23 de abr de 2015

Timber- Capítulo 11 "Grand Theft and.. Crying?'' Dedicado para a Dessa ♥

"Eu esperava que você viesse correndo para mim ... mas não que me destruísse como você fez" 

-Wow!-os garotos uivaram.
Justin abriu a caixinha e ali,estava um anel... na verdade uma aliança.
-Lily, quer namorar comigo?
Vi que Babi saiu dali correndo. Mas ninguém ligou. Todos estavam chocados , assim como eu. Justin esta de joelhos para mim  me pedindo em namoro.
Ele disse que não era de namorar mas...
Oh meu Deus! 
Eu demorei alguns segundos para entender aquela cena. Justin sorria para mim, de joelhos. Ele parecia estar feliz. Eu estava completamente feliz e todo meu medo e desespero tinham passado.
-Sim.-disse tão baixo que eu mal me ouvia. Ele pegou minha mão e colocou a aliança. Era uma aliança diferente, com pedrinhas... eram diamantes!
Senti Justin me abraçar e procurei seus lábios. Iniciamos ali o beijo que mudaria nossas vidas.
-Eu acho que amo você...-ele sussurou. Fiquei sem reação. O abracei mais forte ainda.
-Eu não acredito que ouvi isso!-disse feliz. Ele me afastou para me olhar.
-Você não sente o mesmo?
-Eu amo você também Justin.
Ouvimos aplausos e nos viramos para os garotos. Justin riu e me beijou novamente. 
Alguém finalmente tinha entrado no coração de Justin Bieber. Talvez essa fosse minha deixa?
**

