4 de jan de 2014

All That Matters 2ª Temporada - Capítulo 20 ''I'll Never Leave You ''

''Eu costumava dizer que vivia pelo amor, é isso era bom ...
até que eu descobri que você pode se apaixonar duas vezes .''

Penteei o meu cabelo e me sentei na cama , ajeitando o travesseiro para que eu me deitasse um pouco.
Ao ficar ali, eu percebi como as coisas estavam realmente.
Tudo estava fora do eixo.
Minha vida, como era antes não existia mais.
Não a vida humana, mas a vida em que eu me lamentava por Justin ter me deixado.
Não estou reclamando dele estar de volta. Mas agora eu teria que sofrer com isso.
Tudo tem sua consequência e eu terei de lidar com a minha.
Justin é odiado pelos anjos por ser quem é. E eles consequentemente me julgariam, ainda mais por ser humana e ter um anjo em minha barriga.
Aquilo parecia loucura não é ?
Mas eu tinha que aceitar aquela loucura.
Dentro de mim há um ser que precisa de proteção e amor, assim como eu.
Eu não deixaria que nada acontecesse com esse bebê, e a partir de agora iria enfrentar quem for para salvar o fruto do meu amor pelo Justin.

-Eu trouxe um sanduíche de frango, sua irmã disse que você gosta ...-Justin entrou no quarto dizendo.
-Eu adoro.-forcei um sorriso para ele e me sentei na cama.
Ele se sentou na cama a minha frente e me entregou o prato.
Respirei fundo e comecei a comer.
Justin ficou me olhando o tempo inteiro.
Eu fiquei um pouco incomodada no começo. É estranho alguém ficar o tempo todo vendo você comer, mas depois deixei quieto. Ele também comia certo? O que pode ter de diferente nos nossos jeitos de comer?
-Comeu tudo amor, isso ai!-ele sorriu pegando o prato do meu colo.
Olhei pra ele com a sobrancelha arqueada.
Ele tava tão alegre por que?
-O que houve? Por que esta tão feliz?
-Não posso ficar feliz?-ele rebateu incomodado, desviando o olhar de mim.
-Pode, mas com tudo que esta acontecendo não tem motivo pra felicidade... O que houve?
-Duas coisas.-ele disse.-Primeiro, seus pais reagiram bem com essa história de noivado.
-Você contou a eles?!
-Não exatamente...eu deixei escapar na briga com os anjos e eles ouviram. Ai eu decidi falar com eles, para que eles não brigassem com você.
-Hm, tudo bem. E qual o outro motivo?
-Parece que eu achei um jeito de impedir que esses anjos babacas venham atrás de você.
Ele estava falando sério ?
-Como?!
-Fecharemos os portões do Céu. Trancaremos esses malditos anjos lá.
Pera.
Fechar os portões do Céu?
-O que?-soltei um riso meio debochado e confuso.-Do que você ta falando Justin ? O Céu tem portões?
-Sim, ele tem. Deixa eu te explicar e você vai entender.-assenti.- Há 3 portões. Um para a entrada dos anjos, outro para a entrada dos Arcanjos, e outro para a entrada das almas. Deus, tecnicamente, escolhe a dedo quem colocar lá dentro e o resto é tudo mandado pro inferno.
-Mas espera. Como você sabe que pode fecha-los?
-Eu li num livro.-ele deu de ombros.
-Que livro Justin?!
A calma dele ao falar aquelas coisas já estava me irritando.
Estávamos juntos nessa.
-Quando eu virei um demônio, eu fiz muitas coisas erradas, você sabe.-ele me deu um olhar frio.-Uma dessas coisas foi matar uma bruxa. Quando a matei , peguei algumas coisas que pertenciam a ela.
-Você esta me dizendo que bruxas, vampiros... lobisomens existem ?!
Olhei para ele perplexa.
Tudo isso era real?
-Não.-ele riu.-Vampiros cintilantes e lobisomens depilados não existem ...-ele debochou.-Mas há algumas bruxas... são pessoas que mexem com rituais satânicos.
-E o que estava escrito nesse livro?
-É um feitiço. Para fechar os portões do Céu, precisaremos de três coisas.
-Que coisas?
-Precisamos da essência de um anjo da guarda, sangue  de demônio, e por última precisamos de um sacrifício.
-Como assim sacrifício ?
Aquilo estava ficando confuso demais para mim.
-Quando tivermos esses dois ingredientes , precisaremos de um humano para beber isso, e sacrificar sua vida, a frente dos portões do Céu.
-Alguém já fez isso algum dia?
-Não.-ele revirou os olhos.-Mas isso é real. Não é uma suposição de como fechar. Isso realmente funcionada.
Aquelas informações pareciam bem vagas pra mim. E se realmente ele fechasse, o que aconteceria com os anjos?
-Se fecharmos, o que acontece com os anjos?
-Eles são banidos da Terra. Ficam presos no Céu.
-Isso não é seguro.-disse.-Justin, pensa comigo. O que seria da Terra sem os anjos? Se eles forem banidos todos estamos ferrados!
-Madison,-Justin olhou nos meus olhos, me prendendo em seu olhar.-eu não me importo com as outras pessoas... eu me importo com você.
Aquilo me pegou desprevenida.
Era muito, muito egoísmo dele pensar assim.
-Justin, não seja egoísta!-o repreendi e ele bufou se levantando da cama.
-Não é egoísmo. Eu quero você a salvo, e viva!-ele cuspiu.-Se esses anjos não forem presos isso nunca vai acabar!
-Mas não pode ser assim!-insisti.-Não vou sacrificar a vida do mundo todo por minha causa Justin! Tem que ter outro jeito...
-Olha, foda-se essas pessoas! Eu quero sua segurança Madison! Eu não me importo com mais ninguém!
-Esse é o seu problema! Eu tenho meus pais... tenho a Melannie! Você acha que eu vou sacrificar a vida deles pela minha?
-Você tem que fazer isso!-ele disse nervoso.-Eu preciso que você se salve!
Ri sem humor.
-E você acha que eu não sei ? Mas eu quero viver dignamente, e não viver sabendo que fiz uma coisa assim!
-Você é tão teimosa!-ele resmungou.
-Justin.-me levantei e andei até ele passando lentamente minha mão por seu rosto.-Eu amo você. Amo muito você, mas eu amo meus pais e minha irmã... não posso deixar que eles vivam em um mundo onde só exista o mal.
-Tudo bem.-ele suspirou e sorriu carinhosamente.-Vou achar uma brecha ou ...  outro feitiço nisso tudo. Vou salvar você.
Me agarrei a ele, e ele passou seus braços a minha volta, me abraçando carinhosamente.
-Eu sei que você vai fazer tudo isso parar Justin.-falei.-E é por isso que eu te amo...mas me prometa que não vai fazer nenhuma besteira?
-Eu prometo.-ele sussurrou.

