6 de jul de 2012

Capítulo 31 ''Forever you ''Viagem para o Havaí,Hale,Júlia...''

-Eu tenho minhas...dúvidas...-mordi meus lábios ao pensar.
-Eu provo que te amo. Sei lá, eu faço qualquer coisa por você.
-Não, eu não quero que me prove nada...só que...pare com seus ciúmes.
-Eu paro,eu conversei com Hale e percebi que ele não tem segundas intenções com você...
-Hmm...
-Então ?
-Ta eu te perdoo idiota!-bati no braço dele fazendo uma pose enorme, é claro eu amava ele e eu acreditei no que ele disse. Ele me puxou para um beijo. Sua língua pediu passagem em minha boca e eu cedi, ele me beijou. Um beijo calmo. Senti ele parar o beijo mas ainda ficando de olhos fechados.
-Nossa primeira separação...-sussurrei.
-Se Deus quiser a última!-ri e ele me puxou para mais um longo beijo.



-O que é isso no meu jardim ? - a voz no meu pai, me fez parar o beijo com o Justin. Revirei os olhos assim que vi ele vindo até nós. Ellen estava o acompanhando com um sorriso sínico no rosto.
-Não é nada pai...-Justin me abraçou pela cintura.
-NADA ? ANNE O QUE VOCÊ FAZ COM ELE ? - perguntou Ellen se intrometendo. Vadia.
-Isso não é da sua conta.
-ANNELIZE NÃO FALE ASSIM COM A ELLEN, ELA SE PREOCUPA COM VOCÊ! E É BOM QUE VOCÊ RAPAZ,-ele olhou bravo pro Justin.-SOLTE MINHA FILHA AGORA OU EU NÃO RESPONDO POR MIM!
-Me desculpe senhor, mas foi tudo um mal intendido... eu não trai a Anne e não pretendo deixa-la nunca mais...
-ISSO É O QUE NÓS VAMOS VER.-meu pai me puxou pelo braço com força.-VOCÊ VAI ENTRAR PRA DENTRO ANNELIZE E NÃO QUERO CONVERSA! VOCÊ É MINHA FILHA, MENOR DE IDADE E EU MANDO EM VOCÊ, VOCÊ QUERENDO OU NÃO!
-Solta ela senhor Magorion.-a voz de Hale fez todos olharem pra ele. Puxei meu braço e corri para perto dele, que havia voltado até nós, e de Justin.
-Até você Hale ? Ela é minha filha e tem que me obedecer.
-Eu não sou sua filha...deixei de ser apartir do momento em que você escolheu ficar com a Ellen e me deixar...-aquelas palavras doeram em mim,mas era verdade...Como um pai troca a filha por uma aproveitadora como a Ellen ?
-Eu não te troquei filha! Ellen vai ser a minha esposa e você tem que aceita-la!
-COMO EU POSSO ACEITAR ISSO ? ELLEN É UMA VADIA,APROVEITADORA E QUE QUER SÓ O SEU DINHEIRO! ELA NÃO LIGA PRA VOCÊ, TUDO QUE ELA QUER É ME MANDAR PARA UM COLÉGIO INTERNO E ASSIM QUE ENJUAR DO SENHOR ELA VAI TE TROCAR POR OUTRO.-eu cuspi aquelas palavras,senti minhas bochechas arderem. Meu próprio pai havia me batido outra vez. Senti lágrimas em meus olhos. Justin me puxou até ele.
-COMO VOCÊ PODE FAZER ISSO COM ELA DENOVO ? -gritou Justin. Sua voz estava alterada e ele parecia irritado.
-É ISSO QUE ELA MERECE POR DESRESPEITAR A ELLEN!-disse meu pai alterado também.Justin me empurrou pro lado e foi pra cima do meu pai. Eles cairam no chão. Justin estava em cima dele e tudo que vi, foi ele dando um soco no rosto do meu pai até que Hale e Ellen se intrometeram para separa-los. Ellen segurou meu pai e Hale segurou o Justin. Me aproximei dele e ele estava ofegante,com um olhar cheio de raiva...
