23 de out de 2013

All That Matters - Capítulo 2 ''O garoto mais gentil e bonito que essa cidade já teve. ''

Um sorriso bonito, pode dizer tudo sobre você.

-Deve ser legal lá...-eu disse e ele estendeu o braço, me entregando a toalha.
-Muito obrigada pela toalha.
-Disponha. Quer se sentar para esperar a chuva parar ?
-Claro.-ele assentiu e eu me sentei no sofá para que ele fizesse o mesmo.
Seus olhos me fitavam tanto... A todo momento ele parecia observar tudo...
Por que esse cara esta em San Juan? O que ele faz aqui tão longe de sua casa?
Eram tantas perguntas em minha mente. Ele sorriu para mim e eu me senti muito encabulada.
-Por que esta me olhando?-perguntei.
-Eu acho que encontrei.
-Encontrou o que?
-O que eu procurava.

-O que você procurava?-repeti confusa. Ele abriu um sorriso pequeno em seus lábios, e balançou a cabeça parecendo estar envergonhado.
-Ahn ... eu sei que não nos conhecemos mas ...você quer sair comigo amanhã? Como eu sou novo na cidade eu achei que você poderia me mostrar um pouco dela.
Franzi o cenho. Ele não havia respondido minha pergunta.
-Ahn...-pensei nas palavras certas a dizer. Eu deveria aceitar o convite?-Eu não sei sabe ... eu ... tenho muito trabalho o dia todo e só poderia sair a noite.
-Seus pais não deixam que você saia a noite?
-Eu não sei ... porque eu não costumo sair a noite sem eles...-corei minhas bochechas envergonhada.
-Eu também não deixaria uma garota que nem você andar a noite sozinha por ai ... mas se quiser eu peço a eles... Não vou deixar que nada de mal te aconteça.
-Tudo bem ... eu vou falar com eles então, não se preocupe.
-Ótimo.

-Então você terminou a escola a alguns meses?-Justin me perguntou enquanto tomava o chá que eu havia preparado para ele.
-Sim, e agora estou trabalhando para conseguir pagar minha faculdade... meus pais não são ricos então eu vou levar algum tempo para conseguir o dinheiro.
-Você deveria trabalhar em outro lugar ...aquela lanchonete não me parece pagar bem.
-É, eu sei, mas até agora foi o que eu consegui arrumar ...E você? Trabalha?
-Estou de férias.-ele disse.-Eu trabalho com o meu pai ... no ramo da construção.
-Ele esta no Canadá?
-Sim.-ouvi a porta ser aberta e meus pais entraram, logo olhando para Justin que se levantou.
-Oi pai, ou mãe.-eu sorri meio sem graça. Acho que eu nunca tinha trazido um garoto em casa, e tecnicamente eu não trouxe , ele chegou de surpresa.
-Oi filha.-meu pai deixou suas coisas em cima do sofá e olhou para Justin.-Quem é esse rapaz?
-É meu amigo.-me apressei em dizer e vi que Justin me olhou e sorriu.
-Olá senhor, meu nome é Justin Bieber.-ele estendeu a mão e meu pai apertou.
-Oi, eu sou John Beer  e essa é minha esposa, Elizabeth Beer.-Minha mãe acenou com a cabeça para ele e sorriu.
-É um prazer conhecê-los... Bom,-ele me olhou.-acho que já vou indo, obrigada por me acolher nessa chuva Madison.
-Como você vai ? O seu carro não quebrou ?
-Sim, mas eu dou um jeito ...
-Se quiser eu te levo.-meu pai disse e tanto eu  , quanto Justin o olhamos.
-Não precisa Sr.Beer eu ...-meu pai o cortou.
-Eu faço questão, Mad não tem muitos amigos e eu vejo que você é um rapaz decente e eu não exitaria e ajudar um amigo de minha filha, ai podemos passar e chamar o guincho para pegar o seu carro onde quer que ele tenha quebrado.
-Ahn, muito obrigada então Sr.Beer.
-Vamos então?-meu pai disse.
-Vamos.-Justin disse e se virou me dando um beijo na bochecha.-Amanhã te pego no trabalho.-ele sussurrou tão baixo que eu imaginei se ele realmente tivesse dito aquilo.-Até mais Madison.
-Até.-disse um pouco constrangida. Ele se despediu da minha mãe  e seguiu com o meu pai até a porta.

-Então ele é só seu amigo?-minha mãe perguntou pela milésima vez enquanto comíamos a lasanha que eu preparei e esperávamos o meu pai.
-É sim mãe, eu já disse.
-Ele me pareceu gostar de você.
-Eu o conheci hoje na lanchonete , duvido muito que ele goste de mim ...
-Hm, mas ele é tão diferente, você reparou ?
-Como assim ?
-Bom, não é o fato dele usar roupas boas ou parecer um garoto rico...ele é calmo, e educado. É dificil encontrar garotos assim...
-É isso é verdade...
-Seu pai deve estar fazendo um monte de perguntas para ele.
-Por que a senhora esta falando isso ?
-Bom, porque você nunca traz meninos aqui filha...
Oh não, meu pai não podia me envergonhar desse jeito com o Justin, podia?!

