21 de ago de 2014


"Um de seus dons mais especiais, preciosos e sublimes é a feminilidade, com a graça, a doçura e a divindade que lhes são peculiares. A feminilidade não se resume a batom, penteados da moda e roupas elegantes. É o adorno divino da humanidade e encontra sua mais nobre expressão nas suas qualidades, na sua capacidade de amar,delicadeza, luminosidade, sensibilidade, gentileza, criatividade, charme, graciosidade, dignidade e força sutil. Apesar de manifestar-se de forma diferente em cada menina ou mulher, cada uma de vocês possui essa feminilidade que faz parte de sua beleza interior”. 
                                                 -M. Russell Ballard

Como vcs sabem ontem foi o aniversario da Thalia e blá blá blá, ela fez 17 aninhos (anoszão) e eu vim aqui dizer algumas coisinhas. Bom começando pelo começo: vc sabe o quão o quão é importante para mim e sabe tanto que é minha ami do core e sabe tambem que eu te amo. Em todas as vezes que vc estiver mal ou sei la, eu vou estar aqui para tudo e irei sempre te ouvir, mesmo que seja um simples "peidei". Nunca ligue para o que os outros falam ou pensam sobre vc, seja apenas vc e os verdadeiros vão te amar. Eu já te amava até mesmo antes de falar com vc, tu me encantou com as suas fanfics gata. Eu queria muuuuuuito ter passado o seu aniversario junto a ti, mas vc sabe que eu moro um pouco longe ne? :'c Tu é linda do seu jeito e não há ninguém a negar.
Quero que saiba que fico muito feliz em tê-la ao meu lado todos os dias,agradeço por vc ser essa amiga tão maravilhosa que sempre está do meu lado em qualquer momento, seja bom ou ruim, até aqueles para dar uma “bronquinha”...
É muito bom quando a gente encontra uma amiga especial, aquela que faz nossos dias mais bonitos,mais alegres e especiais, aquela que faz você acreditar que o mundo tem algo bom te esperando, que ri e fica triste junto com vc!! Desejo a vc, um ano cheio de amor e de alegrias. 
Afinal fazer aniversário é ter a chance de fazer novos amigos, ajudar mais pessoas, aprender e ensinar novas lições, vivenciar outras dores e suportar velhos problemas. 
Sorrir novos motivos e chorar outros, porque, amar o próximo é dar mais amparo, rezar mais preces e agradecer mais vezes. 
Aniversário é amadurecer um pouco mais e aprender a viver com adultos.
O que dizer em um dia tão especial pra mim... E pra você...
O aniversario da melhor amiga do mundo, palavras são muito pouco pra descrever o tanto que eu gosto de vc amiga, e neste dia tão especial te desejo feliz aniversário e muitos anos de vida, que você siga seus caminhos e que todas as chances e oportunidades de fazer de você uma pessoa vitoriosa, possam lhe acompanhar sempre.
Há um ano eu tinha um buraco no meu coração e você chegou e preencheu todo aquele vazio, você sabe que pode contar sempre comigo pro que der e vier. Sempre vou estar aqui pra ficar ao teu lado nos momentos tristes e felizes.
Agradeço a Deus por ter colocado você na minha vida e que ele a cada dia te abençoe mais porque você merece tudo de melhor!
Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só.
Não existe nada melhor do que poder compartilhar o momento com as pessoas amadas, nossos amigos e família! O bom da vida é mais que um dia, é mais que um ano... O bom da vida é viver o presente com quem te faz feliz, com quem te arranca sorrisos e te transborda de afeto! Que hoje eu possa estar com quem faz a diferença na minha vida e compartilhar cada sorriso.
Que Deus abençõe e ilumine seu caminho e que a cada dia q passe, que ele te guie e que você sempre saiba qual o caminho certo a seguir!!!
Serei pra SEMPRE sua amiga, e o sempre diferente do que muitos acreditam, Ele não acaba!!! 
Eu amo vc muito muito muito muito Chubby <3

E alias eu não fiz isso ontem pois que queria q vc soubesse que vc não é só especial no dia do seu aniversario, pois sua beleza irradia a cada dia e pra mim todo dia é dia de festa pq tenho vc ao meu lado. Te aminho Chubbyzinha do meu corezinho <3333333333


(foto tirada do orkut)