-Amor ? -disse e fiz um sinal para que Hale o soltasse, eu nunca tinha visto ele tão irritado assim. Peguei em uma de suas mãos e ele me olhou.-Calma por favor...-eu estava prestas a chorar ali mesmo. De medo, de raiva...de tudo mas me segurei para que Justin não fizesse uma besteira. Ele respirou fundo e eu pude perceber que ele contava até 3 para se acalmar.
-Anne,pegue suas roupas. Eu vou te levar pra minha casa outra vez.-assenti e fui pegar minhas coisas. Desta vez fiz uma mala bem maior,colocando sapatos e quase tudo que tinha. Eu não queria ficar um segundo ali, perto do meu pai e da Ellen. COMO ELE PODERIA TER ME BATIDO OUTRA VEZ? Aquele pergunta não saia de minha cabeça e só me fazia sentir vontade de chorar mais e mais... Quando terminei minha mala, voltei para o jardim da minha casa e meu pai estava sentado na varanda com Ellen, ignorei eles e fui até o carro de Hale. Justin estava sentado no banco de trás e eu não tive dúvidas de entrar lá assim que o vi.
Coloquei minha mala em cima do banco e Justin a pegou passando pro outro lado para ficar mais perto de mim. Entrei e fechei a porta. Hale acelerou o carro e pude ouvir o rujido do motor quase como se estivesse gritando. Olhei Justin em meu lado e ele me olhava preocupado.
-Você ta bem ? - sua voz soou tão baixa que me fez ficar preocupada com ele.
-Estou e você ?
-Eu to bem. Me desculpa por ter batido no seu pai é só que...-eu o interrompi.
-Ele mereceu.-forçei um sorriso e ele me abraçou. Encostei minha cabeça em seu peito.
-Ele não devia ter te batido de novo...
-Eu o odeio...-disse fria.
-Minha vontade é de voltar lá e bater mais nele por ter batido em você!
-Não, por favor...eu quero esquecer dele e de todos...
-Você vai esquecer Anne. Não vou deixar você voltar pra lá a não ser que queira.
-Obrigada.-senti seus braços me abraçarem mais forte.
Fomos o restante do caminho em silêncio.
Quando chegamos, Justin saiu do carro levando minha mala mas antes cumprimentou Hale. Uma coisa que eu achei que nunca veria. Sai do carro em silêncio e Hale saiu também. Parei em frente á ele. Seu olhar era indecifrável.
-Você vai ficar bem ?
-Vou sim Hale, obrigada por tudo.
-Disponha. Eu fiquei em dúvida se o que Justin disse fosse verdade...mas eu percebi que ele te ama e seria incapaz de te trair... Ele te ama Anne. Eu sei que ele vai cuidar de você.-em uma reação que nem eu mesma esperava, eu o abraçei. Ele envolveu seus braços em minha volta e retribuiu o meu abraço.
-Obrigada de verdade Hale.
-Eu quero que você seja muito feliz Anne, não quero que sofra... o seu pai fez aquilo porque esta louco.
-É ele é louco pela Ellen...
-Mas eu vejo que ele te ama...ele vai se separar dela, eu sei que vai e tudo vai se resolver,você vai ver!
-Eu espero que sim Hale...mande lembraças a sua mãe,logo eu irei na sua casa para conhecê-la ok ?-ele sorriu.
-Tudo bem. Minha mãe vai adorar te conhecer...agora eu tenho que ir porque vou sair com a Júlia,minha namorada.
-Tudo bem.-dei um beijo em sua bochecha.-Até mais.-Hale entrou no carro e eu esperei que ele saisse para entrar em casa.
Quando ia subir as escadas para ir até o quarto ver se o Justin estava lá,ouvi Pattie me chamar.
-Anne ? -me virei e a olhei.
-Sim ?
-Está bem querida ?
-Sim Pattie...e me desculpa por toda essa confusão...