P.O.V Ryan Butler


-Viu?-Jeremy olhou friamente para mim.-Viu o que sua paixãozinha por essa garota fez com você?!
-Eu só queria salva-la.-disse e suspirei logo em seguida.-Eu só quero que a Madison fique a salvo comigo.
-Não!-ele alterou seu tom de voz.-O que você quer é ela! Você esta apaixonado! Você é louco por ela! E isso vai matar todos nós!
Ri em deboche.
-Você esta dizendo que eu trairia minha espécie? Assim como você fez?- o envenenei. -Eu não sou você Jeremy!
-Você não sabe de nada!-ele me olhou bravo.-Você não sabe os motivos pelo qual eu menti sobre a morte de Pattie!
-Você mentiu porque a amou! Por que agora eu não posso salvar a garota que amo?!
-Porque essa garota esta metida com um demônio!
-Ele é seu filho!-olhei indignado para ele.-Você mesmo viu que ele esta protegendo ela! Ele não esta possuído totalmente pelo monstro dentro dele ! Ainda há uma chance.
-Não há!-Jeremy cuspiu.-Justin morreu pra mim. Aquele monstro dentro dele o matou!
Balancei a cabeça indignado.
Não adiantaria.
Jeremy não me escutaria.
Ele não me ajudaria mais  a salvar Madison.
Então só me restava uma coisa a fazer.
Me juntar com Justin e ajuda-lo a protegê-la.
Madison me julgou mal. Falou coisas que estava sentindo.
Eu não liguei para nada que ela falou.
Todos as palavras que ela disse era verdade.
Mas o amor é cego.
Não posso simplesmente ignorar o fato de que a amo e que quero protegê-la.
-Você realmente não vai me ajudar não é Jeremy?
-Nunca mais.-ele disse frio.-Vou fazer o que for para matar aquela garota.
-Se você fizer isso, eu mato você.
Fechei meus olhos antes que ele falasse algo me transportando para a frente da casa de Madison.
Andei o jardim, e bati duas vezes na porta.
Assim que sei abriu, pude ver o olhar confuso de Justin sobre mim.
-O que faz aqui?
-Eu vim me aliar a vocês.
-Você o que?
-Eu vim me aliar a vocês.-repeti.-Eu quero ajudar a proteger a Madison.
-Você esta louco?-ele debochou.-E quem disse que precisamos da sua ajuda?
-Ryan?-a voz de Madison o cortou. Olhei por cima de seus ombros e vi ela me olhar.
Minha Madison.
Assim que sorri para ela, ela correu até mim ela me abraçando com força.
Passei meus braços em volta dela e retribui seu abraço.
Pude ver o revirar de olhos do Justin ao nos olhar.
-Me desculpa por tudo!-ela disse em meu peito.-Me desculpa pelas coisas que falei! Eu fui uma idiota!
A afastei para olha-la.
-Esta tudo bem.-garanti.-Eu voltei para ajudar vocês.
-Nos ajudar?-ela enrugou a testa e eu ri. Ela ficava linda fazendo isso.
-Sim pequena, eu estou aqui para proteger você.
Ela deixou um sorriso escapar por seus lábios delicados e rosados e me abraçou novamente.
-Obrigada Ry, obrigada por não me deixar!
Sorri ao ouvir aquilo.
Eu nunca. Nunca vou deixa-la.

Continua...
Gif


Oie meninas, obrigada por me desejarem melhoras ... Logo isso passa que eu espero pelo menos kk E eu não ligo muito de escrever doente... É claro que se eu não estiver com vontade eu não escrevo e fico dormindo, mas nesses dias tem me ajudado a esquecer que to doente, pq é um porre. 
Bom, eu acho que esse capítulo esta ótimo, espero que tenham gostado.
Ryan voltou! Ihuuu. Tava com dó demais dele para deixar ele longe da Madison u_u
Agora o Justin vai se comer de ciúmes hueahaue e as ideias dele? De fechar os portões do Céu? Será que aquilo realmente foi egoismo dele?
 Enfim,  se alguém quiser divulgação dá um jeito de me mandar o blog, sem ser nos comentários, pq eu esqueço de ler para ver se vou divulgar. Pode ser pela ask (aqui) eu smp olho :)
Podem me fazer perguntas tb pq aquilo ta parado demais meninas poxa :(
Enfim, vou parar de falar hahahaha Espero que tenham gostado e que comentem muito !
Beijos, amo vocês.

Meu instagram > wtfstha 
Divulgue a ib no twitter por favor? (Clica)