15 de jul de 2012

Imagine Belieber - Part of Your world : Capítulo 22 '' Nora de Jeremy Bieber''

Não importava quantas vezes eu tenha batido no chão.Você sabia que um dia eu estaria de pé.Basta olhar para nós agora.Porque tudo começa a partir de algo.Mas alguma coisa não seria nada.Nada se seu coração não sonhar comigo.Onde eu estaria.Se você não acreditar ? - Believe, Justin Bieber.
 
 JB:Brenda por favor...Você não esta pensando nisso não é ?
Bê:Estou.Tenho certeza disso.
JB: QUEM METEU ISSO NA SUA CABEÇA? QUEM ?-explodi. Ela me olhou mas abaixou a cabeça pedindo silêncio em um gesto com as mãos.
Alguém concerteza tinha metido isso na cabeça dela.
Bê: Não foi ninguém... me desculpa.
JB:Tudo bem.- peguei a mão dela e entrelaçei nossos dedos.-Eu não quero você metida nisso...
Bê:Ta,mas agora...-ela mordeu os lábios, com um sorriso malicioso no rosto.-Podemos fazer muitas coisas para matar a saudade não acha?
Assenti indo em direção a dela. Nossos lábios se tocaram e logo, ela estava embaixo de mim, tentando tirar a minha camiseta.
 
