8 de jul de 2014

Timber - Capítulo 4 "Mixed up in anything"


"Mantenha sua cabeça erguida e faça esses filhas das putas sofrerem "- Tupac.

Então era ele! Porra como eu não percebi antes?! Travor era o cara que ela fugiu ontem á noite. Eu sabia que conhecia aquele carro em algum lugar. Sai dali sem responder Babi.
Milhares de imagens desse filha da puta tocando na Babi se passaram em minha mente me deixando com mais raiva.
Eu ia acabar com o Trevor por ter contrariado minha ordem dessa forma.

Voltei para o meu escritòrio e todos continuavam ali me esperando.
Olhei para Trevor que ria de algo com os caras. Fui pra cima dele sem me importar com nada. O peguei pela blusa e o empurrei. Ele me olhou confuso.
-Ficou louco? Que porra  è essa?!
-Calma aí ,Drew.-Ryan me segurou.
-Você vai fica longe da Babi!-gritei.-Se você encontar nela de novo eu acabo com você!
Trevor riu debochado.
-Tudo isso por causa dessa vadia? Dá uma segurada ai Bieber.
Desgraçado!
Me soltei de Ryan e fui pra cima dele, acertando um soco em sua boca. Senti braços me puxando para trás e Jack entrou na minha frente empurrando Trevor e a mim.
-Dá pra vocês dois pararem porra?!-ele fuzilou Trevor com o olhar..-Rala daqui trevor antes que eu ajude o Justin a te bater!
Trevor me olhou com raiva e saiu dali.
-Porra Bieber!-Chaz me soltou.-Agora Trevor não vai mais fazer sociedade com a gente!
-Que se foda.-rosnei.-Eu não dei o direito dele xingar a Babi.
-Você já chamou ela de vadia muitas vezes.-Jack disse.
-Acontece que eu posso.-fui rude.-Agora vazem daqui, quero fica sozinho!
-Ui ta apaixonado hein Bieber?-Ryan debochou.
-Sumam daqui, eu não vou falar de novo.-disse segurando minha raiva.
Babi era minha mas eu não sentia nada nesse caralho. Não mesmo.
**