-Tudo bem, Justin me contou o que aconteceu e eu só queria dizer que você pode ficar aqui o tempo que quizer ta bom ?
-Muito obrigada Pattie. Muito obrigada por ser tão boa comigo.
-Não precisa agradescer Anne...quero cuidar de você como uma filha, já que acho que Justin um dia se casará com você.
-Muito obrigada.
-Agora acho melhor você subir. Justin está no quarto.
-Okay.
Subi as escadas e encontrei Justin deitado na cama,mexendo no seu celular. Fechei a porta do quarto e ele me olhou.
Me sentei ao lado dele e ele forçou um sorriso pra mim.
-Você está bem mesmo Justin ?
-Estou amor...e que...aa é melhor deixar pra lá!
-O que foi ? Me diz por favor.
-E que...me dá vontade de bater muito no seu pai sabe... Eu odeio o fato de um homem, mesmo que seja seu pai,tenha relado em um só fio de cabelo seu.
-Eu estou muito decepicionada com ele...mas não fica assim amor. Eu não quero te ver sentindo odio de ninguém. Você tem um dos corações mais lindos que já vi, eu não posso deixar você se tornar uma pessoa má por minha causa...-ele se sentou na cama e me fitou. Olhando em meus olhos.
-Eu já disse que você é perfeita? -sorri , corando as bochechas.-Tudo bem, eu não vou mais falar , nem pensar em seu pai...
-Obrigada...Eu encontrei sua mãe na escada e ela disse que eu posso ficar o tempo que quizer aqui mas, eu queria...bom,ir pra um hotel, sabe não quero incomodar.
-Amor, você não incomoda e se minha mãe disse isso , você deve ficar aqui.
-Tudo bem,eu vou ter tempo pra pensar nisso...Ahh com toda essa confusão eu esqueci de dizer que na noite da festa para as Beliebers a Sarah me ligou.
-Sarah ? A sua amiga japonesa ?
-É,ela voltou pro japão só que me ligou para se despedir ...ela mandou lembranças.
-Podíamos visitar ela qualquer dia...e todos do acampamento.
-Iria ser perfeito...-Justin olhou em meus olhos e era quase impossível não corar com ele me olhando daquele jeito. Seus olhos fitaram o meu rosto inteiro até parar em minha boca. Justin me puxou até ele e em segundos, senti seus lábios nos meus. Sua lingua explorava minha boca. Ele me deitou na cama e assim que senti suas mãos tentando tirar a minha blusa, me afastei.
-Sua mãe pode entrar aqui Justin...
-Eu fecho a porta.-assim que ele foi se levantar, segurei em sua mão e ele me olhou.
-Vamos deixar isso pra amanhã, eu só queria dormir agora...e ficar pertinho de você...
-Tudo bem.-me deitei na cama sorrindo e senti Justin tirando os meus sapatos. Logo em seguida ele se sentou tirando o seu sapato e se deitou ao meu lado.
Me aproximei dele e ele me envolveu em seus braços. Olhei pra ele e ele me olhava...com um olhar indecifrável,assim como Hale minutos atrás.
-Em que está pensando ?
-Em umas coisas malucas...-disse ele e sorriu fraco.
-Coisas malucas ?
-É...vamos dormir, você tem que descansar.
-Boa noite.-disse assentindo. Me aconcheguei mais em seu peito e fechei meus olhos.
-Boa noite, eu te amo.
-Também te amo.
O silêncio tomou conta do quarto. Minha mente estava vazia porque eu não queria pensar em mais nada...apenas sentir a respiração do Justin naquele quarto e dormir ouvindo seu coração. Quando eu menos percebi, eu estava dormindo.
(...)

