15 de dez de 2013

Penúltimo Capitulo ~~ Danger in Two Heart~~ Seguir em Frente






-Então....


-É claro que eu aceito.-digo com um sorriso nos lábios

-Muito bem, vamos pra casa então pois hoje foi um dia muito cansativo-diz justin fazendo com que os meninos seguissem seu rumo.

-É dá pra me dar uma ajudinha aqui, minha perna não está uma das melhores.-Digo fazendo-o me  levar no colo.

Ele me ajudou a sentar no banco do carona, dando a volta em seu carro e assumindo seu lugar no volante.Vi justin pegar o celular e ler alguma coisa , só que eu nem me dou a curiosidade de perguntar pois sei, que ele não iria falar nada.Seguimos toda a trajetória até a mansão calados não entendi o porque, mas respeitei, justin é muito bipolar, isso eu já tinha entendido.Ele estacionou o carro, e desceu me deixando mais bolada ainda, desci  do carro mancando e cheguei até a porta da casa, adentrei e fui em direção ao meu quarto mesmo.Já que justin deu seu ataque de bipolaridade.Me despi e entrei no banheiro , abri o chuveiro entrando-o no mesmo mas tomando cuidado para que a água não batesse no machucado.Terminei meu banho e me enrolei na toalha,fui até o guarda-roupa peguei um pijama e coloquei , não era nada luxuoso  mas muito confortável.Percebi que minha cama estava arrumada e com lençóis diferentes logo deduzi que Madeline tinha arrumado.Resolvi dormir um pouco, sendo que é a coisa que eu mais faço quando nesta casa, já que Justin não me deixa sair.

~~P.V.O  Justin

Quando encontrei Natasha pela primeira vez, ela não me deu uma das melhores recepções que alguém pode receber,fui atrás dela.E ouve tudo que poderia ter acontecido.Estava me apegando a ela, por não ser como essas garotas de se jogar na frente dos caras e querer se aparecer, não, ela tinha sua própria personalidade, ok, ela poderia ser um ótimo par romântico de um criminoso. Que pena, não sabia ela que esta mexendo com Justin Bieber, corre vários perigos, não só de ter vários inimigos mais sim de estar mexendo comigo mesmo.Quando trouxe ela aqui para minha casa, mandei Chris fazer uma completa Biografia da sua vida, não colocaria qualquer estranho em minha casa, como todos sabem não confio em ninguém.Hoje cedo recebi uma ligação de Chris dizendo que mais tarde ele me mandaria um email com tudo que achou sobre Natasha. Ela não é tão esperta quanto imagina, eu sei que ela já entrou em meu escritório duas vezes e que mexeu na minhas estantes, sei que ela tem raiva de mim por meu pai ter matado o seu pai.Quando estávamos saindo do Treinamento, recebo uma mensagem de Chris dizendo que tudo estava descoberto, e que eu não teria uma das minhas melhores notícias.Isso me fez ficar bem frio com Natasha creio que ela não estava entendendo nenhum pouco a minha mudança de humor repentina com ela, mas que se foda.Estacionei o carro de qualquer jeito deixando ela lá dentro e entro com tudo em casa indo em direção ao escritório, ligo o notebook e entro na minha caixa de mensagens que tinha uma de Chris abri e comecei a ler:

Justin eu fiz um completo check-up sobre a vida de Natasha, seu nome completo é Natasha Croow ela é  filha de James Croow e Louise Crow. Tem 21 anos e passou a maior parte da sua vida morando com a sua avó e seus primos, o por quê? porque simplesmente seu pai foi morto no dia da ceia de natal, não só ele como sua mãe e todos os parentes que estavam ali.Quem o matou? Jeremy Bieber, sim justin seu pai o matou, mais ele não foi descoberto porque pagou propina para os policias , e tambem quem se ousaria a  enfrentar Jeremy, já que não havia testemunhas.Segundo minhas fontes, Jeremy o matou porque ele tinha dado informação aos policiais que queriam  pegar seu pai, ne um esquema de roubo que ele iria fazer, jeremy descobriu e se vingou matando Croow, fui até a avó de Natasha dizendo que era amigo de Natasha, e que eu teria que fazer uma biografia sobre ela, contei algumas abobrinhas que ela caiu, ela me disse que Natasha desde pequena tinha em mente que daria um fim em Jeremy e em toda a sua família, então meu querido Bieber você está dando o seu pescoço de mão beijada para essa garota.   Chris 


Uma fúria subiu em meus olhos como eu poderia está dando tanta confiança assim para essa garota, há mais ela vai me pagar e muito caro.Abri a porta com tudo e subi correndo as escadas procurando Natasha, abri a porta de seu quarto com toda força fazendo ela bater-se contra a parede, ela acordou meio atordoada por conta do barulho e eu parti pra cima dela, fui distribuindo tapas em seu rosto e ela se esquivava, eu via em seus olhos a confusão que aquilo tudo estava acontecendo em sua mente. A puxei com tudo fazendo ela cair no chão, fui chutando sua barriga e ela tentava colocar a mão  para que não acontecesse , ela conseguiu sair do chão e correu para trás da cama, ficando eu de  um lado e ela de outro.