Fazia alguns minutos do incidente com Trevor e eu estava trancada no escritòrio desde então. 
Alguèm bateu na porta e eu murmurei um "entra" para não perder a concentração dos documentos falsos que eu checava. 
Babi entrou vestindo apenas um roupão de banho, e trancou a porta.
-O que foi?-perguntei grosso.-Não tá vendo que tô ocupado porra!?
Ela não disse nada apenas riu. Deixei os papèis de lado e a olhei intrigado. 
-Vim te mostrar uma coisa.-ela disse finalmente e veio em minha direção. Achei que ela sentaria no meu colo mas a vagabunda se sentou em cima dos meus papèis e me encarou.
-O que quer tanto mostrar?-sorri a provocando . Era obvio o que ela queria.-Fala logo que tô puto com você.
Eu não ia esquecer das fugidas dela com Trevor tão fácil assim. 
-Fiz uma coisinha.-ela mordeu os lábios. Droga de garota gostosa!
Antes deu reclamar Babi abriu seu roupão o deixando cair sobre a mesa. 
Ela estava nua. Olhei surpreso pra ela e notei algo novo em seu corpo. Um rabisco perto de... Não acredito! Era uma tatuagem.
-Fiz uma tatuagem em árabe.-ela disse toda inocente.
-O que significa?
-Paraíso.
Ri. Com certeza aquilo era o paraíso.
-E veio aqui me mostrar apenas isso? Ou veio me levar ao paraíso?-passei minhas mãos por suas coxas, uma de cada lado e as apertei. Babi sorriu achando graça. Meu membro já dava sinal de vida.
A mina pega meu sòcio, paga de vadia e eu tava duro por causa dela, è eu sou um filha da mãe mesmo.
-Como posso fazer isso com você vestido, hm?
Me levantei daquela cadeira e me despi, ficando nu o mais rápido que consegui. Fui pra cima de Babi como um tarado sem sexo por anos. Essa garota me deixava fora de controle. 
-Vai com calma Bieber.-ela riu entre o beijo. Mordi seu lábio com força.
-Calma è o caralho!-xinguei.
Babi se deltou sobre a mesa e fui por cima dela sem nenhum pudor beijando seus seios enquanto sua mão puxava meu cabelo e a outra me arranhava. Meu membro latejava de desejo por ela. 
Fazia anos que Babi e eu não fodiamos. Agora Babi estava mais velha e eu tambèm. Eu sabia que ela tava bem rodada por ai mas ainda sim, era minha vadia, minha Babi. 
Ouvi um gemido rouco vindo dela e acariciei os lábios de sua intimidade vendo que ela já estava pronta para mim.
-Estou surpreso que você tenha vindo me dar assim tão fácil....-sussurrei tomando seus lábios reprimindo um gemido assim que a penetrei.
Babi continuava apertada como me lembrava. 
-Apesar de você ser um òtario,-ela conseguiu dizer.-estava louca de saudades. 
-Saudades è?-ri e acelerei meus movimentos. Me lembrei em como Babi era boa de comandar as coisas e disse que queria ficar por baixo. Ela concordou e começou a cavalgar sobre mim. 
Babi uirava de prazer e eu sentia aquela mesa fazer barulho com os movimentos dela, com muita sorte aquilo não quebraria. Senti o líquido dela me molhar e ri por ter sido mais rápido do que eu esperava.
-Falta você amorzinho.-ela mordeu meu lábio inferior e eu senti que machucou mas não disse nada , eu gostava desse jeito mandão e agressivo dela.-Diz pra mim,-ela parou de cavalgar rápido e diminuiu seus movimentos.-se for devagarzinho você vai gozar pra mim ?
Fiquei calado impedindo um quase grito vindo de mim e então gozei. Ela sabia exatamente o que fazer.
-Levanta!-ordenei e ela saiu de cima de mim se colocando de pè. Me levantei tambèm e a puxei com brutalidade fazendo seu quadril se chocar contra a mesa. A virei de costa e enconstei meu pau em sua bunda. 
-Você vai fazer isso sem lubrificante?-ela parecia assustada. Aquela porra devia doer mas eu ia dar um jeito.
-Relaxa.-sussurrei em seu ouvido e me agachei fazendo um trilha de beijos e mordidas por seu bumbum. Não era grande, e  Babi sabe que eu acho bundas grandes um pouco nojentas, a dela, era no tamanho ideal para que eu gostasse. 
Apertei suas nadegás e lambi sua entrada lubrificando com minha saliva.. Eu odiava fazer essa porra mas estava excitado demais pra pegar o lubrificante no meu quarto. 
Assim que terminei por ali, me coloquei de pè e enfiei com força fazendo ela arfar e apoiar suas mãos sobre a mesa. 
-Você è um filho da puta!-ela me xingou. Aumentei a velocidade e segurei seu cabelo trazendo seu rosto para trás.
-Diz quem manda em você caralho!-gritei.-Diz quem te dá prazer nessa porra! Anda! Diz!
-Você.-ela disse com um pouco de dificuldade. Senti meu membro enrigecer. -Você Bieber!-ela gritou de volta.
E ai, eu gozei. Diminui os movimentos e sai de Bárbara que estava afegante assim como eu. Ela se virou e eu a beijei a pegando no colo e a levando atè o meu sofá. A coloquei ali e ela se abraçou a mim quando me deitei ao lado dela.
-Isso foi insano!-ela riu e ri junto. -Você se superou Babi.-a elogiei.
Ficamos em silêncio por alguns minutos atè ela quebrar o silêncio com sua tagarelice.
-Fiquei sabendo que você brigou com Trevor e disse que sou sua.-ela começou.-Por que você fez isso?
-Porque è minha mesmo.-dei de ombros.
-Por que você è tão possessivo?
-Por que você fica tagalerando se sabe que eu não gosto disso depois de uma foda?-indaguei.
Ela bateu no meu peito.
-Deixa de ser grosso!
-Você sabe o que è grosso...-maliciei. Ela riu.
-Você è foda nè? Não consegue ser romântico um pouquinho...-ela resmungou.
-Babi...-já tava cheio daquele falatòrio.-Cala a porra da boca beleza? Que caralho, eu sò quero fica numa boa.
-Eu te amo Bieber.-ela soltou. Fiquei sem reação. -Obrigada por ter matado meu pai.
-Babi...-eu sabia que aquele era um assunto delicado pra ela mas eu voltaria no tempo para ter o gosto de matar aquele velho novamente.
-Tudo bem.-ela me olhou.-Mas eu sei que toda essa posse por mim è amor reprimido e um dia vamos estar juntos.
Aquilo só podia ser uma piada.
Pobre ilusão.
-Quer saber?-a empurrei com brutalidade e ela caiu de costas no chão. Fui pra cima dela.-Você è uma cadela no cio mesmo e sabe que não sou homem de uma mulher só. Agora eu vou foder você de novo atè ficar sem voz. 
-Mas como...-a calei com um beijo e sem exitar a penetrei.
Babi era sempre sentimental demais e aquilo me irritava.
**