11 de ago de 2014

Timber- Capìtulo 6 " Destroyed my heart"‏


-De mim? Como assim?-fiquei surpreso com aquilo.
-Ela ficou repetindo "desisto do babaca do seu amigo". A coisa tá feia cara, ela saiu bem gostosinha com aquele vestido vermelho.
Vadia, ela foi pra boate.,pensei começando a ficar irritado. Isso não ia fica assim.
Coloquei minha melhor roupa, tomei dois copos de vodka e finalmente sai acompanhado de Ryan com meu bugatti para ir a boate. 
Era obvio que eu não ia deixar quieto toda essa baboseira de Babi. Quem ela pensa que é? A boa samaritana? Não. Ela é uma vadia, uma criminosa e além de tudo deve obediência a mim porque foi graças a mim que ela não acabou com a própria vida ou foi presa. 
Assim que cheguei na boate, vi vàrias putas me olharem. Ryan logo correu como cachorrinho até elas e talvez eu devesse ter feito o mesmo mas meu objetivo era outro ali. 
Passei as pessoas na fila, ouvindo reclamações e olhei para o segurança de serviço hoje. Seu nome era Tony, se eu bem me lembrava. 
-Fala ai chefe, veio curtir a noite?-ele brincou e ouvi uma garota perguntar "Esse é o chefe?" para alguèm. Me virei e a encarei. Era gostosa mas novinha, tinha cara de ser menor de idade.
-Você sabe se a Babi entrou ai?
-Ela entrou sim chefe. Aliàs ela brigou com uma garota aqui fora, tive que chamar dois seguranças para apartar a briga senão os tiras iam vir aqui. Ela sacou arma e tudo chefe.
-Droga.-resmunguei.-Vou entrar e procurar ela. -Olhei para a garota que perguntou sobre mim.-Quantos anos você tem?
-20.-ri. Ela não tinha vinte anos.
-Não deixe menor de idade entrar Tony.-o adverti e entrei na boate.
A música eletrônica tocava e quase rasgavam meus tìmpanos. Essa era uma das minhas boates de luxo porque ali, havia putas a disposição dos caras também.
Babi gostava dessa boate, não sò pela música mas para mandar nas vadias também. Ela gostava do poder e de como as pessoas a tratavam ali e o pior de tudo,essa vadia estava armada e algo bem ruim podia acontecer. 
Fui andando em meio a multidão, procurando essa garota por toda parte até que a achei.
Ela estava na pista.
Dançava como louca e parecia bem bebeda. Seu vestido vermelho jà mostrava sua calcinha e aquilo me deixou irritado.
Fui até ela.
-O que pensa que esta fazendo?!-disse a pegando pelo braço e fazendo ela parar de dançar.
-Estou dançando...-ela disse logo que se recuperou do susto de me ver.
-Podia ter vindo apenas de calcinha né? Poupado o tempo de pôr essa merda!
-Olha, eu cansei de você. Cala a boca Justin. Cala a porra dessa boca e vai chupar um macho por ai!- Babi gritou.
Aquilo sò podia ser brincadeira. Essa vadia queria botar moral em mim?
-Você tà brincando com fogo vadia, e eu tô louco pra acabar com você. Esses showzinhos que você faz esta me dando nos nervos.
-Nervos?-ela riu.-Você acha que vou ser submissa a você? Fazer o que você quer? Và se ferrar!
-Vamos embora daqui e você vai aprender quem manda!
Arrastei Babi dali e a coloquei em meu carro ignorando seus gritos e xingamentos. 
**

Taquei Babi sobre a cama e tranquei a porta. Babi logo se levantou e foi para cima de mim tirando a arma da cintura.
Ri daquilo e puxei a arma da mão dela e jogando no chão.
-Você é um cretino!-ela tentou me bater mas eu segurei forte seus pulsos.
-Eu sou cretino? Por que porra você esta fazendo isso? 
-Você fez Logan me deixar!-ela gritou.- O garoto não quer me ver por sua culpa! Eu sò queria ajudar porra, eu sò queria dar a ele o que não tive...
-Você ama ele não ama vadia?-a peguei pelo cabelo e a joguei na cama.-Você podia ter dito tudo menos isso Babi!
Fui pra cima dela conciente do que estava fazendo. Dei vàrios tapas em sua cara enquanto ela gritava para que eu parasse. Mas eu não queria parar. Ela tinha que entender que era minha. Minha e de mais ninguém.
-Você é minha Babi e tem que aprender isso!
-Me larga!-ela gritou.-Você tà me machucando Justin!
-Você merece muito mais sua vadia desgraçada!
Tirei o cinto da minha calça e comecei a bater nela com aquilo e sò parei quando percebi o que fiz.
Joguei o cinto no chão e destranquei a porta para sair dali.
**