P.O.V Bárbara Smith

A medida que eu lembrava naquela cena, eu chorava mais e mais. Deus, por quê? O que ela tem que eu não tenho?
Eu não conseguia entender... eu não conseguia. 
Se Justin estava disposto a amá-la, ele ia ter que provar que não me ama. Ele tinha que provar que me esqueceu.
**
Esperei que todos dormissem, e fui até o escritório de Justin. Amanhã seria o roubo então com certeza ele estava lá. Abri a porta sem bater e fui surpreendida por seu olhar.
-Que foi?-ele perguntou, grosso. 
Sorri.
-Preciso da sua ajuda com uma coisa. 
-Com o quê Babi? Tá cheio de marmanjo pela casa... só você pedi ajuda pra eles.
-Mas é uma coisa que apareceu na minha cama e você precisa ver!-menti frustrada.
Oh homem difícil. 
Ele me avaliou de cima abaixo. Eu estava apenas de baby doll.
-Tá... eu vou ver mas se for bobagem , eu te esfolo!-ri de sua ameaça.
Segui para meu quarto e Justin seguiu atrás. Quando ele entrou tranquei a porta sem que ele percebesse. 
Olhei para ele.
-E então?-ele perguntou.-O que quer que eu veja?
Me aproximei dele e vi ele ficar nervoso. Eu mexia com ele. Isso eu tinha certeza. 
-Eu menti.-confessei.-Eu te trouxe aqui pra te perguntar uma coisa.
-Babi...babi... o que eu disse pra você porra?
-Tá Justin mas porra! Eu não consigo ver você com essa garota!
-E você me trouxe aqui pra quê? Caralho Babi, eu tô cheio de trabalho acumulado naquela porra e você me traz aqui pra fica com graça.
-Você tem certeza que não me ama mais?-tirei a parte de cima do babydoll. Ele encarou meus seios.
-Babi... eu não vou transar com você.
-Não foi isso que te perguntei.-falei firme.
-Você é foda né? Quantas vezes eu já te disse que não?!-ele falou alterado.
-Beleza mas eu quero uma coisa.
-Que coisa porra? Mais dinheiro é isso?
-Não... se você diz que não me ama então vamos foder.
-Fo...o quê?-ele se engasgou.-Tá maluca? A Lily ta no meu quarto sua louca!
-Foda-se. Vou considerar isso como uma despedida até você enjoar da santinha e vim pra mim denovo.
Ele riu. Aquela risada gostosa que me fazia sorrir junto.
-Então, se eu te comer, você me deixa em paz?
-Sim.-Obvio que não mas tudo bem.
-Beleza.
Justin me puxou contra ele e começou a me beijar.
Caralho aquilo foi mais fácil do que eu pensava!
O empurrei até a cama já tirando a blusa dele. Quando suas costas tocaram meu lençol joguei a camisa dele longe. Me sentei em cima dela e rebolei em seu membro ganhando um tapa estalado na bunda.
-Gostosa do caralho!-ele xingou. Rebolei várias vezes o atiçando, até que ele mesmo parou com aquilo e me afastou. Achei que ele iria me deixar ali, mas ele tirou sua calça e sua box, e eu rapidamente tirei a parte debaixo do babydoll ficando nua. Justin se empurrou contra mim mordendo meu pescoço. Aquilo deixaria marca. Uma marca deliciosa vindo dele.
Abri minhas pernas implorando para senti-lo logo e quando ele me penetrou, soltei um grito.
-Mete forte!-implorei e ele começou a massagear meu seio com sua mão e a movimentar seu quadril para frente e para trás. 
Gostoso, cheiroso e insaciável como eu me lembrava. 
Sentia ele bem no fundo e podia ouvir seu gemido rouco. 
-Diz meu nome!-ele mandou.
Ele tirou seu membro e meteu com tudo.
-Justiiiin!-gemi e gozei sem ao menos pensar. Engoli seu membro com minha vagina e Justin olhou nos meus olhos mordendo seu lábio, cheio de tesão. 
-Você não tem vergonha de ficar com um cara comprometido?-ele perguntou.
-Não quando sei que ele me ama...
Justin soltou uma risadinha, mas não disse nada. Seus movimentos aceleraram e eu vi ele fechar os olhos, comprimir os lábios e soltar um gemido, ao gozar.
Eu jamais tinha percebido que esse homem era tudo, até agora. 
Ele abriu os olhos.
-Que foi?
Ele fez menção de sair de dentro de mim mas eu o impedi colocando minha mão em sua bunda.
-Fica ai ... não sai agora.-pedi. Fiquei olhando para ele, enquanto ele me olhava.Ter ele parado em cima de mim estava desconfortável mas eu não podia deixar aquele momento acabar assim.
Ele me olhava também... aqueles olhos caramelados, sedutores e misteriosos. 
Ele colocou sua cabeça no meu ombro e deixou seu peso cair sobre mim. Me agarrei mais a ele. 
Ouvi um suspiro e senti algo quente no meu ombro. Ele estava chorando.
Meu coração se apertou.
-O que foi Justin? Se arrependeu?
-Não. Esse é o problema.-ele saiu de dentro de mim e eu deixei. Nos sentamos um de frente para o outro. 
-Tá pensando na santinha?-perguntei.
-Ela não merecia uma traição.
-Eu não merecia ficar sem você mas a vida não é justa né?-falei amarga.
-Você não entende Babi. Nossa história acabou. Foi ótimo? Foi. Eu te amo ainda? Sim, eu te amo pra caralho! Mas somos uma bomba relógio juntos.
Meu coração pulsava com sua revelação.
-Eu também te amo Justin!-fui abraça-lo mas ele não deixou.
-Não Babi. Para. Para com isso, não vamos ficar juntos! Eu mereço alguém melhor e você também.
Ele se levantou e começou a se vestir. Fiquei olhando para ele estática. 
Ele terminou e saiu pela porta, me deixando ali, destruída. 
**

P.O.V Justin Bieber

Olhei Lily deitada na cama. Me sentei ao lado dela e traguei meu cigarro. Eu estava me sentindo culpado mas não me arrependia. Babi mexia comigo. Eu gostava de comer ela, de estar com ela... mas eu precisava de uma redenção, e minha redenção era a Lily. 
Toquei o rosto dela, sentindo sua pele macia. Ela se mexeu e abriu os olhos , me encarando no escuro. Apenas a luz da lua iluminava o quarto.
-Justin?-ela se sentou e olhou o cigarro na minha mão.-Aconteceu algo?
-Não.-menti.-Estava apenas te olhando dormir.
-Terminou seu trabalho?
-Ainda não... Acho que vou dormir.
-Hm... e isso é maconha?-ela apontou para o cigarro na minha mão. Assenti.-Você sabe que não pode porque...-a interrompi.
-É só um pra relaxar. 
Ela suspirou.
-Posso provar então?
-Não. Isso não é pra você.
-Mas eu quero experimentar.
-Tá, abre a boca. 
Ela fez o que pedi. Traguei o cigarro e soltei a fumaça em sua boca. Ela tossiu e eu ri.
-Credo!-ela se abanou com a mão. -Como você não se afoga com esse cheiro?
-Costume.-dei de ombros.
-Você tá estranho... o que foi amor?
-Não é nada. Será que você pode voltar a dormir pra mim poder te olhar?
Ela riu e se deitou.
-Não vou conseguir dormir com você me olhando...
-Então vamos ficar conversando...-sorri para ela.
-Você parece meio aéreo.-ela riu.
-Estou relaxado.
Apaguei meu cigarro e o taquei no chão, amanhã a empregada limparia. Me juntei com Lily na cama tirando meu sapato. Ela se abraçou a mim.
-Não esta com sono?
-Um pouquinho...-confessei. 
-Hm... e que tal você me contar uma história para que eu durma?
-Tipo história de ninar?-perguntei rindo.
-É.-ela riu também.
-Tudo bem... vou contar o dia que eu roubei um velho ótario que fazia contrabando.
Ela se enrigeceu ao meu lado. 
-Qual o nome dele?
-Não lembro mas o sobrenome era igual ao seu... Adams.
-Hm... acho que não quero saber disso.
-Por que não? Foi foda. -Ri me lembrando.-Ele era um fracote.
-Já chega Justin!-ela gritou e se levantou me olhando.-Eu disse que não quero saber!
-Por acaso você conhecia ele?-perguntei desconfiado.
-Não.-ela me olhava séria.-Mas eu não quero saber sobre mortes.
-Tá...-concordei.-Então não sei o que te contar.
-Vamos apenas dormir.-ela voltou a se deitar, mas longe de mim. Suspirei e mesmo sabendo que ela estava chateada a abracei. Não sabia por que ela ficou assim, mas eu não queria ficar longe dela essa noite, não depois do que fiz. Agora Lily seria dona no meu amor. Dona de tudo.
**

