19 de fev de 2012

Capítulo 9 ''Forever you ''

-Eu tbm.- sorri e entrei no dormitório das meninas, todas ja estavam dormindo... acho que eu demorei demais com o Justin... coloquei o meu pijama e deitei na cama, peguei a blusa do Justin e a abraçei. O cheiro dele , era muito bom. Em minutos dormi, eu estava muito feliz. (...)

De manhã acordei muito sorridente, fui a primeira a acordar e a primeira a tomar banho, não tive que enfrentar a fila que sempre se formava no banheiro. Vesti essa roupa :
                                                       (escolham uma suas linda -v- )
                                               
Me maquiei, peguei a blusa do Justin para devolver e fui tomar o café da manhã. Quando cheguei no refeitório só os meninos estavam lá. As meninas ainda estavam se arrumando. Peguei meu café e me sentei na mesa.
-BOM DIAAAAAAAAA GENTEEEEEEEEEEEE!- todos me olharam sorrindo.
-Bom dia Anne.- disse Chaz.
-Bom dia Annelize.- disse Ryan.
-Bom dia chata.- Justin sorriu e eu sorri.
-Bom dia meu amor.- Cody me deu um selinho, sorri envergonhada. Todas na mesa de olharam , até o Justin.-Está muito bonita hoje...
-Obrigada.
-É, o Cody tem razão Anne... você esta muito bonita!- eu fitei o Justin, e ele riu. Sorri e agradesci.
-Você viu a Gih?  -perguntou Chaz.
-Ela e as meninas estão terminando de se arrumar.
-E você foi a primeira a se arrumar ?
-É, eu acordei bem cedo hoje.. Ahh, sua blusa Justin!- peguei a blusa e entreguei á ele.-Obrigada por ter me emprestado ontem.
-Denada.
Começamos a comer em silêncio, era um pouco estranho... mas eu estava feliz mesmo estando fazendo tudo errado de novo eu estava feliz, eu estava feliz por deixar o Justin feliz e ficar feliz. É , definitivamente eu estava feliz. Depois de alguns minutos as meninas chegaram, pegaram seu café e se sentaram com a gente na mesa. Depois do café, fui pro dormitório, eu tinha algumas coisas na minha mala para terminar de guardar . Arrumei algumas roupas na minha cômoda, alguns sapatos... e alguns livros que eu trouxe para passar o tempo. Meu celular tocou, era um mesagem. Peguei-o e li. A mensagem dizia assim : '' Está pronta pro nosso dia juntos ? Coloque um biquini ta bom ? Passo ai em 10 minutos , te amo Ass : Justin'' . Peguei meu biquini e coloquei. Ele era roxo, tomara que caia em cima . Eu adorava usa-lo. Vesti minha roupa por cima , afinal eu não ia sair só de biquini né ? Em menos de 3 minutos Justin apareceu no dormirtório das meninas. Ele me deu um selinho rápido mas foi me puxando para um caminho inverso do que ele sempre me puxava. Eu não disse nada apenas me deixei ser puxada. Logo estavam dentro de uma pequena floresta. As árvores tampavam o sol. Depois de andar por alguns minutos, senti o sol em meu rosto e percebi que não havia mais árvores apenas um campo florido . Vi que havia uma cerca de madeira. Justin a pulou e eu olhei pra ele , preocupada.
-Ei, vem Anne... você não consegue pular ? Quer que eu te ajude ?
-Consigo é só que ... eu não sei se é uma boa idéia entrar ai... o que estamos fazendo é crime... invasão de propriedade privada Jus...
-Eu sei mas ninguém vai pegar agente ! Os donos não vem até o lago... fica sussegada.
-Lago?
-É, vem... ele é lindo.- sorri um pouco nervosa mas pulei a cerca de madeira. Fui seguindo o Justin no campo  florido até que vimos uma árvore e o lago. Nos sentamos embaixo na sombra. Eu fitava o lago, era lindo, a água era cristalina ...
-Gostou ?
-Aqui é lindo.- eu sorri.
-Que bom que gostou... eu gosto daqui também.
-Você já veio aqui antes ?
-Sim, várias vezes já que o acampamento não tem uma piscina.- ele sorriu.
-Ahhh, você me deixa surpresa a cada dia sabia ? - ele riu.
-Isso é bom ?
-É otimo .- dei um selinho nele, sorrindo.
-Lembra da nossa conversa de ontem e você disse que eu não sabia muita coisa sobre você ? - eu assenti.- Bom... eu te trouxe aqui pra te conhecer melhor.
-Você pode me perguntar o que quizer .
-Me fala sobre você.
-Meu nome é Annelize e sou uma garota. - ele riu-O.K parei ... bom não sei o que falar de mim, você tem que me perguntar pra mim te responder...
-Tudo bem, qual seu filme favorito ?
-A última Música.
-Sua música favorita ?
-One time.
-Ahh minha música ?
-É,eu gosto muito de One time .- ele sorriu.
-Que bom que gosta e... me fala um pouco sobre seu pai ?
-Meu pai ? Tem certeza que quer falar dele ?
-Claro , eu tenho que conhecer sua família...
-Tudo bem an.. o nome dele é John, ele é americano, nasceu em Los Angeles.
-Mas seu pai não é brasileiro ?
-Não, só minha mãe que é... ou era... eles se conheceram no Brasil, se casaram e eu nasci lá... moramos lá por muitos anos até que minha mãe recebeu uma proposta de trabalho em Los Angeles e como meu pai, tem familia, casa e muitas coisas lá resolvemos nos mudar...só que pra mim não foi uma boa idéia... minha mãe.. bom... ér...
-Ei, - ele pegou na minha mão.-não precisa falar da sua mãe se quizer tá ?
-Mas eu quero... eu sinto que posso falar com você.
-Tudo bem meu amor, mas se você se sentir mal em falar disso pode parar.
-Tudo bem... o que quer saber ?
-Que dia ela morreu ? Como ela morreu ?

