14 de fev de 2012

Capítulo 7 ''Forever you ''

 Ryan saiu do dormitório e eu tranquei a porta. Me sentei ao lado do Justin e fiquei acariciando seu rosto. Tão lindo... tão cheiroso... deixei algumas lágrimas cairem. Era horrivel ver o Justin naquela situação. Eu não podia continuar fazendo ele sofrer, é eu não podia. Mesmo que doesse em mim, ele não poderia mais sofrer.

Justin dormia. As vezes ele mexia mas não acordava. Fiquei acariciando seu cabelo, seu rosto... até que ele abriu os olhos.
-Jus ?
-Anne ? Ai!- ele colocou a mão na cabeça devia estar com dor de cabeça, já era de se esperar depois de ter bebido aquela garrafa de Vodka, ele ficaria de ressaca.-To com dor de cabeça...
-Também, depois de ter se embebedado tanto ... só ia dar nisso!
-Ta brava comigo ?
-Não, mas estou muito chateada... porque você comprou drogas ? FICOU MALUCO ?!
-Eu queria esquecer você...
-SE DROGANDO ?
-Desculpa...
-Não peça desculpa á mim Justin... acho que sou eu que devo pedir desculpa.
-É claro que não...- ele se sentou na cama- eu sempre faço besteira!
-Umas dessas besteiras foi se apaixonar por mim...
-O que você quer dizer com isso ?
-Justin... você é o amor da minha vida, eu te amo de uma forma que não consigo conter dentro do meu coração, eu amo seus sorrisos, seu cheiro , seus beijos... eu te amo de verdade.- ele me olhou sorrindo e se aproximou de mim, eu me afastei.- Mas... eu te faço sofrer... eu não quero que ninguém saia magoado, não quero ver você sofrer... quero que viva sua vida, sem mim...- eu olhei nos olhos dele, ele parecia confuso.-É isso...- eu me levantei, talvez ele não estivesse intendendo nada do que eu estava falando, mas depois ele entenderia. Andei em direção á porta e quando fui abrir, senti mãos me puxando. Me virei e fitei o Justin, ele me olhou e me beijou. Senti seus lábios macios no meu. Pude sentir a preocupação em seu beijo, eu não afastei ele. Eu queria beija-lo, seria nosso último beijo... esse seria o fim de tudo isso. Quando ele parou de me beijar e eu o olhei. Passei a mão em seu rosto, o acariciando. Justin fechou os olhos. Era bom sentir a pele dele, era macia...Meus olhos se encheram de lágrimas.
-O que foi ? - perguntou ele me fitando, confuso.
-Não podemos mais ficar... juntos .
-EU TE AMO Anne ...
-Eu tbm te amo mas...
-Mas o que ? Ama mais o Cody do que á mim ?
-Não, eu te amo mais... só que o Cody é como um irmão, não quero decepiciona-lo, desculpa...-me virei e destranquei a porta. Sai do dormitório dos meninos sem olhar para trás. Fui correndo pro dormitório das meninas, eu queria muito chorar. Quando cheguei, me deitei na cama, e começei a chorar. Estava doendo muito... eu amava muito ele... eu queria estar com ele, mas o Cody... eu não podia magoa-lo, ele é uma pessoa incrível, sempre me ajudando... sempre sendo amigo... não quero perder a amizade dele. Meu travesseiro estava começando a ficar encharcado , mas não importava. Minha mãe sempre dizia que o amor dóia, eu dizia que ela estava errada mas ... agora eu percebi que ela tinha razão. O amor dói e muito.
As horas foram passando, minhas lágrimas pareciam não ter fim, havia um buraco em meu peito, ele nunca se fecharia, sempre doeria... eu sempre me lembraria do Justin... sempre.
Depois de um tempo eu dormi.
Quando acordei, Cody estava do meu lado.
-Cody ? - perguntei confusa, me sentando na cama. O que ele estava fazendo ali ?
-O que foi meu anjo ? Estava chorando ?
-Não... é só que ...
-Ei você sabe que pode me falar tudo não é ?- eu abraçei ele e começei a chorar, eu não queria falar, eu não podia mas os braços do Cody me davam segurança... algo que eu precisava naquele momento. Fiquei chorando por alguns minutos, Cody me abraçava com força, e dizia que tudo ia ficar bem. Eu estava fazendo tudo errado. Eu menti pro Cody... o trai, eu era um mostro... eu era uma mentirosa. Eu não merecia nenhum deles, essa era a verdade.
Quando parei de chorar, eu estava cansada, minha cabeça doía... mas a dor não era tão grande como a do meu coração.
-Quer falar sobre o que te fez chorar ? - balancei a cabeça negativamente, eu não conseguia nem olhar nos olhos dele.-O.K... é por causa da sua mãe ?- eu fiquei quieta, se ele quizesse achar que era por causa dela, seria melhor, eu não teria que dar explicações...-Lembra daquela vez que eu fui almoçar na sua casa ? Quando eu fui pedir pro seu pai deixar eu te namorar ?
-Lembro...
-Lembra o que eu disse á ele naquela dia ?