Mais tarde, lá estava eu, sozinho no escritório novamente. Soltei a fumaça do meu charuto e tossi. Era um dos mais fortes que eu tinha. 
Ouvi batidas na porta e bufei. 
Eu não podia ficar em paz nesse caralho mesmo!
-Entra porra.-disse e apaguei meu charuto. 
A porta foi aberta. Era Trevor.
-Eai Bieber?
-O que faz aqui?!-disse, entre dentes. -Você não è mais bem vindo na minha casa!
-Corta essa Bieber.-ele deu de ombros e se sentou a minha frente.-Vamos esquecer o que rolou beleza? Não vou mais me envolver com a doida da Babi.. Ela só me procurava pra te desafiar você sabe disso.
-Ela está merecendo uma boa surra!-resmunguei.-Mas dispense a ladainha, o que faz aqui?
-Vim falar sobre nossa sociedade. Está de pè ainda , não?
-Não sei. Não sou de fazer sociedade com traira!-cuspi aquelas palavras em sua cara.
-Dá uma segurada ai bro!-ele respirou frustado.- Eu preciso do dinheiro dessa porra.
-Eu disse pra vocês , todos vocês, ficarem longe dela!-me estressei.-Olha, vaza daqui. Vaza daqui e vai fazer seus serviços que temos apenas uma semana pra resolver tudo.
Sim, eu havia acabado de aceitar a sociedade novamente com esse babaca mas o que è dele estava bem guardado no meu cofre. Trevor devia pra uns 3 manès no mínimo e um deslize apenas bastaria pra eu entregar a cabeça dele de bandeja.
-Valeu Justin!-ele se levantou pra ir embora. 
-Trevor?
-Hm?
-Se você se engrassar pra cima da babi de novo mando rancarem o seu pau fora!
Ele riu e saiu do meu escritòrio. 
Olhei para os papèis e mapas sobre minha mesa e voltei a me sentar. 
Eu precisava checar aquilo.
Peguei o mapa do aeroporto particular que o tal shake pousaria com as barras de ouro. Era pequeno mas bem protegido. Três seguranças na entrada, dois na pista e exatamente sete dentro do aeroporto. Eu precisava de 20 homens de confiança para ajudar no transporte depois que roubarmos. Eu tinha que fazer uma escolta pesada senão quisesse ser parado pelos tiras no meio do caminho.
Ouvi batidas na porta outra vez.
Virou festa agora?,pensei irritado.
-Tá aberta caralho!
-Nossa, ta estressadinho?
Ouvi a voz de Babi e ela entrou , fechando a porta.
-Não tô com tempo para os seus joguinhos beleza?-fui seco.-Diz aí, o que quer?
-Preciso de dinheiro.-ela foi direta.
-Você gastou todo o dinheiro que te dei mês passado?!-olhei pra ela incredúlo. Que porra ela acha que isso è? Não sou banco porra.
-Tinha um cara na minha cola mês passado lembra?-assenti.-Tive que pagar pra uns caras me ajudarem a sumir com ele.
Bufei.
-Você gasta dinheiro demais garota! Pra quê quer dinheiro? Se for pra ir pra boate, esquece.
-Não vou pra boate alguma. Vou comprar umas roupas novas e talvez um carro mais simples. 
-O que tem de errado com suas roupas? Carro simples pra quê? Endoidou? 
Bárbara parecia com aquelas madames de luxo, comprava roupa todo dia e o pior que se vestia com pouco pano quase mostrando a bunda mas desta vez ela estava comportada. Usava uma calça jeans, all star e uma blusa xadrez. Nem parecia ela e eu só havia reparado agora. -Quero comprar umas roupas diferentes.-ela deu de ombros.-Me dá o dinheiro vai!-ela fez bico. 
Revirei os olhos.
-Tá.-fui atè meu cofre e o abri, tirei um bolo de dinheiro de lá e dei á ela. -Mas isso tá estranho pra mim, Ryan vai com você.
-Não preciso de babá.
-Precisa sim.-sorri cínico pra ela.
Andei atè minha mesa e pedi para que Ryan e Chaz viessem atè minha sala pelo rádio.
-Fala aí bro?-Chaz abriu a porta e Ryan entrou atrás dele.
-Ryan, Babi vai sair pra fazer umas compras, junta dois homens e vai com ela tudo bem?
-Beleza.-ele sorriu para ela.
Babi saiu dali pisando forte estressadinha como sempre e Ryan a seguiu.
-O que houve?-Chaz riu.-Babi aprontou de novo?
-Não mas tú acredita que ela gastou todo o dinheiro do roubo que fizemos mês passado? Ela tá com algum rolo por ai.
-Ela gastou um milhão ?-ele pareceu surpreso.-Cê è louco! Eu com um milhão estaria feito por muito tempo!
Revirei os olhos.
-Sem drama Chaz, mas seja o que for Ryan vai me avisar. Agora senta aí e vamos selecionar 20 dos nossos melhores soltados pro nosso grande roubo.
-Ah papai, nesse roubo vou ficar milionário!-Chaz brincou animado e eu ri.
Aonde arrumei amigos tão idiotas assim?
**