Quando acordei ainda era quase de madrugada. Devia ser umas 6 da manhã ou menos...Me levantei com cuidado e fui pra cozinha ver se tinha algo pra comer, eu estava com fome, muita fome.
Quando abri a geladeira, tudo que encontrei era um pote de sorvete. Bom, devia servir. Peguei o pote de sorvete e peguei uma colher na gavela do ármario e me sentei... Começei a comer aquele sorvete fazendo o minimo de barulho possível.
Acho que seria estranho para qualquer um ,acordar de manhã e me ver na cozinha tomando todo o sorvete da geladeira. Assim que acabei,guardei o restante de sorvete de volta na geladeira e voltei pro quarto. Justin ainda dormia...como um anjo. Me deitei ao seu lado e voltei a dormir.
**

Ouvi a voz de Justin me acordando e abri os olhos. Eu estava morta de sono, e ele estava sorrindo como um bobo me olhando.
-Bom dia!
-Bom dia Jus...-me sentei na cama e ele se sentou ao meu lado. Ele estava todo arrumado, devia ter acordado faz tempo.-Já está acordado faz tempo ?
-Sim, você dormiu demais...-ele riu pelo nariz.
-Dormi ? Que horas são ?
-Uma hora e vinte e cinco...-respondeu ele, olhando no relógio em seu pulso.
-Nossa,dormi mesmo... É melhor eu acordar e me arrumar...sua mãe deve pensar que eu sou uma folgada.
-Ela saiu não se preocupa... e você não é uma folgada.
-Ela saiu ? Agora mesmo que ela deve achar que eu sou uma folgada que acorda tarde...
-Ei não se preocupa, ela foi até o aeroporto. Eu tenho uma noticia maravilhosa pra você!
-Que noticia ?!-a animação em sua voz me deixou curiosa.
-Eu liguei para todos os nossos amigos do acampamento e combinamos de nos encontrar amanhã...só que tem um problema...
-Que problema ? Omg eu não acredito que você fez isso!
-Bom, o problema é que vamos ter que viajar para o Havaí hoje a noite para chegarmos lá amanhã. Combinei de me encontrar com eles em um hotel lá;
-Justin, um hotel ? Eu não tenho dinheiro para um hotel e nem para uma passagem...acho que eu não vou poder ir.
-Anne, está tudo pronto. Você não precisa pagar nada, eu já paguei tudo pra você.
-Justin não! Isto é errado, você não tem que pagar tudo pra mim, não tem mesmo...
-Anne, por favor, aceite isso como um presente ok ? Vamos reencontrar alguns de nossos amigos, isso é o que você mais queria não é ? E vai ser muito bom você viajar e esquecer dos seus problemas...
-Tudo bem,quando é o vôo ?
-É a noite...minha mala já está arrumada, só falta a sua...
-Bom acho que a minha também, eu só vou tirar umas coisas e já está pronta.
-Otimo, eu vou ter que sair um pouquinho e ir até o estúdio resolver umas coisas, eu volto antes do jantar está bem ?
-Você tem que ir mesmo ?
-Sim,infelizmente eu tenho...-o celular dele fez um barulho de mansagem, ele olhou por alguns segundos.-É o Scoot, tenho que ir ...-ele me deu um selinho.-Até mais tarde.
-Até.
Justin saiu do quarto as pressas. Concerteza ele estava cheio de trabalho e só disse isso para eu não impedir ele de ir nessa viagem. É claro que eu não faria isso mas ele não podia deixar suas responsabilidades por minha causa. Eu seria uma má namorada se não fizesse isso.
Me levantei dali e entrei no banheiro. Tomei um banho rápido e quando sai vesti isso :
                                                                     -sem a touca-
Pentiei meu cabelo e o deixei solto para que secasse naturalmente, fui até a cozinha e peguei um copo de suco para tomar. Me sentei na sala e liguei a Tv para me distrair. As vezes aquela casa parecia muito grande, principalmente quando eu estava sozinha, era quase impossível não se sentir sozinha ficando ali sem ninguém. Estava passando algum programa de culinária na Tv,fiquei assistindo aquilo até que acabei pegando no sono de tanto esperar o Justin chegar.
(...)

Quando acordei, era 3:25 da tarde. Pattie e Justin não havia chegado...me levantei e fui até a cozinha beber um copo de água, quando voltei pra sala a campanhia começou a tocar. Fui até a porta e atendi. Era Hale junto com uma moça, muito linda aliás.
-Hale ?
-Oi ér...espero não ter chegado em uma hora ruim...
-Não, tudo bem.
-Bom,essa-ele segurou na mão da moça ao seu lado.-é minha namorada, Júlia.
-É um prazer te conhecer Anne.-ela sorriu deixando seus dentes branquinhos ámostra. Ela era branquinha, tinha cabelos super lisos e pretos. Seus olhos eram verdes e sua boca era rosada assim como sua bochecha. Ela parecia uma bonequinha de porcelana.
-O prazer é todo meu Júlia... Por favor,entrem.-abri mais a porta para que eles entrassem ,mas eles exitaram.
-Não, ér...eu vim convidar você e o Justin para tomar um sorvete com agente aqui perto...eu sei que eu não devia ter vindo ser avisar mas eu achei que...-o interrompi. Ele parecia muito envergonhado por isso mas não tinha problema nenhum.
-Ei Hale, não se preocupe...Mas Justin não está em casa, ele foi ver algumas coisas no estúdio...
-Que pena.-Júlia parecia decepicionada.-Achei que conheceria o Jus...
-Calma Júlia.-Hale me olhou.-Ela é fã dele Anne...
-Bom,podemos ir tomar sorvete e depois voltamos pra cá e ele já vai ter chegado...hoje vamos viajar pro Havaí.
-Vocês vão ? Vai ficar muito tempo lá ?
-Bom, eu conto direito pra vocês na sorveteria, eu vou pegar minha bolsa e já volto.-eles assentiram. Fui até o quarto e peguei minha bolsa.
Partimos para a sorveteria ali perto.
**

Quando chegamos nos sentamos em uma mesa. A garçonete veio anotar nosso pedido. Eu pedi um sorvete de morango e Hale também, Júlia pediu de chocolate e eu fiquei surpresa dela não ter esses ataques com coisas gordurosas ou com açúcar porque ela era tão magra e isso só me fazia pensar que ela fazia algum tipo de dieta ou coisa assim.
Quando a garçonete trouxe nossos sorvetes, ficamos conversando sobre tudo...minha viagem pro Havaí, e até sobre a vida de Júlia. Ela disse que mora com a mãe e o pai as deixaram quando ela era pequena. Ela me disse também que encontrou força no Justin e em Hale para viver...Eu estava acostumada com as beliebers, mas era estranho conhecer uma namorando o ídolo delas mas... Júlia me parecia doce , muito doce e não do tipo que me ''mataria'' para ficar com o Justin... Eu estava feliz por Hale estar com uma garota assim.
Depois que terminamos voltamos para a casa do Justin. Assim que abri a porta senti Justin me abraçar. Eu não vi seu rosto mas concerteza era ele, eu reconheceria aquele perfume de longe...ele me afastou e olhou em meus olhos por um momento.
-Onde você foi ?Eu fiquei preocupado amor...
-Desculpa, eu fui tomar um sorvete com o Hale e a namorada dele,a Júlia.-Justin olhou por cima dos meus ombros e eu me virei pra porta. Hale e Júlia nos olhavam com um sorriso envergonhado.
-Wow, eu não sabia que estavamos com visita...Entrem e fiquem avontade.
Hale e Júlia pediram licença e se sentaram no sofá, fechei a porta e Justin e eu nos sentamos com eles.
-Desculpa ter vindo sem ligar ou coisa assim Justin é que...-Justin o interrompeu.
-Não se preocupe Hale, depois de ontem somos amigos não ?
-Claro.-ele sorriu.
-Então tudo bem, não se preocupe com essas coisas...não temos estas frescuras...
-Tudo bem.
-Amor,-eu olhei pra Júlia, ela estava encantada dava para ver em seu rosto.-aquela ali é a júlia.-Justin a olhou com um sorriso amigável.
-Tudo bem Júlia ?
-T-u-udo.-disse ela gaguejando,Hale sorriu de lado.
-Ela é uma belieber Justin.
-Sério ? É um prazer enorme te conhecer! Muito obrigada por fazer parte dessa familia...
-Eu te amo!-Justin sorriu. Vi a cara de Hale, dava vontade de rir, ele não pareceu gostar muito daquilo mas eu sabia que o amor da Júlia pelo Justin era diferente...muito diferente porque ela tinha namorado então era mais um amor de fã do que outra coisa...
-Muito obrigada.
-Então, é...queriamos ficar mas temos que ir ...-Hale se levantou exitante e júlia também.
-Já ?
-Sim,temos que ir visitar um amigo que está no hospital...e sabemos que vocês vão viajar daqui a pouco e não queremos atrapalhar nada.
-Se é assim, tudo bem. Voltem quando quizer, vamos adorar receber vocês aqui!-eles sorriram.
Justin e eu acompanhamos eles até a porta e nos despedimos deles.
Fomos para o quarto terminar de arrumar as malas e nos arrumar também. Pattie ainda não tinha voltado então deve ter havido algum problema...
(...)

