23 de fev de 2014

All That Matters 2ª Temporada - Último Capítulo 29 " When the angels fall in love..."‏

"Nada pode quebrar o que é verdadeiro."



Havia 7 anjos, e um deles segurava minha filha em seus braços. Seus olhos logo nos encontraram e eu temi por ela por um momento.
Minha mãe, Melannie, e os pais de Mad estavam amarrados no sofá, sendo vigiados por eles.
-Ora ora, vejamos o que temos aqui irmãos.-um deles falou encarando Ryan e a mim com desprezo.-Parece que o anjo da guarda está se relacionando com um demônio.
-Cale a boca Caleb.-Ryan , rosnou, entre dentes.
Ele o conhecia?
-Você não sabe o que esta fazendo Ryan e o quão perigoso isso é.-ele ameaçou.
-Eu sei onde me meti. Eu quero que você solte eles agora, e resolveremos isso sozinhos.
-Tudo bem.-ele sorriu, com deboche.
Vi ele gesticular para o anjo que segurava minha filha, e ele desamarrou Melannie entregou clara para ela.
-Levem todos cima. -Caleb ordenou.-Quero resolver tudo para matarmos a escolhida o quanto antes.
Meus pelos se ouriçaram.
Eu nunca deixarei isso acontecer.

-Tudo bem Jazzy.-sorri pra ela.-Você se parece muito com seu irmão.
Ela se virou e sorriu pra mim.
-Meu pai sempre me disse isso.
Percebi uma pequena pontada de dor quando ela disse isso.
-Você esta com saudades dele?-perguntei. Ela abaixou sua cabeça como se fosse chorar.
-Muita.
-Vai ficar tudo bem.-Fui até ela e a puxei para perto de mim a abraçando.-Seu pai deve estar com saudade de você também. 
-Eu duvido.-ela se afastou um pouquinho para me olhar e eu percebi que ela tinha começado a chorar. -Meu pai não liga mais pra mim, nem pro Jaxon depois que Justin foi embora. Pra ele è como se fossemos anjos normais, como anjos da guarda.
-Ele esta bastante chateado com tudo isso mas logo tudo vai voltar a ser como era antes.
Eu espero.
-Por que você não fala mal dele mesmo ele querendo te matar?
-Porque não devemos desejar o mal de ninguém.
-Você tem razão.
Quando ela termino de dizer isso, Jaxon entrou no quarto.
Ele logo olhou para Jazzy que chorava.
-Aconteceu alguma coisa? 
-Pode me deixar um pouco sozinha com meu irmão?-Jazzy pediu. Assenti e sai do quarto.

P.O.V Jazzy Bieber

-O que você quer falar comigo Jazz?
-Temos que contar toda a verdade á eles. 
-Não podemos contar ... Eles simplesmente vão mandar a gente de volta para o papai se souberem o que fizemos.
Jaxon jogou seus ombros para trás, nervoso.
-Nós temos que contar que estamos juntos. Temos que contar porque mesmo não sendo proibido isso é errado. Eu sinto que é errado.
-Nós lemos no livro sagrado que vamos  ficar juntos. É o nosso destino.
-Você tem 13 anos , eu tenho 15 . Eles não vão nos levar a serio.
-Mas eu amo você. -olhei em seus olhos sentindo a verdade naquilo.-Desde que beijei você por acidente enquanto andávamos sozinhos, o amor que sinto por você não para de crescer. 
-Justin vai nos matar!-soltei meu ar frustada.
-Ele não pode fazer isso. Ele mais do que ninguém sabe o que é amar.
-Amar é uma coisa louca.
Jaxon riu e me encarou com a sobrancelha arqueada.
-Vou beijar você.-ele anunciou e em seguida se aproximou, me puxando para perto de seu corpo e me roubando um selinho.

P.O.V Madison Beer

Eu estava louca certo? Eu acabei de ouvir que Jazzy e Jaxon estão juntos como um casal? Não pode ser!
Isso é incesto. E é errado.
Sai dali com cuidado e fui para a sala, me sentando no sofá e tentando entender o que tinha acabado de acontecer. Eu ainda estava chocada.
Liguei a televisão e mesmo não fazendo noção do que estava assistindo eu não conseguia me concentrar naquilo.
-O que ta passando na televisão?-ouvi a voz de Jaxon e olhei para a escada vendo Jazzy ali também.
-Nada demais.-peguei o controle e a desliguei.-Eu acho que vou pedir uma pizza pra mim... Vocês vão dormir?
-Vamos assistir filme.-Jazzy sorriu.-É super legal!
Eles passaram por mim e se sentaram no sofá quando eu levantei.
Não. Acho que eu tinha ouvido coisas. Eles são irmãos . Nunca estariam juntos.
Com certeza eu ouvi coisas. Toda essa preocupação com anjos não me fez bem.
Suspirei e me levantei pegando meu celular e indo para a cozinha pegar uma lista telefônica. Assim que achei, liguei para a pizzaria e fiz meu pedido. Depois fui me sentar com Jazzy e Jaxon para assistir o filme com eles.