P.O.V Bárbara Smith.


Droga. Droga. Droga. Como eu ia me encontrar com Logan com Ryan na minha cola?
Eu já havia comprado várias roupas mas estava me irritando.
Logan não podia nem sonhar que trabalho com tráfico de drogas,e roubos. Eu o conheci mês passado. Ele acha que sou uma patricinha rica e eu não ligava pra isso. Eu o ajudava com a faculdade e comprei uma casa pra ele. Ai vocês me perguntam, Babi está se aproveitando de um garoto de 17 anos? Não , longe disso. O encontrei uma vez na rua, cantando para ganhar dinheiro. Ele veio para Los Angeles tentar a vida depois que foi expulso de casa em Atlanta e quando o vi realmente fiquei comovida. Fazia um mês que eu não o via praticamente e eu precisava ver como andava sua vida.
Meu celular começou a tocar e Ryan me olhou. Vi que era Logan.
-Fala Log.-atendi.
-Estou esperando você no MC Donalds Srta. Smith, você não vem?
Ele era tão educado comigo.
-Já estou indo e me chame de Babi, Logan, já te disse.
-Me desculpa.-eu podia imaginar o rubor em seu rosto. -Estou te esperando na entrada.
-Tá anjo.
Desliguei o celular e vi Ryan me olhar com a sobrancelha arqueada.
-Anjo? Vai me dizer que ta namorando outro playboyzinho?
-Ryan cuida da sua vida. Vamo pro MC Donalds e você vai fica do lado de fora.
-Longe de mim segurar vela.
Revirei os olhos e comecei a andar para a saída.

