30 de nov de 2013

All That Matters - Capítulo 20 ''Desejo de vingança''

''A vingança é um prato que se come frio.''

-Madison ... temos que conversar ...
-O que?-ela se afastou um pouquinho e me encarou.-O que houve?
-Quem machucou a Marie foi o Ryan Madison.
-O QUE?-ela gritou, exasperada. Foi como se eu estivesse morrido e vivido de novo ao ver os olhos julgadores dela sobre mim.
Contei toda a história pra ela.
Madison chorava sem parar. Ela amava muito a pequena Marie.
-Justin ... por favor ... eu te peço ... faz alguma coisa. Não deixa ela morrer assim ... ela é só uma criança!-Madison me abraçou novamente. A apertei contra mim e beijei o alto de sua testa.
-Eu não posso fazer nada meu amor ... eu não tenho todo esse poder.
E foi ai, que Madison chorou mais ainda e se afastou de mim, pegando sua bolsa em cima do sofá.

-Madison?-ela olhou para mim. Eu podia sentir que ela estava muito brava comigo.-Onde você vai ?
-Vou ao hospital, minha irmã precisa de mim.
-Madison é melhor você ficar aqui, você esta abalada e ...-ela me interrompeu.
-JUSTIN DÁ PRA PARAR ?-ela gritou.-PARA DE CUIDAR DE MIM COMO SE EU FOSSE UMA CRIANÇA DE 10 ANOS POR FAVOR? EU TO CANSADA DE VOCÊ NO MEU PÉ TODA HORA ME DIZENDO O QUE EU POSSO OU NÃO FAZER! PORRA! EU VOU COM A MINHA IRMÃ!


P.O.V Madison Beer

E eu estava sem direção. Por sorte eu encontrei um táxi assim que sai de casa. Mais lágrimas insistiam em cair na minha face, e agora, eram por causa de Justin.
Como ele pode deixar algo assim acontecer? Ele disse que aquele tal de Ryan era amigo dele !
Parte de mim chorava por tudo que tinha acontecido, e a outra por tudo que eu disse ao Justin.
Quando ele disse ''eu vou embora'' e saiu pela porta da minha casa eu sabia que ele tinha ficado magoado por eu ter gritado com ele, mas cara, tudo aquilo de cuidar de mim já estava me irritando.
Se Justin não fosse um anjo, e ele fosse um cara normal, acho que mal teríamos nos beijado ainda.
Eu sempre gostei que as coisas fossem bem devagar. Mas com ele é tudo tão confuso.
É como se eu não pudesse prever meu futuro com ele, e isso me deixa mal e confusa.
Eu gosto de cada detalhe dele, e isso eu não posso negar... mas eu não gosto que ele cuide de mim como se eu fosse uma garotinha indefesa, porque eu não sou.
Quando o táxi parou no hospital, logo avistei minha irmã e Will. Ele se mantinha perto dela e seus braços a apertava contra si enquanto ela chorava sem parar. Meus pais estavam do outro lado da sala de espera. Meu pai estava sentado no sofá com seu olhar baixo, e minha mãe estava em pé, com os olhos avermelhados indicando que ela tinha chorado muito ainda.
-Mel, o que houve?-perguntei me aproximando dela. Eu já podia sentir o nó em minha garganta. Ela se soltou de Will e me abraçou chorando ainda mais.
-Minha princesa se foi Mad ... ela se foi ...
Nesse momento minha ficha caiu.
Não era apenas mais uma garotinha que tinha ido no mundo, era minha pequena Marie, e pior, quem tinha a matado era um anjo.

-Me desculpa por tudo ...-Justin sussurrou em meu ouvido enquanto afagava meu cabelo. -Eu prometo que se você disser que não me quer mais perto de você, você nunca mais saberá nada de mim ...
Olhei em volta ao hospital, Mel e meus pais ainda estavam lá para assinar alguns papéis. Meu pai , por incrível que pareça, chamou Justin para ficar comigo. Em seguida, fixei meu olhar no Justin .
-Eu não quero que você me deixe Justin, eu quero que fique aqui.
-Mas ... mas você disse aquelas coisas.-ele disse confuso.
-Eu sei ... depois conversamos sobre isso, eu só estava irritada. Espero que você não esteja bravo comigo por tudo que eu disse, eu preciso de você comigo agora.
-Eu estou aqui, e não vou sair do seu lado.-ele me puxou mais contra ele.-Tudo vai ficar bem ... tudo sempre fica bem no final.
Me aconcheguei em seus braços e fechei meus olhos.
É, ele tinha razão. Tudo fica bem no final.