-Está louco Bieber?-ela disse

-Louco?? Estou muito pior que isso, você não sabe com quem se meteu Natasha Croow! Esse é seu nome não é mesmo?Sua Vagabunda......Vadia-digo fazendo-a arregalar os olhos  e a expressão do seu rosto todo mudar.

-Como que você sabe o meu nome?-diz

-Ah....Mais você acha que eu sou burro?Você acha mesmo que eu colocaria uma garota que eu nunca vi na vida na minha própria casa? Sem ao menos saber sobre a sua vida? Eu mandei fazer uma biografia sobre você eu sei que você perdeu seus pais quando era criança e quem os matou, foi o meu pai.Então quer  dizer que você se infiltrou na minha vida pra matar a mim e ao meu pai.Você acha mesmo Natasha que eu  caíria nesse seu joguinho? Minha filha eu sou o Fodão de toda a America do Norte.

-Cala a  sua boca suja quando falar da minha família, sim eu queria acabar com você e com seu pai, sabe porque Bieber? Porque quando você estava se divertindo no Natal com seu papaizinho eu estava sofrendo sem meus pais, mais você não sabe o que é isso. Você é fruto de uma merda, então você não poderia ser pior.-digo e ele parte pra cima de mim me batendo mais ainda,eu dou um tapa estalado em seu rosto fazendo me olhar com mais fúria ainda e rumar minha cabeça com toda a força contra a parede, a única coisa que eu vi antes de minha vista escurecer foi dois garotos tentando tirar Justin de cima de mim, depois disso eu apaguei.

~~P.V.O  Justin


Estava andando de um lado pro outro da sala tentando controlar minha fúria, enquanto Ryan e Chris tentavam me acalmar.

-Bro você quase mata a garota, se nós não estivéssemos chegado a tempo,de tirar você de cima dela.-diz Ryan fazendo Chris concordar

-Ah...Mas foi ela quem procurou isso, ela não quis se meter com os Bieber's, então ela que aguente.

-E porque você fez isso com ela?-diz Ryan, contei toda a história pra eles, que ficaram de boca-aberta com todo o acontecido.Mas Ryan fez um comentário  que parecia que ele estava do lado dela.

-Mas Justin, veja o lado da garota, ela perdeu os pais dela.Sim mesmo que ele fez por onde ok?! isso eu entendi.Mas se fosse com você, se ponha no lugar dela tenho total certeza que você também queria dar um fim,na pessoa que matou seus pai.-Diz Ryan fazendo eu levantar do sofá com fúria.

-A então quer dizer que você, está do lado dela? Ok Ryan quer ir lá também consola-la? Vai seu Traira-digo

-Vai com calma ai Bieber, não se altere ele só fez um comentário.-Diz Chris como sempre muito cauteloso.

-Vai com calma? Um dos meus melhores amigos ficando do lado daquela Vadia, me poupe-digo fazendo Ryan se levantar e ir em direção a porta e se virando.

-Pense bem bro, e veja se eu não estou certo.-diz e abre a porta,fechando-a  com força.

-Me deixe sozinho Chris-digo fazendo chris ir embora tambem.

Eu tinha que esbanjar minha fúria em algo porque , só de lembrar eu tenho vontade de ir lá e quebrar a cara dela de novo.

~~P.V.O    Natasha.

Fui abrindo meus  olhos com muita dificuldade, tentando me acostumar com a claridade do local onde eu estava.Minha cabeça e minha barriga doía muito,virei minha cabeça um pouco e notei que tinha um rapaz sentado no Sofá, que logo notou que eu tinha que acordado e veio em minha direção.

-Olá Natasha.Como está se sentindo-diz ele  mostrando preocupação

-Estou um pouco zonza e minha cabeça e barriga dói muito.-digo  colocando a mão sobre minha barriga.-Como é seu nome mesmo?

-É Ryan, e eu vim aqui pra te dar um conselho, como um amigo mesmo.-diz ele me olhando.

