12 de ago de 2012

Imagine Belieber - Part of Your world : Capítulo 29 '' Realizando minha fantasia''

O amor é como o vento. Então o que eu sinto? Eu sinto o espanto, a beleza, a alegria, a paixão. É como o centro do mundo.- Um Amor para Recordar.

Bê: Que saco...-murmurei e desliguei a Tv. Meu celular vibrou em meu bolso. Era o Ryan me ligando. Atendi.-Alô?

Ryan: Você ta bem ?
Bê: Sim e você ?
Ryan: To melhor... e  você se acertou com o Justin?
Bê: Entramos em um acordo...
Ryan: Ele te deixou treinar com agente?
Bê: Sim mas ele vai junto...
Ryan: Isso não vai dar certo... o Chris e ele tem um briga desde pequenos...
Bê: Eu confio nele e ele não vai fazer nenhuma besteira...eu não vou deixar.
Ryan: Tudo bem mas agora eu preciso de sua ajuda...
Bê: Com o que?
Ryan: Com uma garota.
Bê: Como assim ?
Ryan: Eu estou apaixonado Brenda...e eu preciso que você me ajude.


Deixei Ryan escutar minha risada. Ele está -a-pa-aixonado?
Bê: Isso é sério Ryan?
Ryan: Não, eu estou treinando um time de basquete feminino e decidi te ligar pra dizer isto!
Bê: Que?
Ryan: Esquece, vai me ajudar não é?
Bê: Claro , o que eu posso fazer ?
Ryan: Eu não sei... nunca senti isso.
Bê: E como conheceu a menina? Aliás qual o nome dela?
Ryan: Ela se chama Maddie Audrey. - (lê-se Médie audriei) .- Eu a conheci no México há dois anos atrás ela é irmã de um doas maiores contrabandistas de lá, Lucas Audrey....os pais morreram em uma perseguição com a policia...
Bê: Nossa, mas se ela mora no México com você vai fazer para conquista-la?
Ryan: Eles estão em Los Angeles Brenda... e vão ser nossos sócios nos negócios por aqui. De certa forma , Maddie e Lucas são amigos do Christian.
Bê: Quantos anos á Maddie tem ?
Ryan: 23.
Bê: E quantos anos você tem ?
Ryan: 18.
Bê: Ryan, você se apaixonou por uma mulher mais velha?
Ryan: Isso é ruim ? Ela nem é tão velha assim... 
Bê: Ryan...garotas assim são mais maduras... vocês já tiveram algo ?
Ryan: Uma vez...agente transou mas ela desapareceu de manhã sem dizer nada e nunca mais nos falamos...
Bê: Ela vai estar amanhã no galpão ?
Ryan: Sim, ela e o Lucas.
Bê: Então amanhã eu verei como ela é para te ajudar ok ? Ela pode ser mais uma dessas mulheres que só querem prazer e depois fogem, você tem que ficar esperto, ainda mais se está apaixonado...
Ryan: Ta, vou te deixar em paz, até mais.-Ryan desligou antes mesmo deu dizer alguma coisa ou um simples ''até amanhã''. Ele me parecia mal, e não era pra menos. Está história de amor é ruim... ainda mais no caso dele. Essa tal Maddie deve achar que ele é só mais um garoto apaixonado e nada mais... mas pelo que percebi Ryan parecia muito apaixonado ... mas enfim amanhã eu veria como ela é para poder ajudá-lo.
Me levantei dali e fui pro meu quarto... dei uma passadinha no quarto dos meus pais e eles já dormiam feito anjinhos. Ainda bem!

Entrei no meu quarto, e quase cai pra trás quando vi Justin deitado na minha cama. Eu fechei a porta e o encarei surpresa.
Bê: Como entrou aqui sem ninguém te ver? 
JB:Tenho meus truques...-ele disse e se levantou vindo na minha direção. Sem ao menos me dar espaço para respirar, ele me puxou pela cintura e juntou nossos lábios, com uma intensidade que eu não conhecia. Paramos o beijo pela maldita falta de ar.
Bê: Uau, o que foi isso ? -sorri pra ele e ele mordeu os lábios me juntando mais contra seu corpo.
JB: Quer sair comigo hoje?
Bê: Eu não sei... eu tenho aula amanhã e ...-ele me interrompeu.
JB: Esquece isso e vem comigo vai amor...-pediu ele manhoso. Era impossível resistir a isso.
Bê: Ta bom.-ele deu um sorriso vitorioso. - Onde você vai me levar?
JB:Surpresa... vamos ? -ele olhou para a janela. Assenti um tanto receosa... pular a janela outra vez? OK.
**