P.O.V Bàrbara Smith 
Eu chorava compulsivamente e não aguentava de dor no corpo. Minhas pernas ardiam e eu queria sair dali.
Com toda força que tive me levantei dali e fui pro meu quarto.
Tirei toda minha roupa e entrei no banheiro.
Justin nunca havia me batido.
Eu não conseguia pensar direito.
Eu não sabia o que fazer e pra piorar eu não parava de chorar.
Justin sempre foi grosso, sempre foi um idiota mas... eu o amava. Eu o amava mesmo assim.
Agora, ele havia me batido. Me batido por ciúmes. Um ciúmes sem sentido afinal eu não era nada dele e não tenho nada com Logan.
Terminei meu banho e coloquei meu pijama. Sai do meu quarto e fui para o quarto de Jack.
Eu precisava dele.
Assim que entrei no quarto de Logan, ele me olhou. Fui até ele e comecei a chorar mais ainda em seus braços.
- O que foi Babi? O que houve?
-Eu sou uma idiota Jack.-me afastei dele e o olhei.-Eu o amo demais Jacob... eu o amo.
-O que foi isso no seu rosto!? Justin fez isso?
-Sim.-disse quase em um sussuro e voltei para os braços de Jack.-Eu quero ir embora dessa casa Jack. Eu não aguento mais.
-Ai Babi...-ouvi Jack suspirar.-Essa relação de vocês ainda vai te matar Babi... Vocês não estão juntos, estão?
-Não. Eu ... eu apenas transo com ele. 
-Você tem que parar com isso. Parar de fazer o que ele quer.
-Eu sei... eu nunca mais vou fazer o que ele quer Jack. Nunca mais.
Continuei chorando no colo de Jack até que peguei no sono.
**

(Flashback on)
Abri meus olhos e sorri , vendo Justin ainda ao meu lado. Me aproximei mais dele e ele acordou. Por medo, eu me afastei.
-Que foi?-ele perguntou me olhando.
-Nada.-sorri sem graça.-Eu sò estou surpresa de você ter acordado em minha cama hoje.
-Hoje é um dia especial.-ele sorriu e colocou a mão em minha cintura me puxando.
-Por que especial?-perguntei confusa.
-É seu aniversàrio Babi.-ele riu.-Como sempre , você esqueceu.
-É mesmo.-ri com ele.-Mas eu não acho isso bom.
-Por que? Você esta fazendo 18 anos gata, isso é òtimo.
-Posso ser presa... e posso ir onde eu quiser mas isso eu jà podia antes.
-Por que não liga para sua mãe para dar notìcias? Faz anos que você não a vê.
-Eu não quero.-dei de ombros.-E você não tem que ir pro galpão agora cedo?
-Hoje eu tô livre pra você gata e olha que eu comprei.-Justin se levantou da cama correndo e foi até sua comôda tirando um pacote mediano de là.Justin entregou-o para mim.-Abre babe.
Peguei o pacote e o abri vendo um ursinho de pelúcia ali e quando ia agradecer Justin, vi um anel. Um anel com um diamante em cima.
-Justin...isso é um diamante?
-Em breve serei o rei de um grande Império gata e o que seria de você usando bijoterias? 
Ri.
-Eu amei!-me inclinei e dei um beijo nele.-Agora me ajude a escolher um nome para esse ursinho Jus.
-Coloca o nome de Gostosão.-ele ajeitou o cabelo.-Que nem eu.
-Idiota.-bati de leve em seu ombro.-Outro nome, um fofo.
Justin sorriu me encarando.
-Que tal, Bob?
-Gostei! Vai ser Bob.
Justin o pegou da minha mão e encarou o urso.
-Sabe Bob, eu dei você pra ela, dei até um anel de diamantes... você não acha que mereço um beijo?-ele começou a mexer o urso como se ele estivesse falando.-"Acho que você merece muito mais que um beijo"-ele disse com uma voz fininha para imitar a voz do urso.
Ri daquilo e subi em cima dele o beijando.
-Obrigada pelos presentes Justin, foi o melhor aniversàrio de todos.
-Eu te amo Babi. Vou sempre cuidar de você.
-Promete?
-Prometo. E uh... posso te fazer uma pergunta?
-Pode.-enrosquei minhas pernas em sua cintura e ele apertou minha bunda. Senti seus olhos de lúxuria sobre mim.
-Quer namora comigo?
-Namorar?-aquilo me pegou de surpresa.
-Sim. Namorar. Eu ... eu me sinto pronto pra isso. 
-E todas as vadias da casa? E as da boate?
-Elas apenas trabalham pra mim e pra você.
-Isso quer dizer que se eu ver alguma dando em cima de você posso demiti-la?
-O que quiser.-ele beijou meu queixo.
-Então eu aceito. Eu aceito ser sua namorada.

