30 de dez de 2011

Capítulo 16 ണarry yഠu ♔

Acordei com um beijo na testa que minha mãe acabara de dar em mim.O sol entrava pela janela, mas desta vez não queimou minha pele. Não devia ser muito tarde, mamãe ainda estava em casa , então era de manhã.
-Bom dia mãe.
-Bom dia filha ! Vamos acordar ? Você tem acordado muito tarde ultimamente e isso é ruim ...
-AH!Deixa eu dormir só um pouquinho mãe ? Prometo que acordo cedo.
-Não, não mocinha e além do mais seus amigos estão te esperando na sala.
-Amigos? Que amigos ?
-A Alexia e o Gustavo.
-O que eles querem ?
-Eu não sei mas eles querem falar com você.
-Ok, vou me arrumar.
Minha mãe assentiu e saiu . Eu peguei uma roupa fresca e fui até o banheiro. Escovei os dentes e tomei um banho rápido. Sai do meu quarto as pressas com medo deles terem ido embora. Quando entrei na sala, eles estavam lá . Conversando e sorrindo.
-Até quem fim a Bella Adormecida acordou .- disse Gustavo, vindo me abraçar.-Bom dia linda.
-Bom dia Guh.
Alexia veio me abraçar também.
-BOM DIAA FLOR DO DIA!
-Bom dia SUUA LINDA!A que devo a honra desta visita matinal ? - ela riu do meu jeito formal.
-Boba, viemos te convidar para passear no shopping!Lembra aquele bolsa da channel roxa que eu quero ? Então, esta em liquidação, ainda está cara mas eu vou comprar.
-Você é louca de gastar tanto dinheiro com uma bolsa!
-Não sou , mas porque você não compra aquele bolsa preta que você quer também ?
-Por um simples motivo, eu não posso tirar o dinheiro do meu fundo de estudante e além do mais acho que vou tentar tirar carta novamente.
Eles riram.
-Boa sorte, cuidado com os idrantes.- disse Gustavo rindo.
-Bom, eu vou tentar.
-E então amiga , você quer ?
-Sim, mas vou tomar café da manhã antes ta ?
-Oba, estou morto de fome.-disse Gustavo , indo para a cozinha.
-O Gustavo não muda mesmo hein!- eu disse rindo, indo pra cozinha. Alexia me acompanhou. Minha mãe estava servindo o café para Gustavo, nos sentamos junto com ele e comemos os pães de queijo que ela havia feito. Alexia e Gustavo, eram tipicos americanos. Mas foram muitas vezes me visitar no Brasil quando eu morava lá , então eles estavam acostumados a comer comida brasileira. Depois que comemos, fui até meu quarto e peguei minha bolsa, com um dinheiro para um lanche e meu celular. Fomos para o shopping. Não queriamos acompanhar a Alexia até a loja da Channel, provavelmente ela viria falando com a bolsa o caminho todo, isso se não brigasse com a vendedora para não tocar na bolsa. Ela ficaria discutindo por muito tempo como a vendedora como poderia pegar a bolsa sem tocar nela. Deixamos Alexia na Channel e fomos sentar em um banquinha ali perto. Tinha uma fonte linda á nossa frente. Não havia muitas pessoas.Era de manhã e as lojas estavam abrindo ainda. Gustavo me fitava pensativo. Eu corei e ele sorriu.
-O que você fez nas férias ?- perguntei, tentando quebrar o silêncio.-Eu duvido que você e seu amigos ficaram nadando...com as meninas.
-Bom, eu não nadei muito, fiquei falando com a July.- ele olhou pra mim, como se esperasse um ataque de ciúmes.
-July? Quem é essa ?
-A filha do dono da fazenda que ficamos. Ela é legal...
-Fico feliz por você...an...rolou alguma coisa ?
-Nos beijamos . - disse ele sorrindo.
-Ela gosta de você ?
-Não sei...
-Você gosta dela ?
-Não, gosto de outra garota.- ele me fitou.
-Outra ? Que outra ?
-É segredo.
-E desde de quando você deixou de me contar seus segredos ? Sou sua melhor amiga certo ?
