30 de dez de 2013

All That Matters 2ª Temporada - Capítulo 17 '' Disputation''

''Eu sabia, desde o inicio que você ainda me amava.''

-Tem algo aqui.-Ryan passou a minha frente e andou até a cozinha. Mantive uma certa distância atrás dele.
Ouvi um baque e então ele caiu do chão a minha frente. Os olhos negros de Justin me fizeram pular para trás e dar um grito pelo susto.
Ele estava com a minha estaca em sua mão e Ryan tinha um ferimento em seu peito.
-Você matou ele?!-gritei desesperada e me agachei tomando Ryan para meus braços.
-Ele não esta morto.-Justin falou, grosso, como de costume.-Eu apenas o apaguei e deveria fazer isso com você também.
-Comigo?-perguntei o olhando.-Por que? O que eu te fiz?
-Você fugiu com esse dai...-ele chutou a perna de Ryan e eu pulei para trás.
-Para!-olhei para ele com raiva.-Cadê os meus pais?!
-Estão lá em cima com sua querida irmã Melannie.-ele sorriu cínico.-Agora, acho que esta mais do que na hora da gente conversar sobre isso que há dentro de você.
Ele sabia? Justin sabia que eu estava grávida?
Meu coração começou a pulsar.
-O que é tudo isso?
-Eu estou de volta babe. E eu vim pra ficar.

