11 de abr de 2012

Capítulo 45 ണarry yഠu ♔ Perdemos o nosso anjinho...

 2 HORAS DEPOIS~

EU ESTAVA ESPERANDO JÁ FAZIA DUAS HORAS DAQUELE DROGA DE HOSPITAL. EU ESTAVA APONTO DE INVADIR A SALA DO DOUTOR SPROUSE ATÉ QUE ELE APARECE.

-Eai doutor!  ELA TA BEM ? E O MEU FILHO?!


-Ela está bem...mas ela...-ele parou de falar e me fitou preocupado.
-MAS ELA O QUE ?
-Ela perdeu o bebê...-naquele instante meu mundo desmoronou. Me senti em um buraco escuro,sem ninguém, sem razão nenhuma para que houvesse luz. Minha mãe se virou pro canto e eu vi que ela estava chorando... deixei algumas lágrimas cairem e apoiei minha cabeça com as mãos. Estava tudo diferente, estava tudo sem vida alguma para mim.-Eu sinto muito rapaz...sinto muito mesmo...
-Porque ela perdeu o bebê ?
-Bom, sua namorada estava com um infecção grave, o feto entrou em contato com a infecção e nisso houve contrações em seu útero que fez com que doesse e que ela perdesse o bebê... vou passar alguns rémedios para que ela tome... daremos todo o apoio que vocês vão precisar...
-Ela já sabe disso ?
-Não, ela esta dormindo... se você quizer eu posso falar á ela, mas ia ser bem melhor e mais reconfortante se você mesmo falasse...
-Okay, posso ver ela agora ?
-Claro, só peço para que deixe ela descansar...ela esta sedada mas acordará logo...
-Tudo bem...
-Me acompanhe...-olhei pra minha mãe...
-Mãe liga pros pais dela e avisa que ela esta aqui, conta tudo que aconteceu... acho que eles merecem saber...
-Tudo bem filho...se ela acordar diz que tudo vai melhorar...que vocês são jovens e poderão ter muitos filhos ainda...
-Ta...-olhei pro doutor Sprouse e ele me olhava, assenti á ele para que fossemos até o quarto onde Jenny estava. O doutor abriu a porta pra mim e eu entrei, em seguida ele saiu me deixando lá. Olhei pra ela e me aproximei...ela dormia com um anjo, intocável...lindo, o meu anjo... segurei na mão dela e fiquei acariciando de leve.
Como eu diria a ela ? Como ela iria reagir a isso ? Essas perguntas não saiam da minha mente...nem as palavras do doutor... ''Ela perdeu o bebê'', o meu filho,meu pequeno anjinho... não existia mais... e agora ? Eu sentia um vazio muito grande, se eu pudesse eu iria embora do mundo pra sempre, para nunca mais voltar mas eu tinha que cuidar da Jenny, eu tinha que faze-la feliz.
Fiquei um tempo ali,deixando algumas lágrimas cairem e fitando o pequeno rostinho dela até que ela acordou.
-Jus?-ela apertou a minha mão.-Porque você ta chorando meu amor ?
-Ei, você ta bem meu anjo ? Esta sentindo alguma dor ?
-Não, não sinto dor nenhuma... mas porque você ta chorando ?
-Antes de te dizer eu quero te dizer uma coisa.-ela assentiu me olhanco curiosa.-Okay, apartir de agora as coisas vão ficar dificeís, mas eu sempre vou estar aqui, não importa o quão dificil vai ser , eu te amo e vou estar aqui do seu lado...
-Ei, ta me deixando curiosa... o que foi ?
-Bom...eu não sei como te falar...mas...ér você perdeu nosso filho...-tentei intender a expressão que ela fez mais foi impossível, eu não sabia o que se passava na cabeça dela, mas mesmo assim apertei a mão dela, mostrando que eu estava ali do lado dela...em instantes ela estava chorando. A abraçei e ela retribuiu o abraço, chorando em meus braços...