-Querem um pedaço?-ofereci a pizza a eles vendo que eles estavam um pouco intrigados ao me ver comer e aquilo já estava me incomodando. 
Eles assentiram e cada um pegou um pedaço. Assim que colocaram na boca, cuspiram.
-Isso tem gosto de papel!
-Eca!-Jazzy franziu o cenho.
Não pude evitar de rir. Não tinha gosto de papel. Não pra mim.
-É uma delicia.-disse.-Não tem gosto de papel.
-Pra gente sim... É por isso que papai sempre nos avisou a não comer a comida de vocês.
-Como vocês vão fazer para comer aqui na Terra então? 
-Justin provavelmente vem nessa madrugada. Ele pode ficar aqui com você enquanto comemos. 
-Ah sim.-balancei a cabeça e voltei minha atenção ao filme "Procurando o Nemo" mas do que nunca eu tinha a certeza que duas crianças tão puras como eles  não ficariam juntos de uma forma errada. Ou talvez isso fosse normal para anjos? Eu tinha que perguntar ao Ryan quando ele chegasse, se eu falasse para o Jay ele desconfiaria e ia saber o que tinha de trás da minha perto.

P.O.V Justin Bieber

Minha pele queimava a medida que eu tocava a grade de metal daquela sala.
-Me tirem daqui porra!-gritei o mais alto que pude mas eu sabia que aqueles imbecis não me responderiam.-Quando eu sair daqui eu vou arrancar a cabeça de cada um de vocês!-gritei com raiva.
Eles tinha me pego de jeito. E agora eu estou preso nessa porra de sala enfeitiçada sei lá aonde e não conseguia derrubar as grades na porta de jeito nenhum.
Ryan , Clara e todos conseguiram fugir graças a distração que arrumei enfiando a adaga no coração de Caleb, aquele anjo filha da puta.
Eu estava com muita raiva. Eu devia estar indo me encontrar com Madison. A sorte  agora é que eu tenho Ryan e ele estava indo no meu lugar enquanto minha mãe e a família de Madison estavam num avião para a America do Sul onde ficariam seguros lá em uma casa que minha mãe havia comprado. 
Olhei para as paredes e o piso branco naquela sala e suspirei frustado. 
Havia algo ali que acabava com minhas forças. Havia algo ali que me impedia de sair ou me comunicar com alguém. 
Ouvi um "click" e a porta branca a minha frente se abriu.
Meu pai me olhou com descrença deixando um sorriso debochado saltar de seu rosto. 
-Vejo que o pequeno rebelde sem causas foi pego!-ele abriu um sorriso, vitorioso.
Desgraçado!
Ele estava por trás disso?
-O que faz aqui?-rosnei.-Me tira daqui!
-Eu não vou tirar.-ele disse calmo. Aquilo me irritava ainda mais.-Agora que você esta aqui, eu pedi aos Arcarjos que te transformassem de volta a um anjo. -Vi eles aparecem atrás de Jeremy com seus famosos ternos brancos.A grade se destrancou sozinha e eles entraram ali, me encurralando no canto daquela sala.
-Eu não quero me tornar um anjo!-gritei nervoso.-Eu desprezo tudo isso! Eu odeio tudo isso! Eu não nasci para ser um de vocês!
Senti um solavanco em meu  rosto vendo que tinha acabado de levar um tapa de um dos Arcanjos que me olhava com desprezo. Seus olhos dourados me queimaram por dentro e eu cai no chão de joelhos .
Meus pensamentos foram logo em Madison. Eu senti uma dor maior só de saber que não podia protegê-la e a ver pela última vez. Eu não me transformaria novamente em um anjo correndo o risco de esquecê-la para sempre se assim eles quisessem. Eu não suportaria viver em um mundo onde a garota humana pela qual eu me apaixonei não existisse.
Desde o começo eu soube disso. Quando.você se apaixona você ganha o maior presente de todos mesmo se seu amor não for correspondido. 
Eu ganhei muitas coisas maravilhosas ao conhecer Madison. 
Eu acreditei no amor sincero, puro, e verdadeiro. Eu quis seguir o meu sonho. Eu aprendi a lutar por aquilo que quero. Eu aprendi a valorizar uma vida como nunca havia valorizado antes e o melhor de tudo, foi que mesmo depois de tudo a minha Madison me fez acreditar ainda mais no amor. 
Mas que porra é essa que estou sentindo?
Lágrimas saíram dos meus olhos sem eu ao menos perceber.
Senti algo grandioso dentro de mim. Eu senti a luz em meu corpo.
Era ele.
Era Deus.
-Por favor eu suplico.-disse sabendo que ele estava ali. Senti os Arcanjos se afastarem e um deles disse "O chefe esta aqui."-Não deixe isso acontecer comigo! Não deixe nada acontecer com Madison! Eu suplico a você!-gritei ficando de pé.-Me salve!
-Você quer ser salvo? 
A voz doce e celestial.vindo do nada fez todos olharem intrigados para todos os lados. E então Ele apareceu a minha frente. Eu não consegui enxergar seu rosto. A luz vindo dele era muito forte. Quase me cegava.
-Sim eu quero.-disse firme e deixei que meus olhos se fechassem. Abaixei minha cabeça.
-Eu nunca vi algo assim. Eu jamais presenciei algo tão forte de um ser como você, desafortunado e tomado pelo mal, por uma humana. Você esta entregando sua nova especie, sua vida, seu ser por um amor humano. O amor humano verdadeiro e o que sempre esteve presente entre os humanos e eles nunca se deram conta. Você quer ficar com Madison e Clara, e quer ser um humano estou certo? Você quer deixar tudo isso para trás até sua vida eterna para viver ao lado de Madison?
-Não me adianta em nada viver para sempre sabendo que o que eu quis nunca pode ser meu.
-O que exatamente você,quer Justin? -senti a confusão em sua voz. 
-Eu quero agradecer. Agradecer pelo Senhor nunca desistir da Madison enquanto eu já não tinha forças para ficar perto dela como um monstro. Eu quero agradecer o Senhor por ter me dado o amor dessa garota e feito de mim alguém diferente. Eu quero agradecer o Senhor por ter me dado a oportunidade de amar e ser amado em um mundo onde o amor é apenas recíproco e incerto. Eu só -levantei minha cabeça e o olhei. Ainda não pude enxergar seu rosto mas eu sabia que ele me olhava.- quero ser o humano capaz de dar e fazer a vida de Madison ser perfeita.
-A perfeição pode não ser possível.
-Sei que será com Madison ao meu lado. 
-Você realmente quer isso?
-Eu quero ela.- disse.
-Que assim seja.
Senti a luz ficar mais forte até que tudo ficou branco a minha frente como um imenso vazio. Talvez eu tivesse alcançado o que todo homem, ou ser sonha. Eu alcancei o paraíso.


