13 de jan de 2014

All That Matters 2ª Temporada - Capítulo 22 '' The Nightmare -Awakening '' Parte 2

''Você é a razão pela qual meu sonho se tornou real.''

Acordei com uma musiquinha extremamente estranha tocando. Algo como, suspense?
Fechei meus olhos e os abri várias vezes, até que me sentei e vi que aquilo vinha de algum rádio ali.
Olhei em volta e vi Justin, em pé, pegando uma roupa para colocar, apenas com a toalha em seu corpo.
Mas que diabos ele esta fazendo em pé sem ao menos me avisar?
-Justin?-o chamei.
Ele virou seu corpo lentamente e me olhou. Seus olhos transmitindo fogo e escuridão.
Meus pelos se eriçaram, com medo.
Não, isso é um pesadelo certo ?

-Finalmente acordou amor.-Justin sorriu de lado sem mostrar os dentes e andou até mim.
Algo em mim me alertava ''fique longe dele''.
Me descobri e me afastei enquanto ele se aproximava.
-O que houve com seus olhos?-perguntei ainda encarando aqueles olhos negros.
-Nada.-ele sorriu. Não parecia o sorriso doce de Justin, era um sorriso que eu nunca tinha visto.-Ei, eu estou feliz por ter acordado e você parece que... esta fugindo de mim?
Aquilo saiu como uma pergunta. Ele parecia não acreditar que eu estava  fugindo dele mas ... nem eu mesma acreditava.
-Não.-eu disse tentando manter a calma.-Mas algo aconteceu com você. Seus olhos estão negros Justin.
Ele se virou olhando para minha penteadeira e se olhou no espelho.
-Eu não devo ter recuperado tanto minhas energias para voltar com os meus olhos de humano...-ele disse se sentando na cama e me olhando.-Me desculpe por isso.
-Tudo bem.-garanti a ele.-Mas acho melhor você ficar no quarto hoje.... meus pais podem ... ahn, ficar assustados com você.
-Tudo bem, eu fico mas antes vou fazer um lanchinho lá embaixo porque estou faminto!
Antes que eu pudesse impedi-lo, ele se levantou, abriu a porta e saiu.
Me levantei da cama rapidamente e o segui.
Ele desceu rápido para a cozinha e quando cheguei lá, ele estava abrindo o freezer e pegando algo.
Olhei confusa para ele e então, vi o pedaço de bife em sua mão.
Espera, o que ele ...
Justin pegou o bife e o mordeu.
Fechei minha boca com uma das minhas mãos por causa da ânsia de vomito que eu senti ao ver aquilo.
-Mas que porra você esta fazendo Justin?-perguntei para ele.
Ele me encarou fazendo uma careta.
-Cadê o sangue deste bife?-ele perguntou.-Está horrível!
-Não me diga?-sorri irônica.-Será que é porque esta cru? Ficou louco?!-fui até ele  e tomei o bife de sua mão o jogando na lixeira da pia.
-Ei!-Justin protestou.-Eu estava comendo!
Me virei perplexa para ele.-E desde quando você come carne crua Justin?
-Desde quando eu senti vontade!-ele me respondeu no mesmo tom.-Mas que porra Madison, eu não vou poder comer o que eu quiser agora?!
Ele abriu a geladeira novamente, pegou outro pedaço de bife e saiu da cozinha pisando forte.
Precisei de alguns segundos para me recuperar daquela situação.
Decidi perguntar pro Ryan se isso era normal.
Subi para o segundo andar e abri o quarto da Mel sem bater.
Ryan estava deitado no colchão no chão , ainda dormindo.
Me agachei com cuidado e o balancei para não acordar Melannie.
-Ryan...Acorda!
Ele abriu os olhos devagar.
-O que foi Mad?
-O Justin esta super esquisito! Ele estava comendo carne crua!-disse apressada.-Você precisa me ajudar com ele!
-Oh não!-ele colocou a mão na boca surpresa e se sentou.-Com certeza enquanto ele estava inconsciente  algo danificou sua parte humana.
-O que isso quer dizer?
-Quer dizer que ele vai continuar comendo essas coisas ... e podemos esperar o pior disso. Quero dizer, carne crua é fichinha perto do que ele pode comer.
-Você tem que me ajudar a parar isso Ryan!
-Eu não sei como.-ele respondeu frustado.-Mas talvez eu ache uma solução. Eu volto logo.
-O que você...-Antes que eu pudesse perguntar o que ele iria fazer, ele desapareceu me deixando ali.
Decidi não acordar Melannie e fui pro meu quarto a procura de Justin. Ele estava deitado na cama, murmurando xingamentos, com a mão na barriga. Com certeza, ele estava com dor de estômago.
-O que foi ?-perguntei me sentando ao seu lado na cama. Ele me olhou. Desta vez a escuridão em seus olhos havia sumido e sido substituída por um vermelho vivo.
-Estou com dor aqui.-ele respondeu passando a mão em sua barriga, nua.
Suspirei.
-O que você queria também Justin ? Você comeu carne crua!
-Eu sei mas ... me deu vontade!
-Ryan disse que algo danificou sua parte humana. Você tem que se controlar até que ele encontre uma solução pra isso, ou você não terá só uma simples dor de estômago , pode ter algo pior ...
-Eu sei, eu sei.-ele se sentou na cama virando seu corpo para mim.-Mas foi mais forte do que eu.
-Tudo bem, mas agora, eu vou pegar um remédio pra você  e você vai ter que tomar tudo bem?
Ele assentiu com a cabeça.
Me levantei e andei até o banheiro , abrindo o armário embaixo da pia  e pegando um remédio que eu sempre tomava quando estava com dor. Retirei um comprimido e fui até Justin novamente.
-Beba.-entreguei o comprimido para ele , e peguei o copo com água que estava no criado mudo ao lado da cama e dei na mão de Justin.
Ele colocou o comprimido na boca e em seguida virou o copo, tomando tudo rapidamente.
-Isso é horrível...-ele murmurou deixando o copo onde estava.-Você vai ficar aqui comigo?
-Eu tenho que tomar banho ainda...-disse.-Você pode ficar alguns minutos sozinho?
-Posso babe.-ele sorriu de lado e se deitou novamente fechando os olhos.
Me levantei da cama e andei até o meu guarda roupa pegando uma calça jeans, e uma blusa larguinha qualquer que Justin comprou pra mim esses dias.


