8 de dez de 2013

All That Matters 2ª Temporada - Capítulo 1 ''She likes to pick off''

''A questão é : quantas pessoas poderão ver um sorriso meu hoje?''

-Senhor Bieber?-Eileen (Pronuncia-se ''Eilin'' ) entrou no meu quarto depois de uma leve batida na porta.
-O que foi Eileen?-perguntei ficando de pé, e encarando-a.
Que empregada insolente.
Ela sabia muito bem que eu odiava que ela viesse no meu quarto.
-Desculpa mas é que ... o Senhor disse para avisar quando aquela garota chegasse ... e ela chegou.
-Oh sim!-sorri. Agora sim minha festa começaria.-Obrigada Eileen. Vou pedir um favor. Poderia ficar no seu quarto até que eu acabe por aqui?
Ela abaixou seu olhar assentindo.
Sai do quarto e caminhei até a sala. Lá estava ela. Kate Williams. Uma prostituta barata de uma casa de show em PaperVille.
Ela era tudo que eu desejava essa noite ...
Minha delicada refeição...
-Justin!-ela sorriu escandalosamente ao me ver. Logo estava em meus braços.
-Olá querida ... preparada para a melhor noite de diversões de sua vida?
Ela sorriu marota.
-Eu é que tenho que te faço essa pergunta Bieber.
Sorri de lado e pressionei meus lábios contra os seus. Kate passou seus braços em volta do meu pescoço. Eu sentia a excitação em seu corpo. Seduzir a caça ... brincar com ela. Mordi de leve os lábios de Kate sentindo o sangue em minha boca. Ela me olhou um tanto assustada... mas agora , já era tarde para desistir.

 ☨ 

Olhei para o lado esperando que Kate dissesse algo, mas ela não disse. Eu via as lágrimas em seus olhos, e tentava ao máximo entender aquilo. O que eu fiz de mal? Sua boca estava apenas inchada e ... seu corpo estava com algumas marcas. Eu não a machuquei. Por que diabos essa menina esta chorando?
-O que foi ?-tentei não parecer rude, mas a verdade é que isso já estava me irritando. Toda vez é a mesma coisa. Kate vem até a minha casa, nós transamos, e ela chora. As marcas em seu corpo se acumulavam ...
Era realmente encantador ver aquilo. Minhas marcas...
Deixei um sorriso escapar e Kate abaixou seu olhar.
-Estou com medo ...-ela disse.Foi tão baixo que eu quase não ouvi sua voz.
-Medo?-franzi minha testa.-Medo de que garota?
-Das vozes ...eu ouço vozes quando estou aqui nessa casa Justin!-ela parecia realmente com medo ao falar.
Pobre Kate. São apenas algumas almas que não deviam estar aqui ... como ela disse , são apenas vozes, elas não podem fazer mal a ninguém.
-Fique calma Williams. São coisas da sua cabeça ... eu já disse.
-Não são não.-ela teimou.-Me leve daqui ... me leve para jogar sinuca no Moonshine ou dar uma volta por Dallas ... mas eu não quero ficar aqui, não mais...
Suspirei para não me irritar com ela.
Que garota fraca. São apenas vozes. Argh.
-Tudo bem, vamos nos vestir e jogar sinuca.-me levantei da cama enquanto ela fazia o mesmo ao se enrolar no lençol cobrindo seu corpo.-Mas a noite ... você sabe o que eu quero não é Kate?
-Sim eu sei ...-ela sacudiu a cabeça.-Você fará mais marcas no meu corpo ...-ela deixou um sorrisinho escapar.
Sorri junto e segurei em suas mãos a puxando contra mim.
Essa garota gostava mesmo do perigo. Mas minha fome por ela hoje ... parecia estar insaciável. Era bom ela tomar cuidado.


P.O.V Madison Beer

Respirei fundo. Eu precisava ficar forte. Eu precisava parecer bem.
E lá estava eu, indo mais uma vez para o trabalho na lanchonete do Sr. Brown. Desde que eu doei o dinheiro que Justin tinha deixado pra mim, eu estava trabalhando duro. Faltava muito pouco para que eu conseguisse meu dinheiro. Mais três meses apenas e eu estava pronta para minha faculdade.
Depois de tudo que aconteceu ... De Justin ter me deixado ... da morte de Marie ... as coisas estavam realmente estranhas. Por mais saudade que eu sentisse de Justin, algo me alertava para não pensar mais nele ... e era isso. Eu estava conseguindo evita-lo por boa parte do meu dia.
Meu pai e Mel voltaram a San Juan e desde que Will foi ''embora'' eu estava me sentindo segura.
Bom...
As vezes eu me lembrava de tudo que aconteceu comigo.
Minha quase morte ...
Meu quase desastre emocional depois que Justin partiu.
Minha mãe tinha me instruído a doar todo o dinheiro que ele deixou ... Era suficiente para que eu fizesse 60 faculdades se eu quisesse, e eu não poderia aceitar isso.
Ele sabia que eu queria conseguir as coisas com meu esforço ...
Estacionei o meu carro do outro lado da lanchonete . Era um Volvo c30 preto. O carro que Justin havia me dado. Era confortável . Ele soube escolher.
Entrei na lanchonete dando um oi para todos ali. Agora eu era a gerente.
É, as coisas realmente mudaram nesses 6 meses.
Eu estava ganhando mais. Por sorte, o Sr.Brown estava sendo generoso comigo.
**