P.O.V Narrador 

Eu sabia. Eu sempre soube. Há o amor verdadeiro em toda parte.  Deus ao transformar Justin em um humano não só fez isso como tornou seu sonho real. Quando você acredita você consegue certo? Vamos recapitular alguns acontecimentos até aqui.

Madison era uma garota sozinha, e lutava por algo que achava ser seu sonho. Justin buscava liberdade e algo para amar. Ambos descobriram juntos uma grande lição. Na vida haverá momentos em que você cairá no chão sem forças para levantar. Mas também haverá momentos em que  você estará no topo gritando por sua vitória. A vida é uma montanha russa. 
Madison e Justin nunca foram uma obra do destino. Muito pelo contrário. Mal sabiam eles que tinham destruído o destino deles para ficarem juntos. Talvez agora seja fácil entender essa história. 
Um anjo e um demônio. 
Ambos com algo que ninguém percebeu : a possibilidade de amar. 
Uma garota comum e com problemas como qualquer pessoa mostrando que a vida não é tão divertida como parece. 
Pode parecer ou ser clichê mas o amor muda tudo a sua volta e faz com que sua vida mude também.

P.O.V Justin Bieber


Abri meus olhos lentamente sentindo a mão macia de Madison na minha. Ouvi o bipe dos aparelhos em mim e percebi que estava em um hospital junto de Madison. Tentei me lembrar de tudo o que houve mas só consegui me lembrar de uma voz dizendo "ela morreu por ele". Eu sabia que essa pessoa não era a Madison, graças a Deus.

Mexi minha mão e vi ela balançar sua cabeça e me olhar.
Quando meus olhos encontraram os dela eu senti o que esteve dentro de mim sempre esperando para ser sentido. Eu estava maravilhado. 
-Amor! Oh meu Deus!
Ela soltou sua mão da minha se colocando de pé e me abraçou forte. -Você esta bem?!
A preocupação em sua voz me fez sorrir.
-Sim eu estou. Como vim parar aqui?
-Você apareceu desacordado no chão da sua sala enquanto eu estava com Clara. Ryan tinha dito que você havia sido capitulado pelos anjos e quando você apareceu lá todos que queriam ser humanos se tornaram humanos até nossa filha!
Seus olhos marejados entregaram sua alegria.
Deus havia realizado o sonho de todos que queriam ser humanos.
-Eu estou feliz por estar aqui e ser o que sempre quis ser. Deus me transformou em um humano também para que pudéssemos ficar juntos.
-Isso é tão louco!-ela sorriu e me selou rapidamente.-Finalmente tudo esta bem.
-Eu tenho uma pergunta pra te fazer. -ela assentiu.-Alguém morreu por causa disso? Eu posso jurar que há uma voz na minha cabeça que diz isso. 
-Kate tirou sua própria vida e ligaram para sua casa para avisar e eu atendi o telefone.
Kate? Oh não.
-Por que ela fez isso?
-Ryan disse que o amor faz as pessoas fazer coisas loucas mas eu não entendi porque ele disse isso.
Eu sabia o porque. Ela se matou por minha causa. Eu sempre a tratei mal. Nunca dei o seu devido valor. Eu só espero que agora ela encontre a paz que sempre achou ter achado em mim.
-Tudo vai ficar bem agora.-eu a puxei para um abraço. -Eu estou aqui.