Era sempre assim,eu não resistia àquele jeito dela.  Como pode ter uma carinha tão inocente e na cama ser uma gostosa daquelas? Brenda passou suas pernas em volta da minha cintura e me beijou...Ficamos sem ar e paramos um beijo por uns momentos. Minha mão descia e subia por sua coxa e aquilo me fazia ficar cada vez mais excitado por ela. Com a outra mão eu a puxava ainda mais contra mim...fazendo seus seios quase baterem em meu rosto.
OH LORD!
Bê:Amor...amor...-a voz de Brenda me fez parar de beija-la e eu a olhei por um momento. Ela respirava ofegante.
JB: O que foi ?
Bê: Eu tenho que trancar a porta antes...-ela mordeu os lábios e saiu de cima de mim rebolando até a porta. Ela rodou as chaves duas vezes e me olhou com o sorriso mais malicioso do mundo.Me deitei na cama e a olhei esperando que ela voltasse pros meus braços mas ela parecia estar pensando enquanto me olhava com aquele sorriso que ficava mais malicioso a cada segundo.
O que será que ela está pensando?
Agora, reparei melhor no que ela estava vestida e até que aquele pijama de bolinhas a deixava gostosa. Brenda me surpreendia mais a cada dia que passava. Da última vez em que transamos eu não percebi o quanto eu desejava aquilo mas hoje,algo em mim dizia ‘’Foda com ela antes que você exploda por dentro ‘’ e era isso que eu ia fazer. Me levantei na cama e fui até ela andando devagar. Passei os braços em volta de sua cintura e senti sua respiração pertinho do meu rosto. Segurei firme em suas coxas e a levantei colocando ela em cima da escrivaninha que estava atrás de nós. Algumas coisas caíram no chão fazendo barulho mas isso não nos atrapalhou. Nosso beijo ficava cada vez mais intenso, mas parei-o e olhei nos olhos dela, que agora estavam em um castanho profundo de desejo me olhando.
JB:Em que estava pensando ?-ela se aproximou e mordeu meus lábios.
Bê:Em brincar um pouquinho...mas meus pais estão ai...-sorri pra ela e desci até o chão,ficando de joelhos. Ela estava me olhando sem intender até que eu tirei seu shorts em um movimento muito rápido a deixando apenas de calcinha.
JB:Isso não quer dizer que não podemos brincar não é ?-mordi os lábios e tirei sua calcinha. Ela já estava mais do que molhada...MEU DEUS, EU PRECISO SENTIR O GOSTO DELA. Brenda entrelaçou suas pernas em meu pescoço me impulsionando pra frente. Passei a língua por sua intimidade estimulando seus clitóris e ela arfou mas eu não queria isso  e sim um gemido na minha garota.  Dei alguns beijinhos em sua barriga e voltei até sua intimidade. Comecei a chupa-la e ela colocou suas mãos em meus cabelos  me impulsionando mais pra frente. 
Bê:Eu vou gozar...-ela soltou um gemido assim que mordisquei um de seus clitóris ... mordi os lábios e continuei chupando sua intimidade até que ela gozou. Lambi todo aquele ‘’líquido branco’’ que saiu dela e suas pernas saíram de meu pescoço. Me levantei  e segurei em sua cintura. Sua boca procurou a minha com desespero e assim que ela encontrou, nossos lábios se tocaram em uma dança lenta e sensual. Brenda entrelaçou suas pernas em minha cintura e eu a levei até a cama. Assim que me deitei em cima dela passei minhas mãos em sua blusa e a tirei. Logo tirei seus sutiã também. Aqueles seios fartos quase me chamavam e era aquilo que eu queria. Comecei a chupar um de seus seios e com a mão eu massageava o outro. Brenda gemia baixinho me fazendo ficar cada vez mais excitado. PQP EU VOU EXPLODIR!
Assim que terminei de chupar seus seios ,voltei a beija-la e as mãos de Brenda foram ágeis em me despir. Meu pau já estava mais do que ereto e era isso que ela fazia comigo. Passei a ‘cabeçinha’ do meu pau em sua intimidade e ela gemeu baixinho.
Bê:Não me tortura ...-passei outra vez e ela soltou outro gemido. Ela mordeu os lábios e então eu a penetrei com um certo desespero dentro de mim. Ela era apertadinha e me dava prazer a cada segundo que eu a comia...
JB:Minha gostosa...
Bê: Sua.-sua voz saiu num tom sensual que me motivou ainda mais. Eu estava quase gozando mais não era hora ainda,eu precisava de mais...muito mais.
Comecei a fazer movimentos mais fortes e aquilo praticamente fez a cama balançar. Estávamos no alge de tanto prazer até que eu gozei saindo de dentro dela e me deitando ao seu lado. Brenda procurou meus braços e eu a envolvi a puxando para mais perto de mim. Tudo que eu ouvia era nossa respiração desconcertada ali.
Bê: Está cada vez melhor...-soltei um riso abafado pelo cansaço.
JB:Ainda não está satisfeita?
Bê: Digamos que por hoje sim...-ela passou suas unhas de leve em meu abdômen e eu arfei.-Mas podíamos continuar com essa sua ‘’brincadeirinha’’...-Olhei pra ela e ela mordia os lábios. PQP! ELA NÃO TEM NOÇÃO DO QUANTO ISSO ME PROVOCA. Passei ela por baixo de mim e a prendi com minhas pernas, ela sorriu maliciosa.
JB: Você gosta de brincar não é gostosa?