Entramos no carro e Justin deu a partida. Quando finalmente ele parou, pude ouvir uma música alta... ele me trouxe em alguma boate de Los Angeles em plena segunda-feira? Justin estacionou o carro do outro lado da rua e assim que saiu eu sai também. Fomos até lá de mãos dadas e o segurança grandão que ficava na entrada da boate nos deixou entrar livremente.
Bê: Porque me trouxe em uma boate em plena segunda-feira? -perguntei, assim que nos sentamos em uma mesa. Vi pessoas estranhas ali... é claro, elas eram estranhas porque eu não as conhecia mas também porque tinham um jeito estranho. Se é que me intendem.
JB: Eu queria sair para um lugar diferente com você... e ... - ele não terminou o que falava.
Bê: E? - o incentivei a continuar.
JB:Nada... vamos dançar? - Não tinha quase ninguém na pista de dança mas assenti porque  tocava Stereo love e era quase impossível ficar parado quando essa música tocava.
Justin me puxou junto a ele colando nossos lábios. Senti sua mão em minha bunda e dei um sorriso malicioso pra ele. Me balancei pro lado no ritmo da música e dei a volta em seu corpo, o abracei por trás e dei uma leve mordida no lóbulo de sua orelha... ele soltou um riso abafado e me virou de frente pra ele. Ele apertou minha cintura me fazendo arfar. Senti seus beijos em meu pescoço enquanto nos movimentávamos no ritmo da música.
JB:Isso é muita provocação...-ele sussurrou no meu ouvido, apenas sorri e continuei dançando com ele.
**

Stereo love parou de tocar e começou a tocar uma musica mais lenta... eu não sabia o nome mas apenas envolvi meus braços no pescoço do Justin e deitei minha cabeça em seu ombro, ele me puxou junto a ele e começamos a nos balançar bem lentamente... cada segundo, cada gesto ... me deixava louca...louca e talvez excitada. Justin acariciava minhas costas lentamente...seu toque macio me fazia ficar arrepiada... tudo que eu queria era tirar aquela blusa e poder sentir seu toque macio em minha pele...
Bê: Eu quero ir embora bebê..-sussurrei e juntei nossos lábios para um selinho demorado.-Me leva pra qualquer lugar ... -disse um tanto manhosa. Justin sorriu malicioso e saiu de lá me puxando pela cintura. Entramos no carro  e Justin deu a partida.