(Flashback off)
Abri meus olhos e os senti molhados. Eu havia chorado dormindo.
Jack não estava mais ali dormindo e isso era òtimo. Era melhor ele não me ver assim.
Me levantei da cama e fui para o meu quarto. Peguei todos os presentes que Justin jà me deu inclusive coisas de valor e joguei em cima da cama.
Havia tanta coisa... jòis, roupas caras, ursinhos, e até sapatos.
Mas, eu daria aquilo tudo pra alguém. Eu não queria ter que me lembrar dele mais...muito menos ter que agir como se fosse uma garotinha amendrotada.
Eu podia ser muito mais que apenas a garota do Bieber, e eu era mais que isso. Eu ajudei a roubar muitos bancos e cofres de pessoas muito poderosas para Justin me humilhar assim.
Eu sabia exatamente o que fazer.
Peguei meu celular e digitei um número de um cara que estava me devendo.
-Alô?-ele atendeu.-Romeo falando.
-Oi Romeo, é Bàrbara. Preciso de um favor.
-Senhorita Smith?-ele pareceu surpreso.-Oh. Eu ainda não tenho a grana e ...-o cortei.
-Quero fazer um trato com você. Preciso de um serviço e em troca te dou algumas jóias e você não precisa me pagar o que me deve.
-Isso é òtimo mas eu não mato ninguém senhorita.
-Não é pra matar. É apenas para bater. Topa?
-Tudo bem. O que se trata?
-De Justin Bieber. Preciso dar uma lição nele.
-Mas... mas você não trabalha com ele?-ele pareceu confuso.
-Sim mas isso não importa. Reúne 5 homens que você possa descartar depois e eu passo as coordenadas para você. Preciso disso pra hoje. O que me diz?
-Por mim tudo bem mas meus homens vão querer receber tambèm.
Me lembrei do dinheiro que eu guardava no cofre.
-20 mil pra cada um mais 100 mil pra você.
-Fechado. E onde pego a grana?
-Vou deixar tudo em baixo do banco da pracinha perto da sua casa... e assim que pegar te mando tudo certinho mas lembre-se de não deixar ele ver a cara dos seus homens.
-Tudo bem senhorita. Dou minha palavra que tudo vai sair como você quer.
-Ótimo.-desliguei meu celular e sorri involuntariamente. Justin realmente não sabia com quem estava mexendo.
Sai do quarto , procurando a empregada e a encontrei na cozinha.Disse para ela tirar tudo aquilo na minha cama e pegar pra ela ou dar pra alguém e me sentei na mesa para tomar café.
Tinha tudo que eu gostava ali. Torta, bolo, suco de uva e minha salada de frutas. Comecei a comer e quando estava quase acabando ouvi passos atràs de mim. Olhei para tràs e dei de cara com uma vadia, apenas de calcinha e sutiã.
-Quem é você?-perguntei me levantando. Ela me olhou de cima a baixo.
-Justin me pediu para buscar o meu café e o dele.
-Então é mais uma vadia que dormiu com ele?-ri com deboche.
-E pretendo ser única. Esse homem é de outro mundo.-ela usou as mãos para se abanar.
-Vamos combinar uma coisa ok?-me aproximei dela e a olhei com raiva. -Você é apenas uma vadia. E não tem que ficar andando nua pela minha casa. Justin pode ter comido você mas você não vai mandar aqui e andar aqui como se pudesse ir pra onde quiser. Ou você volta pro quarto ou eu te arranco daqui a força.
-Você?-ela riu.-Você é tão magrela garota que...-a cortei a pegando pelo braço. 
-Vamos ver a magrela aqui!-puxei seu cabelo e ela me arranhou. Quando menos percebi, nòs duas estavàmos no chão.