-É...mas é complicado.
-Se você não quer falar tudo bem mas... e seus amigos? O que ficaram fazendo ?
-Tinha um campo de futebol, eles ficaram jogando... O Lucas e o Thomás aprenderam a cavalgar ... eles cairam tantas vezes.. foi engraçado.- disse ele reprimindo uma rizada.
Nesse momento Alexia apareceu.
-GENTEEE! OLHA!- ela mostrou a bolsa, era linda. Devia ter custado uma fortuna.-É LINDA NÉEE ?
-QUE PERFEITA AMIGA.- eu disse boqueaberta.
-É bonitinha. - disse Gustavo, dando de ombros.
-BONITINHAAAAA ? É PERFEITA !MARAVILHOSA! NUNCA MAIS SE REFIRA A MINHA BOLSA COMO ''BONITINHA'' ENTENDEU GUSTAVO ?- disse Alexia, abraçando a bolsa.
-Nossa!calma.- disse ele levantando as mãos.- O.K. Sua bolsa é maravilhosa... e pelo jeito cara.
-Verdade amiga, quanto custou ?-perguntei curiosa.
-Nem queira saber, você me mataria!
Antes que eu pudesse falar algo meu celular tocou. Era o Justin.
-BOM DIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA MEU AMOR.- eu disse toda sorridente. Gustavo me fitou e saiu de perto de nós. Começou a andar até a escada rolante. O que deu nele ? Alexia nem percebera, estava abraçado com sua bolsa da Channel.
-BOMMMMMMMMMMMMMM DIAA MINHA VIDA!- disse Justin, me tirando dos meus desvaneios.
-Estava com saudades.
-Eu também.
-Quer vir ao shopping ? Eu estou aqui.
-Já cedo ?- pergutou ele num tom de surpresa.
-É, Alexia queria comprar uma bolsa e eu e o Gustavo viemos com ela.
-Ah! Bom amor, tenho uma notícia ruim pra te dar...
-O que é ?
-Não vamos nos ver hoje ... eu agendei todas as minhas entrevistas pra hoje e tenho um dia cheio.
-Porque você agendou todas pra hoje Jus ?
-Pra poder tirar o fim de semana de férias... e poder ficar com você o dia todo.
-A eu vo morre de saudades de você hoje mas se é pra ficarmos juntos, tudo bem...
-Esta chateada comigo ?
-Nunca.- eu disse , colocando um tom animado na voz.
Não estava chateada, nem nada parecido. Só estava preocupada com a saudades que eu sentiria dele .
-Brava ?
-Não, estou com saudades.
-Eu também minha linda... - ouve uma pausa.- Vou ter que desligar ...an... posso te ligar á noite outra vez ?
-É claro que pode meu amor...
-Eu te amo muito Jenny.
-Eu também te amo muito Jus .
~houve uma pausa outra vez~
-Vou ter que ir linda, tchau... vou pensar em você o dia todo.
-Eu também meu príncipe... boa sorte nas entrevistas.
-Obrigada, tchau amor.
-Tchau.
Desliguei o celular e o guardei na bolsa.
-Quem era ? - perguntou Alexia, me olhando . ATÉ QUEM FIM ELA TINHA GUARDADO A BOLSA NA SACOLA.
-Era o Justin.
-O que ele queria ?
-Ele me avisou que não podemos nos ver hoje porque ele tem algumas entrevistas pra ir...
-AH... e cade o Guh ?
-Eu também queria saber!Eu atendi o telefone e ele saiu com uma cara . O que será que deu nele ?
-Ele ouviu que era o Justin ?- perguntou ela, desviando da minha pergunta.
-Sim, acho que sim... mas porque ?
-Tadinho ,ele esta sofrendo amiga.
-SOFRENDO ? PORQUE ?
-Ele tem ciúmes de você e o Justin...
-Ciúmes ? De mim com o Jus ? Porque ?
-Porque...bom...não posso dizer...
-CLARO QUE PODE... ANDA PODE ME DIZER !
-Você promete não contar que fui eu quem falou pra você ?
