25 de nov de 2013

All That Matters - Capítulo 17 ''Are you a human''

''Humanos são frágeis. ''

-O que foi ?-Justin olhou para mim rapidamente,  e depois voltou sua atenção para a pista.
-Nada.-sorri de lado.
Olhei diretamente para a pista.
Eu vi uma sombra.
Era um homem?!
-JUSTIN!-gritei.
Ele freou bruscamente e  o carro quase virou, mas por causa da calçada , isso não aconteceu.
-Você esta bem ?!-Justin perguntou , enquanto eu ainda respirava ofegante pelo que aconteceu.
-Sim, mas ... mas eu acho que você atropelou alguém.
Tiramos o cinto e rapidamente saímos do carro.
Olhamos para trás e vimos alguém estirado na pista.
-Ryan?-Justin perguntou e correu até lá.


Corri atrás de Justin e vi um cara jogado no chão. Ele estava desacordado.
-Oh Meu Deus!-Justin se agachou. -Ryan?!-ele balançou o rapaz que não se mexia.
-Justin, quem é esse?-perguntei. A chuva me molhava me fazendo tremer .
-É meu amigo, Ryan!-ele disse nervoso.
-Ele é um anjo?
-Sim. Eu preciso tira-lo daqui ...-Justin passou seus braços em volta de Ryan e o pegou no colo.

-E agora?-perguntei olhando o rapaz que dormia na cama de Justin.-Meus pais vão me matar se eu não for ao jantar Justin.
-Quer que eu te leve?
-Eu quero que você vá ao jantar comigo...-disse abraçando-me em sua cintura.-Por favor ... eu não quero ficar sozinha com o Will.
-Eu sei...-ele suspirou.-Eu vou com você, mas não posso deixar ele aqui sozinho ... eu não sei exatamente o que pode ter acontecido.
-O que você acha que houve com ele? Por que ele se machucou se é um anjo?
-Ryan não é mais um anjo, ao que tudo indica. Ele com certeza deve ter ficado irritado com algo que Ryan fez e o baniu de nosso mundo.
-E quando você diz Ele você se refere á Deus?
-Sim.-Justin assentiu.-Ryan deve ter feito algo muito ruim, porque Deus não toma atitudes assim em hipótese alguma.
-Eu acho que ele não vai acordar agora ... podíamos ir pro jantar  e depois você volta para ver como ele esta.
-Tudo bem.-Justin concordou.-Vou me trocar, me espere.
Assenti. Ele realmente precisava se trocar, sua roupa estava molhada, assim como a minha.
Quando eu chegasse em casa teria de me trocar também.

-Madison, porque demorou?-minha mãe quase gritou comigo quando eu cheguei em casa. Ela estava estérica.
-Desculpa mãe, o pneu do carro de Justin furou, tivemos que trocar, ai depois ele foi na  casa dele trocar de roupa ...-menti.-Eu vou lá em cima me trocar e já desço.-disse vendo que todos me olhavam enquanto eu falava.
Respirei fundo e subi.
Assim que cheguei em meu quarto, me olhei no espelho e tentei ajeitar o meu cabelo rapidamente. Mas eu não tinha muito o que fazer, uma vez que não estava tão bagunçado como eu pensava.
Abri meu guarda-roupa e tirei meu vestido preferido de lá, o colocando.
Era o meu vestido florido preferido aliás, e eu apenas coloquei um salto, e um casaco bege por cima e retoquei rapidamente minha maquiagem.
Quando desci novamente para a sala, todos estavam impacientes, e eu podia ver que Will quase fuzilava Justin com seu olhar. Ele por outro lado, conversava com minha mãe e assim que me viu, sorriu como um bobo.
Eu tive que corar. Foi involuntário.
Como é bom ver ele olhar assim pra mim e ao mesmo tempo é tão constrangedor.
Só Justin sabia me causar sensações como esta.
-Esta pronta filha?-meu pai voltou sua atenção a mim.
-Estou. Vamos?-todos assentiram.