Bê: Na verdade eu amo.-sorri e me aproximei para beija-la mas assim que nossos lábios se tocaram,alguém bateu na porta. Me separei dela e ela me olhou assustada.
QUEM É O FILHO DA PUTA QUE OUSOU NOS INTERROMPER ?
Bê:Quem é ?-Brenda já procurava sua roupa e eu também.
XxxX: Brenda? Tem alguém ai com você ?
Bê:Não pai porque ?-ela mentiu cinicamente, soltei uma rizada e ela me fuzilou com os olhos.
Brad: Eu ouvi uns barulhos...BRENDA ABRA ESSA PORTA AGORA!
Bê: Droga!-ela murmurou. Peguei minhas roupas e vesti,ela fez o mesmo.-Eu já abro pai, estou colocando meu pijama.
Brad: Tudo bem.
Colocamos nossas roupas e Brenda me puxou até a janela.
Bê: Desça como subiu.
JB:QUE?
Bê:Meu pai não pode te ver aqui Justin...
JB: Mas agente nem terminou de brincar amor...
Bê: Brincaremos mais outro dia agora é melhor você ir, antes que ele quebre a porta e te pegue aqui.
JB:Fazer o que...-a puxei contra meu corpo e a beijei. Ela parou o beijo e olhou pra porta. Seu pai começou a bater outra vez.-Eu te amo.
Bê:Eu também te amo.
Passei minhas pernas por cima já janela e dei um pulo. Vi Brenda me olhando surpresa mas aquilo não foi nada, nem era tão alto assim. Me escondi entre as flores ali até que o pai dela fosse dormir outra vez.
Justin Bieber OFF|Brenda ON-
Fechei aquela janela e arrumei um pouco a cama correndo. O cheiro de sexo naquele quarto era evidente. Joguei uns esmaltes e revistas sobre a cama e fui abrir a porta.
Meu pai me olhava desconfiado.
Bê: Boa noite pai...aconteceu algo ?
Brad:Tem alguém ai com você?
Bê:Alguém ? –ele nem esperou que eu terminasse,entrou no quarto e eu nem pude impedi-lo. Vi ela olhar cada canto do quarto e depois seus olhos foram até mim.
Brad:Tinha alguém aqui ?
Bê:Claro que não pai, eu estava fazendo as unhas...
Brad: Mas eu ouvi um barulho e...-meu pai olhou para as coisas da escrivaninha que estavam no chão.-Como tudo isso caiu ?
Bê: Eu derrubei sem querer enquanto procurava meu esmalte vermelho pai...
Eu já estava ficando craque em mentir, nem parecia mentira pra mim e sim a verdade.
Brad:Hm...vai ficar acordada á muito tempo ?
Bê: Não pai...eu vou dormir cedo só vou terminar as minhas unhas e já durmo.
Brad: Okay, lembre-se que depois de amanhã você tem aula e amanhã vai ficar estudando porque você perdeu dois dias de aula...
Bê:Tudo bem.-ele se aproximou e deu um beijo em minha testa.
Brad:Boa noite.
Bê:Boa noite pai.
Ele saiu fechando a porta.
Ufa! Essa foi por pouco. Voltei a minha cama e guardei tudo que estava em cima. Arrumei as coisas do chão na escrivaninha e me deitei.
Eu estava cansada e não era pra menos. Muita coisa aconteceu hoje e eu precisava de muita disposição porque amanhã eu irei me encontrar com o Ryan.
**
Quando acordei,tudo estava quieto . Provavelmente meu pai e minha mãe já tinham ido trabalhar. Me levantei quase cambaleando da cama e fui tomar um banho.
Depois que sai, coloquei uma roupa qualquer e desci para tomar o meu café da manhã. Entrei na cozinha e Lucy estava tirando a mesa.
Bê:Bom dia Lucy!
Lucy: Bom dia...ér seus pais já foram trabalhar Brenda...quer algo de especial pro café?
Bê:Não...só ovos e bacon pode ser?
Lucy:Claro.
Me sentei na mesa e fiquei mexendo no meu celular enquanto Lucy fazia meu café. Eu entrei no perfil do facebook da Meg, uma garota do colégio que  era uma das líderes de torcida. Ela costumava ser um tipo de fonte pra mim saber o tinha acontecido...ela praticamente dizia tudo lá... Comecei a ler umas coisas sobre um tal de Lucas que estava namorando uma tal de Monica... até que eu achei algo sobre a Backy. Estava escrito assim ‘’ Backy Hulle ...ou melhor, Backy virgem é uma das garotas virgens desse colégio e isto , é hilário...junto com ela está a famosinha Brenda Pitt e uma garota no segundo ano que é tão insignificante que nem nome precisava ser mencionado.’’
QUE? Como ela ousa falar isso de mim e da Backy ? Essa menina vai ver. Quem ela pensa que é pra saber se somos virgens ou não ? Tudo bem, que até onde eu sei, Backy era virgem mas e dai ? Isso é normal, porque não temos obrigação nenhuma de ‘’não ser virgem’’ só porque estamos no colegial.
Segunda eu ia ter uma conversinha com essa Meg...eu sabia muitas coisas dela. Tipo aquela vez em que ela fez um cirurgia plástica na boca e achou que ninguém sabia que aquilo foi mexido por profissionais experientes. Aquele colégio estava cada vez pior...Fiquei olhando o perfil das outras garotas Líderes de torcida e agora eu percebo o quanto isso é ridículo. Elas acham que são as líderes do mundo...e só humilham as pessoas. Graças a Deus que eu não fui aceita nisso porque senão ,sabe-se lá no que eu teria me transformado. Eu admito que já fui muito patricinha mesmo não dizendo isso mas depois que eu conheci o Justin, eu não gostava de usar mais roupas rosas que ainda é minha cor preferida...e nem músicas mais da minha diva,Ashley,eu ouvia