30 de ago de 2012

Capítulo 36 '' Forever you'' '' O incesto de Justin e Anne''


-Apenas tive um pesadelo.
-Sei como é .-respondi. Eu já tinha acordado várias e várias vezes por causa de pesadelos ainda mais com a minha mãe.-Mas não vai levantar e tomar um banho ?
-Fica aqui comigo ? -ele fez um meio biquinho que me fez sorrir de imediato.
-Ok.-disse e me deitei em seu peito. Ele me abraçou e depositou um beijo em minha testa.
-É muito bom acordar e estar com que você ama...-sorri.
-Isso é verdade mas o melhor é passar cada segundo com que você ama...-me separei um pouco de seus braços e o olhei.Ele parecia distante pensando em algo...-Quer falar sobre seu pesadelo ?
-Não... esta tudo bem.
-Então é melhor você ir tomar um banho Jus... temos que tomar o café da manhã.-Eu me sentei na cama e ele também e senti ele avaliar meu estado,- vestida e já arrumada-, indicando que ele tinha que se arrumar para irmos tomar café no restaurante do hotel onde Chaz,Gih,Sarah, Ryan e Austin, deviam estar.
-Tudo bem...-ele se levantou meio cambaleando da cama e entrou no banheiro para um banho.


Quando Justin saiu do banheiro, ele usava uma cueca box. Tive que me segurar e me conter apenas repreendendo meus lábios de falar alguma besteira. Ele foi até o seu guarda-roupa e vestiu uma camiseta branca, uma calça um pouco larga amarela, e um supra amarelo. Penteou seu cabelo naquele topete de sempre. Depois que acabou de se arrumar fomos juntos para o restaurante do hotel. Avistamos a mesa em que a Gih, a Sarah, Chaz, o Austin e  o Ryan estavam sentados.
-Bom dia!-disse e eu dissemos juntos.
Todos -  Bom dia!-nos sentamos e olhamos aqueles rostinhos felizes.Isso porque todos estavam sorrindo.
- Achei que não acordariam hoje!-Sarah me fuzilou com olhos.
- Pelo jeito a noite foi boa!-Ryan riu. Senti minhas bochechas corarem com seu comentário.
-A noite foi ótima!-Justin disse me fazendo corar de vez.
-JUSTIN!-o repreendi.
-Que foi amor, eu estou mentindo ? -perguntou ele, se fazendo de desentendido, mas ele sabia exatamente do que eu estava falando. Vi Austin parar de sorrir na mesma hora. Ele cruzou os braços e ficou nos fitando.
- Justin , esquece isso ok ? - mudei de assunto.-Vocês vão sair hoje? -perguntou á todos. Gih sorriu animada.
-Hoje eu e o Chaz vamos andar de barco, vai ser muito lindo. -ela falou mais do que animada.
- Isso é bom Gih... e você Sarah? Vai fazer algo ?
-Na verdade não... estava pensando em convidar você pra ir ao shopping comigo? Uma tarde só para compras, o que  acha?
- Perfeito!-sorri animada.-Você não se importa deu ir não é amor? - olhei pro Justin e ele sorriu.
-Claro que não princesa... pode ir se divertir... mas... eu tenho um pedido.-ele falou meio sem graça. O encarei confusa.
-Que pedido ?
- Quero que você compre uma coisa pra mim.- o encarei mais confusa ainda. O que ele queria que eu comprasse pra ele ?
- Iiii Já vi tudo! Justin , você vai mandar sua namorada comprar coisas eróticas pra você? - Senti Justin fuzilar Ryan com o olhar.
-Claro que não!
- O que é amor? -ele se aproximou da minha orelha. Senti um arrepio pelo meu corpo.
-Uma lingerie pra você usar comigo hoje a noite... estou com saudades de você...-ele sussurrou só pra mim ouvir. Sua voz rouca e sensual invadiu minha mente e eu precisei de alguns segundos para capitar o que ele havia pedido. Selei nossos rápidos rapidamente e o olhei.
-Tudo pra te fazer feliz.-eu disse e todos falaram um ''blá'' na mesa. Eu e Justin rimos.
-Obrigada princesa. - Justin disse com um sorriso.
Justin não costumava me pedir coisas assim... mas sempre tem uma primeira vez certo? Ele devia estar querendo uma noite diferente... e eu não me importaria em dar isso á ele.
- Ok amiga, chega de melação  e vamos logo !-disse Sarah se levantando apressada. A encarei.
-Mas já?
-Claro, ou você acha que a bolsa da Channel vai ficar lá pra sempre? -revirei os olhos e me levantei. Me despedi do Justin e de todos e me deixei ser puxada por Sarah. Hoje seria um longo dia de compras.
(...)