-Pode dizer.-digo simples

-Todos dessa casa, já sabem qual era seu intuito em se aproximar de Justin.Eu já sei de toda história não achei certo o que você fez, mas também eu entendi seu lado, mesmo não concordando.

-Qualquer um em meu lugar faria isso, vingaria a morte de seus pais.-digo tentando me sentar algo que foi em vão, pois só fez minha cabeça latejar mais e mais.

-Eu entendi.Para não ficar pior pra você, porque se não fosse eu e Chris de tirar Justin de cima de você, nem sei se estaríamos tendo essa conversa.

-E como vocês souberam o que estava acontecendo?-digo arqueando a sobrancelha para ele

-Chris que descobriu tudo, sobre você então viemos aqui pra saber como justin estava reagindo a tudo isso, mas até ai eu não sabia de nada,só depois que justin me contou.

-Entendi é....Obrigada então por ter me ajudado.-digo sorrindo mais um sorriso sincero.

-De nada, mas eu acho melhor você ir embora logo dessa casa, não precisa se preocupar eu cedo meu apartamento pra ti , até você encontrar algum lugar pra ficar.-diz e eu balanço a cabeça assentindo.

-Muito obrigada Ryan de coração mesmo.-digo ele sorri.

-Agora a questão é sair daqui sem o justin nos ver.-diz ele rindo me fazendo rir também


----------Continua                                                                                                          Jáaih s2


OOOOOOOii estou em lágrimas aqui só de saber que esse é o penúltimo capitulo, muito obrigada a todas vocês que leem, então espero que gostem desse capii, se eu ficar digitando mais aqui, ai que eu choro mesmo, beijos gatinhas e conversem comigo lá qualquer coisa : http://ask.fm/jaihara   GO  GO  GO  Beeeijos





All That Matters 2ª Temporada - Capítulo 7 ''Fear of intruder''

''Eu fecho meus olhos e o medo me sufoca, pois eu sei que você não esta ali para me salvar''

-Como quer que eu aja? -perguntei.-Estou pela primeira vez tentando ser legal com você Kate.
-Você esta sentindo pena de mim?-ela perguntou.
-Sim, eu estou.
-Acho que ... de tudo que você já me fez isso foi a pior coisa que você já sentiu por mim.-ela abaixou seu olhar e deixou que uma lágrima escorresse de seus olhos. -Eu não quero sua pena Bieber.
-O que você quer de mim então Kate? E por favor, não diga ''seu amor'' porque você sabe que eu não sinto isso.
-Tudo bem...-ela suspirou.-Então apenas me beije, e me faça esquecer quem eu sou.
-O que?
-É isso que eu quero de você Justin. Quero sentir prazer, apenas isso.
Kate deixou que seu lençol caísse e passou seus braços por meu pescoço, se aproximando de mim. Seus olhos estavam fixos em minha boca.
Eu deveria beija-la depois de tudo que fiz?

Deixei os lábios de kate se juntar aos meus e adentrei minha língua em sua boca. Kate soltou um gemido rouco e eu a tirei do meu colo delicadamente.
Parti o beijo.
- Sem sexo por agora Kate.
Ela assentiu.
-Então ... Ahn,vamos sair?
- Kate.-a repreendi. -Como você quer sair depois de tudo o que aconteceu?
-Eu só quero beber um pouco... Vamos vai?- vi um bico se formar em sua boca.- Eu sei que você quer beber tanto quanto eu.
É ela tinha razão. Um martine duplo me faria.muito bem agora.
-Tudo bem.-me rendi.-Tome um banho e vamos para aquele barzinho á duas quadras daqui.
Kate me selou rapidamente com um sorriso no rosto e caminhou para o banheiro me dando uma visão privilegiada de suas curvas.
Assim que ela fechou a porta me deitei em minha cama.
Talvez eu esteja realmente me importando com Kate. Pensei.
Um onda estranha percorria o meu corpo enquanto eu pronunciava essa palavra. Se qualquer demônio me visse assim me bateria ... Mas , quem liga? Eu não tenho que ser mal só porque algo dentro de mim grita para que eu seja mal o tempo todo. Eu só tenho que ser eu mesmo. Isso implica em não machucar Kate tanto quanto antes e tentar ser gentil com Madison até que Peter venha me fazer uma visita.  E quando eu encontrar com ele, ele vai pagar tudo que fez pra mim.