-PROMETO!ME DIZ AGORA ALEXIA POR FAVOR!
-an... ai amiga ele me disse que ta apaixonado por você !Que sempre esteve , mas percebeu isso agora e disse que foi tarde porque você já começou a namorar outro...
-EU NÃO ACREDITO NISSO...
-Pode acreditar amiga,e o pior que ele esta sofrendo demais...
-Eu preciso falar com ele... - eu ia andar mas Alexia segurou meu braço.
-Eu tenho que ir amiga, mas não quero deixar vocês sozinhos...não quero que briguem.
-Não vamos brigar Alexia , mas... porque você vai embora ?
-Porque minha mãe esta me esperando em casa, vou visitar meus avós perto do Broklen . Volto á noite.
-AH! Bom, dá um beijo neles por mim .
-Pode deixar amiga... vc vai ficar bem ?
-Claro, vou ficar otima...- forçei um sorriso.
Ela me deu um beijo na bochecha e foi embora. Eu não sabia o motivo mas que queria chorar. Fui correndo até a escada rolante . Olhei por cima e vi muitas pessoas, parecia um formigueiro. De onde havia saido todo mundo ? Subi na escada rolante e esperei que ela chegasse até em cima, desci e vi Gustavo. Ele estava falando com uma menina. Fui até ele.
-Gustavo ? Onde você tava ?- perguntei , olhando pra ele. Senti os olhares da menina me fitando.
-Garota você ta cega? Ele esta conversando comigo , da licença . - disse a garota, eu a fitei. Ela era loira, com mechas nas pontas do cabelo. Estava usando um vestido bem curto.
-E eu estou falando com ele . - eu disse ,ela me fuzilou com os olhos.
-Você vai deixar ela me tratar assim Guh ? - disse a garota, olhando pro Guh. Ele a olhou.
-Samantha, você pode dar licença pra gente ... ?
Ela o encarou, mas assentiu. Ela saiu me fuzilando , eu dei de ombros.
-QUEM É ESSA GAROTA ? ¬¬ QUE CRIANÇA!
-Não a afenda pelo menos ela se preocupa comigo...
-Sei,mas não se preocupa mais que eu . - eu dei um sorriso mas ele nem se mexeu.
-O que você quer ?
-O QUE EU QUERO GUSTAVO ? EU QUERO SABER PORQUE DE TANTA IGNORÂNCIA COMIGO , PENSEI QUE EU FOSSE SUA MELHOR AMIGA.
-Você é . -disse ele sorrindo de lado.-É minha baixinha.
-NÃO ME OFENDA OK ? TAMANHO NÃO É DOCUMENTO , PORQUE VC NÃO VAI LÁ FICAR COM A SAMANTHA GIRAFA E DEIXA A JENNY BARATINHA AQUI ENTÃO ?
Ele riu.
-Porque eu amo você baratinha.
Eu ri também.
-Tudo bem, tbm te amo Guh, mas porque saiu correndo ?
-Não sai correndo...
-O.K mas porque me deixou sozinha ?
-Você não estava sozinha, estava com a Alexia.
-Da pra parar de fugir da resposta e dizer logo ?
-Eu estava comprando uma camiseta ...
ERA MENTIRA. CAMISETA ? E ONDE ELA ESTAVA ? PORQUE ELE ESTAVA FUGINDO DO ASSUNTO ? EU NÃO SABIA SE DIZIA PRA ELE QUE SABIA QUE ELE GOSTAVA DE MIM OU GUARDAVA SEGREDO. MEU DEUS, ME AJUDA...
-E cade a camiseta ?
-Está na loja ...
-Posso te pedir um favor ?
-Fala.
-Não minta pra mim, eu sei que não existe camiseta nenhuma e sei a verdade...
-Verdade ?
-Você está apaixonado por mim .
Ele me fitou. Ele parecia preocupado, mas eu podia ver a dor em seus olhos.
-Apaixonado ? Quem disse isso ? QUE MENTIRA.
-É verdade, sem que é. Não importa quem disse mas... você sabe que eu amo o ...
-SIM VOCÊ AMA O FAMOSINHO!