P.O.V Justin Bieber


-Que foi?-afastei a vadia que estava comigo. Sorte a dele que eu ainda estava vestido.
-Desculpa atrapalhar mas vem comigo pro escritòrio, a porra ta sèria!
Quando ele disse isso me levei e sai de lá indo pro escritòrio com o Ryan, com certeza era algo sobre a louca da Babi.
-Olha, antes de você surtar me escuta com atenção ok?-ele passou a mão na testa nervoso.
-Fala logo porra! O que houve?
-Fui fazer compras com a Babi certo?-assenti.-Ai um tal de Logan ligou pra ela e eu nem liguei porque achei que era mais um namoradinho dela. Levei ela atè o MC pra se encontrar com esse cara e fiquei do lado de fora.
-Bela história.-aplaudi debochado. Isso era assunto sèrio? -O que tem demais ela se encontrar com ele? Ela faz o que quiser. -dei de ombros.
-Não è isso seu cuzão! A babi deu dinheiro pro cara bro, uns mil dólares no minímo.
-O que? Me explica isso direito porra!-pedi já ficando nervoso.
Babi estava sustentando macho por aí?
-Olha, eu realmente tô tão nervoso quanto você. Eu quase entrei lá e acabei com a palhaçada toda mas ele não parecia agressivo. Na verdade parecia uma criança, deve ter uns 15 anos.
-O que?-ri.-Ela virou papa anjo agora?
-E se ele for um tipo de garoto aproveitador? E se tiver ameaçando ela? Sei lá cara mas isso não tá me cheirando boa coisa. Babi não paga mais as boates, e vi o estrato da conta dela, todo dia alguèm faz um saquê de 20 dólares. Babi não mexeria nesse dinheiro.
Ryan tinha razão. Aquele era o dinheiro de emergência, ninguèm mexia nesse dinheiro.
O que tá acontecendo?
-Tenta descobrir algo sobre esse tal Logan.-ordenei.-Vou tirar essa história a limpo com essa vagabunda!

Continua...
Oi meninas tudo bem? Obrigada pelos comentàrios no cap anterior *--*
Amo vocês sabem disso né? Espero que estejam gostando.
Uaaaau esse hot kkk fiz o melhor que pude. E a Babi com o Logan? Serà que Justin vai fazer algo?
Espero vocês no próximo capìtulo e comentem muito ok? Qualquer pergunta podem me fazer no ask (@SexBieberBR) ou twitter (@WithJustinBR) , bjos <3

3 de jul de 2014

Timber - Capítulo 3 "Desobedescendo ordens"‏



" Eu sei que a culpa é minha por
colocar sentimento onde não deveria ter nada."



-O que aconteceu com você Babi?-
Jack me fez olha-lo.-Por que esta
chorando?
-Me abraça Jack? E me tira daqui?
Seus braços me puxaram contra ele
e eu me senti segura novamente.
Jack era como um irmão pra mim, e
sempre cuidou de mim, até nos
piores momentos.