P.O.V Madison Beer

Andei até a cozinha e não vi Eillen. Estava quase na hora do jantar e Justin ainda não tinha voltado.
Eu acho que estava sozinha naquela casa e isso realmente não é bom.
Fui para a sala  e me sentei no sofá. Liguei a TV tentando intender o que tinha acontecido hoje.
 Justin me beijou, ele bateu em Kate, ele pediu desculpas e saiu com ela.
O que isso quer dizer?
Que ele se importa com ela?
Eu achei que ele não se importasse com ninguém.
Zapeei pela TV até achar um programa de culinária onde dois caras ensinavam a fazer camarões. Talvez fosse algo útil para se assistir.
Me deitei no sofá, e assim que fiz isso ouvi um baque atrás de mim.
Me sentei rapidamente e vi alguém correndo para o andar de cima.
Não, não era Eillen ....
Meu coração começou a querer saltar do meu peito.
Ouvi a porta se abrir e deixei um grito escapar.
Era Justin.
-Ei,-ele fechou a porta e me olhou confuso.-o que você tem? Parece que viu um fantasma.
Sua risada me fez ficar mais apavorada do que já estava.
Corri para o lado dele e segurei em seu braço.
-Justin tem alguém aqui!
-O que? Como assim ?
Eu estava vendo TV , e ouvi um barulho, quando me virei para ver , alguém saiu correndo lá pra cima!
-Você viu quem era?-ele pareceu ficar tenso ao meu lado.
Balancei a cabeça negativamente.
-Eu to com medo Justin ...
Ele suspirou.
-Você não precisa ter medo comigo aqui. Não estou sentindo a presença de nenhum demônio, nem anjo ... provavelmente é algum ladrão, eu vou ver lá em cima e você fica aqui ok?
-Ah não, por favor, não me deixa aqui sozinha!-implorei.
Ele revirou os olhos.
-Tudo bem. Fica atrás de mim.
Assenti.
Justin andou calmamente para o andar de cima. Subimos a escada , e quando chegamos no corredor, ele pareceu ficar mais em alerta.
Fiquei me perguntando porque ele não abria as portas e olhava por todos os lugares como nos filmes, mas ele parecia realmente saber onde ir.
Justin abriu a porta do meu quarto e então, minha mão foi para a minha boca.
Alguém, que usava uma roupa totalmente preta e um capuz que tampou totalmente seu rosto estava prestes a pular a janela.
-Oh Meu Deus Justin!-gritei apavorada.
-Hey!-Justin gritou rude, mas a pessoa pulou.
Assim que ouvi o baque no chão Justin e eu corremos para a janela, e vimos a pessoa correr para o grande portão e pula-lo.
E simplesmente a pessoa desapareceu.
-O que foi isso?-Justin pareceu perguntar a si mesmo.-Que tipo de humano pula de uma altura dessa e não se machuca?
Ele abriu sua boca incrédulo.
-Eu não sei ...-respondi, mesmo sabendo que ele não tinha me perguntando.
Eu ainda estava tentando entender aquela situação.
Justin abaixou a janela, e a fechou com o pino, a travando.
O medo ainda estava em meu corpo. Eu estava tremendo.
Eu queria sair dali. Ir para um lugar onde ninguém pudesse me achar.
-Você esta bem Madison?-Justin me encarou com um olhar doce e segurou em minhas mãos.-Não se preocupe, seja quem for não vai mais entrar aqui.
-Mas ... eu to com medo.-murmurei.
-Vem, vamos jantar e eu preciso falar sobre você pronunciar o nome de Deus nessa casa.
Ele segurou em minha mão e foi me arrastando para a cozinha , quando chegou lá eu me sentei á mesa.
Eu não estava me sentindo muito bem, não mesmo.
As coisas rodavam a minha volta.
Eu tinha me esquecido de como viver com o Justin era tão cheio de adrenalina assim.
-Eileen!-ele gritou em direção a porta de saída da cozinha.-Onde você esta mulher?!
-S-enhor Justin?-Eileen apareceu na porta com uma toalha em seu cabelo.-O senhor me chamou?
-Não, claro que não, eu te pago pra você não fazer o jantar pra mim!-ele foi rude.
-Oh me desculpe, eu achei que iria demorar e ...-ele a interrompeu.
-Sem desculpas. Eu quero apenas que você volte para o seu quarto.
-Oh, tudo bem.-ela assentiu e logo se retirou dali.
-Justin ...ela não ouviu a pessoa que estava aqui ?-perguntei.
Aquilo era realmente estranho.
-Eileen estava no banho, e provavelmente ela não ouviu ... Mas amanhã conversarei melhor com ela. Vou pedir uma pizza para jantarmos tudo bem?
Assenti com a cabeça e Justin tirou seu celular de seu bolso.

