29 de ago de 2015

Timber- Capítulo 24 ''Thought''

''As vezes cometemos loucuras por amor... mas essa é a vida. ''


Jason e  Chaz me encaravam como se eu fosse uma maluca. Eu chorava porque meu teste havia dado positivo. Havia a porra de um filho na minha barriga mas...mas eu não sei se estava preparada. Eu precisava focar em tirar Justin da cadeia e agora, eu ia ficar impossibilitada logo logo. 
Serà que eu podia avisar Justin sobre o bebê? Serà que ele ficaria feliz?

-Vai dar tudo certo.-Jason falou. Ele mantinha uma seneridade inabalàvel.

-Vamos estar com você Babi...-Chaz falou.

-Eu não queria um bebê agora Chaz. Justin precisa de mim.

-Esse bebê è realmente do Justin?

Espera, o que ele quer dizer com isso?

Olhei para Chaz literalmente confusa por seu comentàrio. 

-Esse filho è do Justin.-respondi com certeza. 

-E Logan?-ele perguntou. 

-O que tive com ele não passou de beijos... 

-Eu achei que...-o interrompi. 

-Não se preocupe, eu sei como era antes e não te culpo por pensar assim mas eu amo Justin Chaz. Você sabe. 

Ele ficou quieto e Jason falou em seu lugar:

-Tenho certeza que esse bebê è um propósito de Deus na vida de vocês. 

E là vamos nós... 

-Espero mesmo padre.-ele sorriu. 

-Bom, porque não toma um banho e descansa? Talvez você precise disso. 

Estreitei os olhos. Jason agia como se me conhecesse à meses e fossemos amigos próximos. Aquilo era estranho pra mim mas eu precisava dormir por isso assenti. 
**

Dias depois... 


Observava o pôr do sol sentada perto da piscina. Chaz e Dante tinham viajado para o interior de São Paulo. Ficariam là alguns dias roubando alguns lugares. De acordo com Dante eram lugares que não havia muita segurança. Eu apenas concordei e tive que ficar em casa com Jason. Primeiro porque Jason não queria ficar sozinho em uma casa cheia de criminosos e eu sinceramente não sabia o porquê. E segundo porque Chaz achou melhor eu não fazer nada que bote em risco meu bebê.
O bebê. Eu não tinha parado pra pensar exatamente sobre isso mas decidi que o Justin não saberia sobre isso. Se ele soubesse ficar na prisão seria mais torturante ainda. 

Jason tocou no meu ombro e eu acabei acordando dos meus desvaneios. 

-Posso me sentar aqui com você?-ele perguntou. 

-Pode.-forcei um sorriso. Ele se sentou ao meu lado na cadeira de tomar sol. 

-Então, o que faz aqui sozinha?

-Gosto de ficar aqui pensando.

-Se sente triste?

Aquela pergunta era difícil de responder. 

-Não exatamente... Me sinto sozinha. 

È eu me sentia sozinha. Mesmo com tudo isso. Mesmo com Justin. Não era a mesmo coisa de ter ele do meu lado. 

-Você não esta sozinha. Você tem Deus. 

Ri sem vida. Obvio que eu tinha Deus... Quem não tinha não è? 

-Não acho que Deus perca muito tempo comigo. Eu jà fiz muita coisa errada...

-Se arrepende?

-Não.-fui sincera.-Tudo que fiz foi por sobrevivência. Jà Justin ... Sempre foi maldade. 

-Entendo. Mas eu sei que ele se arrepende. 

Eu duvidava disso. 

-Justin è um enigma pra mim. 

-Por quê?

-Eu acho que... que eu não entendo muito o que temos mas sei que è algo pra vida toda. E tambèm eu acredito que ele seja um bom homem mas sei que uma parte dele è pura maldade. Justin jà matou, roubou... Não acho que se arrependa. Ele fez isso por mim e Jack. Quando jovens passamos muitas dificuldades e humilhações. Ele disse que nunca ia nos deixar na mão e ele não deixou. Obvio que ele escolheu o caminho mais difícil para isso mas ele fez tudo de certa forma nos amando como sua família. 