Jack me levou para seu quarto e trancou a porta. Fiquei uns 20 minutos chorando atè realmente me acalmar.
-Você ficou desse jeito por causa do que o Justin falou?-Jack finalmente perguntou.- Você sabe que ele diz coisas sem pensar. Babi, você è a única nessa casa que o conhece realmente e sabe que ele não disse aquilo para te ofender.
-Eu sei Jacob mas eu estou cansada sabe? Tô cansada dele sempre estragar as coisas. Eu não posso nem ir a uma balada em paz que ele já vai me buscar, não posso ficar com cara nenhum... E esta piorando cada vez mais.-bufei frustada.
-Pode parecer estranho mas ele gosta de você e esse è o jeito dele demonstrar.
-Ele podia ir demonstrar com uma puta não comigo!
Justin era um idiota. Ele não tinha direito nenhum em mandar em mim.
-Eu concordo com você mas estamos falando do Bieber não è? Tá cheio de zè ruela por ai querendo fazer mal pra gente e destruir nosso impèrio, fora os subornos que o Justin sempre dá para o FBI quando eles nos encontram. Não è fácil pra ele cuidar de tudo isso.
-Mas a gente pode ajudar ele. Eu posso. Ele me quer trancada aqui o tempo todo Jack, mas ele não manda em mim.
-Você está certa mas por quê não mudamos um pouco de assunto?
-Tá.-concordei.-Pegou alguèm ontem na boate?
Jack e eu èramos bem intímos. Falavámos sobre tudo como bons amigos que somos desde criança.
-Mais ou menos. Tô me cansando dessas putas. È sempre a mesma coisa : peito e bunda e um boquete nojento. Na moral, estou pensando atè em namorar uma mina pra ver se ela faz um serviço melhor.
-Você namorando?-gargalhei.-Jack você deve tá chapadinho, hm?
-Um pouco.-ele adimitiu rindo comigo.-Mas è sèrio Barbie , tô cansadão dessas putas...
Ele se esticulou todo na cama.
Bufei. Odiava quando ele me chamava de Barbie.
-Eu odeio que me chamem de Barbie!-resmunguei.-E por que você não vai em outras boates ver se acha uma mina que faça as coisas direito?
-Já falei pro Bieber demitir algumas ... Mas você sabe que não adianta eu ir em outra se parece tudo igual pra mim.
A coisa estava realmente feia para Jack  e aquilo chegava a ser engraçado. Depois do Justin, Jack era o nome mais falado no meio dessas prostitutas, o que não me surpreendia.
Olhei para Jack que me encarava esperando eu falar algo mas eu só deitei do lado dele em silêncio e senti ele me abraçar mais a seu corpo.
-Sinto falta de quando moravámos naquele apartamento... As coisas eram dificèis mas era como um lar. Aqui nessa mansão eu não paro um segundo.
Senti ele suspirar.
Justin, Jack e eu antes de termos tudo isso nos mudávamos muito. Era bem difícil mas ele tinha razão. Essa mansão... todo esse dinheiro não fazia a gente se sentir exatamente em casa.
-Tambèm sinto mas não quero voltar a trabalhar de garçonete e mesmo assim não ter dinheiro para sobreviver.
-È, pensando por esse lado fico feliz de sermos miliònarios.
Ri, achando graça.
Ouvimos uma batida forte na porta e eu já sabia quem era.
-Não quero falar com ele...-Jack assentiu e se levantou.
-Eai bro?-ele disse abrindo a porta.
-Cadê a mimada da Babi?-ele olhou sobre os ombros de Jack e,assim que me viu foi furioso pra cima de mim. Jack o segurou e eu me coloquei de pè.
-Vai com calma bro.-Jack o alertou.-Ela não fez nada.
-Fica na tua!-ele rosnou para ele e puxou seu braço.-Você è uma idiota Babi.-ele me encarou.-Por que diabos você saiu de lá chorando?
-Você disse que eu não tinha serventia, o que queria que eu fizesse Bieber?
-Estou perdendo minha paciência com você Babi! A todo momento você faz essas coisas pra chamar atenção!
-Atenção? Me poupe Bieber! Eu não preciso implorar atenção de ninguèm, muito menos a sua. Você que não me deixa em paz!
Vi Jack revirar os olhos e gesticular para a porta dizendo que estava nos deixando a sós.
Por que ele estava me deixando sozinha com Justin?
-O que estava fazendo trancada aqui com o Jacob?! Ele tava te "consolando" è?-ele sorriu irônico o que me deixou irritada.
-Jack è meu irmão seu idiota!-fui pra cima dele.-Pode não ser de sangue mas o considero meu irmão.
Ele segurou firme meus pulsos me fazendo olhá-lo.
-Mas ele não deixa de ser homem!-ele rebateu.
-O que você tá insinuando?
-Que eu sei que você ama provocar os homens dessa casa como uma vadia.
Me soltei dele. Filha da puta.
-Vadia è a vóvozinha seu idiota! Se me acha tão vadia então eu vou pegar um terço de tudo que conseguimos e vou sumir daqui! Você vive me humilhando, me prendendo! Você não è como antes desde que começamos a nos envolver ...