-Veio pra ficar?-olhei para ele com raiva.-Aqui não é mais o seu lugar Bieber!
Ele se agachou e segurou o meu braço me puxando para cima junto dele.
-Meu lugar é ao seu lado Madison, e eu não vou te deixar sozinha com um bebê meu ai!-ele cuspiu.
-Você só voltou por isso? Por causa do bebê?
Já sentia o nó em minha gargante se formar.
-Não.-ele pareceu ser sincero ao dizer isso.-Eu voltei porque eu te amo, e eu to cansado de bancar o babaca o tempo todo enquanto você chora e corre perigo por minha causa.
Pisquei algumas vezes sem acreditar.
-Você realmente esta me dizendo isso?
Ele riu pelo nariz.
-Madison eu amo você porra!-senti seus braços quase me esmagarem em um abraço e eu retribui.-Amo desse jeito errado, mas amo.
Deixei um sorriso se formar nos meus lábios e me afastei um pouco para olha-lo.
-Isso só pode ser um sonho Justin ... Eu nunca imaginei que ...-ele me interrompeu colocando seu polegar em minha boca, me impedindo de continuar.
-Eu te amo.
Uma onde de calor percorreu o meu corpo.
-Eu também te amo.
Justin olhou para os meus lábios e aproximou sua boca da minha. E quando finalmente ele me beijou, eu senti que era a coisa mais especial que poderia ter acontecido com a gente.
Era disso que precisávamos : um beijo de reconciliação.
-Agora me diz uma coisa ...-Justin me afastou um pouquinho e me olhou.-Aonde  o Ryan conseguiu essa estaca?
-Ele roubou.-disse dando de ombros.-Mas foi pra me proteger.
-Se isso cai nas mãos erradas , quem precisaria de proteção era ele... Vou ficar com ela.-ele se soltou completamente de mim e colocou-a em sua cintura.
-E como vou me proteger?-perguntei.
-Eu vou proteger você.-ele sorriu para mim.
Senti minhas bochechas corar.
-E o que vai acontecer com o Ryan? Ele vai ficar ali ?-olhei para onde ele estava deitado no chão. Não havia sangue nenhum em seu ferimento, mas tinha um ferimento ali e isso era visível.
-Ele vai ficar ali por enquanto ... temos muito pra conversar Madison.
Seu olhar sério percorreu a minha espinha e me fez tremer.
-Ahn, tudo bem. O que temos pra conversar?
Ele pareceu respirar fundo para manter a calma.
-Por que você transou com esse imbecil?
Minha boca foi ao chão.
Ele sabia? Como? Quem ? Oi?
Minha nossa.
-Justin eu ...-ele me interrompeu.
-Não me venha com desculpas Madison!-ele cuspiu.-Você não sabe o quanto eu me segurei para não mata-lo agora! Eu não quero nunca mais você perto dele ouviu?!
Arqueei uma sobrancelha pra ele.
-Você não manda em mim Justin. Ryan é meu melhor amigo. Você não vai fazer mal a ele por isso... Fui eu quem quis...ele não me obrigou a nada.
Ele salivou e desviou seu olhar para o chão.
-Eu sei disso... e tudo isso por culpa minha.
Seu olhar voltou a mim novamente.
-Vamos esquecer tudo isso tudo bem? Vamos deixar tudo para trás ...-me aproximei dele e envolvi meus braços em volta de seu abdômen. -Vamos recomeçar e fazer as coisas darem certo.
-As coisas só vão começar a dar certo quando tudo isso acabar.-ele suspirou.-Agora com esse bebê ... as coisas vão realmente ficar complicadas.
-Você não quer ter esse bebê?-perguntei cautelosa.
Eu sabia que se dissesse algo que ele não gostasse, ele poderia se ofender e ficar bravo comigo, e eu não queria que ele se irritasse agora.
-Eu tenho que te falar uma coisa.-ele sorriu de lado.
Ele estava mudando de assunto?
-O que?
-Minha mãe voltou!
-Sua mãe? Mas ela não estava ...-ele me interrompeu.
-Meu pai mentiu, minha mãe não estava morta, ele a salvou para que ela não morresse ... E quando você fugiu ela apareceu.
-Que bom Justin!-Minha voz saiu um pouco mais animada do que o normal.-Eu fico muito feliz por você mas o que isso tem a ver com o nosso bebê?
-Tem a ver que ela me fez entender que eu precisava vir até você, que eu precisava ficar com você independente de como as coisas estavam... e esse bebê ... foi só uma amostra de que eu te amo, e pretendo amar por toda a eternidade.
Olhei para ele sem graça e encantada com o que ele tinha acabado de dizer.
Todas as brigas que tive com ele ... todas as vezes que ele me tratou mal passaram em minha cabeça e foi como se tudo não tivesse efeito algum sobre mim depois de tudo que ele tinha acabado de dizer.
Meu amor por ele parecia aumentar a cada segundo. Ele anjo, ou demônio, tudo o que eu sinto por ele jamais vai mudar.
-Acho que alguém ficou com vergonha.-ele riu de mim.
-Claro que não...-ri junto com ele.-É só que eu fico feliz de estar aqui com você e você estar sendo tão fofo comigo...
-Eu sei disso... E eu peço desculpas por tudo que eu te fiz uma dia Mad.
-Tudo bem.-sorri.
-Tudo bem?-a voz e o riso irônico de Ryan fez com que eu e Justin olhássemos para trás. Ryan estava em pé e nos olhava sério.-Você ficou louca de perdoa-lo depois de tudo que ele te fez?
Olhei confusa pra ele.
-E aquele papo de ''eu fico feliz que alguém te ame como eu'' ?
-Não existe mais. Esse imbecil quase me matou!-ele olhou com raiva para Justin.
-Sorte a sua que eu não fiz isso.-Justin disse frio, do meu lado. -Ah, obrigada por ter me chamado, acho que agora você já pode ir. Eu vou proteger a Madison.
-E eu vou ir e deixar ela com você? Ela pode confiar em você mas eu não! E cadê os pais da Madison? O que você fez?
-Eu só os tranquei no quarto.-Justin disse.-E você vai embora sim ou eu tiro você daqui a força.
Ryan riu debochado.
-Tenta a sorte Bieber.
