17 de ago de 2012

Capítulo 35 '' Forever you'' '' Medo de te perder''

(Justin Bieber OFF| Annelise ON_)

- O que deu nele?-Austin perguntou.
-Não sei...-disse. O que eu podia responder? Eu não sabia  o que ele tinha... e porque tinha agido assim. Tudo bem, Austin as vezes parece provocar mas ele NUNCA, deu em cima de mim... não que eu tenha percebido, pelo menos.
-Deve ser ciúmes...sei lá.
-É...-assenti.
[silêncio-]
-Ei Ann não vai ficar emburrada assim o luau todo vai ?-dei uma ultima sugada no meu suco.
-Não sei... essa festa está...sem graça.-conclui.
-Já vi que nem a minha presença pode te animar ... então...é melhor eu ir.
-O que ? - ele tinha ficado ofendido com o que eu disse ? - Porque vai embora Austin?
-Porque eu já vi que não faço a minima diferença aqui...- ele se levantou mas eu segurei sua mão.
-Não vai não... ér, fica aqui comigo...-ele pareceu pensar por um momento.
-O.K mas com uma condição ?
-Qual?-perguntei, ele sorriu.
-Que você dance uma música comigo...Aceita?
-Tudo bem.-concordei e forcei um sorriso. Dançar uma música com ele não iria ser nada...apesar deu não estar muito afim de dançar. Austin pegou na minha mão e saiu me puxando para o meio do pessoal. Tocava uma música lenta...Austin logo colocou nossos corpos e colocou suas mãos em minha cintura. Fiquei um pouco sem jeito por aquilo afinal estávamos perto de mais... mas não liguei, coloquei minhas mãos em seu ombro e começamos a dançar.
**

