28 de nov de 2013

All That Matters - Capítulo 19 ''Marie is dead!''

''A vida nos prega peças que até nós duvidamos as vezes...''



-Ficou sem voz Bieber?-Jack riu e seus olhos ficaram negros. A escuridão consumia sua alma, aquilo era evidente.-Como você é babaca não é ? Enquanto lá em cima esta um caos, você esta aqui brincando de ''casinha'' com uma garota. Me diz Bieber, o que de tão interessante viu nela? O que essa menina tem que fez você desistir de tudo?
-Eu desisti porque queria ter minha própria vida. Eu estava cansado de seguir regras. Mad não tem nada a ver com isso, e eu espero que você fique longe dela.
-Longe dela?-ele riu debochado.-O que eu vou querer com uma humana insignificante como aquela? Você queria ser livre? Então eu tenho uma proposta para te fazer.
-Eu não quero ouvir.
-Sim, você quer.-ele disse.-Junte-se a nós, Ebons, e eu vou dar tudo o que você quiser.
-Eu tenho tudo o que eu quero.-disse.
-Eu daria até, uma vida eterna para sua protegida.
Meu coração se acelerou.
Ele podia fazer isso ?


-Vida eterna?-pronunciei, sem acreditar.
Essa era uma das lendas que corriam por ai. Ninguém nunca provou , mas dizem que os Ebons tem vários rituais para deixar suas vidas eternas.
Jack, ao que dizem, nunca envelhece, e isso é o que parece, porque eu o conheço a 7 anos e ele não mudou nada, nem um milimetro em seu rosto.
-Uma vida eterna onde você e ela possam ficar juntos ...-ele se aproximou mais de mim.-Onde você dois pudessem viver em paz, sem se preocupar com o amanhã, sem se preocupar com  o futuro, porque o futuro seria o agora. E a vida de vocês dois seria eterna. Você quer isso não quer Justin? Um amor eterno?
Engoli em seco e molhei meus lábios.
Não era só isso.
Não. Não era.
Eu queria que ela tivesse uma vida que sempre quis. Eu queria que ela fosse eterna porque ela não merecia morrer. Ela é tão doce, tão gentil, e inocente... Ela não merece nada de mal em sua vida, e eu queria poder dar a ela isso, por toda a eternidade.
Mas ...
Isso é justo? Driblar o destino de uma humana para deixa-la eterna só porque eu quero?
Isso é tão ...egoísta.
É, isso é muito egoísta.
Eu não posso aceitar. Eu não posso aceitar uma proposta destas de alguém como Jack.
-Eu não posso ...-disse e abri minhas asas. Senti que meus olhos haviam mudado de cor. Dourado. Era essa a cor de um olho de um Bieber, era isso que tínhamos que levar por toda a eternidade que nos esperava.-Eu ainda não entendi o motivo de você estar aqui,-disse, minha voz estava mais grossa. Eu podia ver que ele estava com medo do que eu podia fazer.-e eu espero que você vá embora porque eu não quero fazer mal para você.
-O que você pode fazer Bieber? Como assim você renuncia ao seu legado e fica se transformando em anjo por ai ?
-Eu sou um Bieber!-quase gritei.-Eu não posso virar um humano, como aconteceu com o Ryan .... ou eu pensei que aconteceu.
-Ryan é um Ebon agora. Ele aceitou a escuridão. Ele fez isso porque vocês renunciaram a ele!-ele cuspiu as palavras em minha cara.
-Ryan não sabe o que fez ...-eu disse. Aquilo estava me deixando com raiva. -Ryan nunca aceitaria ser um Ebon se soubesse o que sua mãe disse pra mim antes de morrer...
-O que?-ouvi sua voz atrás de mim e o olhei. Ryan estava sujo de sangue e ele trazia em seus braços uma garotinha.
Marie?
-O  QUE VOCÊ FEZ?-gritei desesperado indo em sua direção. Ryan deixou que a garota caísse no chão e se afastou. Peguei ela em meu colo. Seu corpo já não tinha mais vida.-MARIE! MARIE!-a gritei. Senti meus olhos queimarem e as lágrimas descerem por minha face.-NÃO!NÃO PODE SER!