mais...Tudo tinha mudado de uma maneira muito rápida. Aqueles dois dias e a morte de Philipe tinham me deixado mais forte e de certo modo me mudado. Eu não queria mais saber de ir pro colégio e ficar desfilando pelo colégio e sendo conhecida como filha de dois atores famosos tudo que eu queria era me juntar ao Justin e ajuda-lo a salvar o pai dele de sei lá quem... Hoje eu me empenharia muito em trabalhar com o Ryan. Ele disse que me treinaria e eu iria me empenhar muito nesse treino. Quero que o Justin olhe pra mim e veja uma garota forte e que pode se proteger e não uma garota indefesa que provavelmente iria atrapalhar os negócios dele. De certa forma eu não estava pensando muito porque... O que eu diria para os meus pais de eles um dia descobrissem ? Que eu estava apaixonada pelo Justin, meu namorado criminoso e que também sou uma criminosa? Não,com certeza não... Estava na hora de ser e agir como uma criminosa,se era assim que tinha que ser,assim seria.
E FODA-SE TODO O RESTO.
Lucy terminou o meu café e depois que comi subi pro meu quarto. Abri meu guarda-roupa e olhei aquelas roupas...fui tirando todas as roupas que tinham glitter,pom-pons ou até eram chamativas demais. Eu não precisava disso. Coloquei tudo em uma mala e acredite,foi meio difícil de fecha-la...Eu amava todas aquelas roupas mas queria ser diferente e não uma patricinha como me chamavam. Levei a mala pra cozinha e dei para Lucy,ela iria dar para alguma sobrinha dela ou coisa assim...
Fiquei no meu quarto ajeitando umas coisas e vendo o que eu teria que comprar para colocar no lugar das roupas que eu dei. Minha mãe ficaria uma fera, principalmente se souber que eu dei uma blusa de cetim pink que ela havia me dado á uns 5 meses atrás mas era chamativa e não era o que eu deveria vestir.
(...)
Na hora do almoço , Lucy fez pizza a meu pedido. Eu amava pizza mas como sempre teria que comer sozinha porque meus pais estavam trabalhando. Lucy sempre me fazia companhia e ficávamos conversando sobre coisas e mais coisas mas não era a mesma coisa de ter os país ali do meu lado, te fazendo companhia e perguntando sobre mim.
Depois do almoço subi pro meu quarto e fiquei lendo na internet algumas coisas sobre crimes...sabe, eu acho que não teria a mínima coragem de matar alguém ou se quer atirar em uma pessoa. Tudo que eu via era de pessoas que ficaram bêbadas e morreram em acidentes ou sobre ladrões de banco... Eu vi algo sobre Jeremy lá também. Era a primeira vez que eu via o rosto de Jeremy e Justin se parecia um pouco com ele mas não muito. Estava escrito que ele estava no topo da lista dos procurados pelo FBI e que estava foragido de 3 prisões. Uau,ele parece legal. Ser preso 3 vezes e fugir não deve ser tão fácil assim...não é atoa que ele é respeitado por muitos por ai,pelo menos é o que parecia quando Ryan ou Justin falavam dele.
Quando menos percebi, já eram duas e meia da tarde e as três eu tinha combinado de me encontrar com o Ryan em um galpão da rua 13...Peguei minha bolsa e sai pela frente da casa indo para a garagem. Lucy não podia me ver saindo porque talvez ela tentaria me impedir. Abri a garagem e peguei a Ferrari preta do meu pai. Meu carro já estava me irritando...ainda mais pela cor. Sai de lá cantando pneu e por um milagre alguém dos que trabalhavam na minha casa abriu o portão evitando que eu batesse.
Quando cheguei na tal rua 13, onde eu nunca tinha ido, olhei para todos os lados...Casas quase caindo aos pedaços era o que mais se via...diminui a velocidade do carro e fiquei olhando para ver se eu via algum galpão... Eu via os olhares das pessoas ao me ver, ou provavelmente  ver o carro como o que eu estava dirigindo. Era realmente chamativo para pessoas que nem tem o que comer.
Vi um galpão cinza depois de ter andando por quase toda a rua e parei lá. Tinha alguns carro mas eu não desci,apenas fiquei observando até ver Ryan sair de lá de dentro armado. Abri a porta do carro e assim que desci e fui andando em sua direção e vi que ele abria um sorriso enorme no rosto.
Ryan: Ora Ora...achei que não viesse!
Bê: Claro que vim Ryan.-nos abraçamos e assim que me afastei,ouvi um barulho que quase estourou meus tímpanos. Pareciam tiros e um seguido do outro. Ryan riu da minha cara.
Ryan: Já começamos o treinamento.
Bê: Começamos?-arqueei uma sombrancelha.
Ryan: O pessoal de confiança que eu te falei está ai...
Bê: Bom, então vamos não é ...? Estou ansiosa para começar!-assim que comecei a andar, Ryan segurou em meu braço. O olhei.
Ryan: É...todos os caras ai dentro são caras sujos...não ligue para o que eles vão falar ok ?
Bê: Eu devo imaginar...tudo bem,mas se algum me provocar você sabe o que acontece não ?-Ryan riu com minha brincadeira.
Ryan: Com certeza, a poderosa Brenda Pitt é o maior pesadelo desses caras...