-Deus sabe quem ele è Babi. Ele vai decidir se Justin è bom ou não. 

-Podemos não falar de Deus? Sei que è um padre mas... eu prefiro não falar de Deus agora. 

-Como quiser.-ele concordou.-Mas se caso mudar de ideia pode me procurar e eu posso te ajudar a entender melhor a visão de Deus sobre nós. 

-Obrigada.-agradeci.-Você sempre quis ser padre?

-Não. Quando jovem eu queria ser jogador de basquete. Sempre fui bom ma nunca deixei de ir na igreja... Depois de um tempo eu fui vendo que o sacerdocio era minha vocação. 

-Sempre quis ser modelo...-confessei.-Mas não ache que possa fazee isso agora. 

-Você pode tentar quando Justin sair da prisão. Vocês podem recomeçar. 

-Vamos recomeçar ...-repeti e olhei para o cèu.

Serà que podiamos recomeçar de verdade?
**

P.O.V Justin Bieber 

Olhava a carta que Chaz havia me mandado. Eu olhava para aquele papel com làgrimas nos olhos. Làgrimas de arrependimento. 

" Eai cara? Como estão as coisas? Antes de começar a falar sobre o que vim falar, quero que saiba que esta tudo dando certo . Bom, tivemos uma boa noticia ontem. Babi esta gràvida cara. Ele vomitou e fez um exame. Deu positivo. Parabèns você serà pai. Mas isso não è tudo. Jason voltou . Sabe... Ele me contou sobre como você o convenceu a ficar no seu lugar. Você realmente disse que moraria com Pattie? Depois ele disse que Deus falou para ele que esse era seu destino, salvar você. Nunca fui de acreditar em Deus ou ter piedade de ninguèm mas você tem certeza que Jason vai morrer no seu lugar? Logo ele sendo um padre? Um padre Justin. Não quero que ache que estou com pena mas ele è um homem bom. Ele come todo educado, ajuda a Babi na limpeza da mansão onde estamos... Ele até ajuda ela quando ela começa a chorar. Ela tem ficado bastante com ele e as vezes eles falam de você. Jason parece te amar e Babi tambèm. Acho que você sabe que eles te amam nè? Mas cara, ahn... Eu não sei se quero participar disso se um padre morrer. Vou ver um outro jeito de resolver isso com Dante e eu te mantenho informado. Sobre Babi... Não tenho muito o que dizer. Ela esta bem mesmo estando triste a maior parte do tempo por saudades sua. Ela te ama cara não tenha dúvidas... E eu vou cuidar dela atè você voltar. Você esta bem ai ? Vamos resolver isso logo ok? Fiquei sabendo de Jacob. Queria eu mesmo ter colocado as mãos nesse desgraçado mas fico feliz que tenha feito. Fiquei sabendo que Ryan e Chris estão presos em uma prisão no Canadà. Assim que te ajudarmos vou tirar eles de là. Acho que è isso. Te mantenho informado... "

Aonde um homem poderia chegar por amor? 

Eu me perguntava isso o tempo todo agora. 

Continua...


A falta de criatividade esta terrível mas eu espero que não tenha ficado tão ruim haha :/
Espero que tenham gostado até o próximo cap <3

tt: WithJustinbr
snap: thazinha_s
insta: wtfstha

24 de ago de 2015

Recado & Aviso

Meninas, primeiramente queria me desculpar por fazer dècadas que eu não atualizo o blog. Sèrio , me sinto mal eu demorar tanto pra postar timber mas eu realmente não estou com ideia então quem realmente gostar da ib vai esperar certo?