-Você dança bem.-Austin comentou assim que nos sentamos , todos estavam na mesa menos o Justin. Onde ele tinha se metido ?
-Obrigada, você também.-Senti um puxão em minha mão por debaixo da mesa. Olhei pra Sarah e ela me fuzilou com os olhos.-Que foi ?-perguntei.
-Não vai atrás do Justin ?
-Eu nem sei onde ele está...-ela bufou.
-Anne você realmente precisa falar com ele...ele voltou pro hotel.
-Mas eu quero ficar na festa...
-Gente, parem. Se a Ann quer ficar deixa ela ué...-Olhei pro Austin e sorri o agradecendo.
-Austin, ela pode resolver isso sozinha...- Gih disse, Austin ficou quieta e se encolheu na cadeira em que estava.
-Eu também acho que você deve ir Annelize.-disse Ryan e senti uma coisa estranha em sua voz.-Você sabe bem como o Justin é.
Oh, eu sei querido Ryan. Aqueles olhos cor de mel são só uma mascará para a pessoa incrivelmente e definitivamente mais ciumenta do mundo.-pensei irônica. Respirei fundo e soltei um longo suspiro.
-Tudo bem.Vou voltar, até amanhã...-vi Austin me olhar com um olhar reprovador mas uma  vez em que todos ( até mesmo quem não deu sua opinião sobre isso, olhavam com uma coisa que dizia '' vá atrás dele, você não foi legal hoje'', resolvi ir antes que me sentisse culpada demais e acabasse eu mesma me desculpando com o Justin por algo que eu nem fiz. Me levantei e sai depois de uma 'boa noite e até amanhã' que todos, menos Austin me deram. Por ser bem perto do local onde estava acontecendo o luau cheguei rápido no hotel. Entrar naquele lugar, á noite, e sozinha era estranho. Peguei o elevador até o andar onde ficava o meu quarto com o Justin e assim que ele abriu. Apressei o passo para falar com o Justin.
**
Abri a porta do quarto devagar e Justin falava ao telefone.
-Não...tudo bem. Ok. Não ? Nem para essa noite ? Tudo bem...obrigada pela atenção.-ele desligou o telefone e simplesmente me ignorou deitando na cama. Decidi tomar um banho antes de falar com ele , pelo menos para dar tempo para nós dois nos acalmarmos. Entrei no banheiro e me despi. Liguei o chuveiro e tomai um longo banho ... quando sai, Justin estava deitado, lendo uma especie de livro mas eu não sabia se realmente era isso. Coloquei meu pijama na frente dele e ele se quer me olhou. Peguei meu celular e me deitei ao seu lado... dei um longo suspiro e fiquei mexendo no meu celular... ou melhor , esperando que ele falasse comigo.
Se passaram longos e tensos 2 minutos e ele se quer se mexeu para me olhar. Me sentei na cama deixando o celular de lago e pigarreei para que ele me olhasse, mas ele ficou na mesma.
-Justin ?- ele foliou o livro e desta vez, graças a Deus me olhou.
-Oi?-ele parecia indiferente, como se eu não estivesse ali a tempos ou que ele estivesse distraído de verdade.
-Precisamos conversar.
-Tem que ser agora?
Não pode ser amanhã quando você tiver tempo pra mim.-pensei em dizer mas ignorei o que ele disse.
-Sim. -respondi.-O que foi aquilo no luau?
-Achei que ficaria mais lá...se divertindo.
-Eu queria falar com você... e aquilo não estava me animando...se é o que quer saber.
-Porque você ta assim ?
-Assim como ?
-Ué, diferente... estranha, complicada.... e estranha.- Ele disse estranha duas vezes ou é impressão minha ?
-Eu não estou assim!-ele se sentou na cama e me olhou, desta vez, pela primeira vez até agora. Senti que ele se importava em falar comigo...
-Anne, você simplesmente disse que eu não sou um bom namorado ainda mais concordando com algo que o Austin supostamente te disse e o que você quer que eu faça e como quer que eu fique?
Pensei naquilo por um instante... Justin, me dava tudo...até mesmo o que eu não pedia... e isso inclui, uma casa, e todo o amor do mundo e a hospitalidade de sua mãe. Me senti arrependido por ter dito aquilo e ainda mais por ele não ter intendido... Quando eu disse ''esta chegando lá...'' eu apenas me referia ao ciúmes dele que agora mais do que nunca estava estragando tudo aquilo que achei que nada estragaria.
-Justin... a única coisa que eu sei nesse momento é que te ver assim me deixa mal. Quando eu disse que você não era o tão bom namorado assim, eu me referia ao seus ciúmes... e pra você ver , olha como estamos por causa dele... -ele abriu a boca pra falar algo mas eu o interrompi.-Eu sei o quanto você acha que o Austin está dando em cima de mim, mas eu nunca achei isso... eu sei que viemos aqui descansar, namorar e ficar em paz com nossos amigos...  e sei o quanto esta sendo ruim pra você porque tem ciúmes do Austin mas eu nunca, nem mesmo se você não me perdoar agora por ter dito aquilo, ficaria com o Austin. Eu confesso que achei ele bonito... mas não perfeito como você. Eu... não sei mais o que te dizer...-conclui e suspirei.-Só quero te ver bem... e que esse clima entre agente acabe.
Justin me fitou por um longo momento mas logo, começou a falar:
-Eu só não quero te perder. Como sempre. Anne, você me ajudou em um momento ruim...em que eu estava péssimo comigo e estava sendo ruim para todos a minha volta, você me mostrou que para tudo, simplesmente tudo, pode ser resolvido com seus carinhos, seus beijos e sua atenção... mas é mais forte do que eu ... eu sinto ciúmes sim... mas antes disso tenho medo de perder você. Eu também peço desculpas por ter tratado você e até o Austin mal no luau mas... intenda, eu tenho apenas medo.
-Amor...-me aproximei mais dele e acariciei seu rosto.-Vou dizer isso quantas vezes for preciso mas espero que eu não precise dizer mais... Eu te amo, eu quero ficar com você pra sempre... o meu pra sempre, é até depois da morte... quero envelhecer ao seu lado, cuidar dos nossos netos e filhos...quero apenas VOCÊ pra sempre... me perdoa ta bom ? - vi seus olhos se encerem de lágrimas e por um momento achei que choraríamos falando aquilo um para o outro. Aquilo me deixou mais nervosa e culpada do que eu já estava me sentindo.
Era simples. Eu faria tudo por ele... simplesmente para não vê-lo se quer , quase chorando por algo ou por mim.
-Annelize... isso foi um jeito estranha de você mesma me pedir em casamento ? -ele soltou um riso abafado. Sorri.
-Você acha que eu faria isso ? - perguntei, imitando uma voz surpresa e ofendida. Ele riu mais.-Mas é claro... não estou te pedindo em casamento, porque isso seria estranho mas apenas estou afirmando que do seu lado não saio mais...
-Pra mim, -ele se inclinou, me fazendo deitar na cama. Justin se apoiou no cotovelo para ficar mais perto de mim.-não seria nada estranho um pedido de casamento nesse instante...- olhei pra ele e um frio estranho percorreu minha barriga, assim que ele disse isso. Aquilo era só mais um ''jeito de fazermos as pazes'' e não tinha casamento algum mas deixei que ele continuasse. Ele se inclinou mais para cima de mim e sustentou sem peso na cama. Me olhando diretamente nos olhos. Senti uma de suas mãos em meu cabelo e então ele começou a brincar com uma pequena mecha enquanto terminava de falar.