(FLASH BLACK)
 Era terça feita, 11 de maio de 2011 . Era o primeiro dia no trabalho novo da minha mãe, ela ia ser a diretora de uma empresa de cartões festivos. Isso parece meio idiota mas a população americana , gosta de dar muitos cartões em datas especias. Minha mãe acordou super feliz. Ela se arrumou e fez o nosso café . Fiquei a manhã toda falando com o Cody, ele estava no Texas... fazendo show e só voltaria no final de semana. Tomei meu café e dei 'tchau ' pra ela e pro meu pai. Eu tinha que ir a aula. Encontrei com todas as minhas colegas e ficamos conversando. Quando bateu o sinal fomos para a sala. A primeira aula era de biologia, eu amava biologia. Depois as duas aulas foram de Química e Matemática. Eu odiava matemática mas até que era boa com aquelas contas complicadas o que me fazia odiar a matemática mesmo eram os problemas... pra mim eles nunca tinham soluções e eu nunca conseguia intender. Logo bateu o sinal pro intervalo. Quando eu ia sair da sala, o Senhor Weber (lê-se UÉBER) não deixou que eu saisse, disse que tinha uma coisa importante para me falar. Fiquei sentada na minha carteira, esperando todos sairem da sala. Quando todos sairam ele fechou a porta e me fitou. Ele parecia encontrar as palavras para falar... ou coisa assim.
-Bem Anne... eu tenho algo muito importante pra falar pra você ... espero que me ouça com atenção e fique calma.
-Senhor Weber se for sobre a prova, desculpa mas eu só não resolvi os problemas porque eu não intendi nenhum deles.
-Não, não tem nada a ver com a escola... ér seu pai ligou pra escola e pediu para que você fosse ao hospital.
-HOSPITAL ? O QUE ACONTECEU ?
-Fique calma Anne é só que ... sua mãe sofreu um acidente de carro e ... esta no hospital.
-QUE ? MINHA MÃE ? OH MEU DEUS, EU TENHO QUE IR PRA LÁ... Eu..- eu estava desesperada. Como assim ? Horas atrás ela estava feliz, sorrindo por causa do emprego novo e agora ela estava um hospital ?
-FIQUE CALMA, EU VOU TE LEVAR AO HOSPITAL, PEDI PERMISSÃO AO DIRETOR...
-Obrigada Senhor Weber, muito obrigada...- algumas lágrimas sairam dos meus olhos de tão nervosa que eu estava. Ele me olhou e colocou a mão no meu ombro.
-Seja forte Anne, sua mãe vai ficar bem... agora vamos.- assenti tentando forçar um sorriso mas eu não consegui. O senhor Weber me levou até o hospital e entrou comigo. Ele foi falar com a recepicionista. Ele disse que meu pai estava no segundo andar. Subimos as escadas e fomos até lá. Quando eu cheguei, vi minha tia Tania chorando ao lado do meu pai. PERA ! O QUE ELA ESTAVA FAZENDO ALI ? PORQUE ELES CHORAVAM ? Me aproximei e olhei pra eles preocupados.
-Pai ? Tia ? Porque vocês estão chorando ? O que aconteceu ?- minha tia me olhou, se levantou e me abraçou.Eu olhei pra ela confusa.
-Sua... mãe... morreu Anne. - Senti meu mundo desabar. Tudo ficou escuro e então eu desmaiei.