Acordei no outro dia ouvindo uma música vindo do andar debaixo. Lily não estava na cama.
Me levantei preguiçosamente e desci até a sala.
Lily , em frente da TV, jogava Just dance. Vi alguns seguranças a olharem e logo que me viram sairam dali.
Aquele jeito de menina, me matava. 
-Alguém acordou animada hoje!-falei. Ela parou e me olhou, logo desligando o video game.
-Justin! Nossa, me desculpa. Eu só ... só vi e queria jogar.-ela gesticulou para o jogo.
Ri e me aproximei dela.
-Tá tudo bem.-ela me abraçou. A selei.-Só tenta não descer pra cá de pijama , os seguranças estavam te olhando.
-Me desculpa.-as bochechas dela coraram.
-Tá tudo bem amor.-beijei seus lábios de novo. -Porque afinal tudo isso é meu.-toquei na sua bunda e a peguei no colo. Ela intrelaçou suas pernas em mim e sorriu.
-Acho que não é só eu que acordei animada...
-Acho que posso me animar mas huh?-a apertei mais contra mim. Ela riu.
-Não vai dar agora amor... jaja eu tenho aula e tenho que me arrumar.
-Escola? Sério Lily?-a coloquei no chão.-Escola é um saco.
-Não é tão ruim...-ela deu de ombros.-Fiz café pra gente e eu quero que você me leve, então vamos.
Assenti e ela segurou minha mão, me puxando para a cozinha. 
Uma coisa era certa, o café de Lily cheirava muito melhor que da empregada.
**

Depois que deixei Lily na escola ,fui para o galpão onde o pessoal estava. Eu não tinha muito o que fazer lá, afinal, Ryan tinha se encarregado de tudo e tinha feito tudo muito bem.
Quando entrei no galpão, todos arrumavam os equipamentos menos Babi que estava jogada no sofá que havia ali, tomando algo que parecia ser vodka. 
Não disse nada. Fui até Ryan.
-Tudo certo pra hoje?
-Tudo certo brô. Estamos colocando os equipamentos na van e daqui a pouco vamos posicionar os explosivos. Vou acioná-los do carro quando finalizarmos o roubo. 
Tinhamos que explodir o galpão para não deixar rastros. Ninguém podia saber que eu estava envolvido com isso.
-Tudo bem... sabe o que a Babi tem?
-Não sei cara, ela esta nas segunda garrafa já, deve ter brigado com alguém.
Porra. 
-Vou falar com ela.
Andei até ela e antes de começar a falar tirei a garrafa da sua mão. Ela me olhou em desaprovação.
-Que foi porra? Me devolve!
Cheirei o líquido da garrafa. Aquilo não era só vodka.
-Por que diabos hoje bem no dia do nosso grande roubo você esta se drogando e embebedando? Você devia estar se preparando!-falei,grosso.
-Me deixa Justin!-ela gritou.-Vai cuidar da sua vida!
Taquei aquela garrafa longe fazendo todos me olharem. Peguei Babi pelo braço e a arrastei até o banheiro do meu escritório. Sem pensar duas vezes a coloquei debaixo do chuveiro, e ela ficou totalmente ensopada e se debatia para sair dali.
-Fica quieta!-reclamei.-Eu não mandei você beber!
-Me larga!-ela se debatia mas eu era muito mais forte e ela não conseguia se soltar. 
Depois de alguns minutos, desliguei o registro de água. Ela me olhava furiosa.
-Não acredito nisso!-ela foi pra cima de mim.-Você é um imbecil!
-Isso é pra você aprender a não se comportar como uma criança. Quer participar do roubo? Então não aja como uma idiota e fique bêbada porque você vai botar tudo a perder e se botar tudo a perder eu acabo com você!
-Acaba comigo? Mais? Você só pode estar de brincadeira!
-Não venha com seus jogos Babi! Caralho ,eu já te disse não me tira do sério porque você pode se machucar porra!
A empurrei com brutalidade e ela bateu suas costas na parede.
Sai dali bufando mas pude ouvi-la gritar uma última coisa.
-Você me bate, e grita comigo porque sabe que me ama Justin Bieber!
Abri a porta do meu escritório e ignorei todos. Babi era mesmo uma vagabunda e eu já estava começando a me estressar com ela.
**
P.O.V Bárbara Smith

Engraçado que eu me sentia cada vez pior. Cada vez que Justin me humilhava ou me batia eu sentia que ele me amava mas eu pensava "que tipo de amor é esse que precisa dessa agressão?". Dentro de mim, tudo tinha mudado drasticamente. Eu era outra. Justin era tudo. E aquilo estava me consumindo. 
Claro, eu não iria virar nenhuma doida, e começaria a me cortar. Não sou tão estúpida assim. 
Mas eu não ia deixar isso barato e fácil assim para a puritana. Ele é meu e sempre foi... Desde quando ficamos pela primeira vez, desde quando ele me salvou.
Essa garota tinha saido de onde?  Justin simplesmente esbarrou nela? Eu precisava descobrir quem ela era e assim eu podia pensar em algo para acabar com ela.
**
Já eram quase sete horas. Todos estavam arrumando suas roupas e equipamentos para o roubo. Justin estava com a santinha namorando no sofá. Aquilo já estava me dando ânsia de vômito. Mal sabia ela, que ele cedeu pra mim noite passada. Fui até Ryan. 
-Tudo pronto pra irmos?-eu queria sair dali logo.
-Tudo Barbie e que roupa é essa hein!-ele olhou o decote da minha blusa. Eu vestia uma calça e uma blusa de couro, junto com um coturno, ambos pretos. 
-Deixa de ser safado cara!-bati no braço dele rindo. Até que Ryan não era de se jogar fora.
-Podíamos comemorar depois do roubo...-ele disse descaradamente. Ri.
-Esta dando em cima de mim mesmo senhor Butler? 
-Estou Babi... já que Justin não da valor. Tudo bem, ele é meu amigo mas olha só pra você, não sei o que ele tem na cabeça.
Olhei disfarçadamente para ele e vi que ele nos olhava. Sério mesmo que eu ia ceder pro Ryan? Bom, vamos nessa!
Cheguei mais perto dele...
-Depois do roubo volta comigo no carro? Vamos ter um pouco de adrenalina.
Ele riu.
-Você é assim mesmo sempre? Caraca!
-Assim?
-Sexy.
Inclinei minha cabeça para trás rindo ainda mais.
-Então esta combinado?
-Com certeza, o maior prêmio da noite será meu.-ele piscou para mim.
Dei um selinho nele fazendo questão que Justin visse.
Que comece então, a diverção!
**