-Não fala assim Guh, isso dói...
-Desculpa.
-Desculpa eu.
-Porque ?
-Sei lá... eu devo ter dado algum motivo pra você gostar de mim ....
-TEVE UM.
-QUAL ?
-Ser tão perfeita, delicada,  meiga, carinhosa, ter esse sorriso lindo...
-NOSSA! AGORA ME SINTO CULPADA.
-Culpada ? Porque ? Deveria se sentir elogiada.
Nós rimos.
-Bobo, me sinto culpada, não sabia que achava tudo isso de mim... não sou nem a metade disso que disse.
-Verdade é muito mais do que isso... - ele se aproximou, acariaciando meu rosto. Eu me afastei.
-Eu amo o JUSTIN, Guh...
-Não podemos tentar ? Tenho certeza que te fazerei a garota mais feliz do mundo...
-Desculpa mas eu amo ele , não consigo enchergar minha vida sem ele...
-Porque não tenta , garanto que será bem melhor...
-Sinto muito mas não quero tentar, não quero que se magooe por minha causa... vejo que esta sofrendo... sinto muito.
-Não sinta, a culpa foi minha... foi eu quem me apaixonei...
-Mas foi eu por quem se apaixonou . Por isso eu sou a culpada...
-Não não ,eu sou o culpado.
-GUSTAVO, DEIXA DE GRAÇA EU SOU A CULPADA E PONTO FINAL.
-PARA COM ISSO.
-PARAR COM O QUE ?
-COM A MESMA MANIA DE SEMPRE, BOTAR A CULPA TODA EM VOCÊ...
-E como ficamos então ?
-Você tem 60% de culpa e eu 40 % ok ?
Eu ri.
-Não estou falando disso , estou falando da nossa amizade ...eu te amo, você é meu melhor amigo.
-ECA! ISSO ME DA ÂNSIA DE VÔMITO.
-PORQUE ?- perguntei surpresa.
-PARECE A MELAÇÃO DAQUELE FILMINHO DOS VAMPIROS , ECA!
-Deixa de preconceito, eu amo aquele filme.... você ainda não me respondeu.
-Vamos fingir que nada aconteceu está bem ?
-Mas ...
-Mas nada, não se preocupa, vou esquecer de você , vou esquecer esse sentimento e serei seu melhor amigo de novo.
-Ter certeza ?
-Absoluta .
-O.K então.
-Vou te levar pra casa, já são duas horas...
-NOSSA! JÁ ?
-Aram , a Alexia demorou naquela loja...
Eu ri.
-Vamos então .
Fomos o restante do caminho em silêncio. Quando cheguei em casa mamãe e papai não estavam . Peguei um filme de música, e coloquei pra assistir. Era estranho mas eu não queria pensar. Mas era impossivel, eu me lembrava do rosto de Gustavo, triste e isso me deixava triste... Meus olhos se encheram de lágrimas e eu começei a chorar. Coloquei a almofada do sofá no rosto tentando abafar o choro, era dificil. Eu olhei o filme, as pessoas riam felizes, cantavam. Fiquei olhando aquela imagem cheia de lágrimas nos olhos até que adormeci. Fui acordado com um toque macio em minha pele. Abri os olhos. Era o Justin. Seus olhos me fitavam curiosos. Eu me sentei e o abraçei.
-O que faz aqui meu amor ?
-Bom, eu sai de uma rádio aqui perto e ao invés de só ligar resolvi te ver ...
-EU TE AMO. - eu disse pra ele. Meus lábios procuraram os deles, famintos, quando acharam eu pude sentir seu alito, seu cheiro eu o abraçei.
-Você ta bem ? - ele me olhou confuso.
-Com saudades de você ... - eu me inclinei e sentei em seu colo, o abraçando .
-Seus pais estão em casa...- disse ele rindo .
Eu me sentei no sofá novamente. Eu fiz bico.
Ele beijou a ponta do meu nariz. Eu sorri, ele sempre me fazia sorrir, com coisas tão simples...