Fui até o banheiro e me despi ligando o registro d’água.
Enquanto a água caia em meu corpo eu procurava entender o que me faz manter a calma com as mudanças tão rápidas de Justin nesses meses.
Ele era um verdadeiro príncipe, ai voltou e começou a me bater, me insultar, pegava outra na minha cara, e mesmo assim, lá estava meu amor por ele, me detonando a cada segundo por dentro. Agora ele depois que eu fugi dele, ele volta, todo mudado , e em poucos dias, entra em um transe de demônio, e eu ainda estou aqui para ajuda-lo.
Será que eu um dia vou cansar disso?
Será que eu vou cansar de ficar com ele nessas condições?
Acho que eu sei bem a resposta.
Óbvio que não.
Como posso me cansar de quem amo?
Talvez as pessoas me achem uma tola por amar tanto alguém que me bateu, e me fez tanto mal, mas eu não consigo não ama-lo.
Ele é uma espécie de droga pra mim. Quanto eu mais uso, mais fico dependente dele.
Será que um dia vamos ter uma casa, onde nosso filho poderá correr por todo o jardim e brincar com seus brinquedos?
Será que um dia eu vou poder sair para passear com Justin e não terá nenhum anjo, ou seja lá que tipo de monstros existe por ai, atrás de mim?
As vezes na vida, eu não terei respostas pra tudo como agora. Mas de uma coisa eu tenho certeza.
Justin esta aqui por mim, e eu estou aqui por ele também.
É como dizem. O amor é cego, e no meu caso o amor é realmente cego, mas isso não me faz desistir dele.
Justin é meu porto seguro.
Não importa os erros que ele cometa comigo. Eu sempre vou ama-lo. E isso já é mais forte do que eu.
Desliguei o registro de água assim que terminei o meu banho. Me enxuguei e me troquei ali mesmo.
Penteei meu cabelo e sai do banheiro.
Justin dormia.
Me aproximei da cama em silêncio e me deitei ao seu lado.
Ele se mexeu um pouco se virando para mim e quando olhei em seu rosto, levei um pequeno susto por ele estar me olhando.
-Achei que você estivesse dormindo...-disse sem graça.
-Eu estava esperando você.-ele passou seus braços em volta do meu quadril e me puxou para mais perto de seu corpo, em seguida, passando sua perna sobre a minha e me prendendo ali.-Você tomou café da manhã?
Fechei meus olhos por um momento sentindo o cheiro inebriante de sua pele.
-Ainda é cedo.-  respondi.-Depois eu tomo.
-Você sabe que agora precisa se alimentar bem.-ele foi gentil ao dizer aquilo.-Você tem algo a mais a se preocupar.
Sua mão tomou levemente minha barriga e ele acariciou ali.
-Gosto disso.-disse deixando um sorriso escapar por meus lábios.-Suas caricias me acalmam...
-Você me acalma também Madison.-ele beijou o topo da minha testa e eu deitei minha cabeça em seu peito fechando os olhos.-Pena que eu queira tanto te matar agora.
Quando ouvi aquilo,abri meus olhos rapidamente e me afastei. Justin segurou firme em meus pulsos me mantendo presa ali.
-O que você esta fazendo?!-perguntei assustada.
-Eu preciso de você morta Madison.-ele sussurrou deixando seus olhos negros para mim.-Eu preciso provar sua carne.-ele abriu a boca me prendendo perto dele.
Madison. Madison.Madison.
Sua voz me aterrorizava.
E então, eu abri meus olhos, deixando a claridade invadir minha visão.
Tentei me recompor enquanto me sentava na cama e via o Justin imóvel ali do meu lado.
Então tudo não passou de um terrível pesadelo?
Soltei um suspiro doloroso de dentro de mim e deitei no peito frio de Justin, deixando que minhas lágrimas molhassem sua camisa.
Eu estava muito assustada com tudo aquilo.
Parecia tão real.
Mas ele continuava em transe ali, e aquilo tinha sido só mais um sonho ruim.
Na verdade, o pior sonho que tive até hoje.
-Por que esta chorando?
Ouvi um sussurro vindo do meu lado e levantei minha cabeça vendo Justin de olhos abertos.
-Justin!-a abracei forte e senti suas mãos me abraçarem com cuidado.-Você acordou!
-Você ainda não me respondeu amor, porque estava chorando?