Rimos e entramos no galpão. Fiquei um tanto impressionado com aquilo. Alvos posicionados a frente de alguns caras e eles atiravam como se estivessem com raiva de alguém...por um minuto senti medo mas Ryan apertou minha mão e me olhou como se pedisse para que eu bancasse a durona ali. Assenti e levantei a cabeça indo com Ryan até aquelas caras que me olhavam de um jeito nojento.
Ryan: Parem de atirar!-só bastou isso para que todos parassem e fossem até Ryan. Me afastei um pouco, olhando aquelas caras...alguns eram novos mas outros eram muito velhos e só do jeito que eles me olham eu ficava enjoada.
XxxX:Quem é essa vadia ? – Ryan olhou pro homem que disse isso o reprendendo.
Ryan: Essa é Brenda Pitt e ela não é nenhuma vadia de quinta com quem vocês estão acostumados...Brenda é nora de Jeremy Bieber, e espero que a respeitem ou terão problemas comigo!-todos assentiram, mais ainda me olhavam. Eu queria que o Justin estivesse ali e esses caras iriam ver só uma coisa!-Voltem ao trabalho seus vermes!-todos assentiram sem resmungar e voltaram a atirar nos alvos. Eu já estava me acostumando com o barulho mas ainda sim doía meus ouvidos só de ouvir.
Ryan: Me desculpe por isso...esses caras são nojentos.
Bê:Eu me acostumo...eai cadê o Nolan e o Chaz?
Ryan: Eles não sabem disto Brenda...eles contariam ao Justin se soubessem.
Bê:Isso não ta ficando perigoso ? Justin ficará furioso quando souber.
Ryan: Está dando pra trás?
Bê:Claro que não!
Ryan: Então vamos ao trabalho!-Ryan saiu andando e eu o segui. Havia um alvo sem ninguém e Ryan me fez ficar de frente pra ele. Ele foi buscar algo na mochila que estava em cima de umas madeiras que estavam ali e quando voltou estava segurando uma arma...Uma arma prateada e sinceramente, incrivelmente linda.-Essa é sua arma!-Ryan me entregou a arma e eu não sabia nem como segurar aquilo.
Bê: Minha?
Ryan: Sim sua!-ele ajeitou minha mão sobre a arma.-Agora vire-se e tente atirar no alvo.
Fiz o que ele pediu e segurei firme aquela arma. Levantei o braço e mirei. Contei até  3 mentalmente. 1..2..3 atirei e a bala se quer acertou o alvo. Ouvi alguns risos dos caras que pararam só pra me ver atirar. DROGA! AQUILO ERA DIFICIL.
Bê:Isso é complicado!
Ryan: Tenha paciência...hoje você vai sair daqui atirando como uma criminosa...ou pelo menos atirando para não se machucar.-ri e voltei a tentar. Acho que eu gastei toda a munição de Ryan mas ele sempre me arrumava mais e mais balas até que eu comecei a acertar o alvo. Aquilo estava ficando excitante. Eu me sentia poderosa com uma arma na mão e com todos me olhando como se eu fosse algo intocável pra eles.
(...)
Bê: Ryan, eu to cansada...-um dos caras com que Ryan falava riu.
Ryan: Venha até aqui Senhorita Pitt.
Senhorita? Desde quando ele me chama assim? Fui até ele e quando parei um cara que até que era bonitinho me olhou dos pés a cabeça.
Ryan: Esse é Thomas.
Bê: Olá.-forçei um sorriso.
Thomas: Você é bem gostosinha pra sua idade...será que o Bieber  venderia a nora pra mim ?
Bê: Eu não sou um objeto para ser vendida caro senhor.-Ryan riu do meu jeito formal.
Ryan: Ela tem namorado que aliás é filho de Jeremy e como antes eu já disse para respeita-la ou terei que dispensar seus serviços;
Thomas: Tudo bem Ryan.-todos ali riram da cara de Thomas.
Bê:Então Ryan, porque me chamou ? –perguntei, indiferente.
Ryan: Eu preciso te dar uns toques...venha comigo.-Ryan saiu andando e eu o segui. Pude sentir os olhares me secando enquanto me afastava. Assim que Ryan parou,ele se virou pra mim.
Bê: Que toques Ry?
Ryan: Você tem que tentar ser mais durona...esses caras já estão começando a falar que você é uma vadia e isso não é bom. Jeremy não gosta que pessoas da família dele sejam chamadas assim...e mesmo ele não te conhecendo isso é algo ruim. Você é uma das pessoas que esses caras mais tem que respeitar então tem que impor isso a eles intende?
Bê: É acho que sim...
Ryan: E a mim também...tudo bem me chamar de Ryan mas você fala comigo de um jeito tão...doce que esses caras acham que eu estou te comendo.
Bê: Eles acham isso ? –bufei.
Ryan: Eu já disse, esses caras são sujos ... aja como a nora de Jeremy ok ?
Bê: Hoje eu vi uma foto dele em um site...ele esta sendo procurando pelo FBI.
Ryan: Eu sei mas os capangas de Julie nunca deixariam o FBI o encontrarem, não antes do Justin pagar o que Jeremy deve...
Bê: Eu não intendo uma coisa... se Jeremy é tão rico e poderoso assim porque ele mesmo não paga essa divida?
Ryan: Porque toda sua fortuna está em uma conta na Suíça e Justin não pode pegar nem tocar em nada apenas Jeremy...a não ser que Jeremy fale com o pessoal do banco e isso é meio impossível e também todo o dinheiro esta sendo monitorado pela Inter Pol.
Bê: Inter Pol ?
Ryan: Sim,está cada vez mais difícil de agir... mas podemos armar uma cilada com todo o pessoal que temos e o pessoal de Jeremy vamos armar uma emboscada e o salvar. 