Meu pai apareceu , pigarreando, olhando em minha direção. Minha perna estava sobre a perna de Justin, eu a tirei de lá. Justin olhou pra mim , reprimindo uma risada.
-Dormiu a tarde toda filha ?
-Sim pai, depois qeu cheguei do shopping, que hrs são ?
-SÃO  7 HORAS ...
-NOSSA! DORMI DEMAIS.
-É mesmo, parece que andou chorando...
Justin e ele me fitaram. Justin pegou na minha mão e eu forçei um sorriso.
-Não pai, eu não chorei só estava com sono... vou lá em cima lavar o  rosto...cadê a mamãe ?
-Ela esta na cozinha ...Ela convidou o  Justin pro jantar...
-Você vai jantar com agente ? - perguntei pra ele. Um sorriso se formou no meu rosto.
-Sim. - respondeu ele . Eu o abraçei , feliz.Meu pai pigarreou outra vez. Eu me afastei do Justin.
-An... eu vou pro meu quarto lavar o rosto do banheiro ta ? Justin vem cmg ?
-Se não tiver problemas... - disse ele olhando pro meu pai.
-Deixem a  porta aberta.... - disse meu pai indo na direção da cozinha. Nós assentimos. Eu puxei o Justin até meu quarto. Ele se sentou na cama , e eu fui no banheiro lavar o rosto. Me olhei no espelho. Nossa! Eu estava horrivel!Tinha olheiras embaixo dos olhos. Meu cabelo estava todo bagunçado. Lavei o rosto e enxuguei-o com a toalha. Pentiei meu cabelo e o prendi num coquê.Quando sai do banheiro Justin me deu um sorriso lindo, fui até ele.
-Eu amei saber que você vai jantar aqui hoje...
-Amor, posso te fazer uma pergunta ? - perguntou ele me olhando.
-Claro anjo.
-VC chorou né ?
-Sim... - eu disse abaixando a cabeça.
-Porque ?
-Não foi nada demais, não quero falar sobre isso mas ... vamos jantar tá ? Minha mãe esta esperando agente.
 Ele assentiu me dando um beijo perto dos meus lábios. Eu arrepiei e ele riu.
Fomos abraçados até a cozinha, mamãe estava pondo a mesa. Eu a abraçei e sentei do lado do Justin. Justin comeu feijoada. Vi as caretas que ele fez, eu também não gostava muito de feijoada. Ele comeu a sobremesa sorrindo. Era um brigadeiro que minha mãe tinha feito... estava delicioso. Nós nos olhamos sorrindo. Eu sabia o que ele estava pensando , estava pensando na nossa guerra de brigadeiro do outro dia. Minha mãe olhava pra gente sorrindo, meu pai olhava curioso , meio preocupado, era dificil saber o que se passava na cabeça dele. Depois do jantar , eu me senti um pouco cansada. Justin insistiu para que eu fosse dormir , então eu disse para que ele ficasse comigo até que eu pegasse no sono. Meus pais assentiram, com uma condição : a porta tinha que ficar aberta. Eu o puxei até meu quarto. Ele se sentou nos pés da cama, eu entrei no banheiro e coloquei o meu pijama. Quando sai minha cama estava arrumada. Sorri e me deitei, abraçando a mão dele.
-Dorme com os anjos. - ele disse , me dando um beijo da bochecha.
-Eu te amo . - eu disse sorrindo .
-Eu tbm te amo princesa. Agora dorme, você perece cansada.
-O.K boa noite.
-Boa noite.
Fechei os olhos e senti o toque se sua mão em meu rosto, em meu braço. Era um toque quente... macio... ouvi ele cantar baixinho pra mim. Era OLLG, eu sabia . Sorri e abraçei sua cintura. Ele colocou seus braços a minha volta. Ele continuou cantando até que eu dormi. (...)

3 comentários:

  1. Ta perfeeeeeeeeeeeito, parou de fazer pq amor ? continuaaaaaaaaaaaaaaaa !!

    ResponderExcluir
  2. perfeitooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  3. LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!! PORQUE PAROU DE FAZER ? QUE MAIS..MAIS..MAIS..

    ResponderExcluir