(flashback on)
Babi era a garota mais bonita dali sem dúvidas. A garota dançava sem descansar um segundo e Justin a observava se perguntando como ela cresceu tanto e ficou incrivelmente linda.
Babi  finalmente se cansou de dançar e foi pegar uma bebida. Justin foi tambèm.
-Não acha que já bebeu demais?-Justun sussurrou para ela assim que Babi virou sua segunda dose de vodka. A garota olhou para ele e riu.
-Virou meu protetor desde quando amorzinho?-ela passou os braços em volta do pescoço de Justin e ele estremeceu com toda essa proximidade. Eles nunca haviam ficado tão próximos.
-È sèrio. Não quero ter que te carregar atè em casa.
-Aè?-ela mordeu os lábios e olhou diretamente para os olhos de Justin.-Sabia que você está muito sexy hoje?
Justin não aguentou e segurou firme na cintura de Babi a trazendo para mais perto dele ainda.
-Você sabe que esta me provocando nè?-ela riu safada-Foda-se.
Justin molhou seus lábios e os levou de encontro com os de Babi iniciando um beijo ali.
(flaskback off)
-Não viva do passado Babi.-ele foi grosso.-Você quer pegar o dinheiro e cair fora? Fique á vontade mas dúvido que sobreviva com o tanto de inimigos que temos.
-Você se preocupa por quê? Hm? Você nunca me tratou como mereço Bieber! Você sempre me subestima.
-Eu não quero você nesse meio. Se você quase não se envolve e tá cheio de cara querendo comprar você de mim, você,acha mesmo que vou deixar você sair por ai desprotegida?
Me assustei.
Aquilo era sèrio?
Eles queriam me comprar?
-Você ta me zuando nè Bieber?
-Não porra!-ele gritou.-Caralho Babi, deixa de ser cabeça dura!-ele abaixou o tom de voz.- Eu tô cansado. Se você quer sair com esses caras nas baladas, fique a vontade. Eu vou deixar você fazer o que você quiser desde que ...-ele suspirou.-Desde que você saiba se proteger.
-Mas eu sei... Jack me deu algumas aulas.
Justin deu de ombros.
-Ótimo.
Ele se virou para sair do quarto mas eu o chamei.
-Justin?
-Hm?
-Eu posso sair atè com o ... Travor, por exemplo?
P.O.V Justin Bieber 
Então era ele! Porra como eu não percebi antes?! Travor era o cara que ela fugiu ontem á noite. Eu sabia que conhecia aquele carro em algum lugar. Sai dali sem responder Babi.
Milhares de imagens desse filha da puta tocando na Babi se passaram em minha mente me deixando com mais raiva.
Eu ia acabar com o Trevor por ter contrariado minha ordem dessa forma.
Continua...
Olá meninas, como vão? Estou de volta como vocês perceberam e eu espero de todo meu coração que tudo dê certo. Eu ia falar sobre escola e meu provável curso mas vou deixar pra lá pq vou tentar separar o blog da minha vida  escolar e focar em cada um separadamente. Eu vi que tive algumas perguntas e vou respondê-las. Primeiramente, sim essa ib è criminal e terá palavras de baixo calão, ou seja, palavrões e coisas bem... Sujas. Eu recomendo que leia isso quem realmente não se incomoda com esses tipos de coisa. È claro que algumas já devem estar acostumadas com fics assim. Eu já postei capitulos antes deste, è sò voltar os posts. Decidi não repostar pq quem posta pra mim è minha amiga dessa (andressa)  e eu não vou dar mais trabalho do que já estou dando a ela . Sobre divulgações eu por enquanto não vou divulgar nada pq meu pc ta quebrado (faz uns 5 meses já eu acho kkk) e não tem como eu ver o blog direitinho pq eu só divulgo o que eu gosto e vejo que merece ser divulgado. Se tiverem dúvidas sobre isso só perguntar. Bom, sobre meu pc, daqi umas semanas vou me mudar de casa, e eu pedi um presente pra minha mãe e estou esperando ela me dar antes de qualquer coisa. Caso ela não me dê exatamente o que quero, eu vou pedir outra coisa no lugar e arrumar meu pc então esperem um pouqinho mais q qando meu pc estiver pronto eu vou postar com mais frequência. Uma outra coisinha importante são as leitoras fantasmas. Nada contra sabe? Kk E eu confesso que sou uma leitora fantasma tambèm mas gostaria muito que vocês comentassem e me motivassem a melhorar cada dia mais por vocês mesmos. Façam um pequeno esforço ok? Prometo que valerá a pena.
Me desculpem a demora eu tva mal esses últimos dias e tava tentando aproveitar um pouco das fèrias.
Bom, è isso gente! Espero que tenham gostado. Eu adoro falar com vocês no whatsapp e no post abaixo vcs acham meu número e fiqem a vontade pra falar cmg *-*
Meu insta è esse: wtfstha (eu sigo de volta quem pedir e sim, eu sou feia, sorry) kkk
Beijos e atè o pròximo cap <3333