Olhei surpresa para Ryan e então senti um impulso e tropecei para o lado. Olhei para a frente me equilibrando para não cair e vi Justin indo na direção do Ryan.
Ele havia me empurrado.
Aquilo não levou nem dois segundos e então, os dois estavam brigando.
Ryan segurou firme nos braços de Justin o afastando,  e pelo que percebi ele era mais forte do que Ryan. Justin o empurrava para trás e tentava soltar sua mão para dar um soco em Ryan.
Eu não podia deixar que eles brigassem.
Não por um motivo tão bobo como este.
-PAREM!-gritei. E naquele momento, senti lágrimas escorrerem em minha face.
Eu não sabia o que estava acontecendo comigo, mas eu estava horrorizada pela atitude dos dois.
-PAREM DE BRIGAR PORRA!
Justin e Ryan se soltaram.
-Madison ...-Ryan me olhou preocupado e eu olhei séria para ele, evitando minhas lágrimas.
-Saia agora da minha casa Ryan, eu não quero brigar com você nem com o Justin...
-Tudo bem.-ele suspirou e me olhou, em seguida desapareceu.
-Me desculpa Madison mas esse cara me ...-interrompi Justin, antes que ele começasse a dar suas desculpas.
-Tudo bem Justin, agora eu quero ver os meus pais.
-Tudo bem.-ele assentiu.-Vamos lá.
Ele andou para a escada e eu fui logo atrás dele.
Ele parou no quarto dos meus pais e tirou a chave de seu bolso abrindo logo em seguida.
Ele abriu a porta e me deu passagem para entrar.
Vi meus pais e Melannie amordaçados e amarrados no chão.
-Justin!-olhei furiosa pra ele.-Você disse que não tinha machucado eles!
-Eu tive que fazer isso senão eles gritariam ...-ele se explicou.
Bufei ignorando ele, e fui solta-los.
-Filha você esta bem ?-minha mãe me abraçou enquanto chorava.
-Eu to sim mãe e a senhora?
-Fique longe desse garoto Madison!-ela me puxou junto á ela.-Ele é um monstro!
Eu via o medo em seus olhos.
-O que você fez Justin ?-perguntei assustada.
-Eu apenas me mostrei ...
-Se mostrou ?
-Madison, olha, eu fiz tudo isso porque seu pai queria me matar quando eu cheguei aqui.-ele olhou para meu pai que estava em silêncio abraçada a Mel, enquanto ela chorava também, igual a mamãe.-Sua mãe ficou me acusando de ter engravidado você e eu tive que fazer isso. Eu não queria machucar ninguém, e não fiz isso.
-Você sempre faz do jeito errado Justin ...-suspirei.
-É, eu sei.-ele abaixou a cabeça e saiu dali.
Me senti culpada por dizer isso, mas era a verdade.
-Filha, o que é tudo isso?-meu pai falou pela primeira vez.-Que porra esta acontecendo aqui?!
Eu teria muito o que explicar pra eles.
-Justin é um demônio pai... Justin se tornou um demônio para me salvar.
Vi o olhar de todos sobre mim, como se o que eu tivesse acabado de falar fosse a maior besteira que eles ouviram em suas vidas, mas eles sabiam que era verdade, principalmente Mel que sabe de tudo sobre os anjos.
Fiquei ali explicando tudo a eles. Contei tudo.
Desde o meu primeiro dia com o Justin até hoje, e isso inclui o bebê dentro de mim.
Depois, deixei eles a sós para que conversassem e fui para sala  a procura de Justin.
Ao ver ele ali sentado no sofá, olhando para o chão, sentindo pena de si mesmo, eu tive um pequeno flash back da minha vida com ele quando ele era anjo.
Ele sorria, e agora não sorri como antes. Ele dizia que me amava, me elogiava, e agora não faz mais isso. Se tornar um demônio o transformou e estava na hora, deu trazer o meu Justin de volta.
Eles dizem que  o amor transforma tudo não é? E eu vou conseguir trazer o meu Justin de volta, e não vou deixar que isso o domine.
-Jus?-ele olhou para mim e eu andei até ele , me sentando ao seu lado.-Você esta bem?
-Estou.
Sua voz saiu triste, fria.
Respirei fundo controlando minhas lágrimas e o abracei.
Ele não retribuiu no começo, pois parecia estar muito confuso, mas no final, ele me abraçou junto a seu corpo.
-O que é isso?-ele perguntou baixo enquanto eu me afastava.
-Eu não gosto de te ver assim ... Não gosto de olhar em seus olhos e ver dor.
-Madison, eu me transformei nisso. Eu me tornei isso ... e as coisas que eu fiz ...-ele se embaralhou nas palavras ao dizer aquilo.-Quando eu olho pra você eu lembro de quem eu fui ...e eu me sinto um lixo por tudo que eu te fiz agora.
-Não precisa se sentir assim ...-segurei sua mão e entrelacei na minha.-Estamos dispostos a mudar não é? Você esta aqui para me proteger porque você me ama, e eu amo você porque você esta aqui.-ele riu, e eu ri junto, pela confusão que fiz ao dizer aquilo.-Bom, acho que deu pra entender não é? Você é muito importante pra mim ... Me diz o que eu tenho que fazer pra você não se sentir mais assim e eu faço.
-Você faz mesmo ?-ele olhou nos meus olhos e molhou os lábios.
Senti um arrepio no meu corpo.
-Faço.-sorri de lado.-O que você quer?
-Quero que você seja minha. Hoje. Agora. 
-Justin ...é o que eu to pensando?
Ele me olhou engraçado e eu ri meio sem graça.
Ele queria sexo?
-Sim, é.-ele se aproximou mais de mim e deu um beijo na minha bochecha.-Eu só ... quero te fazer minha novamente...
-Você é tão maluco...-suspirei.-Tudo bem, então vamos ... Não pode ser aqui, meus pais estão em casa Jay.
-O que você disse?
-Jay?-sorri. Eu o chamava assim.
-Eu estava com saudades disso...
Justin se levantou e me puxou junto, me abraçando pela cintura e me selando rapidamente.
-Eu não quero te obrigar a nada.-ele disse.-Isso é tão louco , eu sei ... mas ...- o interrompi.
-Eu gosto de fazer loucuras com você Justin.