P.O.V Jacob Hall
Entrei na cozinha com dois homens ouvindo gritos e quando cheguei là Babi estava em cima de uma gostosa quase nua. Elas brigavam como duas leoas mas eu não ia deixar Babi se machucar ou machucar a mulher assim.
-Babi!-a puxei pelo braço e a coloquei do meu lado. Ela se debateu.
-Me deixa acabar com ela Jack!-ela tentou ir pra cima da garota outra vez mas eu a segurei.
-Sua estúpida!-a gostosa xingou.-Você é louca!
-A levem daqui!-disse para os homens e assim eles fizeram.
Quando tive certeza que Babi estava mais calma a soltei.
-O que foi isso?
-Essa vadia que o Justin comeu queria botar moral em mim!-ela disse raivosa.-Ninguém paga de rainha na minha casa!
-Me diz que isso não tem a ver com o fato do Justin ter comido ela...
-E não tem. E pra mostrar que eu esqueci ele eu vou te mostrar uma coisa. Vem.
Babi me puxou para o quarto dela e trancou a porta assim que entramos.
Fiquei olhando para ela sem entender nada até que ela começou a tirar o pijama que usava.
-O que você tà fazendo?
-Quero que você me faça gritar Jack.-ela sorriu e veio pra cima de mim apenas de roupas intimas. Cai sobre a cama e ela em cima de mim. Coloquei a mão em seu quadril para tira-la dali mas ela entendeu errado e rebolou em cima do meu membro.
Porra. Ela era gostosa, claro que era. Mas isso era certo? Transar com a garota que o Justin ama? Era obvio que ele a amava, sempre amou sò que agora não adimitia.
-Me faz gritar Jack...-ela sussurrou no meu ouvido. -Me faz gemer a manhã toda.
Ao ouvir aquilo não aguentei, Justin que me perdoe mas Babi era gostosa demais e linda demais para que eu negasse isso à ela. 
**

Acordei com gritos vindos do andar de baixo. Me levantei correndo da cama e fui ver o que era. Babi continuava ali, dormindo, nua, em minha cama. Caralho, eu estava todo arranhado por causa dela.
Quando cheguei no andar de baixo, Ryan, Chaz e Justin jogavam poker.
-Eai cara quer jogar?-Chaz perguntou. Quando ia responder ouvi a voz de Babi.
-Jack não vai voltar pra cama comigo? Ainda to cansada...-olhei para tràs e ela estava apenas de calcinha e uma camiseta preta minha.
Olhei logo para Justin e eu percebi o quão irritado ele ficou. 
Voltei a olhar pra Babi.
-É melhor você voltar pro quarto Babi... Por que não vai tomar um banho?
-Então vem comigo.-ela terminou de descer a escada e veio até mim, selando nossos làbios.-Eu posso encher a banheira e relaxamos um pouco.
Ouvi o pigarro de Ryan atràs de mim e me toquei que era melhor tirar Babi dali antes que ela piorasse a situação.
-Vamos là pra cima então.
Deu uma útima olhada para Justin e vi a raiva evidente em seus olhos. Eu estava ferrado mas não pude resistir a Babi. 
Entramos no quarto e Babi encheu a banheira e colocou vàrias coisas que ela tinha na àgua. Entramos ali, juntos.
-Vou fazer uma massagem em você.-ela disse e começou a massagear meu ombro.
Fechei meus olhos.
-Justin esta fudido com a gente...
-Que se foda. Não quero mais saber dele.
-Mas isso que tìvemos foi ... apenas sexo certo Babi?
-Sim. E pra dizer a verdade, eu não sabia que você era tão gostoso assim.
Deixei um sorriso escapar.
-Você é gostosa pra caralho Babi, tô até ficando excitado de novo.-brinquei, mas vi que ela levou a serio.
Senti ela tocar meu membro e deixei um gemido escapar.
-Tô louquinha pra chupar você Jack...-ela sussurrou no meu ouvido.
Ah caralho, essa garota era uma perdição.
**

P.O.V Justin Bieber

Porra. Aquilo sò podia ser um castigo. Jack estava comendo a Babi? Essa garota era uma filha da puta. Eu aposto que tudo isso era porque eu bati nela. Mas que porra. Eu ia ter que me desculpar? Como eu me desculparia com ela?
Levantei do sofà dizendo que tinha que resolver algumas coisas e nenhum me impediu de sair.
Eu não ia perde-la pra ninguém e se tivesse que me humilhar, me humilharia.

Continua...
Wow agora sim as coisas vão esquentar! Hahhahahahhahahahhahaah Babi é pirada. Contratou um homem para bater no Bieber meu Deus !!!
Bom,estou pedindo para Dessa postar outro pra vcs pq amanhã jà tenho uma prova de quìmica e vou passar o resto d noite eatudando. Obrigada a todos os comentàrios. Eu amo vocês <3

6 de ago de 2014

Timber- Capítulo 5 "You will always use me?