Acordei no outro dia incrivelmente animada. Fui para o banheiro assim que sai da cama e tomei um banho bem demorado. Em seguida, sai e me arrumei :

Quando entrei na cozinha meu pai e minha mãe estavam tomando café e me olharam um tanto surpresos por eu estar se salto. Eu não costumo fazer isso , mas se eu fosse sair com o Justin, acho que eu teria que estar arrumada assim depois do trabalho.
-Bom dia.-disse á eles e me sentei a mesa, á colocando suco de laranja em meu copo.
-Onde você vai assim toda arrumada Mad?-Meu pai perguntou.
-Eu vou trabalhar pai, não vou a lugar algum.-sorri para ele.-Mas ... ahn o Justin me chamou para sair depois do expediente ... isso se o senhor deixar, é claro.
Ele me olhou sério, e em seguida para minha mãe que sorriu para ele e fez que sim com a cabeça o incentivando a deixar.
-Tudo bem, mas ele vai te trazer aqui antes das 11 ok? Não quero você na rua tão tarde da noite.
-Pode deixar pai!
Terminei o meu café e fui para o trabalho.
O dia estava menos movimentado naquela manhã, eu vesti meu avental e anotei os pedidos como sempre. A tarde ... há ! Foi ainda pior, não tinha muitos clientes hoje e quando perguntei para o Sr.Brown ele disse que haviam aberto outra lanchonete na rua e isso me deixou um pouco desanimada.
Quer dizer, pensem comigo. Poucos clientes>menos gorjetas>menos dinheiro para a faculdade>mais tempo trabalhando.
É... o Sr.Brown teria de pensar em um jeito para atrair os clientes a lanchonete, ou estaríamos fritos.
Quando o fim da tarde chegou, alguns clientes começaram a aparecer. Liza, sempre assumia o turno da noite. Ela é a outra garçonete, sobrinha do Sr.Brown e uma odiadora minha, coisa que eu ainda não sei o porque. Quando ela chegou, entreguei o avental para ela e fui me arrumar. Justin já deveria ter chegado mas acho que ele podia se atrasar, afinal não combinamos horário algum. Assim que sai do banheiro dos funcionários, eu o vi.
Justin conversava com Liza, que sorria para ele, exatamente como fazia para todos os caras bonitos que chegava na lanchonete. Ele olhou para mim, e veio em minha direção,fazendo com que Lize me olhasse dos pés a cabeça.
-Madison ? Uau. Você esta linda!-ele se inclinou e deu um beijo em minha bochecha.
-Obrigada Justin, você também.
E ele estava mesmo. Ele vestia uma calça larga cinza, um tênis amarelo, e uma blusa branca, seguida de um boné também amarelo. Ele parecia tão ... novo e despojado assim.
-Então, para onde quer ir essa noite?
-Eu não sei...-sorri me perdendo naqueles olhos tão lindos.-Eu achei que soubesse onde vai me levar...
-Bom, eu não sei muito bem ... mas acho que primeiro podíamos ir á um bom restaurante, o que acha?
-É uma boa ideia.-ele segurou minha mão e sorriu.
-Então vamos.-assenti com a cabeça e andamos até a porta. Senti o olhar fulminante de Lize em cima de mim, mas tudo que fiz foi ignorar, afinal, era eu quem estava ao lado do garoto mais gentil e bonito que essa cidade já teve.

Continua...



Respondendo algumas leitoras :3

Dayani: Não exatamente anjo, eu já estava com essa ideia de anjos e tal, ai eu li Fallen, e eu decidi me inspirar nisso. Mas só me inspirei no fato dele ser um ''anjo'', não no livro todo, pq isso vai ser totalmente diferente.

Amanda C.: História indiana? Como assim ? '-'

Amanda: Um anjo. haha s2

OOi minhas lindas, muito obrigada pelos elogios e pelos comentários, eu fiquei muito feliz. Espero que tenham gostado desse capítulo. Um beijo! Amo vocês s2

15 comentários:

  1. Cara essa IB esta cada dis mais perfeita, estou muito anciosa pro proximo capitulo!!!

    Ass: Thay

    ResponderExcluir
  2. Oh Meu Deus sério amei , mesmo ta perfeito. SUA LINDA CONTINUUUAAA

    ResponderExcluir
  3. Cara ta mais do que perfeita *-------* e como assim! ele vai ser um anjo?? Bjssss e suuuuper ansiosa para o próximo capítulo :D

    ResponderExcluir
  4. Maninha ta perfeitoo.
    Justin cara de safado mas é um anjo kkkkkkkkk mds.
    Continuaa
    Beijoos

    ResponderExcluir
  5. @OhMyBiebers2 aqui -- sua ib é uma das que mais gosto e mais admiro,serio vc tem mto talento,continua pf,to amando (: s2s2

    ResponderExcluir
  6. perfeita continua! mas e a imagine belieber aquela que se passava na índia que era uma colaboradora que escrevia?

    ResponderExcluir
  7. olha eu não sou mt de comentar ib's mais essa... é perfeita *---* continua logo .
    By: Andreza

    ResponderExcluir
  8. Muito perfeita sua Ib, serio, me apaixonando por ela a cada capítulo, tu tem que continuar logo, ansiosíssima para saber o que vai acontecer nesse encontro... Enfim, continua, please... Beijustins mesnina!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Divulga ? Por favor, tô começando agora :) http://imaginesdafama.blogspot.com.br/, mando selinho *-*

    ResponderExcluir
  11. Continua gente que perfeito *---------*
    Divulgando: http://imaginebelieberforevergirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Adooooooooorei <3 Quando eu comecei a ler a fic me lembrou bastante a saga hush hush que tem isso de anjos caídos e talz...adorei o fato de ter anjos, beijos tata <3

    ResponderExcluir