Vocês sabem que eu posto outras duas fics no anime e estou repostando ATM aqui do blog , então eu estou tendo muito trabalho em pensar em bons capítulos para todas as três fics que eu escrevo. Não è fàcil e muitas vezes eu fico cansada e durmo a tarde toda. Pra quem não sabe , estou no terceiro ano. E è um ano muito corrido, principalmente pra mim que quero conseguir fazer uma faculdade de graça e boa. Pra isso eu preciso estudar pro enem. Não estou fazendo cursinho mas estou estudando por conta própria e isso acaba tomando meu tempo umas três à quatro horas por dia fora a escola e as lições e provas que ela passa. Desculpem a sinceridade mas eu tenho responsabilidades mais importantes que o blog e não posso deixar pra amanhã porque o tempo literalmente è curto. Quinta passada eu fiz dezoito anos e estou me sentindo na obrigação de trabalhar não só porque eu tenho 18 mas porque eu quero juntar pro show do Justin quando ele vier pro Brasil e quero poder comprar minhas coisas. Chega uma hora que o que a sua mão te da não è o suficiente sabe? Ai eu não posso pedir mais , não acho justo por isso quero trabalhar. Jà mandei alguns curriculos e estou esperando um retorno. Meu intuito è trabalhar ano que vem ai eu jà terei terminado todas as fics, porèm se eu conseguir esse ano terei que parar com elas porque não vou ter mais tempo. Alèm de tudo isso, escola, enem... Tem o inglês. Esses dias eu tenho parado de ser preguiçosa e me esforçado mais pq è uma lingua que eu quero aprender e isso me toma de meia hora a uma hora por dia. Outra prioridade minha alèm do blog. Tem tambèm o fato que resolvi ser saudàvel. Eu comecei a me incomodar com meu corpo e com minha alimntação então eu tiro uma hora do dia ou pra fazer zumba ou exercícios em casa e as vezes faço caminhadas tambèm. Acho que a maioria entende que não estou tendo tempo de verdade. 

Agora vou falar de algo que esta me chateando. Eu sempre que posto no blog fico esperando vcs comentarem, porèm passa uma semana e quase ninguèm comenta. Ai quando eu demoro vem gente me xingar falando que eu tenho que postar logo... Tipo gente, vamos acordar ok? Se vcs não comentarem eu tb não vou mais postar. Eu gasto meu tempo fazendo isso pra vcs e vcs simplesmente não perdem dois minutos pra comentarem. Eu fico muito chateada com isso pq tds que escrevem esperando um retorno do que fazem. O pior que no anime minhas leitoras comentam, só aqui que acontece isso... Se quiserem eu paro de escrever aqui è só falarem. 

Desculpa se ofendi alguèm mas estou só falando a verdade. 

Espero vcs no próximo post do blog haha que eu espero que seja tinber, beijos <3333


Qualquer dúvida è só comentar aqui embaixo que eu responderei. 

10 de ago de 2015

Timber-Capítulo 23 ''Pregnant?''

''Eu espero que você me dê uma chance. Para onde você vai eu só tenho uma vida '' - One life


 

P.O.V Bàrbara Smith

Alguns dias se passaram... Eu estava acabada. Tudo que eu fazia era treinar com Chaz. Dante cuidava da preparação dos homens. Tinhamos decidido roubar um banco no final de semana. Era um tipo de festa e todos estariam festejando. Era uma ótima ocasião. 

Levantei da minha cama. A casa estava praticamente vazia. Desci atè a sala e quando me virei Justin estava là com uma mala. Puta que pariu!

-Amor!-gritei e corri atè ele. Antes que ele pudesse dizer algo eu o beijei mas ele não correspondeu. Me afastei e o olhei.-O que foi? Você fugiu? O que aconteceu?

-Quem è você?-ele perguntou. Que voz era essa?

Me afastei e vi que ele não tinha tatuagem alguma. 

Por que porra não me avisaram que o irmão do Justin era gêmeo?
Meu Deus!

Os mesmos olhos dourados, a mesma boca... O mesmo cabelo. 

-Você è o padre não è? O irmão do Justin? Desculpa eu achei que fosse ele...-falei, minhas bochechas coraram. 

Ele pigarreou. 