P.O.V Justin Bieber

E finalmente cheguei em casa depois do jantar com a família da Madison.
Will não tentou, nem fez nada. Perto de Mellanie ele se comportava muito bem.
Depois que eu conversasse com o Ryan eu iria voltar a casa de Madison e passar a noite com ela.
Estava chovendo e ela tem medo de trovões.
Eu não a culpo, ele realmente são assustadores.
Subi para meu quarto e Ryan ainda dormia.
Será que ele se machucou muito? Eu só via alguns arranhões pelo seu corpo e nada mais ...
Me sentei ao lado dele na cama e tirei o meu casaco o deixando por ali mesmo.
-Ryan?-o chamei.-Ryan, acorda.
Ele se mexeu e em poucos segundos abriu os olhos.
-Justin ? Onde estou ?
-Na minha casa ...-disse.-Como esta se sentindo ?
-Diferente.-ele disse. Ryan se apoiou e se sentou na cama.-O que houve comigo, eu ...eu ...-o interrompi.
-Acho que você foi banido, mas eu não tenho certeza. Consegue abrir suas asas?
-Não...-ele se concentrou e em seguida olhou diretamente para mim.-Eu não acredito, Ele me baniu!
-O que você fez pra ele fazer isso Ry?
-Eu ... eu ...-sua pele ficou pálida.-Eu estava tentando roubar a caixa de Phoenix .
-Você o que?!-me levantei para encara-lo assustado.
A caixa de Phoenix é a nossa essência. Sem ela , nós anjos, não teríamos leis, ou se quer existiríamos. Phoenix é sinônimo de sabedoria e amor. E se ela cair nas mãos erradas, pode destruir todos os anjos da face da Terra em questão de segundos.
-Me desculpa ...-ele abaixou seu olhar e eu podia ver que ele estava chorando.-Eu sei que não devia ter tentado isso, mas Jack, me obrigou...eu ... eu estava cego!
-Jack, o líder dos anjos Ebons? Por que foi se envolver com ele Ryan?!
-Eu não sei ...-ele disse.-Mas ...agora eu sou um humano! Eu não posso ficar assim!-ele pareceu ter repulsa ao falar isso.-Eu não posso ser um humano, eu não sei viver assim ... Tudo os machuca, tudo os deixa mal ...
-Você terá que se acostumar.-disse.-Você irritou Ele Ryan, o que você queria? Vou falar para meu pai convencê-lo, ou tentar falar com alguém que possa falar com Ele ... mas você sabe que isso é quase impossível não é ?
-Eu sei ... mas e agora? O que vai acontecer comigo?
-Você pode ficar aqui até eu tentar te ajudar. Pode morar aqui ... Posso te ajudar para que você não se machuque por ai ...
-Eu me sinto tão ... frágil.-ele suspirou.
-Humanos são assim Ryan, frágeis. E os meninos? Chaz e Nolan?
-Eu não sei ... eu não me lembro o que houve lá em cima ... Eu só sei que ele me baniu ... foi tudo tão confuso!-ele se lamentou.-Eu não devia ter feito isso! Eu devia ter ficado na minha!
-Por que fez tudo isso Ryan? Por que quis ir contra nós, que somos sua especie ?
-Eu estava cansado. Cansado de tantas regras, cansado de tantas tarefas ... eu só queria poder ser livre e ...- o interrompi.
-Eu sei como é isso.-disse.-Por isso estou aqui não é ? Mas você não deveria ter tentado roubar a Phoenix!
-Eu sei ...-ele suspirou.-Eu dormi por muito tempo?
-Sim.-disse.
-Você saiu?
-Sim, fui á um jantar com a Madison ... o marido da irmã dela é um Ebon... e pra resumir tudo, eu não posso deixar ela sozinha até que ele vá embora.
-Você sabe que esses anjos querem não é Justin ? Eles querem nos transformar em Ebons.
-Eu sei ...-disse.-Mas eu desisti de tudo pela Madison, e não vou ser nenhum tipo de anjo, muito menos um Ebon.
-Achei que sei pai te baniria ...
-Eu não posso ser banido Ryan.-suspirei.-Eu sou da realeza lembra?
Ele sorriu de lado.
-Claro, como pude esquecer ...

-Se importa de passar a noite sozinho aqui?-perguntei a Ryan assim que sai do banho.
-Onde você vai?
-Vou dormir com a Madison...
-Dormir?-ele perguntou confuso.-Dormir como os humanos dormem?
-O que ?-quase ri.-Não , eu não vou fazer nada com a Madison Ryan. Eu a respeito.
-Se você diz ... mas deve ser legal.
-O que?
-Esse carinho entre humanos ... eu tenho curiosidade de saber como é ...
-Ryan, não vamos falar disso agora.
-Tudo bem, tudo bem ...-ele bufou.-É melhor você ir antes que sua princesinha se machuque ...


Continua...


Oi meninas tudo bem ? Se olharem ali do lado vão ver duas afiliadas ao blog. Eu queria colocar mais se alguma de vocês quiserem, é só falar comigo mas não aqui pf, no face, ou no whatsapp :)

Eu sei que o capítulo esta uma merda, me desculpem, hoje eu nao tive muito tempo ...
Enfim vou ser bem breve, obrigada a todos os comentários.
Qualquer coisa dúvida falem comigo no ask , aqui

Beijos, obrigada por tudo, amo vocês s2

p.s uma leitora me perguntou se podia postar minha ib no blog dela ... acho  q foi isso. Se vc que pediu estiver lendo, entra em contato comigo em alguma rede social para conversarmos. Obrigada.