CONTINUA....

Divulgando : http://somente-ibs.tumblr.com/

Oláa leitoras mais divas do mundo, tudo bem ? Bom,vocês devem estar falando 'cara ela esqueceu do blog' 'ela não nos ama mais' mas não é nada disso. Eu fiquei sem postar porque meu pc estava formatando e isso demorou dois dias e eu só pude postar hoje porque nos dias em que minha prima vem em casa não dá pra escrever porque ela fica olhando o que eu faço no pc e quer jogar ao invés de deixar eu escrever então simplismentenão deu e me desculpem, vocês devem ter ficado muito curiosas não é ? HSAHASUHASHU espero que tenha mgostado desse capítulo. Gostaram da parte Hot??????????? Me digam o que acharam eu acho que não estou escrevendo muito bem :( 
Obrigada pelos comentários, eu amei todos, vcs são incríveis.
Quem não segue o blog não esqueça de seguir!
Obrigada, amo vcs :)

               -------------------------------Continuo com 8 comentários----------------------------------------

10 comentários:

  1. Vish,Thalia sua fogosa u-u ta perfeito,continuaaa. Divulga meu blog? obrigada > http://imaginebeliebers4ever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. ta tudo perfeito!! e obg por divulgar o meu tumblr tata. :)

    ResponderExcluir
  3. quase tive um troço achando q o pai dela nao ia acreditar kkkkkkk To amando a IB, mor. Xoxo :3

    ResponderExcluir
  4. Ok kkkk' continua??
    ta perfeito ameiii continua = )

    ResponderExcluir
  5. Me bateu um disispero pq pensei que o pai dela não ia acreditar.
    continua

    ResponderExcluir
  6. Wooooooooooool , que isso u.u ~eu gosto kkkk ~
    Continua ?

    ResponderExcluir