"Sinto muito por mudar, me desculpe por ter que ser assim, acredite em mim, é mais fácil fazer de conta, mas, eu não vou me desculpar por quem eu sou." - S.G. 


-E se ele for um tipo de garoto aproveitador? E se tiver ameaçando ela? Sei lá cara mas isso não tá me cheirando boa coisa. Babi não paga mais as boates, e vi o estrato da conta dela, todo dia alguèm faz um saquê de 20 dólares. Babi não mexeria nesse dinheiro.
Ryan tinha razão. Aquele era o dinheiro de emergência, ninguèm mexia nesse dinheiro.
O que tá acontecendo?
-Tenta descobrir algo sobre esse tal Logan.-ordenei.-Vou tirar essa história a limpo com essa vagabunda!


(Flashback on)

A situação não era nada boa. Babi chorava desesperadamente enquanto via Justin destruir toda a TV e móveis que encontrava pela frente. O sangue de seu pai a sujava e ela não sabia se estava com medo ou nojo de si mesma. Seu desejo de vingança foi matar seu pai e assim ela e Justin fizeram. Chegaram na calada da noite e simplesmente atiraram várias vezes sobre o corpo dele enquanto dormia. 
-Para de chorar Babi!-Justin gritou e foi em direção á ela.-Eu fiz o que queria! Eu matei esse desgraçado!
Babi respirou fundo e tentou parar de chorar para que Justin não brigasse com ela. Eles eram apenas dois jovens, não sabiam nada da vida e isso fez com que cometem seu primeiro erro. 
-Não consigo...-ela soluçou.-Eu me lembrei do que ele fez... Eu me lembrei de toda a dor. 
-Vem.-Justin a abraçou e Babi continuou a chorar.-Vamos ter que colocar o corpo em algum lugar antes que algum vizinho desse desgraçado chame a polícia.
-E se formos presos?-a garota perguntou.
-Eu nunca vou deixar você ser presa Babi.Nunca.

(Flashback off)

Quando abri a porta do quarto, Babi estava indo se deitar. Se eu não estivesse com raiva, poderia notar seu corpo escultural naquela camisola que ela usava para dormir mas eu não estava acreditando que ela estava com um rolo sem eu saber. 
-Bieber?-ela pareceu surpresa ao me ver.-O que faz aqui?
-Quem é Logan?-fui direto e vi que aquilo mexeu com ela.-E antes que me responda, espero que não minta. Por que você esta usando o dinheiro de emergência Babi? Por que diabos você esta sustentando esse cara?!
-Quem te disse isso? Ficou louco?-ela ficou nervosa.
-Não estou louco garota! Ryan me disse que você deu dinheiro pra um cara hoje e descobrimos que esta sendo feito todo dia um saque na sua conta. -cheguei mais perto dela e a puxei pelo braço.-Que porra você tá envolvida? Anda! Me diz!
Ela puxou seu braço da minha mão.
-É coisa minha.-ela fez marra.-Cuida da sua vida Bieber!
-Olha Babi eu não muito paciente hoje. Ou você me diz, ou eu bloqueio toda sua conta e te deixo sem dinheiro ai vamos ver se você vai conseguir dar dinheiro pra macho por aí.
Ela bufou.
-Por que esta fazendo isso?
-Porque quero evitar que você faça burrada e bote tudo a perder.
Vi ela revirar os olhos e em seguida ela começou a contar tudo que estava acontecendo. Ela me disse que esse tal Logan era pobre e que ela o conheceu na rua e que ele cantava para pagar a faculdade, ela se sensibilizou e começou a pagar a faculdade desse cara.
Aquilo me pareceu bem estranho mas resolvi deixar pra lá até Ryan me dar a ficha completa desse cara. Eu até estava bonzinho hoje e me deitei com Babi na cama para dormir ali. Eu tinha 6 dias para bolar o assalto ao tal shake e amanhã teria muito trabalho pela frente e Babi também mas depois que ela dormiu , sai dali e voltei pro meu quarto para terminar o que comecei com a vadia que me esperava.
**