-Amiga, vamos logo... eu tenho que comprar a bolsa da Channel!-Sarah reclamou. Olhei aquelas lingeries. Preta, vermelha, amarela,pink... diversas cores e modelos diferentes para provocar o Justin, qual eu escolheria?
-Calma eu estou indo o mais rápido que posso.-falei observando as lingeries atentamente e tentando escolher uma que agradaria o Justin. Ouvi Sarah Bufar.
-Cara quando o assunto é o Justin você esquece totalmente das suas amigas...-olhei pra ela segundando o riso.
-Ta com ciumes do Justin Sarah?
-Claro que não. Eu só queria que você parasse de escolher essa porcaria e fosse comigo comprar aquela bolsa maravilhosa.-ela fez drama.
-Ok, eu vou andar logo.
Peguei a lingerie vermelha e a  olhei. Me parecia incrivelmente perfeita. Era provocativa, e ao mesmo tempo dava um ar de ''comportada''. Antes que Sarah pudesse reclamar, eu já estava pegando aquela mesma.
Saímos da loja e fomos para a loja enorme da Channel e outras marcas que tinha ali. Juro, eu fiquei perdida em meio a tantas marcas da moda. Sarah comprou a bolsa azul marinha da Channel que queria e fomos em um restaurante almoçar, afinal, estávamos morrendo de fome.
**

Entrei no quarto cheia de sacolas. Vi Justin falando ao telefone mas o ignorei, indo arrumar as roupas que eu tinha comprado. Fiquei distraída com aquilo por alguns minutos até que eu ouvi um baque de algo de chocar com o chão. Olhei em direção ao Justin e ele estava chorando. Espera... ele estava chorando ?
Deixei tudo em cima da cama e fui até ele.
-O que houve?-perguntei, ao mesmo tem eu estava assustada , preocupada e confusa. Olhei o celular caído no chão. Justin estava imóvel  e apenas colocava a mão no rosto tentando abafar o choro. Aquilo me preocupou ainda mais.-Justin, me diz o que houve?! - perguntei nervosa. Ele tirou a mão do rosto e me encarou por alguns segundos.
-Me desculpa!-ele disse em meio ao choro e me abraçou. Retribui seu abraço o confortando.
Porque ele chorava? Porque ele pediu desculpa? O que aconteceu? 
Esperei que ele se acalmasse, mas isso parecia impossível. Eu nunca pensei em vê-lo  chorando assim... eu nunca imaginei uma coisa destas.
**
-Por favor amor, me diz o que houve? -pedi pela milésima vez mas ele apenas me encarava.
-Eu fui um tolo.-ele disse. Justin já tinha parado de chorar mais um silêncio tinha tomado conta dele. Ele parecia distante, preocupado... e apenas me olhava como se fosse me perder.
-Porque foi um tolo amor? - perguntei, ele apenas deu de ombros e se sentou na cama. O segui me sentando ao seu lado.
Ele me olhou por alguns segundos e quando eu ia pedir para que ele dissesse algo, ele suspirou e voltou a falar.
-Eu tenho que falar com você... tenho que dizer o que ... está acontecendo, mas eu quero que ... me prometa que não vai fazer nenhuma besteira...
-Justin, você está me assustando.- Sim, ele realmente estava. Onde ele queria chegar com tudo aquilo?
-Só me prometa!
-Ok, eu prometo. -disse por fim.
-Tudo bem... lembra quando minha mãe me ligou e disse que era urgente? -assenti.-Quando eu liguei pra ela... ela me disse que seu pai foi falar com ela e que ele disse uma coisa...
-O QUE? MEU PAI FOI FALAR COM A PATTIE?-perguntei nervosa.-Ele não fez nada á ela , fez?
-Não amor... não é isso... ele disse que ... que eramos primos.
-Primos? -arqueei uma sobrancelha. Eu prima do Justin ?- Porque meu pai falaria que eu sou sua prima? Ele estava bêbado ?
-Isso não vem ao caso Anne...ele disse a verdade!
-Verdade? Justin, isso não é verdade. Não tem a mini...-ele me interrompeu.
-Me escuta Anne... sua mãe é prima da minha prima... isso nos faz parentes de alguma forma.
Olhei pro Justin chocada. Não podia ser. Minha mãe prima da prima dele? Isso estava muito confuso. Isso era muito complicado. Milhões e milhões de coisas se passaram pela minha cabeça... Se eramos primos estávamos cometendo um incesto ?
-É por isso que... que estava chorando ?
-Sim, eu liguei pra minha prima e ela m confirmou tudo... depois eu ... liguei para um professor amigo do meu pai, ele estudou o DNA humano por 5 anos e ele disse... que somos parentes mesmo não sendo exatamente primos... isso é tão confuso.
Me aproximei mais dele e envolvi meus braços a sua volta, Justin me puxou fazendo eu me sentar em seu colo. Deitei minha cabeça em seu ombro tentando não chorar. Aquilo era tão... errado.
(...)