Depois que arrumei minha mala,tirando todas as roupas de frio que concerteza eu não iria precisar , entrei no banheiro para tomar um banho.
Quando sai vesti essa roupa :
                                                           [escolham um looks bbys]

Arrumei meu cabelo fazendo uma trança meio larga e deixei minha franja solta. Passei uma maquiagem leve. Justin foi tomar seu banho e se arrumar também e quando saiu, ele se vestiu assim :

**

-Justin sua mãe não deveria ter chegado ? Será que aconteceu alguma coisa ?
-Não aconteceu nada amor é que ela está na casa do Scoot...vamos ter que passar lá antes de ir ao aeroporto.
-Será que não vão me prender ou algo assim no aeroporto ? -ele me olhou e riu.
-Te prender ? Por acaso você é uma assassina e não me disse ? -ele me olhou sério mas dava para ver que ele queria muito rir.
-Não!-sorri envergonhada.-É que eu sou menor de idade e menores de idade precisam na autorização dos pais para sair do pais...
-Se tiver algum problema o Scoot resolve, ele resolve tudo...então...eu queria te perguntar uma coisa mas não sei se devo...
-O que ?
-Você ficou com ciúmes da Júlia hoje ?
-Ciúmes ? Porque eu ficaria com ciúmes ?
-Sei lá, ela me olhava como se quisesse me roubar pra ela..achei que ficaria com ciúmes...
-Eu ja me acostumei e você tem milhões de garotas loucas para te roubar por ai mas eu não me preocupo com isso...eu intendo elas.
-Incrível...-ele riu pelo nariz.
-O que ?
-Como você é perfeita...
-Bobo...-peguei minha mala na mão.- É melhor irmos logo antes que chegamos atrasados,aposto que já devem ter muitas beliebers sabendo sobre sua viagem e isso pode causar problemas no aeroporto.
-Okay.-ele pegou sua mala também.
Levamos tudo até o carro e colocamos as malas no porta-malas... Justin fechou toda a casa e partimos para a casa do Scoot.
Assim que chegamos Scoot deu todos os documentos que precisavamos e nossos passaportes. Nos despedimos dele e de Pattie. Um segurança chamado Kenny que parecia amigo do Justin teve que nos acompanhar até o aeroporto.
(...)

Continua...

GENTE VOLTEI \O/
ME DESCULPEM POR FICAR SEM POSTAR E TUDO MAIS. ME DESCULPEM MESMO. É QUE EU ESTAVA SEM INTERNET E SÓ PODIA ENTRAR PELO PC DO MEU TIO. EU DESCOBRI A SENHA DENOVO E AGORA EU TENHO INTERNET OUTRA VEZ!
Bom, espero que tenham gostado dessa capítulo e muito obrigada por todos os elogios, eu amo demais vocês. Sobre as outras ibs, não se preocupem eu vou postar normalmente mas vcs sabem que não é fácil escrever um capitulo, eu escrevo 3 ibs aqui entao é dificil ter idéias diferentes para todos e agradar vcs, entao vcs vão ter que ter calma cmg UHAAUHSUHSHUS mas mt obrigada mesmo por me esperarem. 

                     --------------------------Continuo com 8 comentários.---------------------------- 

8 comentários:

  1. coontinua.. to amando cada vez mais

    ResponderExcluir
  2. amei o capitulo, mor!! AF, nao creio q o pai dela teve coragem de fazer isso de novo ¬¬ Xoxo :3

    ResponderExcluir
  3. Awnnn que perfeito que ta continua

    ResponderExcluir
  4. heey, comecei a ler ontem, to amando, continua pleease, você escreve muito beem *--*

    ResponderExcluir
  5. gente ses sabem qual a continuaçao ? do capitulo 31 pqe n tem 32 bjss

    ResponderExcluir
  6. amei amei. continua!

    ResponderExcluir
  7. li tudo em 1 hora haha. perfeito, continua !

    ResponderExcluir