Continua...
Gif

Oi gente! Era disso que eu estava falando! De TODOS participarem da ib, junto comigo. Eu amo os comentários de vocês, e ao ler, eu sei que meu trabalho em escrever cada capítulo não foi em vão []
Me perguntaram se eu assisto série sobre anjos e tal, bom ... Eu já assisti um filme chamada Cidade dos Anjos que me inspira muito, e séries mesmo , que me inspiram com a ib é Arrow (Arqueiro), o Supernatural (Sobrenatural), o Mentalista, tipo, essas sérias me inspiram muito. Eu também assisto filmes de terror, porém eu não gosto...mas infelizmente ou felizmente esses filmes me inspiram tb.Eu amo ler romance, mas pra assistir eu sempre gosto de histórias sobrenaturais, sem ser aquele terror pesado sabe?  É isso.
Sobre a ib lol
Uaaaaaaaaaaaaaau, parece que esta tendo uma pequena disputa Ryan VS Justin alaksjsjskdkdfkf cara isso vai dar o que falar ainda. E a Mad expulsando o Ryan? Eu fiquei com dó dele :( E agora  o Justin e a Mad querendo fazer ''loucuras'' akjsjsjdkdk eu só quero ver onde isso vai dar aiai 
Obrigada por todos os comentários que vocês estão fazendo! Amo ler todos, até as criticas akaksjskdldd Qualquer dúvida podem me perguntar no ask, ficarei feliz em responder vcs []
Vou indo pq meu tio de SP vai dormir em casa, e eu não gosto dele ...sério, e ai gente , sem comentários, não tenho privacidade nenhuma pra ficar no pc, não gosto disso. Mas enfim né...
Amo vocês! Sério, amo muito muito muito vocês.
Obrigada por tudo <3

Continuem mandando suas fanfics! (AQUI)
Lembrando que quem quiser divulgação é só ir no tumblr tb ok?

Amanda: Dsclp mas eu não me lembro de vc e eu to morrendo com isso aaksjsjdkdkdk me deixa algum contato seu pf ? obg