(FLASHBLACK)


Hoje era um dia muito importante pra mim, Cody viria para falar com o meu pai. Eu disse para minha mãe que estava namorando mas como meu pai era um pouco conservador, eu queria contar pra ele com o Cody do meu lado. Eu me arrumei e desci para tomar o café da manhã. Minha mãe estava radiante, ela olhava pra mim com um sorriso enorme. Meu pai começou a ler seu jornal, enquanto eu comia minhas panquecas. Depois do café, meu pai foi para o quarto, ele tinha que fazer uns relatórios sobre o roubo de um banco. Ele é jornalista de uma editora famosa aqui em Los Angeles. Eu fiquei ajudando minha mãe nas tarefas de casa, arrumamos a cozinha, o meu quarto e a sala. Deixamos a casa bem limpinha. Depois subi pro meu quarto e fui fazer minha lição de casa. Amanhã era segunda e eu teria que entregar todos os meu deveres prontinhos ou ficaria com ''F'' . Eu não conseguia me concentrar nos deveres, eu estava muito feliz. Eu amava muito o Cody, ele sempre foi muito legal comigo... sempre me deu concelhos, ele era o melhor namorado melhor amigo do mundo e hoje ele viria para almoçar com agente. Me concentrei nos deveres e terminei todos eles, olhei no relógio, era 11:23 da manhã. Logo Cody chegaria, eu precisava me arrumar. Entrei no banheiro e tomei um banho rápido, sequei o meu cabelo e fiz cachos nas pontas, fiz uma maquiagem leve e vesti essa roupa :
                                                        (ignorem a bolsa )
Quando desci até a sala, vi Cody sentado no sofá, falando com minha mãe, ele estava lindo, como sempre. Ele sorriu, se levantou e me beijou. Minha mãe nos deixou á sós enquanto ela chamaria o meu pai. Cody e eu nos sentamos no sofá.
-Você esta linda princesa...
-Você também está meu anjo!
-Eu to com medo...
-Medo ? Dê que amor ?
-Será que seu pai vai deixar eu namorar você ?
-É claro que sim, eu te amo e vou dizer á ele.
-O.K.- ouvi passos na escada , era minha mãe , trazendo o meu pai. Ele me olhou com uma cara de emburrado e foi cumprimentar o Cody.
-Olá senhor .
-Oi Cody, como vai ?
-Vou bem e o senhor ?
-Já estive melhor...- minha mãe pigarreou .
-Ér... o almoço está pronto . Vamos comer ?- todos assentimos. Enquanto estavamos sentados á mesa, Cody e meu pai conversaram bem. Eles pareciam ter se entendido... minha mãe e eu estavamos sorrindo, eu sabia que minha mãe queria me ver feliz e pra mim eu só seria feliz se o Cody estivesse comigo. Depois do almoço, fomos comer a sobremesa na sala. Cody se sentou do meu lado, e meu pai se sentou de frente pra gente. Minha mãe nos serviu a sobremesa e ficamos conversando . A conversa estava bastante agradável mas Cody tinha que falar com o meu pai.
-É...senhor eu vim aqui hoje para perguntar se posso namorar sua filha.
-NAMORAR ELA ?
-Sei que ela me ama, e eu também amo muito ela. Nunca vou deixar ela sofrer, nunca mesmo.
-Bom... se é assim e se vocês se amam podem namorar.
-Obrigada pai.- eu estava sorrindo, estava muito feliz por ele ter deixado. Cody era o meu primeiro namorado, e eu amava muito ele.
-Muito obrigada senhor.
-Disponha.

(FIM FLASHBACK)

-Eu lembro de tudo Cody...
-Então eu disse pro seu pai que nunca te deixaria sofrer, e vou cumprir o que eu disse. Não quero te ver chorar meu amor.
-Tudo bem ... não vou mais chorar.- forçei um sorriso.
-O.K. então que tal você se arrumar e irmos jantar ?
-Já esta na hora do jantar ?
-É você dormiu bastante...
-Nossa... então ta. Eu vou me arrumar e já vamos jantar.- Cody assentiu. Enquanto tomava banho deixei algumas lágrimas escaparem, por mais que eu dissesse que não ia chorar, eu não conseguia parar de chorar. Sai do banheiro e sequei meu cabelo, Cody me esperava pacientemente sentado na minha cama. Me maquiei e vesti essa roupa :

                               (ESCOLHAM A QUE MAIS GOSTAREM *-* )


Eu e Cody fomos para o refeitório de mãos dadas. Quando chegamos eu não vi o Justin, pegamos nossa comida e nos sentamos na mesa. Todos estavam lá. Giulia, Amanda, Taline, Júlia, Sarah , Luiza, Chaz e o Ryan. Giulia e Chaz estavam trocando carinhos, eu sorri ao ver os dois.
-Hum parece que temos um novo casal aqui ? -Giulia me olhou sorrindo envergonhada.
-Eu e Chaz estamos namorando amiga!
-Ownt que bom , parabéns seus lindos.
-Obrigada.- respondeu Chaz me olhando .
O clima na mesa estava estranho, Ryan me olhava pensativo e Cody olhava pro Ryan, talvez se perguntando porque ele me olhava. Vi Ryan olhar por outro lado do refeitório eu olhei também e vi o ...

CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA ~

Pequeno aviso :
Gente sei que muita gente lê os capítulos do meu blog, e eu amo mt escrever a ib, as vezes eu demoro pra postar porque não tem comentário, sem que comentários são apenas palavras e tal mas eu gosto muito que comentem, eu parei até de escrever '' QUERO ''TANTOS'' COMENTÁRIOS'' e agora escrevo apenas ''CONTINUA'' porque é chato ficar pedindo comentários mas POR FAVOR NÃO DEIXEM DE COMENTAR, obg :)

Ganheeeeei outro selinho :



Muito obrigada por tudo leitoras lindas <3

4 comentários: