7 de ago de 2012

Imagine Belieber - Part of Your world : Capítulo 27 ''Eu vou te deixar ir...''

Há um passeio em mim que não me permite fazer certas coisas pelo caminho mais facil.- Johnny Depp

                                 


Ryan: Tudo bem, te encontro no galpão as duas hoje ok ?
Bê: Tem que ser as duas? Hoje estou cheia de dever ...
Ryan: Você tem que fazer 18 anos logo... escola da muito trabalho...
Bê: Dá mesmo.... mas eai, dá pra mudar o horário ?
Ryan: Sinto muito mas não dá ... os caras já acertaram tudo.
Bê: Então ta... te encontro as duas.
Ryan: Okay, beijos.
Bê: Beijos.
Desliguei o celular e o coloquei em cima da cama.
XxxX:Eu não acredito que você fez isso.- Me virei e dei de cara com o Justin. Ele me encara perplexo.
Bê: O que você faz aqui ?


JB: Como você pode fazer isso Brenda?-me aproximei mais dele, mas ele se afastou. Será que ele ouviu alguma coisa entre minha conversa com o Ryan ?
Bê: O que foi ?-ele me encarou. Sua expressão era de raiva.
JB: O que foi ?-ele passou a mão entre os cabelos e semicerrou os dentes.-EU ACABEI DE OUVIR QUE A MINHA NAMORADA ME TRAI E O QUE VOCÊ ACHA QUE FOI?-ele explodiu.
O que? Ele acha que eu o trai com o Ryan ?
Bê: Justin...isso não é o ...-ele me interrompeu.
JB: CALA A BOCA. FICA QUIETA. EU NÃO TO SUPORTANDO OUVIR SUA VOZ!-senti suas mãos em meus ombros e antes que eu mesma desse por mim, eu estava no chão. Olhei pro Justin incrédula.
Bê: Porque fez isso ?
JB: ISSO É MUITO POUCO VADIA!MUITO POUCO!NÓS VAMOS RESOLVER ISSO É AGORA!-ele se agachou e me pegou pelo braço. Aquilo estava me machucando mas antes que eu pudesse dizer mais alguma coisa, ele apertou mais o meu braço. Soltei um gemido de dor, aquilo ficaria roxo.
Justin me arrastou até fora da minha casa. Vi o jardineiro que estava ali nos olhar assustado mas antes que ele pudesse fazer algo, Justin tirou uma arma da cintura.Olhei aquilo assustada...
Justin me colocou dentro do carro dele que estava estacionado ali , ou melhor, me jogou dentro do carro e em seguida entrou. Ele guardou a arma em sua cintura outra vez e ligou o carro. Justin acelerou e com o impacto, bati minha cabeça no banco.
**