Continua...
Gif

Super recomendo  Lost in Paradise

Gente, eu to mega super irritada e frustada. Eu tinha escrito um capítulo enorme, e então o word travou e salvou só metade, ai eu tive que reescrever e eu não gosto de reescrever então eu criei outro capítulo. Ai Ai isso é muito frustante mas que bom que eu consegui postar pra vocês.  Desculpem a demora, eu não estou tendo tempo de mexer no computador. Toda vez que entro só fico um pouquinho no face porque minha tia me vigia muito. Logo eu vou voltar pra minha casa e vou postar normalmente.
Obrigada por todos os comentários no capítulo anterior! Eu amo/vivo vocês meus anjos s2
Agora sobre a ib, uaaaaaaaaaaaaaaaaau, tudo foi um sonho? Como assim ?
Não acredito nisso. ajahshsjdkdkdkdjdj ta eu acredito, pq foi eu que escrevi (avá).
Justin enfim acordou e eu to muito feliz que tudo isso não passou de um pesadelo horrível e vocês?
Ansiosos para o próximo capítulo?
Vou tentar ser mais rápida para postar.
Beijos. Qualquer coisa me chamem no Whatsapp mas vou logo repetindo, eu não sei quando vou postar , por isso não me perguntem isso pq eu não sei mais o que responder.
Amo vocês demais <3