-Madison você mal tocou em sua pizza...-Justin me encarou e deixou seu prato de lado.
-Eu só não estou com fome ...-disse dando de ombros.
-Você esta assustada com o nosso ''visitante'' não é ?
-Um pouco.-concordei.
-Eu já disse que não precisa ter medo ... Se ele voltar eu o pego.
-Mas e se ele estiver atrás de mim? E se ele me pegar antes?-indaguei.
Justin riu debochado.
-E você acha mesmo que eu deixaria? Qualé Madison você já foi mais inteligente.
-Como assim?
-Você sabe que desde o inicio eu nunca deixei que ninguém relasse a mão em você e não é agora que eu vou deixar. Ainda mais quando eu preciso de você.
-Precisa de mim?-minha boca foi ao chão.
-Preciso que Peter venha até mim e você me ajudará nisso.
Espera ele realmente disso?
Eu estava esperando que ele me dissesse coisas lindas agora e ele realmente me diz isso?!
Me levantei da mesa fazendo com meu garço batesse forte em meu prato.
Justin se levantou junto por instinto.
-Onde você vai?-ele perguntou e segurou o meu braço me fazendo olha-lo.
-Vou pra sala assistir tv.
-Por que não termina sua pizza? Madison eu comprei pra você comer!
-O.K Justin mas talvez seja melhor eu morrer de fome já que de qualquer jeito eu vou morrer não é mesmo!-cuspi. Ele me olhou perplexo.
-Do que você sta falando?
-Eu já entendi o seu jogo Bieber. Você me trouxe aqui para me entregar ao Peter e virar humano novamente não é ? Você está me enganando com essa história de ''proteção'' porque você me quer só pra você para me usar.
-É eu quero te usar, mas de outra forma.


Continua...
Gif

CLIQUE ALI DO LADO E DEIXE SEU TWITTER PARA QUE EU AVISE QUANDO CADA CAPÍTULO FOR POSTADO!

Oi meninas akajsjsjdkdkdj parei na melhor parte de novo uhulessss
Queria explicar porque demorei pra postar e porque provavelmente demorarei pra postar o próximo capítulo. Eu mexo muito no computador, se eu não estou nas redes sociais eu to escrevendo, se eu não to escrevendo pelo computador eu to pelo celular ... eu tecnicamente nunca paro de mexer em nada, porém hoje/ontem minha mão começou a doer muito, e eu realmente fiquei preocupada porque podia ser uma tendinite (escrevi certo?) e kra, é minha mão direita, eu uso ela pra tudo , tipo escrever, tocar violão, mexer no celular, comer etc... ai eu meio que fiquei bem preocupada, porque eu não gosto de ficar doente principalmente com coisas que eu nunca tive. Eu estou/estava preparando uma nova ib, que eu iria começar a postar quando a Jaah saisse do blog. Porque eu realmente não sei se abrirei vagar para novas meninas postarem aqui...mas enfim, ai eu estava mexendo muito no pc nesses dias e pá, minha mão ficou doendo muito e eu não tava conseguindo segurar o mouse, nem digitar sem que doesse. Ai eu parei, fui ver tv, fiz massagem na minha mão com um creme que eu achei aqui e por fim deu uma melhorada ai eu resolvi escrever isso pra vocês. Bom é isso, eu vou dar uma diminuída no ritmo de postagem eu acho ... pelo menos vou tentar para que eu não fique doente mesmo e tenha que parar de postar por semanas e acho que ninguém quer isso certo?
Espero que entendam.
Vou dar o meu máximo para postar todos os dias como sempre, mas talvez os caps fiquem pequenos, sei lá.
_

Uau. Justin que frase final foi essa meu amigo? Eai gente alguém ja tem ideia do que vai rolar no próximo capítulo? hahahahaha pena que eu não posso falar.
Ahhhh só uma coisa, eu tava lendo como smp os comentários de vocês ai me disseram que eu tinha me inspirado em 50 tons de cinza e tal. Mesmo q eu goste dos livros eu não me inspirei, e adoraria conversar sobre onde e porque isso aqui se parece com 50 tons de cinza pq eu não entendi até agora .-. 
Não que eu me importe com comparações mas ... eu não me inspirei em nada além de músicas para fazer esta ib. É isso.
Um grande abraço e um beijo no coração de cada uma de vcs hahah obrigada por tudo!
Curtam minha page (aqui)  e me sigam no instagram (aqui) pf? Obrigada.
Amo vocês <33

Meu wpp : 019982351663
Quero fazer uma pergunta sejam sinceras;Quem daqui não sabe o meu nome?