Messes depois...

-Como assim você e Jaxon estão juntos Jazzy?
Eu olhava incrédulo para os dois a minha frente. 
Isso é permitido entre anjos mas agora eles eram humanos. Isso não parecia certo.
Madison entrou na sala com um vestido florido trazendo uma bandeja de doces que ela tinha feito para eles.
-Estou atrapalhando algo?
Ela colocou a bandeja em cima na mesinha de centro e me olhou. 
-Eu acabei de saber que meus irmãos tem um tipo de romance e eu não sabia.
-Acho que eu já suspeitava disso...-ela os olhou e eu segui seu olhar vendo que estavam de mãos dadas. -Vocês se amam?
-Sim.-eles responderam em uníssono. 
-O que há de errado Justin? Como humanos eles não tem o mesmo sangue. Nem mesmo você tem o mesmo sangue que eles.
-Eu acho isso errado...
-È errado amar?-Madison indagou.
Suspirei derrotado.
-Claro que não.
-Então deixe eles em paz.
-Tudo bem.-assenti.-Mas eu quero juízo. Principalmente com a minha irmã. 
Fitei Jaxon que riu da minha cara.
-Tudo bem cara.
-É só um amor adolescente.-Madison sussurrou para mim. Assenti.
-Vou no tumulo de Kate levar flores á ela.
-Vou com você.-Madison sorriu sem mostrar os dentes.-E depois podemos ir para a casa da sua mãe. Eu preciso resolver alguns detalhes do nosso casamento. 
-Vocês duas não param de falar disso. 
-É algo muito especial que precisa ser preparado com cuidado. E como meus pais estão na sua segunda lua de mel só tenho a Dona Pattie para ajudar.
A puxei pela cintura grudando seu corpo no meu.
-Vamos tirar o dia pra gente hoje. Quero ir pra praia.
-Deixamos a Clara e os meninos com na casa de Ryan e vamos.
Roubei um selinho dela e ela sorriu.
-É bom saber que esta preparada para ir pra qualquer lugar comigo.
Ela riu.
-O pôr do sol nunca esteve tão lindo...-Madison encostou sua cabeça em meu ombro e suspirou. 
-É um presente para nós. Eu tenho certeza.
-Eu me sinto a mulher mais feliz do mundo por tudo que aconteceu. Não é atoa que depois da chuva nasce o Sol.
-Hmm ta inspirada hoje!-brinquei. Ela riu. Eu adorava o som de sua risada. 
-Você é um bobo.
-Eu sou o que quiser amor desde que seja seu bobo.-ela levantou sua cabeça e me olhou. 
-Daqui alguns dias vamos nos casar. Morar sozinhos. Você esta feliz com isso? Quero dizer, se você tivesse se transformado em um anjo, todo o céu seria seu.
-De que adianta eu ter o céu se não tenho a mulher que amo? Eu não quero nunca que se sinta culpada pela decisão que tomei. Você é a melhor coisa que já me aconteceu.
-Eu te amo Justin...
Mad se agarrou em meu pescoço e me selou.
-Eu também te amo Madison.-sussurrei.

FIM

Mds acabou! Acabou de surpresa. Sei que vocês não esperavam. Mas eu achei que era o momento certo de acabar. Eu queria agradecer todas vocês por tudo e por todo o carinho com essa ib. Eu estou muito feliz com a repercussão que ela teve. Obrigada por aguentarem minha,demora também hahaha
Acho que deixei uma mensagem bonita com essa ib e espero que tenham entendido. Sempre amei os comentários que li nessa ib *---*
Em breve vou postar a sinopse da nova ib do blog e o trailer no youtube.
Estarei disponível no wpp se estiver funcionando. Meu insta é @wtfstha caso vocês queiram e meu twitter é @withjustinbr :)
P.s queria agradecer a paciência e disposição da minha amiga Dessa em postar os caps pra mim. Obrigada!
E sim (podem me chamar de iludida) mas eu apoio Jadison mais que tudo <3
Obrigada por tudo lindas!
Amo vocês