Olhei pela janela e tínhamos parado na casa do Chaz.
Bê: Porque me trouxe aqui?-perguntei, e ele sorriu de lado... Eu tinha percebido uma coisa muito estranha. Uma coisa que achei que nunca veria realmente no Justin: o ódio.
JB:Você vai ver.-disse ele e saiu do carro. Em seguida ele abriu a porta do passageiro e pegou no meu braço me tirando de lá.
Bê:Me solta Justin!-tentei puxar meu braço mas não consegui, ele era mais forte do que eu.
JB:Claro que não vadia...vamos conversar com seu amante!-ele abriu a porta no memso instante que eu ia dizer que tudo aquilo era uma loucura. Vi Demi e Miley ali, elas olharam confusas pra gente.
Miley: Justin ?
Demi: O que houve?-Demi olhou assustada pra mim. Lágrimas já desciam por todo meu rosto.
Bê: Justin....me ouve.-pedi, ele apertou mais o meu braço.
JB:Fica quieta!- disse ele ríspido.-Cadê o Ryan Demi?
Demi: Ry!- ela o chamou, e continuou a nos fitar assustada.-O que está acontecendo Justin?
Antes que ele pudesse responder alguma coisa, Ryan e Chaz entraram na sala.
Chaz: Justin? Brenda?
Ryan: O que está acontecendo ? - Ryan olhou pra mim, assustado.-Você está chorando Brenda?
JB:Era com você mesmo que eu queria falar.-Justin soltou o meu braço e foi pra cima do Ryan.
Fiquei paralisada no inicio, tudo que eu via era Justin acertando Ryan com vários socos e pontapés até que Chaz e até Demi e Miley os separam. Justin estava com o rosto machucado, provavelmente porque Ryan havia acertado ele com um soco.
Ryan:VOCÊ FICOU LOUCO?!- Ryan explodiu. Ele colocou a mão no queixo... - PORQUE FEZ ISSO?
JB:PARA VOCÊ NUNCA MAIS OUSAR CHEGAR PERTO DA BRENDA! ELA É MINHA! MINHA INTENDEU?!
Vi Ryan me olhar confuso.
Ryan: Brenda... do que ele esta falando ?
Demorei um pouco para me concentrar em suas palavras. Aquilo tinha me assustado. Olhei um segundo pro Justin. Ele estava se debatendo nos braços de Chaz e até bufava de raiva. Esse não era o Justin por quem eu me apaixonei.
Bê: JUSTIN VOCÊ É UM IDIOTA!-gritei e fui pra cima dele. Dei vários socos em seu peito mas ele não pode fazer nada porque Chaz estava segurando ele. Vi Miley me puxar, mas tudo que eu queria era bater nele, por ele ser tão idiota!
Ryan: Hey calma ae!-Ryan me segurou pela cintura. Respirei fundo algumas vezes para me acalmar.-O que está acontecendo aqui?
Bê: Esse idiota!-olhei pro Justin com raiva.
IDIOTA.IDIOTA.IDIOTA. MIL VEZES IDIOTA. Será que ele não confia nem um pouco em mim? Será que ele não podia ter me escutado por alguns segundos para que eu explicasse o que era e para que nada disso tivesse acontecido? Talvez Chris tenha razão. Justin com certeza é um garoto frio... mesmo que toda aquela história da Caitlin seja mentira...Justin não se importava comigo. Essa era a verdade.
Ryan: O que ele te fez Brenda?
JB:Isso mesmo vadia, corre pro seu amante!
Bê: NÃO ME CHAME ASSIM!-Gritei. Todos me olharam.-Você é um imbecil! Eu não te trai com o Ryan e muito menos com outro cara! Será que você não intende?
JB:NÃO?ENTÃO O QUE FOI AQUILO QUE VOCÊ DISSE NO TELEFONE BRENDA? VOCÊ ACHA QUE EU SOU OTÁRIO?!
Ryan: Hey...espera, ele acha que você esta o traindo comigo?-vi Ryan segurar uma rizada.
Bê: Sim.-confirmei.
Ryan: Você é louco?-Ryan o encarou.-Como você pode pensar isso de mim? Eu sou seu melhor amigo!
JB:Era. Eu não acredito que você fez isso...
Ryan: Justin, eu não fiz nada... muito menos a Brenda...Se você quer saber toda a verdade...tudo bem,você saberá. Chaz solta ele.-Chaz exitou por um momento mas soltou Justin.-Senta ali.-Ryan aponto para o sofá. Justin sentou e logo em seguida todos se sentaram menos eu, que fiquei em pé apenas observando a situação.
JB:Anda logo e me dê um bom motivo para não te matar aqui mesmo.-ele falou rude.
Ryan: Você não faria isso.-Ryan deu de ombros.
JB:Depois de uma traição , eu sou capaz de tudo.
Ryan: Tudo bem, é melhor eu te explicar o que houve...-Justin suspirou impaciente.
JB: Fale.
Ryan: Eu estive com seu pai.
JB:M-eeu p-ai ?- Justin gaguejou e olhou surpreso para Ryan.
Ryan: Sim, quando eles me pegaram eu estive com seu pai... ele estava preso mas estava bem... e ele me contou muitas coisas...uma delas é que...você herdará toda a fortuna dele...todos os negócios em que ele esta envolvido...tudo isso será seu.
JB:Não pode ser...
Ryan: É dude...e ...bom.... sobre a Brenda me desculpa.
JB:Então quer dizer que...-eu o interrompi.
Bê: Você não confia em mim Justin...
Ryan: Brenda for favor...eu explico...
JB:Explicar o que?-Justin me olhou confuso.
Ryan: Eu... estou preparando alguns caras para resgatar seu pai...
JB: O QUE?
Ryan: Sim Justin...eu não quiz te contar porque você provavelmente faria uma besteira e só iria se machucar mas...eu sei onde ele está e sei como tira-lo de lá!
JB:PORQUE NÃO ME DISSE ISSO ANTES?-ele explodiu.
Ryan: Viu? É por isso que eu não te disse...você é muito explosivo!
JB:Explosivo? É o meu pai Ryan!
Ryan: Eu sei...eu sei mas você vai ter que confiar em mim...
JB: Espera.-Justin desviou seu olhar pra mim.-O que a Brenda tem a ver com tudo isso?
Ryan: Ela....está treinando comigo...ela quer ajudar a resgatar o seu pai!
JB:FICOU MALUCA?-ele me encarou.-Você pode se machucar!
Bê: Você não manda em mim!-rebati.-E eu quero ajudar!
JB:Você não vai!
Bê: Eu vou.-falei determinada. Ele veio em minha direção e segurou forte no meu braço, outra vez.
JB:Você não vai!-ele falou firme e apertou o meu braço. Ryan me puxou delicadamente o fazendo se afastar.
Ryan: Assim você vai machuca-la Justin...
Bê: Tudo bem Ryan...-me separei dele.-Eu não vou.
Era isso não é ? O que adiantou tudo isso? Justin não era quem eu pensava, ele nunca foi... Me maltratar assim e ainda achar que eu vou ficar calada como uma cachorrinha com medo ? Nunca.
JB:Não vai ?
Bê: Eu cansei Justin...-soltei um suspiro e pude sentir um nó em minha garganta se formar.
JB: O que você quer dizer?
Bê: Eu quero dizer que eu to cheia! Cheia de tudo! Como você pode? Como pode duvidar de mim ainda mais com o seu melhor amigo ?
JB:Amor eu...-o interrompi.
Bê: Não vem com essa de amor...você é exatamente como me disseram...uma pessoa sem coração.-encarei seus olhos com de mel por um segundo e sai dali pisando firme.
Tudo que eu queria era chorar...Aquela dor que eu estava sentindo era quase insuportável mas eu tinha que aguentar...pelo menos até chegar a minha casa.
(...)