P.O.V Bárbara Smith

Acordei e Justin não estava na cama. Havia várias mensagens de Ryan no meu celular dizendo para ir ao galpão para resolvermos tudo sobre o assalto ao tal shake. Eu tinha dormido bem apesar de estar com medo do que Justin possa fazer com Logan. É claro que ele não ia ser bonzinho como foi ontem a noite e deixar essa história de lado. Justin era louco por nosso dinheiro e mesmo por caridade, tenho certeza que ele me impediria de dar dinheiro ao Logan. O grande problema nisso tudo era Logan. Eu não queria deixá-lo na mão e sozinho. Eu gostava dele como um irmãozinho. 
Me levantei da cama, arrastada por causa do sono e me coloquei rapidamente em baixo de uma ducha quente. Tomei um banho rapidamente e me vesti, com uma calça jeans, uma camiseta branca e um dos meus saltos favoritos begen.
Tomei café rapidamente e fui pro galpão.
**

Cheguei no galpão e todos estavam lá, inclusive Travor e Liza, a irmã caçula dele. Ela tinha 17 anos mas já era uma vadia. Sempre que eu a encontro eu vejo ela dar em cima do Justin descaradamente, e com a roupa que ela estava usando -um vestido colado e um salto enorme , ambos pretos- eu não duvidava que ela ia dar em cima do Justin.
-Oi gente!-forcei meu melhor sorriso enquanto todos me respondiam e olhei para Liza, que vinha em minha direção.
-Babi! Que saudades!-ela me abraçou falsamente.-Eu pensei que nunca veria você mais por aqui.
-Bom, estou de volta. -Sorri e vi a cara de tacho que ela ficou. Olhei para Justin e ele estava apoiado na mesa que tinha ali, analisando um papel enorme, que me parecia um mapa. Fui até ele, ignorando os olhares de Liza e o abraçei pela cintura. 
-Não vai me falar oi?-perguntei e ele se virou, ficando de frente pra mim, enquanto eu o abraçava ainda. 
-Tô ocupado Babi. Que foi?-ele suspirou parecendo estar meio frustrado.
-O que esse projeto de vadia faz aqui?-perguntei me referindo a Liza. Justin riu e passou seus braços em volta da minha cintura também, relaxando.
-Trevor trouxe ela. Jà vai começar com essa implicância? 
-Só tô perguntando. Ela se insinua pra você Justin, isso me irrita desde sempre, você sabe.
-Sei.-ele assentiu.-Mas não sou "papa anjo" e eu nem você vamos ficar aqui hoje por muito tempo.
-Não?-perguntei confusa.
-Você vai me levar para conhecer o tal Logan.
-Nem pensar!-me afastei dele e vi que todos pararam o que estavam fazendo para ver o que aconteceu.-Não vou levar você até ele.
-Ou isso, ou eu faço você nunca mais ajuda-lo. Você escolhe. Ou vai me dizer que tá abrindo as pernas pro cara?
-Casal, isso não é hora de discutir a relação de vocês.-Jack disse chamando nossa atenção. - Vão para o escritório antes que comecem a se pegar na nossa frente.
Revirei os olhos e Justin começou a ir para o escritório. O segui.
Quando entramos, ele fechou a porta e me agarrou e sem pudor nenhum, fez com que eu entrelassasse minhas pernas em sua cintura para que ele, apalpasse minha bunda.
Olhei para ele com a maior cara de tacho, já imaginando o que ele queria.
-Não vamos foder aqui, e você não vai me convencer com sexo.-o avisei.
-Não tenho que te convencer. Você vai e ponto. Você sabe que eu mesmo posso fazer uma visita para esse seu amigo. Eu tô puto com você Babi por ter me escondido isso.
Vi que ele estava bravo por eu ter encondido isso e mal ele sabia que eu adorava o quão sexy ele ficava assim.
-Não fiz por mal...-beijei o queixo dele e fui subindo até seus lábios dando um selinho.-Eu só quero ajudar ele. O garoto é pobre, eu fiquei comovida. Nós temos milhões, o que custa ajudar?
-Custa dinheiro. Mas tô pouco me fudendo. Eu posso ajudar ele também mas quero conhecê-lo.
-Tá.-me rendi. -Vou ligar pra ele e dizer que quero que ele conheço um amigo meu.
-Isso.-ele sorriu vitorioso e eu senti sua mão mais firme em minha bunda, começar a andar por toda a extensão de minhas pernas. Inicíamos um beijo que não durou muito pois Justin começou a ficar animadinho demais.
Depois que saímos do escritório, comecei a ajudar os garotos. Ajudei Justin com posições estratégicas onde ele poderia deixar alguns homens caso algo acontecesse e por fim, fizemos isso a manhã toda. Por sorte conseguimos resolver a maioria das coisas.
**