-Você è namorada dele? 

-Noiva.-falei. Ele sorriu. 

-Justin tomou um rumo então ? Ou você è uma... 

-Não! Não sou nada disso. Sou dona disso tudo com ele. 

-Entendi. Ahn Dante me pediu para entrar e ir para um quarto. Mas eu não sei onde fica. 

-Eu vou te levar.-falei e sai subindo as escadas. Vi que ele começou a me seguir. O levei atè um quarto ao lado do meu e ele se instalou là. Enquanto ele desfazia sua mala vi que a barriga dele roncou e ele ignorou como se não fosse nada.-Esta com fome?-perguntei.

-Estava em Penitência no seminàrio.

-Pode comer agora que não esta mais là?

-Sim.

-Então vamos na cozinha e eu te faço um lanche.

-Não precisa se incomodar.

-Não è incomodo.-andei atè a porta e a abri.-Vamos là?
**

Jason comia seu sanduiche e eu estava sentada a sua frente. Observando. Ele era tão idêntico ao Justin atè no modo de comer que atè me assustava. 

-Justin e você estão juntos a muito tempo?-ele perguntou quebrando o silêncio.

-Namoramos quando adolescentes e faz algum tempo que estamos juntos de novo. 

-Você o ama?

O que ele queria com aquela pergunta?

-Sim. Por quê?

-Quero que ele encontre uma mulher boa, se case, tenha filhos... Saia disso.

-Justin vai ser pai.-falei. Ele me olhou surpresa.

-Esta gràvida?

-Não! Uma outra que ele namorou, ela esta em Paris.

-Justin vai assumir?

-Sim. Por que ele nunca me falou de você?

-Justin ignora nossa familia a anos. 

-Familia? Pelo que sei ele não tem familia...

-Ele tem. Pais, avós, primos... Mas ele è frio demais para gostar deles. Ele apenas manda um dinheiro mensal do aluguel pra nossa mãe. 

Eu não estava acreditando que mais uma vez Justin tinha mentindo pra mim mas apesar disso, ele queria me dizer a verdade senão Jason não estaria aqui. 

-E mesmo ele sendo assim você quer morrer no lugar dele? 

-Sim.-ele falou baixo.-Faço isso porque o amo. 

Aquilo parecia complexo para que eu entendesse. 

-Você è um padre se você se matar vai ser pecado...-o lembrei. 

-Estou disposto a correr esse risco para salvar meu irmão. Entenda que, quando se tem Deus em sua vida tudo parece ser possível e eu acredito que eu possa ajudar Justin. 

-E o dinheiro que ele vai te pagar? 

-Vai ficar pra minha familia. 

-Você sabe que ele quer ter uma vida normal? 

-Sei. Ele me falou. Ele se arrepende dos pecados. 

Eu duvidava muito que Justin se arrependia de algo... 

Olhei para o sanduiche de Jason e de repente aquilo me enjoou. E outra vez, eu tive que sair correndo para vomitar. 
**


P.O.V Jason Bieber 

A garota estava debruçada sobre a pia e vomitava sem parar. Estranhei aquilo mas continuei ali e quando ela acabou ofereci uma toalha. 

-Melhorou?-perguntei. Ela respirou fundo e me olhou. 

-Estou. Desde que eu cheguei aqui no Brasil não paro de passar mal... Deve ser por causa do calor. 

Ou era outra coisa.

-Você toma algum rèmedio contraceptivo?-perguntei. Ela me olhou espantada. 

-Por quê? 

-Você pode estar gràvida. Gràvida de Justin. 

**


P.O.V Justin Bieber 

O Sol esquentava meu corpo enquanto eu estava sentado naquele chão duro. Finalmente tinham me deixado sair no pàtio. Eu não queria ficar perto dos outros presos porque eu sabia que tinha inimigos ali mas por sorte, nenhum deles ousou falar comigo, apenas me olhavam calados. 
Esta certo que eu merecia uma boa surra dos meus inimigos porque sempre acabei e roubei todos eles destruindo sua vidas mas ali, tinha um certo tipo de solidariedade por estarmos todos no mesmo "buraco". 