-Não chora, por favor, não chora...
-Eu amava ele Jus...
-Eu também, ele era nosso filho mas somos jovens...vamos ter outros filhos...
-Eu não quero outro, eu queria esse... ele era fruto do nosso amor, ele significava tudo pra mim...
-Eu sei...-acariciei o rosto dela, e fitei seus olhos sem expressão alguma...-Vai ficar tudo bem amor...eu não quero te ver sofrer...não chora...
-Jus...eu...eu quero ficar um pouco sozinha...
-Tem certeza ?
-Tenho.
-Ta bom...-dei um beijo em sua testa e sai do quarto, fui até a recepção e quando passo pela porta o pai de Jenny vem até mim e me preciona contra a parede, olhei pra ele assustado.
-SEU DESGRAÇADO! EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ FEZ ISSO COM A MINHA FILHA!
-Ei, deixa ele Marcelo! FICOU MALUCO!SAI!-a mãe da Jenny puxou ele e ele me soltou. Respirei recuperando o ar.
-O que eu fiz ? Eu não fiz nada.
-FEZ SIM! VOCÊ DEIXOU A MINHA FILHA GRÁVIDA, ESCONDEU ISSO DA GENTE E OLHA ONDE ESTAMOS, EM UM HOSPITAL E EU NÃO FAÇO IDÉIA DE COMO ELA TA E AINDA POR CIMA ELA PERDEU O MEU NETO, TUDO ISSO POR CULPA SUA!
-Marcelo, a culpa não é dele...
-Eu não tenho culpa! Se eu pudesse dar a minha vida para salvar o meu filho eu dava, mas não, isso não o salvaria!Eu sei que o senhor esta bravo por não termos contado ,mas estavamos esperando o momento certo...eu não tenho culpa se isso aconteceu...
-Eu vou sair daqui antes que eu faça uma besteira com esse muleque!-ele saiu, bravo , a mãe da Jenny me olhou e do nada me abraçou. Fiquei um pouco surpreso,mas retribui o abraço.
-Eu sinto muito Justin...estou brava por não terem me contado mais eu sinto muito ...
-Ér eu sei... desculpa por não ter falado mais estavamos esperando o momento certo...
-Tudo bem, qual é o quarto em que ela esta ? O médico disse que podiamos ve-la...
-É um dos últimos quartos no fim do corredor...
-Obrigada.-ela saiu e eu fiquei ali, fitando o nada.  Senti mãos a minha volta, me puxando para um abraço, era minha mãe...
-Filho você ta bem ?
-Não sei... as vezes eu acho que a culpa foi minha...
-NÃO!A CULPA NÃO FOI SUA! Quando as coisas não são pra ser, isso acontece...o importante é você saber que tudo vai melhorar e que você tem que ser forte porque a Jenny precisa de você, mais do que nunca agora...
-Eu sei mãe...
-Eu falei com o médico e ele disse que a Jenny já tem auta, ela pode sair a qualquer momento porque ela esta bem mas tem que ficar em repouso absoluto...
-Eu vou levar ela embora daqui hoje... não é bom ela ficar aqui...eu não gosto de hospital e ela também não...
-Tudo bem, vou ligar pro Kenny e os outros seguranças virem...
-Pra que mãe ? Não precisa, estou de carro, podemos ir sem eles...
-Poderiamos ir se não estivesse cheios de paparazzis fora do hospital...
-Que droga!Pessíma hora pra esse pessoal aparecer...
-Pois é... vocês dois tem que pensar no que vão dizer para a imprensa...
-Eu sei mas vou pensar depois...agora eu só quero ficar com a Jenny e ajuda-la...
-Isso filho...você quer ir comer alguma coisa comigo ? Já estava quase amanhecendo e você não comeu nada...
-Ta, então vamos...