**

Paramos o carro em um lugar um pouco estranho... olhei em volta e não vi nada...absolutamente nada... A única coisa que iluminava aquele local era as luzes do farol e assim eu pude ver mais  a frente um rio... ou estivesse sonhando... Olhei pro Justin e ele fitava o ponto iluminado a nossa frente.
Bê: Porque paramos aqui ? -perguntei.
JB: Eu é...eu ... - ele parecia não conseguir achar as palavras certas e de certa forma aquele ''nervosismo'' nele , me deu uma pista.
Estávamos dentro de um carro. Confere.
Em um lugar onde , se fizéssemos algo ninguém ouviria. Confere.
A vista de onde estávamos era linda de certa forma. Ou seria pela manhã. Também confere.
Acho que sei porque ele me trouxe aqui.
Bê: Você me trouxe aqui para ... transar? - perguntei , e senti que não devia ter perguntado, porque isso poderia ter quebrado o clima. Se bem que ainda não tinha clima algum...
JB:Eu quero realizar sua fantasia.-ele me olhou pela primeira vez, desde que chegamos aqui e eu pude sentir um tremor pelo meu corpo. Sorri maliciosa pra ele e assim que fiz isso , fui até ele praticamente me sentando em seu colo e juntei nossos lábios para um beijo demorado...
Senti as mãos de Justin em minha cintura e em um empurrão , que provavelmente foi por culpa dele, o seu banco pulou para trás me dando mais espaço. Abri as minhas pernas de modo que ficasse sentada em seu colo e voltei a beija-lo...suas mãos ágeis tiraram a minha blusa e eu soltei um gemido assim que sua mão acariciou minha barriga e desceu ali, tirando o meu shorts. Vi ele me secar inteirinha... até voltar  me beijar e desta vez dar leves chupões em minha língua. Se a intenção era me deixar excitada ou sei lá o que ele conseguiu. Coloque minha mão por debaixo de sua blusa e desci até seu shorts. Abri o único botão que havia ali e Justin levantou seu quadril para que eu o tirasse.
Assim que tirei por completo seu shorts Justin me deu um chupão no pescoço me fazendo arfar. Eu precisava senti-lo em mim, agora.
Tirei sua camiseta com um pouco de pressa e senti ele rasgar minha calcinha com suas mãos.
Bê: Droga Justin!-murmurei e olhei o que restou do tecido em sua mão, ele me eu um sorriso muito mais do que malicioso e abriu mias as minhas pernas, com uma brutalidade que eu desconhecia.-Você destruiu a minha calcinha!-ele me penetrou com apenas um dedo e eu impulsionei meu corpo para frente soltando um gemido fraco. Ele mordeu os lábios e sorriu.
JB:Você fica melhor sem calcinha...-ele introduziu mais um dedo e eu quase gritei de prazer.
Caralho, isso é bom mas eu não queria isso, eu queria ele ... apenas ele. Coloquei minhas mão em sua cueca box vermelha e apertei seu membro. Justin soltou um gemido e eu arranquei aquilo dele.
Bê: Eu quero você-disse em um tom sensual, Justin apertou mais minha cintura e penetrou em mim.
Seus movimentos lentos e entocadas profundas foram devagar... mas bastou isso para me deixar molhada.
Justin deu um entocada rápida e fez meu corpo se impulsionar para trás batendo minhas costas no volante. Aquilo doeu. Soltei um gemido alto.
Justin simplesmente intendeu aquilo como um ''mais rápido'' e suas entocadas foram mais fortes...até ele começar a ir mais devagar e gozar dentro de mim.
Ele saiu de dentro de mim bem devagar e eu percebi que sua respiração estava descompensada... fiquei dando alguns beijinhos em seu pescoço ... até que ouvimos uma batida na janela do carro. Olhei pro Justin confusa e surpresa. Porque diabos estavam interrompendo nosso momento ? E porque diabos alguém bateria na janela de um carro parado em não sei onde ?
XxxX: Abra a porta.- disse uma voz de homem, forte e aguda e parecia que ele não estava pedindo e sim ordenando. Sai de cima do Justin e coloquei minhas roupas intimas... depois apenas vesti uma camiseta do Justin enorme que estava no banco de trás do carro. Justin vestiu seu shorts e sua camisa sem problemas...ele me deu uma olhada , talvez para ver se eu estava vestida e abriu a janela do carro. Olhei o grandalhão por fora da janela com aquela farda ridícula de policiais... Ótimo , a policia estragou nosso momento... - pensei irônica. O policial , que mais parecia uma versão moderna do Billy Ray Cyrus, o pai da Miley, com quem eu já tinha me encontrado em festas e premiações dos meus pais, vasculhou o carro todo e vi ele fitar os tecidos despedaçados da minha calcinha no chão do carro...senti que estava vermelha de vergonha por aquilo.
XxxX: O que estão fazendo parados aqui ? -ele perguntou isso olhando diretamente para o Justin... estremeci, afinal, Justin já tinhas problemas com a policia e sabe-se lá se estava sendo procurado.
JB:Estamos apenas namorando...- Justin respondeu, pausadamente. O policial me olhou dos pés a cabeça e se eu não estivesse com o Justin ali, acho que ele seria capaz de dar em cima de mim.
XxxX: Hm...preciso ver a identidade de vocês!
JB:Nós não trouxemos sabe... não costumamos trazer nossa identidade quando vamos transar no carro e no meio do nada.-disse Justin sarcástico. Me encolhi no banco e desejei que meu rosto estivesse coberto.
XxxX: Hum...quantos anos vocês tem ?
JB: Ela tem 18 e eu 19...- ele mentiu. 18 ? Hum.
XxxX:Onde estavam antes de vir pra cá?
JB:Em uma boate á três quilômetros daqui na região do South Central.
XxxX: Moram com seus pais ?
JB:Sim senhor, porque ?
XxxX: Porque já se passaram da meia-noite e acho que vocês deveriam ir pra casa...apenas para não preocupa-los.
JB: O senho tem toda razão...podemos ir ? -ele ficou em silêncio por uns momentos.
XxxX: Podem ir... mas é bom que não parem mais em lugares assim... -ele se afastou do carro e Justin fechou o vidro o ligando. Ele deu marcha ré , e saiu de lá cantando pneu. Olhei para trás e só vi uma dos três policias em pé, e ele estava com uma cara de tacho.
Bê: Essa foi por pouco!-disse e relaxei no banco.
JB: Você é doida.
Bê: Eu? -arqueei uma sobrancelha. - Porque? Eu não fiz absolutamente nada...
JB: Esquece... tenho que te levar pra casa porque amanhã você tem aula.-dei de ombros e fiquei quieta. Talvez eu fosse doida mesmo... uma completa maluca por querer transar com ele em um carro, mas a culpa é toda dele por ter me levado para aquele lugar.
(...)