P.O.V Justin Bieber

As horas passaram rápido. Eu estava no rádio com o Chaz. O roubo estava acontecendo como o esperado. 
-Eles estão voltando ... os homens foram imobilizados. As barras de ouro estão quase todas no caminhão.
-O.K. Me mantenha informado.
-Beleza brô! Cambio e desligo.
Deixei o rápido em cima da mesa e Lily me encarava.
-Deu tudo certo?
-Até agora sim. Vem aqui.
Gesticulei para que ela viesse no meu colo e assim ela fez me abraçando.
-Assim que tudo terminar podemos comemorar.-ela me olhou nos olhos.
-Comemorar?-sorri safado.
-Huhm.-ela concordou. Dei um selinho nela e quando ia aprofundar o beijo, o rádio começou a apitar. O liguei.
-Justin!-Chaz ria do outro lado.-Cara você não vai acreditar!
-O que houve porra?-gritei preocupado.
-Ryan e a Babi fugiram! Eles disseram que era pra mim e pro Jack terminar e simplesmente desviaram da rota!
-Onde você esta?
-Estou quase no novo galpão. Acabei de acionar os explosivos. 
Onde será que eles estavam indo?
-Você acha que consegue chegar em segurança?
-Consigo cara! Deu tudo certo, o tal Sheike nem sabe quem o roubou.
-Ótimo. Eu chego no galpão em uma hora vou ver onde Ryan e Babi se meteram.
-Beleza.
Desliguei o rádio e tirei Lily do meu colo.
Eu estava furioso.
Babi e Ryan eram inconsequentes e se ele acha que ia transar com ela estava muito enganado.
-O que houve?-Lily perguntou. 
-Agora não preciso resolver um problema. -a ignorei. Peguei a chave do meu carro e sai do escritório bufando de raiva. Acho que agora Babi ia saber do que sou capaz.

Continua...
Acho que ficou um pouquinho pequeno mas eu precisava postar pra vocês! Estou extremamente feliz com os comentários e assustada com o ódio pela Lily, coitada gente kkkkkkkk mas realmente , ela esta fazendo tudo para odiarmos ela, mas aguardem pq acho q vcs vão mudar a visão de vcs sobre ela. Agora, a Babi e o Justin são um caso sério... caraca, simplesmente nasceram pra ficar juntos e complicam tanto! Eu espero poder surpreender vcs com essa ib. O que acham da Babi com o Ryan? Justin com certeza tem motivos pra ficar puto com ele... pq ele é amigo dele cara! 
Aiai, até eu as vezes não me conformo com o que escrevo sério kkkkk 
Ista: wtfstha
shots: thaliasantos
twitter: @WithJustinBr
Beijos e até o próximo capítulo! <3

10 comentários:

  1. Continuaaaa
    Liliy cachorra

    ResponderExcluir
  2. Continuo não gostando da Lily rsrsrsrsrsrsrsrsrs quero o justin com a babi, mas o justin merece ver ela com outro cara, e se for com Ryan blz :p ele tem que sofrer com um pouco de ciúme rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Adorando a IB, e concordo plenamente com a Leticia Dias. Acho que a Babi devia dar o troco, e se fazer de dificil pro Justin pra ele vir atrás igual a um cachorrinho. hahahaha continuaaa logo, pls

    PS: Tomara que o Justin não bata na Babi, isso é chato e dá muita raiva, covarde filho da mãe. -.-

    ResponderExcluir
  4. Olha isso cara, agora eu não durmo! Affes porque eu fui ler essa fic agora? De madrugada? Vou sonhar com isso :'( ... Eu NÃO ME CONFORMO COM O FATO DE VOCÊ ESTAR FAZENDO ISSO! COMO ASSIM BABI E RYAN , TIPO NÃO DÁ , NÃO MESMO ... OLHA A DIFERENÇA "JABI'' ou ''BUSTIN'' E ''RABI'' ou ''BYAN'' DA UM CLOSE NACAIDA DEPLORÁVEL DE NÍVEL! percebeu? não dá! Não entra na minha cabeça o pinto do Ryan dentro da Babi ...(sou direta amiga), não entra na minha cabeça a Babi com Ryan não dá amiga... continua!

    Li ouvindo essa musica, ai eu imaginei tipo eles cantando isso aqui:

    ''Se ainda tá mal resolvida querendo voltar
    Procura outra pessoa pra te saciar
    Vai ser do meu jeito, você já não manda
    Aceita ou desencana'' -Justin

    ''Quer meu corpo? Eu te empresto
    Tem que ser na minha condição
    Você cobra que eu não presto'' -Babi

    Tipo isso, tava até cantando, fazendo uns remixes aqui com o controle haha... continua!

    Leitora da madrugs aqui hehe!

    ResponderExcluir
  5. Minha visão não vai mudar, que ódio! Kkkkk
    Eles têm que ficar juntos porrrra!
    O justin pode pegar a puritana mas a Babi e o Ry não podem? Vai Se foder ne justin uabsidb
    Amei p capítulo, continua logo! Beijao 💗

    ResponderExcluir
  6. Continua com essa ib amor esta perfeita
    Eu chipo Justin e Babi♥♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  7. Ansiosa para o próximo capítulo
    Morrendo aqui de ansiedade

    ResponderExcluir
  8. Babi e Justin não gosto dessa Lily e nem vou gostar rs ela tem que ficar com qualquer outro ai rsrs

    ResponderExcluir