Apesar de ter passado alguns dias com fome e frio na solitària meu pensamento estava focado em sair dali. Eu torcia para Babi estar fazendo o seu trabalho, e que Dante assim que tivesse o dinheiro me mandasse a droga por alguèm para que eu pudesse colocar o plano em pràtica. 
Era difícil pensar que a droga tinha contra indicações. E isso eu não contei a Babi. 

Babi achava que tudo ia dar certo e eu esperava que desse. Esperava que quando eu saisse dali pudesse vê-la e ter uma familia com ela.
Uma familia grande e feliz.
E pensar que eu simplesmente ignoro minha familia e agora queria ter uma. Nunca fui para isso... Para familia. Eu era sozinho. Eu gostava de ser sozinho e ter minha vida, essa vida no crime. Mesmo que depois que eu sair desse buraco eu deixe tudo para tràs eu não vou esquecer tudo isso. Não vou esquecer a sensação de estar num racha, de fazer carregamentos... Qual è , existe muita adrenalina por tràs de ser o chefe do crime. Não è só a parte ruim. Um criminoso tambèm tinha qualidades eu pelo menos precisava acreditar nisso. 

Na real, Babi foi a primeira que me fez pensar em mim como um ser humano. Quando entramos nessa vida parece ser um caminho sem volta e de repente o amor muda tudo. A porra do amor era forte mesmo como diziam...
O que eu sinto pela Babi não tem explicação. Ainda mais com ela fazendo o que esta fazendo por mim. Obvio que existe mulheres mas bonitas que ela mas para meus olhos não. Babi era realmente perfeita para mim. 
Desde seu corpo atè sua mente. Não existia ninguèm mais teimoso que essa garota, e quando ela queria algo... ninguèm podia segurà-la. Podem me julgar e dizer que não tenho coração, è verdade, eu não tenho porque ele esta com a Babi. Ela cuida do meu coração junto dela.


P.O.V Bàrbara Smith

Jason e Chaz me encaravam como se eu fosse uma maluca. Eu chorava porque meu teste havia dado positivo. Havia a porra de um filho na minha barriga mas...mas eu não sei se estava preparada. Eu precisava focar em tirar Justin da cadeia e agora, eu ia ficar impossibilitada logo logo. 
Serà que eu podia avisar Justin sobre o bebê? Serà que ele ficaria feliz?

-Vai dar tudo certo.-Jason falou. Ele mantinha uma seneridade inabalàvel.

-Vamos estar com você Babi...-Chaz falou.

-Eu não queria um bebê agora Chaz. Justin precisa de mim.

-Esse bebê è realmente do Justin?

Espera, o que ele quer dizer com isso?

Continua...

Respondendo algumas de vcs <3

Beliebers drew: Jason é um anjo viu... Agora vamos ver o desenrolar dessa história. ;)

Giovana Volpini: Fico muito feliz que tenha comentado meu anjo, bem vinda oficialmente haha, e muuuuuito obrigada pleos elogios, eu sorrio sempre que leio algo positivo que vá me motivar. Muito obrigada s2s2s2s2

GENTE, mil desculpas por toda essa demora. Tive alguns imprevistos. Falta de criatividade e vestibular.... eu tô meio sem tempo :( Tô meio que desesperada para fazer tudo num dia só e espero q vcs me entendam. Gostaram do capítulo? Ficou curto mas eu prometo caprichar no próximo.
E a Babi esta grávida awwwwwwn será que Justin vai ficar feliz?
Bom, acho q vcs sabem q eu escrevo outra fica e agora vou postar bônus em bt que é uma fic que eu já tinha acabado, o link esta embaixo pra vcs!!!

Maps: https://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-maps-3397672

Biology teacher: https://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-justin-bieber-biology-teacher-1638097

Insta: wtfstha
tt: @WithJustinBr