Justin parou o carro e desligou o farol, a luz de dentro do carro automaticamente se acendeu. Dava para ouvir os latidos dos cachorros dos visinhos... todos ja de viam estar dormindo.
JB: Pena que não terminou muito bem nossa noite...-Justin sorriu sem graça. Passei minhas mão em seu rosto e o selei.
Bê: Foi incrível. Com você tudo é incrível.
JB: Boba... posso vir te buscar aqui as duas amanhã para irmos pro galpão ?
Bê: É claro que sim... agora é melhor eu entrar.- me inclinei um pouco para dar mais um selinho nele mas ele me puxou e me beijou. Paramos o beijo com selinhos.
JB: Agora sim você pode ir ...- ri e abri a porta.
Bê: Eu te amo.
JB:Eu te amo mais.-sai de dentro do carro com um sorrisinho muito bobo no rosto. Fechei a porta e passei pelo buraco no jardim da minha mãe. Entrei na casa pela porta da cozinha  e assim que entrei no meu quarto, dei graças a Deus por ninguém ter me pego. Tirei aquela camiseta do Justin, com o shorts que eu havia colocado voltando pra cá e o joguei em qualquer canto, procurei o meu pijama e me vesti. Me joguei na cama e em menos de 1 minuto , eu já tinha apagado.
----x-----

XxxX: Filhinha, acorda... por favor...- escutei a voz do meu pai em minha mente e desejei que ele me deixasse dormir. Eu não queria ir pro colégio...tudo que eu queria era dormir
Bê: Ahh pai deixa eu dormir vai...- tampei minha cabeça com o travesseiro, fazendo o tapa olhos que eu usava sair e cair do meu lado na cama.
Brad : Não Brenda, você tem aula...para de graça e levanta vai.
Bê: Argh.-tirei o travesseiro da cabeça e o encarei. Ele sorriu sem graça com minha cara emburrada.
Brad: Vou te deixar sozinha ta ? -assenti e assim que ele saiu do quarto eu me levantei. Entrei no banheiro e tomei um banho rápido, em seguida, me arrumei  e desci para tomar o café da manhã.
Depois do café , peguei meu carro e fui direto pra escola. Mais um dia entediante naquele lugar.
(...)

Continua...

Oiii meus amoresss, tudo bem ? Eu sei que ta pequeno mas foi o que deu pra escrever e espero que tenham gostado UHASHUSUHSAH... muita gente ta pedindo divulgação e isso é meio ruim porque eu quero que vocês comentem sobre  o capítulo e não sobre divulgações, enfim, eu vou escolher um blog por dia para divulgar , seja em qualquer ib que eu escrevo e que eu for postar. Basta deixar a url aqui > clica com swag ok? jhsgjdhd
 Eaaaai o que acharam dessa parte hot ? HAHSG~AHDGDG imaginem a vergonha da policia chegar bem naquela hora, omggggggg... Muito obrigada pelos comentários minhas lindas, eu amo vocês demais.
Quem quiser falar comigo é só entrar aqui. (clica)
 E não se esqueçam disto (clica) , segunda ou terça eu entrarei em contato com as que deixaram os contatos, obrigada !

10 comentários:

  1. Nossa mt boom mt msm !!Sériooo esse ficouuu beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeem HOOOOOOOOOOT kkkkk!!!Nossa eles foram pegos pela polícia meu deuuus !!Continuuuua ta mt bom

    ResponderExcluir
  2. Ta perfeito como sempreee comtinuaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  3. Woooooool , que hot >< ~ me gusta much ~kkkk taparei'-'
    Continua ?

    ResponderExcluir
  4. Nossa ta muito perfeito e se isso é pequeno quero ler um capitulo grande , AMO SEU IMAGINE nossa preciso ler a continuação

    ResponderExcluir
  5. Nossa ta muito perfeito e se isso é pequeno quero ler um capitulo grande , AMO SEU IMAGINE nossa preciso ler a continuação

    ResponderExcluir
  6. Adoorei amoorehr'
    esta perfeito continua Beijoocas :)

    ResponderExcluir
  7. ri muito com o policial interrompendo os dois kkkkkk Xoxo amor :3

    ResponderExcluir
  8. Bárbaro, ri muito com o "pai da Miley' ri imaginando ele pegando eu e Justin kkk'
    Continua ta perfeito

    ResponderExcluir
  9. Nossa muuito perfeeito a parte Hot! To amando muiito, vc sabe escrever muito bem, ja pensou em excrever um livro? se nao pensou, acho que vc deveria seriamente comecar a escrever um :p Coontinuua linda to amando!

    ResponderExcluir