus não demora, ele capricha.

1 ano depois...

-Eu... Eu... Não posso acreditar.-Justin disse e abaixou a cabeça.

-Vai embora. Vá viver uma vida feliz, vá ter filhos, vá ter uma mulher que seja capaz de ter fazer feliz.-disse desabando em lagrimas.

-Não... Isso não é um fim. Eu nunca irei te deixar. Nunca.

-EU SOU INFÉRTIL. SABE O QUE É ISSO? EU NÃO POSSO TER FILHOS. E TODO ESSE TEMPO FOI DESNECESSARIO EU NÃO SIRVO PARA NADA JUSTIN. EU QUERO MORRER!-joguei o exame em cima dele.

-PARA KYLIE. PARA DE DIZER ISSO. Eu te amo, isso é o que importa. Tem que ter um jeito, vamos fazer tratamentos, inseminação, qualquer coisa... Mas desistir jamais. Você poderia ser vegetativa, viver em uma cama, sem falar ou andar mas mesmo assim eu ficaria com você, te amaria até o final. Quando nós nos casamos prometemos que estaríamos junto na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença, na pobreza e na riqueza, e eu vou cumprir. Vou cumprir até o meu ultimo dia de vida. Te amarei até meu coração dar sua ultima batida e eu acredito que iremos viver além da vida, nós nascemos um para o outro.Você topa tentar um tratamento amor?

 Corri até Justin e o abracei forte, repousando minha cabeça em seu peito.

-Eu amo você, amo muito. Daria minha vida por você, isso é muito, muito importante para mim. Eu topo tudo por você.-fiz carinho no rosto dele, enquanto aqueles olhos castanhos me encaravam.- Se você estiver comigo eu tento todos os tratamentos possíveis. Eu não sou nada sem você Justin Drew Bieber.

-Kylie Jenner Bieber eu também não sou nada sem você. Agora dá um beijo no seu maridão.

O beijei com vontade, era um beijo carinho mas ao mesmo tempo selvagem. Sua língua percorria minha boca a explorando cada centímetro, sua mão aveludada passava sobre meu corpo.

3 meses depois...

-JUSTIN AGENTE CONSEGUIU. EU NÃO TO ACREDITANDO! AI QUE SONHO, EU TO GRAVIDA, VOCÊ TEM NOÇÃO DO QUANTO EU TO FELIZ? EU TO GRAVIDA!- disse pulando em cima dele. Meu sorriso não saia de meus lábios um segundo se quer.

-SÉRIO? QUE MAXIMO. EU VOU SER PAI, ESTOU TÃO, MAS TÃO FELIZ.-ele selou nossos lábios.

-Temos que contar para nossa família, vou ligar para meus pais enquanto você liga para a sua mãe. Ai agente tem que reformar o quarto de hospedes, já pensou são gêmeos? Meu Deus que sonho!

-Viu e você duvida disso, se só aconteceu agora é por que só agora é a hora. Gêmeos? Isso seria incrível. Eu amo muito, muito você, esse é o melhor presente que você me deu. Ky você e nosso filho são tudo para mim.

-Eu também te amo muito Justin. E é filha ta? Mas mesmo assim não importa, ele será amado de todos os jeitos.- dei um selinho nele.

O longe pode parecer infinito porem, se não navegarmos para toda essa imensidão, se não batalharmos em prol do que queremos, não conseguiremos descobrir suas grandezas, suas belezas, seus valores. Por isso é preciso ter foco, é preciso ter sonhos e o mais importante, é preciso acreditar, acreditar que tudo na vida é valioso. Por isso acredite nos seus sonhos e os realize.

Fim...

Olá á á, bom não sei se lembram de mim mas eu sou a Dessa amiga da Tha. "O que tu ta fazendo aqui?" Como vocês sabem a Tha deu um tempinho aqui, então eu pedi para ela se eu podia postar algubns capítulos únicos aqui para ela não perder as leitoras e ela deixou, como eu já tinha explicado no outro capítulo único. Espero que tenha gostado e aguardem novos capítulos únicos. Lembrando que a Tha acabou acabou de postar Biology Teacher então leiam gatas, link: http://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-biology-teacher-1638097
Obrigado por lerem e beijos da Dessa.