Quando acordei, eu estava deitada em uma maca. Olhei pro lado e vi meu pai. Olhando o nada, ele não chorava mais , mas eu via dor em seus olhos. Ele se levantou e se aproximou de mim.
-Filha ? Você ta bem ?
-Pai, me diz que tudo foi um pesadelo , por favor ! - ele me olhou, seus olhos se encheram de lágrimas.
-Filha... por favor... seja forte...- eu olhei pra ele, meu coração estava vazio. Estava vazio sem aquela que o fez, sem aquela que cuidou dele por toda a sua vida. Aquela que eu amava incondicionalmente, mesmo com algumas brigas ... aquela que era a razão da minha vida... minha mãe. Meus olhos se encheram de lágrimas e eu começei a chorar. Meu pai me abraçou e ficamos um bom tempo chorando abraçados. A enfermeira veio com minha comida, mas eu não queira comer . COMO ELA QUERIA QUE EU COMESSE NAQUELE ESTADO ? Ela aplicou o soro em mim, disse que se eu não tomasse o soro , ficaria fraca e ficaria doente. Ela aplicou um calmante no soro e em segundos eu dormi.

~ALGUNS DIAS DEPOIS ~

Eu estava deitada no sofá de casa. Estava cansada de chorar mas era o único momento que eu podia chorar sem que meu pai visse . Ele estava na casa da Tia Tania, minha avó e minha família inteira também estavam lá. Eu não quiz ir, tudo isso de interro e luto não era bom pra mim. Eu queria ficar sozinha. A campanhia tocou e eu fui atender. Limpei as lágrimas e abri a porta. Cody me abraçou. Começei a chorar novamente. Ele fechou a porta e foi comigo até o sofá. Ele me ajudou a sentar e eu continuei chorando em seu peito. Ele me dava segurança, carinho... atenção... era bom ter ele por perto. Uma das pessoas que eu mais amei na vida.
-Seja forte minha pequena...- continuei chorando, eu não conseguia parar.-Você é minha vida meu amor, por favor... seja forte, por mim, pelo seu pai... por você mesma...
-Mas eu não consigo parar de chorar Cody...
-Não precisava parar, chore ... chore o quanto quizer... só não quero que deixe a dor tomar conta de você, por favor .- ele me abraçou mais forte, naquele momento tudo que eu queria era um abraço dele.

(FIM FLASH BACK)

-Então sua mãe morreu em uma acidente ?
-Sim.
-Desculpa por fazer você tocar nesse assunto...- forçei um sorriso.
-Tudo bem... quero que você saiba tudo sobre mim ...
-Que tal pararmos de falar e irmos nadar ? - ele sorriu.
-O.K.- ele se levantou e eu fiz o mesmo. Ele tirou a camiseta e a calça, ele estava com um calção por baixo. Ele pulou no lago, fazendo algumas gotas me molharem.
-EIIIIIIII VOCÊ ME MOLHOU!- ele riu.
-Se você não vier aqui eu vou te molhar ainda mais ...- sorri e tirei a minha roupa. Pulei no lado, fazendo a água espirrar em todo lugar. Justin me puxou para mais perto dele e me olhou.
-Você é muito linda...
-Obrigada.- sorri envergonhada. Ele me puxou ainda para mais perto de seu corpo e me beijou. Ficamos ali, nso beijando por muito tempo... depois saimos da água e nos deitamos na grama, para olhar o céu e as nuvens.
-Olha ali...- Justin a pontava para o céu, eu olhei na mesma direção.-Aquela nuvem parace você .
-EU ?- eu olhei, pra mim, era uma nuvem comum, sem forma nenhuma.
-Sim, ela é como você... linda, diferente das outras e que me encantou á primeira vista.
-Bobo.- eu corei. Outra vez, tudo que ele dizia me fazia corar. Ele riu.
-Eu adoro isso em você .- eu olhei pra ele e percebi que ele me olhava .
-O que ?
-Quando você cora... nunca vi alguém que core a todo momento...
-E eu nunca vi alguém que me faça corar a todo momento. - ele sorriu.
-Te amo Annelize.
-Também te amo Justin . Te amo muito !- ele se aproximou de mim e me beijou. Seus lábios eram doces no meu. Eu percebia que o beijo dele era diferente, era diferente de como eu vi ele beijando a Megan, ele me respeitava, era doce... e eu amava ele. Ele se tornou a minha vida. (...)

CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA ~

UUUUUUUUUUUUUUUUUH Õ/ TEM LEITORAS NOVAS ! SEJAM BEM VINDAS -V-

6 comentários:

  1. 1° Comentar Hoje ~Rebolaaa~ ~Dança Kuduro~ kkkkkkkkkkkkk' .... Continuaaaaaaaaaaa .... Me Deixou Curiosa ... e Meu Chris? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK' So Continua logo u___________________u

    ResponderExcluir
  2. Que lindoooooooooooo!!! Perfeita sua #IB amor *-*

    ResponderExcluir
  3. Leitora nova, uhuuuuuul HAHAHA
    continuaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. AAwn sempre lindo aqui. Continuuuaaa *-*

    ResponderExcluir