-[...] eu sou todo seu... pra sempre.... e não te pedirei em casamento agora, porque acho, que seu pai e até minha mãe me mataria por isso mas eu só quero que saiba que nesse exato momento, estou pedindo apenas que você nunca me deixe... e nunca se esqueça de mim um só segundo.-sorri ao ouvir aquilo.
-Eu nunca te deixarei.-me aproximei mais dele e selei nossos lábios.-Eu prometo. -Ele sorriu e beijou me queixo... me dando mais outro friozinho na barriga... seus lábios procuraram  o meu e então vi que ele estava de olhos fechados. Me inclinei, poupando seus lábios de procurarem os meus e o beijei. Talvez um dos melhores beijos do mundo... talvez não, com certeza o melhor beijo do mundo.
[...]
-Atende o telefone Justin... deve ser algo importante...-a essa altura, e tarde da noite, só devia ser alguém importante. Justin e eu estávamos conversa horas sobre nossas vidas e nossos medos. Era uma conversa como antes sabe, quando eu e ele ainda estávamos no acampamento. Me lembrei de que , aquilo, era uma das melhores coisas no Justin. Ele me intendia e me compreendia... e eu amava isto.
Justin se levantou me separando um pouco de seus braços e atendeu o celular , um pouco sonolento, porque já devia se passar das 4 da manhã;
-Alô?- ele disse.-Oi mãe....aram tudo bem ... -pausa- Outra vez?.... espera...calma...ligue pro Kenny... -pausa.-Tudo bem, eu ligo então...-pausa- beijos.
-O que houve? - Justin fez um sinal com a mão para que eu esperasse um minuto e eu assenti enquanto ele discava algum número, logo ele começou a falar novamente.
-Oi Kenny é o Justin...-pausa- Eu sei que horas são mas você pode passar na casa da minha mãe? - pausa- Você tem que ir...eu sei que esta tarde mas ela esta com problemas... -pausa-Apenas vá lá e leve três outros seguranças com você.-pausa.-Obrigada... vá o mais rápido que puder.-ele desligou e me olhou. Eu estava preocupada e curiosa para saber o que estava acontecendo. Porque ele pediria ao Kenny e mais três seguranças irem na casa de Pattie ?
-Esta tudo bem?- Justin rolou seus olhos pro meu rosto e pensou por um momento.
-Aram...
Aram? Você acaba de mandar seguranças pra casa da sua mãe e esta tudo ''aram''? 
-Justin, tem certeza? O que esta acontecendo com sua mãe?
-Ela só acha que estão roubado a casa...mas duvido muito... deve ser algum gato ou coisa assim...
Gato? Não sei porque, mas algo me dizia que não era isso ... Enfim, como já se passavam das 4 da manhã e eu estava morrendo de sono, deixei o assunto para o outro dia, se eu me lembrasse de perguntar claro. Me deitei ao lado de Justin e trocamos mais algumas palavras carinhosas... depois tanto eu quanto ele, dormimos... uma coisa que eu sinceramente estava esperando ansiosamente.
---x---