-Porque isso tem que acontecer com agente? -ele disse depois de quase meia hora em um silêncio avassalador.
-Eu não sei...-disse e suspirei reprimindo o nó em minha garganta. Ele me afastou um pouquinho e me olhou.
-Eu te amo Anne... te amo daquela outra forma. Como um homem ama uma mulher... é incrível como nossos destinos se esbarraram e ... é incrível como estamos mais unidos do que pensamos...promete pra mim Anne, que nunca vai desistir da gente? Por favor prometa!-seus olhos transmitiam dor e aquilo doía mil vezes mais em mim.
-Eu prometo amor... eu nunca desistiria da gente... nunca!-Justin me puxou mais para seu colo me fazendo quase deitar em cima dele. Seus lábios procuraram o meu com desejo. Passei minhas mãos em volta de seu pescoço e retribui seu beijo.
                                 

-Eu não me importo com mais nada desde que eu tenha você...-ele sussurrou em meus lábios. Senti um calafrio desconhecido percorrer o meu corpo.Mordi seus lábios com desejo.-Estamos cometendo um incesto...-ele apenas disse sem nenhum objetivo. Seus beijos começaram a trabalhar em meu pescoço.
-Foda-se o incesto.-eu disse firme.-Contanto que você me ame... eu não me importo de ir pro inferno. -Ele deu um sorriso safado e voltou a me beijar, agora, muito mais intensamente do que havia começado.
[...]

Estávamos nós dois, com a respiração afogante ali. Milhões de coisas se passaram em minha mente... milhões de olhos nos julgando... milhões e milhões de coisas sem sentido. Ouvi o coração de Justin bater aceleradamente... tentando se controlar e então eu percebi que aquilo, sendo verdade ou não, não mudaria o meu amor por ele, afinal, quem ama, vence todas as barreiras, apenas, para estar ao lado de quem se ama.
-Eu me sinto melhor...-Justin disse quebrando o silêncio. Sua voz saiu um pouco falha.-Você me faz o homem mais feliz do mundo apenas por respirar...
-E você me faz a mulher mais feliz do mundo... apenas por sorrir todos os dias.-ele me puxou mais contra seu corpo. Fechei meus olhos e senti seus lábios molhados, depositando um beijo em minha testa. Tudo que eu fiz foi relaxar... e dormir, afinal, ele sempre estaria ali, me amando.

Continua...

RECOMENDO DO DIA : imaginejustinbelieber-believe
Oiii gatitaaaaaaaaaas lol consegui escrever esse capítulo, espero que gstem e que não achem muito pequeno... PF cementem muito ok? Quanto mais rápido, mais rápido eu posto. UM beijo. Amo vocês.
Não se esqueçam se quiserem que eu divulgue tem que comentar aqui :

10 comentários:

  1. Perfeito vey,eles tem que ficar juntos mesmo u.u
    Amo suas Ib´s anjo,beijos.

    ResponderExcluir
  2. amei flor continua bjs . @Sra_Devonne

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaa omg omg como eu amo essa ib,continua tá super perfeita *-*

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, que coisa mais lindaaaaaaaaaaa *-*
    Continua, continua, continuaaaa *-* ♥♥♥
    MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO BOM!
    Beeeijo

    ResponderExcluir
  5. POR FAVOR CONTINUAA EU TO TE IMPLORANDO. EU AMO MUITO ESSA IB É MUITO PERFEITA ♥

    ResponderExcluir
  6. ='( Tem q haver algum engano nisso poxinha. To curiosa pro proximo capitulo. Xx :3

    ResponderExcluir
  7. continua awn perfeição vlh

    ResponderExcluir