Levantei meu olhar e olhei para Ryan que me encarava sem dizer nada. Já Jack, matinha seu sorriso estúpido no rosto. Ele a matou? Ryan matou a sobrinha de Madison para nos afetar?
Como ele pode ter feito isso com uma alma tão pura quanto a dela?
Marie era só uma criança!
-Eu ... eu ...-Ryan começou a dizer algo, mas eu não aguentei. Tive que me intrometer. Ele não tinha direito de falar nada após ter cometido isso.
-VOCÊ O QUE?-Gritei. Ele abaixou seu olhar. Não era simplesmente uma discussão de quem tinha mais poder ou não. Era uma discussão entre irmãos. Porque era isso que Ryan sempre foi pra mim. Um irmão.-EU NÃO CONSIGO OLHAR PRA SUA CARA RYAN E SABER QUE VOCÊ SE ENTREGOU AOS EBONS E MATOU UMA CRIANÇA! UMA CRIANÇA RYAN!-cuspi isso em sua cara.-Sua mãe sentiria pena ao te ver assim ...-o encarei com raiva.-Antes dela morrer ela me disse que você honraria o nome de sua família. Que você conseguiria chegar aonde nós, Bieber's, chegamos...-ele soltou uma rizada e eu olhei. Aquele não era o Ryan. Com certeza não era.
O que tinha acontecido com ele?
-Você é um imbecil filha da puta Bieber!-ele riu de mim.-Eu matei essa garotinha e matarei sua namoradinha ainda!
-Você não sabe o que esta dizendo!-disse com repulsa.-OLHA O QUE VOCÊ FEZ COM ELE JACK!-gritei para ele que agora, se mantinha em alerta.
Alguém estava vindo. Eu tinha certeza disso.
Fechei meus olhos e respirei fundo, mantendo junto a mim a garotinha que não pode se defender.
Madison não me perdoaria por ter deixado isso acontecer. Ela não me perdoaria nunca.
-Justin?-a voz do meu pai me fez abrir os olhos. Ele estava no centro da sala e seus olhos logo bateram na garotinha que estava em meus braços.-O que houve?
-Ryan a matou pai!-disse ainda chorando. Meu pai se virou para Ryan. E foi em um piscar de olhos que Ryan desapareceu dali.
-O que você fez?!-Jack perguntou assustado.
-O que faz aqui Jackson?-meu pai foi seco. Tomando a postura que todos temiam. -O que faz na casa do meu filho?
-Você não vê?-ele riu irônico.-Vim fazer uma proposta ao seu filho e como ele não aceitou ... essa garotinha, que se eu não me engano é sobrinha da namoradinha dele , teve que sofrer as consequências ...
-Se eu pudesse Jack, eu te mataria agora mesmo.-meu pai disse.-Eu quero apenas que vá embora desta casa agora!
-Se é assim que deseja Jeremy...-Jack me olhou rindo e desapareceu.
-PORQUE FEZ ISSO?-gritei para o meu pai.-PORQUE DEIXOU ELE IR?
-Eu não posso mata-lo Justin. Não é como você imagina ... Se eu matar ele , iniciará uma guerra. A maior guerra de todos os tempos e os humanos também sofrerão com isso. Agora, o que temos que fazer é deixar essa garotinha na casa dos pais dela para que eles a achem e façam um enterro decente.
-Tudo bem...-disse.-Eu vou leva-la.
-Não.-meu pai me encarou.-Você vai tomar um banho e tirar todo esse sangue de sua roupa, porque sua namorada vai precisar de você. Eu a levo.
Meu pai se agachou e tirou a garotinha dos meus braços. E em seguida desapareceu também.
Fiquei por muito tempo ali, olhando para todos os lados daquela sala imaginando o quão estúpido eu estava me sentindo.
Em seguida, fui para o meu quarto, peguei uma roupa qualquer e tomei um banho.
E como eu imaginei, não demorou muito e então Madison me ligou desolada. Ela chorava descontroladamente e a sua dor me consumia por dentro.
Eu disse a ela que já estava indo. E assim que desliguei o celular peguei o meu carro e fui para sua casa.