3:45 p.m, Starbucks, LA

Estavamos esperando Logan chegar ao Starbucks perto da faculdade dele. Eu nunca vim a esse lugar, nem Justin e estávamos nos sentindo um pouco desconfortáveis. Havia uma garota que anotava os pedidos e percebi que ela não parava de encarar Justin.
Não pedimos nada, por insistência minha. Eu queria esperar Logan.
Quando ele finalmente chegou, trouxe com ele uma dezena de livros enormes e antes de nos cumprimentar, coloco-os todo desajeitado sobre a mesa.
-Olá senhorita Smith.-ele me deu um beijo no rosto como sempre todo educado.
-Me chame apenas de Babi , Logan. Já te disse.-ele assentiu e olhou para Justin.-Esse é Justin, o amigo de quem eu falei no telefone. E Justin esse é Logan.
-Eai?-Justin o cumprimentou e Logan, um pouco envergonhado fez o mesmo.
-Senta com a gente Logan, estávamos esperando por você.
-Obrigada se... Babi.-sorri para ele e vi Justin revirar os olhos.
**

-Então Logan, você apenas estuda?-estavámos conversando sobre nosso dia a dia e Justin percebeu que Logan não sabia nada sobre minha vida. Ele parecia não ter gostado nada do Logan o que o deixou meio inseguro mas apesar da vergonha, Logan continou conversando comigo, até Justin resolver puxar o assunto novamente.
-Sim. Eu disse a Babi que queria trabalhar mas ela não deixou.-ele disse meio sem jeito.
-Não acho necessário Log...-dei de ombros.
Justin bufou e riu olhando pra mim.
-Sabe o que eu acho? Acho tudo isso patético.-vi Logan olhar confuso pra ele.-Eu não acredito que usa esse garoto Babi. Sei que não sou nenhum santo mas e você? Você tem um caso com ele? Eu dúvido que o ajude sem querer algo em troca.
-Deixe de ser grosso Justin!-eu o repreendi.-Eu estou ajudando Logan de coração.
-Ah qual é? O garoto te olha todo apaixonado. O que você fez pra ele ficar assim huh?-ele me provocou.
Antes que eu pudesse responder Logan levantou dali e saiu com seus livros.
-Olha o que você fez!-gritei com Justin.-Você não tinha esse direito!
-Você acha mesmo que vou ficar olhando essa palhaçada e aceitando tudo numa boa? Qualé Babi, deixe de ser inocente! Como você consegue ser tão burra assim?
-Do que você esta falando?
-Que esse garoto esta apaixonado por você e eu não vou permitir isso.
-Por que não porra? O que esta acontecendo com você?
-Você é minha Babi, qual parte você ainda não entendeu?
-Sou sua? Você me usa Justin. Me usa apenas para sexo e me descarta. Não sou sua,não sou de ninguém.
-Você é minha e sabe disso.-ele sorriu descaradamente me causando um arrepio no corpo.
Não adianta. Justin não tem jeito.
-Eu vou embora daqui.
Me levantei dali e dei as costas para ele, já sabendo que choraria porque ele não correria atrás de mim.
**

P.O.V Justin Bieber

Porra. Por que essa garota tinha que ser tão complicada? Por que ela tinha que ser assim tão difícil de entender?
Tudo bem, eu a usava mas eu não ia admitir que um cara ficasse jogando charminho para ela na minha frente.
Babi é bonita e gostosa e eu percebo bem as intenções desse cara. Se faz de inocente mas depois vai no banheiro se punhetar pensando na Babi. Filha da puta.
É claro que eu não ia permitir isso.
Babi é apenas minha, desde que a conheci e eu não ia admitir que um babaca,metido a universitário a tire de mim.
**

- Fala ae bro.-cumprimentei Ryan e ele deixou o cigarro de maconha de lado para me olhar.-A Babi chegou?
-Chegou mas seja lá o que você tenha feito está ferrado. Ela se arrumou toda e disse que ia se divertir e que desistiu de você.
-De mim? Como assim?-fiquei surpreso com aquilo.
-Ela ficou repetindo "desisto do babaca do seu amigo". A coisa tá feia cara, ela saiu bem gostosinha com aquele vestido vermelho.
Vadia, ela foi pra boate.,pensei começando a ficar irritado. Isso não ia fica assim.

Continua...

Oi meninas! Eu tenho que pedir mil desculpas pela demora. Eu tive umas semanas bem cheias :
Espero que estejam gostando e muito obrigada pelos comentários.
Pelo jeito essa relação do Justin com a Babi ainda vai dar o ue falar hahhahahahah
Bjosss, até o próx. capítulo <3
Instagram: wtfstha
Shots: thaliasantos