No outro dia ...

-Amor você precisa comer...-Justin entrou na sala me trazendo um sanduíche e um copo de  suco.
-Eu não quero ...-disse. Eu tinha passado a noite toda acordada, Mel , Will, e meus pais estavam ligando para todos nossos parentes. Marie iria ser enterrada a noite, pois o corpo não podia esperar muito ou entraria em decomposição.
Estávamos todos arrasados,  e sem força alguma para fazer o que quer que fosse.
Justin estava a todo tempo do meu lado. Ele se prontificou com Will a pagar tudo que precisássemos, mas Will disse que não precisava pois ele tinha dinheiro em San Juan.
Perguntei ao Justin se Will tinha algo a ver com isso, e ele me disse que Will não parecia que mataria a própria filha, pois quando um Ebon tem uma filha, ela se torna um ser especial para eles.
Será que foi por isso que a mataram? Ou foi exclusivamente para me atingir?
Justin me contou também que Will foi o primeiro Ebon a ter uma filha com uma humana.
Aquilo tinha me pego de surpresa.
-Come só um pouquinho...-Justin se sentou ao meu lado.-Você não comeu nada hoje ...
-Tudo bem.-suspirei.Ele me entregou o prato com o sanduíche e comecei a comer. Querendo ou não, eu estava mesmo com fome.

P.O.V Justin Bieber

-Justin, será que podemos conversar?-ouvi a voz de Will e olhei para o lado vendo que ele me encarava. Madison me olhou.
-Tem que ser agora?-perguntei.-Estou aqui com a Madison...
-Pode ir ...-ela me garantiu.-Eu vou ficar aqui esperando a Mel.
Eu não queria deixar ela sozinha.
-Tem certeza?-perguntei.
-Sim, eu tenho.-ela forçou um sorriso.
Dei um beijo na testa de Mad e segui para onde Will estava.
Ele andou até a cozinha , até que finalmente parou e me olhou.
-E então?-disse.-O que quer falar comigo Will?
-Eu preciso da sua ajuda.
-Com o que?
-Eu preciso pegar Jack.
-O que?-encarei ele surpreso.-Você quer pegar o seu chefe?
-Ele matou a minha filha Justin !-ele trintou os dentes.-Ele fez isso porque Marie era minha filha!
-Não Will, ele fez isso pra se vingar de mim ...e ...-ele me interrompeu.
-Justin, deixa de ser ba....-ele suspirou.-deixa de ser inocente. Isso foi só uma desculpa. Eu falei com um amigo Ebon que eu tenho em Los Angeles. Ele é um dos servos de Jack, e ele me disse que Jack não concorda com o fato de nós Ebons estarmos nos envolvendo com humanos. Ele acha que isso pode afetar nossa especie.
-Qual seu plano?
-Eu não tenho um plano ainda .... mas eu preciso acabar com ele. Preciso me vingar por ele ter feito isso com a minha garotinha...-seus olhos fitaram o chão.
-E porque quer minha ajuda?
-Você é forte Justin, e é um Bieber... todos temem os Bieber's.
Fiquei alguns segundos encarando Will. Eu estava tentando me colocar no lugar dele ...
Se fosse minha filha eu faria a mesma coisa.
-Tudo bem.-eu disse.-Eu ajudo você mas saiba que eu não matarei Jack, se é o que esta pensando. Eu posso ajudar a pega-lo, mas só isso.
-Ok.-ele me encarou, parecendo ainda mais sério.-Obrigada Bieber.
Will saiu da cozinha me deixando lá.
Agora não tinha mais jeito. Eu tinha dado minha palavra que ajudaria ele a pegar Jack, mas será que isso é possível?

Continua...


Oi meninas td bem ? Omg, obrigada por comentarem! Que bom que quem não estava comentando decidiram comentar haha <3333
Vou começar a ler as ibs de vocês que vcs mandam divulgar e as que eu gostar vou divulgar aqui ta bom? 
Deixa eu explicar porque demorei pra postar hoje. Eu ganhei um violao *--*
E tipo eu fiquei fazendo exercicios e se Deus quiser vou aprender a tocar isso sozinha u_u
Agora sobre a ib ...
Mds, e agora????? Justin simplesmente aceitou a ajuda de Will! O que isso vai dar?
Vejo vocês no próximo capítulo.
Beijosm obrigada por tudo s2

Assistam o video que eu fiz no youtube , aqui