Entrei no meu quarto e tranquei a porta. Fechei meus olhos e pude sentir as lágrimas invadirem meu rosto.
**

Depois de quase 2 horas... Lucy bateu na porta do meu quarto. Ela estava preocupada e perguntou o que houve e tudo que eu disse foi ''eu briguei com o Justin''...Lucy apenas me deixou lá...sozinha.
Me levantei do chão e tomei um banho. Coloquei essa roupa :
                                                   
                                                           [sem a bolsa,claro.]

Me deitei em minha cama e fiquei ouvindo música...acabei pegando no sono.
---x---

XxxX: Amor...-abri os olhos e Justin me encarava. Seus olhos estavam vermelhos...
Pera. Ele tinha chorado?
Bê: Como entrou aqui?-perguntei e me afastei dele.
JB: Pela janela,oras.-ele riu pelo nariz.
Bê: Vá embora...você não pode entrar assim na casa dos outros...
JB:Nós precisamos conversar.
Bê: Não existe mais ''nós'' Justin...você destruiu isso.
JB:Você não intende que eu não quero te perder...que tudo que faço é para te proteger?
Bê: Eu sei me cuidar!
JB:Não, você não sabe... eu cuido de você.... mas isso fica meio difícil quando você resolve treinar com um bando de babacas que só querem saber de comer você.
Bê: Então é por isso? Tudo isso é ciúmes?
JB:Claro que não...-ele se aproximou mais de mim e pegou minha mão.-Eu te amo e confio em você...eu perdi a cabeça...mas eu te amo.
Bê: Você me machucou...-ele baixou seu olhar, fitando o chão do meu quarto.
JB:Me desculpa...por favor...
Bê: Sempre vai ser assim? Você sempre vai querer me controlar?
JB: O que você quer dizer?
Bê: Eu não posso ter uma vida Justin? Vou passar a vida inteira dependendo da sua proteção ?
JB:Brenda...
Bê: Não começa Justin...eu sei me cuidar muito bem e você disso.
JB: -sorri-Eu sei disso...
Bê: Você sabe?-arquei uma sobrancelha.
JB: Sim, eu sei...e sei também o quanto você é durona...e o quanto está disposta a me ajudar...mas eu não vou arriscar te perder para salvar o meu pai...Você é a coisa mais preciosa que eu tenho Brenda...não posso deixar nada te acontecer...
Bê: Justin...eu quero te ajudar.
JB:Brenda, você não está pensando...você é rica, tem uma vida... eu não posso mais te machucar.
Bê: Do que você está falando ?
JB:Que eu vou deixar você ir...vou te deixar livre pra viver a sua vida.

Continua...

Divulgando :  www.imaginebelieberforeverwithyou.blogspot.com |  http://ibv-arios.blogspot.com.br/ 

Oi meus anjos, espero que tenham gostado do capítulo. Está meio curto porque eu não estou tendo muito tempo...mas mesmo assim espero que tenham gostado. Muito obrigada por tudo.  Ahhh eu amo os comentários de vocês, awn. Até o proximo capitulo  
Amo vocês dmssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
@SexBieberBR

12 comentários:

  1. P-E-R-F-E-I-T-O!
    Como consegue ser tão perfeita assim?
    Continua, eu quero saber o que ela vai falar pro Biebs

    ResponderExcluir
  2. 'o' estou sem palavras 'o' minha boca fez um O redondo e perfeito agora 'o' continuaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  3. meu deus do céu nem sei oq dizer OMG ', KKKKKKKKKKKKK nossa vlh continua logo assim deixa a gente tudo na curiosidade ÇÇ'

    ResponderExcluir
  4. vc escreveu avenida brasil,caminho das indias,passione,mulheres apaixonadas por acaso gata?que talento!adorei a fic.

    ResponderExcluir
  5. OMG , CHOREI VEI NA BOA ://
    Continua ?

    ResponderExcluir
  6. ELES NÃO PODEM TERMINAR OK? NÃO PODEM
    pfvr faz com quê eles fiquem juntos, te suplico.
    Continua

    ResponderExcluir
  7. que perfeito esse capitulo.
    continua

    ResponderExcluir
  8. masoq como assim? Vei, nunca pensei q ele machucar ela '-' E eles nao podem terminar ='( Xoxo.

    ResponderExcluir