De manhã quando acordei, Justin ainda estava dormindo do meu lado.... todo folgado e quase me sufocando com sua perna em cima de mim. Me levantei da cama com um pouco de dificuldade e entrei no banheiro para tomar um banho, quando sai  , vesti uma saia não muito curta uma blusa branca bem leve e um bolero por cima. Fiz uma maquiagem leve e amarrei meus cabelos em um coque.
Caminhei até a cama calmamente e me sentei ao lado do Justin, ele acordou assim que toquei em seu rosto para acaricia-lo.
-Tudo bem ?-perguntei, olhando seus olhos estranhos me olhando. Ele assentiu com a cabeça.
-Apenas tive um pesadelo.
-Sei como é .-respondi. Eu já tinha acordado várias e várias vezes por causa de pesadelos ainda mais com a minha mãe.-Mas não vai levantar e tomar um banho ?
-Fica aqui comigo ? -ele fez um meio biquinho que me fez sorrir de imediato.
-Ok.-disse e me deitei em seu peito. Ele me abraçou e depositou um beijo em minha testa.
-É muito bom acordar e estar com que você ama...-sorri.
-Isso é verdade mas o melhor é passar cada segundo com que você ama...-me separei um pouco de seus braços e o olhei.Ele parecia distante pensando em algo...-Quer falar sobre seu pesadelo ?
-Não... esta tudo bem.
-Então é melhor você ir tomar um banho Jus... temos que tomar o café da manhã.-Eu me sentei na cama e ele também e senti ele avaliar meu estado,- vestida e já arrumada-, indicando que ele tinha que se arrumar para irmos tomar café no restaurante do hotel onde Chaz,Gih,Sarah, Ryan e Austin, deviam estar.
-Tudo bem...-ele se levantou meio cambaleando da cama e entrou no banheiro para um banho.

Continua...
Oiii meus anjos, espero que tenham gostado, eu fiz esse capitulo com muito carinho pra vcs! AAAAAAAAAAAAAAAA segunda é meu aniversario e eu to mt animada lol ( sim meu aniversario é no mesmo dia do da Demi, awn) Bom só avisando que talvez eu não poste segunda nem terça, pq na terça eu vou pra Sçao Carlos na viagem da EPTV que eu disse pra vocês *-* Bom, eu vou tentar deixar capitulos feitos mas alem disso eu tenho muitos trabalhos pra entregar... hoje eu me acabei de fazer uns slides pra apresentar pra classe então espero que intendam... Eu amo demais vcs , um beijo :)
Não esqueçam de seguir o blog.



8 comentários:

  1. acho q o pai dela foi na casa da Pattie de novo '-' E q bom q eles se resolveram awnn :3 Xoxo.

    ResponderExcluir
  2. Leitora novaa!
    Comecei a ler ontem o seu blog, terminei esse IB e vou ler os outros >.<
    PS: estou adorandoo!
    Beeeeijo, :**

    ResponderExcluir
  3. Aaaas amei queria tepedir pra ler o mru e ver se ta lgl imagineibieber.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. aain que lindo '-' acho que ouve alguma coisa com a Pattie e o pesadelo do justin foi sobre isso, seila haha '-' coontinuua

    ResponderExcluir
  5. Por favor, continua logo ):
    Eu A.M.O essa IB *-* hihi

    ResponderExcluir
  6. Continuua me segue no TT @gabriellamoura3

    ResponderExcluir
  7. Continua , na boa muito perfeito ><

    ResponderExcluir