Quando cheguei na casa da Madison, eu sabia que ela não me perdoaria assim que dissesse a ela. Eu estava nervoso. Nervoso e confuso.
-JUSTIN!-Madison me abraçou assim que passei pela porta. Ao que parecia só estava ela na casa agora.
-Onde esta todo mundo?-perguntei.
-Eles foram para o hospital com a Marie ... mas meu pai me disse que ela estava morta Justin! Isso não pode acontecer! Você tem que fazer alguma coisa!
-Madison ... temos que conversar ...
-O que?-ela se afastou um pouquinho e me encarou.-O que houve?
-Quem machucou a Marie foi o Ryan Madison.
-O QUE?-ela gritou, exasperada. Foi como se eu estivesse morrido e vivido de novo ao ver os olhos julgadores dela sobre mim.
Contei toda a história pra ela.
Madison chorava sem parar. Ela amava muito a pequena Marie.
-Justin ... por favor ... eu te peço ... faz alguma coisa. Não deixa ela morrer assim ... ela é só uma criança!-Madison me abraçou novamente. A apertei contra mim e beijei o alto de sua testa.
-Eu não posso fazer nada meu amor ... eu não tenho todo esse poder.
E foi ai, que Madison chorou mais ainda e se afastou de mim, pegando sua bolsa em cima do sofá.

Continua...


Oi gente, me desculpem pelo tamanho do capítulo eu sei que esta pequeno, mas amanhã eu entro de férias e já posso escrever capítulos muito maiores pra vocês.
Antes de tudo eu queria dizer o quanto estou chateada com vocês, olha isso :
(aumentem  a imagem caso não consigam ver.)

Eu sei que tem muita leitora que não esta comentando. A ib esta ruim ? Eu estou escrevendo mal? Sejam sinceras, pq eu sei q todos os escritores do mundo (famosos ou não) gostam de ver o seu trabalho valorizado e eu queria saber o motivo de muitas de vocês não estarem comentando.
Enfim, sobre a ib ...

Ryan fez o que muitos nem imaginavam, ele matou a sobrinha da Marie. O que será que vai acontecer agora? Será que a Madison vai culpar Justin por isso? Será que eles conseguirão superar isso ? E o Will? Será que ele esta no meio de tudo isso? São tantas perguntas!!! omggg
Muitas surpresas nos aguardam. Sinceramente eu acho que não escrevi muito bem esse capítulo mais eu espero que gostem mesmo assim.
Obrigada por todos os comentários!

Divulguem a ib no twitter (aqui)
Trailer da ib no youtube (aqui)


Capitulo 10 ~~Danger in Two Heart~~ Destino ~~ dedicado para : Feer Santos










~~P.V.O   Justin


Quando Natasha chegou sinceramente eu fiquei surpreso, porque  eu não sabia e nem imaginava  o que ela tinha vindo fazer aqui. Ela pediu pra que ficássemos a sós, e eu mandei que os garotos descem pra dar um rolé, perguntei o que ela queria e ela simplesmente levantou e me beijou, no começo eu fiquei meio sem ação, nenhuma garota nunca tinha feito isso, ela me deixou sem ação mas depois comecei a corresponde-la paramos o beijo por falta de ar e nos encaramos, não demorou pra que começamos, de novo nossas linguas travavam um batalha, com uma sincronia perfeita, comecei  a apertar sua cintura, e ela foi descendo seus beijos pro meu pescoço.


-Até que pra uma virgenzinha, voce não é tão ruim!


-Não esqueceu isso hein,Bieber


-Impossivel,mas vamos parar de falar , e vamos fazer, isso que importa


Virei ela, a encostando agora na berada da mesa, fazendo com que  meu membro se chocasse com sua intimidade, ela gemeu em meu ouvido dando uma mordida no lobulo da minha orelha.


-Não me atiça, pra depois não se arrepender


-Me arrepender de que Bieber?, eu já não estou aqui-diz ele dando um sorriso malicioso, retribui o sorriso, já tinha entendido o recado.


A joguei com toda brutalidade, em cima da mesa fazendo com que meu Notebook, e várias pastas caísse no chão, mas quem se importa não é mesmo, quando se tem uma gostosa dessa.

-Ual Bieber, que brutalidade não.


Parti pra cima dela, prestes a tirar sua blusa, e vê um pedaço do paraiso, quando algum ser, que quer perder a cabeça só pode começa a bater descontroladamente na porta, paro que estava fazendo e vou em direção a porta.