Jennifer Conti ON~

Meu pai estava na minha frente, me olhava bravo, surpreso tudo junto. Minha mãe estava segurando minha mão e sorrindo de leve.
-Eu to bem, foi só uma tontura por isso estou aqui...
-Vai continuar mentindo filha ? Sabemos que você perdeu o bebê,sabemos que você estava grávida!
-Ér...
-Eu não acredito nisso,você é um bebê ainda e estava esperando outro bebê, como você pode ser tão discuidada ?
-Pai...eu e o Justin...agente não sabia que isso ia acontecer...
-Otimo, minha filha transa com o namorado e não sabe se previnir!-disse ele irônico.-VOCÊS SÃO MUITO IMATUROS!
-NÃO FALE COM ELA ASSIM MARCELO,ELA É SUA FILHA!-ele ficou quieto.-Filha, Pattie disse que hoje você já vai ter auta...você vai ficar em casa, vou cuidar de você...
-Mãe,eu quero ficar com o Justin...
-Ele pode ficar também...-meu pai bufou e saiu do quarto.
-O que o papai tem ?
-Ele deve estar magoado por vocês não terem contado pra ele sobre o filho de vocês... e deve ser ruim pra ele, ele sempre te tratou como a pincesinha dele, agora você é uma mulher e é dificil pra ele , mas não se preocupe ele vai ficar bem...
-Ta bom, cadê o Justin ? Eu quero falar com ele,quero ver como ele esta...
-Eu vou chama-lo, fica com Deus...vamos esperar você na sala de espera se  o Justin for com agente ...
-Ta...-ela saiu e eu fiquei um pouco ali, sozinha e pensando em como tudo seria. Eu estava animada com isso...ser mãe era uma coisa perfeita pra mim, ainda mais com o Justin sempre do meu lado mas agora eu não sei mais... já chorei bastante...eu ainda estou triste, eu ainda quero meu anjinho de volta...porque ele se foi tão rápido ? Eu queria muito ter visto o rostinho dele, eu queria ver se ele se parecia com o Justin...
Pena que nem tudo que queremos podemos ter...
Ouvi alguém bater na porta e olhei,Justin entrou e foi até mim.
-Ta melhor ?
-Estou...e você ?
-Também...-ele forçou um sorriso de lado.
-Amor... você disse que estaria do meu lado não é ?
-Sim pq amor ?
-Porque eu também vou estar do seu lado, vamos enfreitar isso juntos, pelo nosso anjinho que não esta mais aqui...-ele se aproximou e me abraçou.Pude sentir os suspiros dele em meu cabelo, conserteza ele estava chorando... o abraçei forte até que ele se afastou limpando as lágrimas...
-Eu to bem...ér o médico te deu auta...
-Minha mãe disse... ela quer que eu vá pra minha casa,ela quer cuidar de mim...
-Se você quizer ir tudo bem...
-Eu quero que você vá junto...
-Não é uma boa idéia...
-Porque ?
-Seu pai brigou comigo, estava furioso ... acho que eu não devo ir na sua casa...
-Ele brigou com você ?
-É mas eu intendo ele, eu faria o mesmo se soubesse que minha filha estava grávida e não contou pra mim...
-Meu pai não intende que eu te amo...mas eu quero muito que você vá comigo, quero cuidar de você... quero que você cuide de mim...
-Ta bom, eu vou mas se seu pai não gostar da minha presença eu vou embora , não quero causar brigas entre vocês e sei que sua mãe vai cuidar bem de você...
-Ele não vai brigar com você... mas eu posso ir agora ?Quero sair daqui e dormir em uma cama normal...-ele sorriu de lado.
-Vou te ajudar a se vestir...consegue se levantar ?
-Acho que sim...-fiquei sentada na cama e coloquei meus pés no chão...fiquei de pé , sem nenhuma dificuldade, só estava um pouco zonza...
-Onde esta sua roupa ?
-Eu vim de pijama ... mas acho que minha mãe trouxe roupa pra mim, dentro daquela bolsa...-apontei pra ele, a grande bolsa marrom da minha mãe. Ele abriu e eu tinha razão, estava com roupas lá, minha mãe era bem previnida.
Justin pegou uma roupa, e me ajudou a vestir...arrumei o meu cabelo todo desgrenhado em um coque. Justin veio até mim e me puxou em um abraço apertado...
-Vamos amor ? Quero sair desse hospital '-'
-Claro mas coloca isso...-ele estendeu um oculos escuro pra mim.
-Porque ?
-Tem paparazzis lá fora...
-Tem ? E agora ? O que vamos dizer ?
-Nada...vamos nos preocupar com eles depois, agora é só ignora-los...
-Tudo bem...-peguei os oculos escuros e coloquei...-Vamos ?- ele assentiu. Pegamos a grande bolsa da minha mãe e fomos até a sala de espera do hospital. Justin ficou do meu lado o tempo todo, me ajudando a me apoiar... Quando cheguei na sala de espera, todos virem até mim, fiquei um pouco assustada... todos que trabalhavam com o Justin estavam lá... todos me cumprimentaram e deram pesames... como se isso fosse melhorar algo... eu forçava um sorriso a cada 'sinto muito ' que eles diziam pra mim...depois que todos falaram comigo e com o Justin...fomos embora. Eu percebia a expressão de assustados de todos a nossa volta , não era pra menos. Quase ningúem sabia que eu estava grávida. Quando saimos para fora do hospital, os seguranças nos sercaram e foram abrindo passagem para mim e para o Justin...meus pais e Pattie vinham logo em seguida...o resto do pessoal do Justin foram embora em outro carro. Quando finalmente conseguimos chegar no carro, Justin me ajudou a entrar e em seguida entrou também do meu lado. Meu pai foi na frente e minha mãe e Pattie foram do nosso lado...os outros seguranças ficaram para trás, acho que eles tinham um carro só pra eles ou algo do tipo...
Durante todo caminho pra minha casa, Justin ficou brincando com meus dedos, quieto e pensativo. Meu pai também ficou quieto, e eu também . Pattie e minha mãe foram as únicas que conversaram, elas falavam da loucura é que esses paparazzis atrás do Justin.
**
Quando chegamos em casa, Justin me ajudou a entrar...
-Me leva pro meu quarto Justin...
-Tudo bem...
-Filha ? Não quer comer alguma coisa ?
-Não mãe, vou dormir um pouco...estou cansada...vamos Justin?-Justin assentiu me levando pro meu quarto. Eu não estava cansada, na verdade eu queria dormir para esquecer daquilo tudo, era melhor. Assim eu evitaria chorar por causa disso...
Quando chegamos no meu quarto, Justin me colocou na cama e me cobriu...ele se sentou do meu lado e ficou me olhando.
-Amor ... o que você tem ? Esta tão pensativo... Eu sei que esta doendo, esta doendo em mim também, só não quero que você fique triste ...
-É meio impossível, perdemos o nosso anjinho... mas eu vou tentar...-me inclinei um pouco na cama, e bati do meu lado com a mão para que ele se deitasse do meu lado. Assim ele fez. Ele se deitou e colocou as mãos em volta de mim, deitei a minha cabeça em seu peito.
-Quando eu era pequena... minha mãe sempre dizia que a música faz agente esquecer dos problemas, e que alegra o coração...
-Quer que eu cante ?
-Quero... se você quizer é claro...
-Tudo bem, descansa eu vou ficar cantando até você dormir...
-Tudo bem...-fechei meus olhos e Justin começou a cantar bem baixinho... em instantes eu consegui dormir.

CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA~

awwn, tava quase chorando aqui bebês... que pena que isso aconteceu não é ? Enfim, espero que tenham gostado! APARTIR DE AGORA VAI TER MUITA BRIGA,MUITOS PROBLEMAS, UFA O NEGOCIO VAI FICAR SERIO AHHSUHUSH, espero que comentem bb <3



CONTINUO COM 8 COMENTÁRIOS *-----*
obg por quem sempre comentaaaaaaa I LOVEEEE UUU !!!

9 comentários:

  1. Muuuuuuito perfeito *-*
    continua ?

    ResponderExcluir
  2. ='( tadinho do baby... Mas eu to amando a IB. Continua! Xoxo.

    ResponderExcluir
  3. Aiin :'( chorei demais lendo essa capitulo continua anjo *--* quero saber o q vai acontecer daqui pra frente .

    ResponderExcluir
  4. Chorei demais :( continua?

    ResponderExcluir
  5. :'( poxiinha esse bebê ia ser tão amado e lindinho...continua tá tão Perfeita ?

    ResponderExcluir
  6. Leitora novaa!
    Continuaa, está PERFEITA *-*

    ResponderExcluir
  7. continua?eu to super curiosa pra saber o q vai acontecer

    ResponderExcluir
  8. Continua minha linda (:
    ( bieberfeverk)

    ResponderExcluir