-Mas que merda Chaz, o que voce quer?


-Drew, Jason está ai embaixo, te procurando.


-Co...mo é que é? -digo gaguejando, jason era um dos meus inimigos mortais queria fazer de tudo pra ser o maior traficante , mas ele não chega nem na minha unha quanto mais.

-É isso mesmo, eu acho melhor, voce ir pela porta que dá acesso,aquela rua deserta aqui atrás, porque nós estamos totalmente desprevinidos.

-Avisa a todos os seguranças dessa boate que eles estão demitidos, bando de incompetentes.-Digo fechando a porta e olhando para Natasha que me olhava sem entender nada, ok deixa eu explica-la

-Um dos meus maiores inimigos, está ai embaixo querendo me matar, estou desprevinido,então temos que fugir pela porta dos fundos vem comigo- nem dei tempo dela responder, fui puxando-a, pro corredor logo em seguida começo a ouvir tiros e mais tiros, é tinha começado, Natasha deu um Grito que quase me surda

-Ei calma , nós vamos sair dessa ok?


Descemos as escadas indo direto pro porão, até que natasha cai.


-Ai Bieber, eu acho que torci o tornozelo

-Era só o que me faltava, nem correr voce consegue direito.

-Olha se não quiser me ajudar pode ir correndo sozinho,que eu fico-Ele não disse mais nada,veio em minha direção e me pegou no colo, coloquei minha cabeça sobre seu ombro e me  deixei ser levada.


Logo Bieber estava correndo em uma rua totalmente escura,seu celular começa a tocar fazendo com que ele parasse na hora, me colocou no chão e disse:

-Se apoia em mim ok? só irei atender essa ligação-eu acenti e assim ele fez


-Fala Chaz-Só ouvia justin dizer sim e não, depois ele desligou o celular e me olhou.


Vamos ter que arrumar algum lugar pra dormir, na minha casa não pode, porque eles estão fechando o cerco atrás de mim.

-Pode ser no meu apart, o recepcionista pensa que voce é meu primo mesmo

-Ok então vamos, só que eu não me lembro aonde é mais não.


-É menos de dois quarteirões daqui, porque não pegamos um táxi?


-Não seria bom, todos sabem que eu sou, poderiam me denunciar pra policia, e agora seriam a Policia e Traficantes atrás de mim, não ficaria nada legal.


-É verdade nem tinha pensado nisso, então vamos andando mesmo.


-Voce se esqueceu que está com o pé machucado?


-É verdade, com tanta coisa acabei nem prestando atenção nisso-dei um sorrisinho


-Sobe aqui nas minhas costas, que eu te carrego.-não pensei duas vezes ,fiz o que ele tinha dito, aliás parece que depois que ele me lembro meu pé começou a doer mais.Fui o guiando em direção a minha casa demorou meia hora mais ou menos, tinhamos chegado, eu estava com pena dele , me carregar durante todo esse tempo eu sei que não é fácil, não sou gorda mas tambem não sou nenhuma folha.Tinha me esquecido completamente que estava de vestido até sentir a mão de justin me suspendendo mais sobre suas costas, passando sobre o inicio da minha bunda, chegando lá não tinha ninguem na recepção melhor assim, subimos  as escadas, no caso justin, porque eu estava sem condições nenhuma disso.


-É chegamos.-digo fazendo jusitn me descer e eu abrir a porta. -Não repara na bagunça não, eu não tive tempo de arrumar.


-Ok pode deixar-diz ele me ajudando a entrar e me colocando no sofá.-Deixa só eu fazer uma ligação.


Diz ele se retirando, e indo em direção a porta,acho que ele não queria que eu ouvisse ele falando.


É parece que o destino está ao meu favor.



---------------Continua                                                                                                  Jáaih s2


OOOOOOOOOie, postei rápido ta vendo como amo voces de mais, esse capitulo foi bem maior, amanhã sai o resultado do Boletim, orem por mim, pra que eu passe (Se Deus quiser,Amém) a todos que estão comentando e visualizando muuuuitísimo obrigada *-* haha,espero que tenham gostado do capitulo de hoje, beeeeeijos o capitulo foi dedicado a primeira que comentou , quem será as próximas??? haha,Surprise segue lá @Jaiihara