Sai do trabalho um pouco mais cedo. Mamãe pediu para que eu passasse no mercadinho perto dali e fizesse algumas compras. Era um tanto difícil pra mim agir como se eu estivesse bem.
Eu não estava bem. Eu estava conformada.
Ele tinha me deixado. Eu não tinha a miníma ideia de onde ele estava ou de como me comunicar com ele.
Entrei no estacionamento do mercadinho depois de dirigir 10 minutos até lá. Era difícil aturar os olhos daquelas pessoas sobre mim. A alguns meses isso seria normal... ou , apenas a curiosidade de moradores de uma cidade pequena, mas ... depois da minha ''quase morte'' ser notícia em todos os jornais da cidade... essas pessoas me olhavam como se eu fosse louca, pelo menos a maioria delas.
Entrei no mercado pegando uma cestinha para que eu colocasse as compras.
Mamãe pediu para que eu comprasse farinha, milho, leite, e picles. Que tipo de pessoa gosta de picles? Eu tenho que confessar que eu odeio picles.
Fui andando pelos corredores daquele mercado. Ou mercadinho. Como queiram chamar.
Depois que acabei minhas compras, paguei  e fui para a casa.
Sinceramente?
Ao sair daquele mercado e entrar em meu carro, eu me senti deslocada . Pela primeira vez em anos, eu sentia que ali não era mais o meu lugar.

 ☨

-Mana, não vai ajudar no jantar?-Mel perguntou assim que eu deixei as compras na cozinha.
Oh não, não me obrigue a isso Mel. Pensei comigo mesma.
-Sim, eu , ahn ...-suspirei.-Estou cansada, vou tomar um banho rapidinho e venho ajudar vocês.
-Tudo bem.-Mel forçou um sorriso de lado,que não me convenceu que as coisas realmente estivessem bem.-Será que antes nós duas podíamos conversar?
-Claro.-assenti.
-Vamos pro seu quarto.-ela segurou em minha mão e saiu me puxando até lá.
Assim que a porta se fechou, Mel me encarou de braços cruzados.
-O que esta acontecendo com você Madison?
-Como assim ?-franzi o cenho.-Não esta acontecendo nada.
-Está sim. Desde que aquele ''Anjinho'' foi embora você parece uma virgem encubada.-ela pronunciou aquilo com desprezo.
Eu realmente não deveria ter contato toda a verdade para ela. Agora que ela sabe sobre os Anjos, e os Ebons, ela realmente me acha uma maluca.
Bom, não é a primeira ...se eu realmente tiver que pensar nisso.
-Mel, eu não quero falar disso.
-Não quer?-ela zombou.-Madison por favor, você precisa de um homem. Um homem de verdade.
E qual era a definição dela para isso?
O que tem de mais eu querer dar um tempo para mim sem ter namorado algum?
Meu coração ainda é de Justin e eu nunca vou esquecer tudo que houve entre mim e ele.
-Não preciso de um homem de verdade. Eu preciso apenas esquecer tudo que houve.
-Madison, você acha que foi fácil pra mim ? Eu perdi minha filha porque me casei com um idiota...-ela passou a mão pelos cabelos os colocando para trás e amarrando em um coque frouxo. -Sabe que eu acho ? Que você tem que parar de achar que só você esta sofrendo, que só você foi chutada por um cara, e seguir em frente.
Abri minha boca para pronunciar algum xingamento que ocorreu brevemente em minha cabeça, mas me calei.
Eu não estava com paciência para uma briga agora.
Um nó havia se formado em minha garganta.
''Chutada por um cara''?
Oh, isso foi demais pra mim.
Dei alguns passos até  a porta e a abri.
-Você pode por favor sair Melannie?-ela saiu sem dizer nada e eu bati a porta, reprimindo outro xingamento.
Melannie virou uma chata. Embora eu saiba que ela tem medo que eu caia em uma depressão ou sei lá, eu prefiro ficar aqui, no meu quarto. Não quero conhecer garoto, ou ''homem de verdade'' algum. Quero simplesmente fechar meus olhos, acordar e ir trabalhar para pagar minha faculdade como eu tenho feito.
-Parece que alguém esta irritada?-ouvi  a voz de Ryan e coloquei a mão na boca pelo susto.-Oh me desculpe.-ele se aproximou de mim e me abraçou.-Não queria te assustar.
-Você anda fazendo seu trabalho muito mal Ry.-fingi estar brava com ele.-Isso são modos de se aproximar de mim?
Ele riu.
-Tudo bem, na próxima vez eu toco um sino, ou algo assim.
-Um sino?-ri com ele.-Tudo bem. Ahn, o que faz aqui ?
Ele se afastou de mim e me encarou. Sua expressão era séria.
-Um passarinho me contou que você anda meio deprimida ...
-Andou me espiando ?
-Mesmo que não quisesse você sabe que eu teria de espia-la.
-Eu sei, anjo da guarda.-bati continência, debochada.
-Madison ...-ele suspirou.-Trate de colocar um sorriso nesse seu rosto.
-Não dá.-abaixei meu olhar.-Eu só quero esquecer de tudo isso tudo bem?
-Eu nunca vi garota mais teimosa que você.-ele suspirou lentamente.-Vamos fazer assim, se você botar um sorriso nesse seu rosto, te levo para dar uma volta hoje a noite.
-Dispenso. Prefiro ficar aqui, hoje a cidade esta bem movimentada ... não quero ter que enfrentar um transito daqueles por ai ...
-E quem disse que vamos de carro ?-ele sorriu.-Vamos voando.
-Voando?-sorri, gostando da ideia.Eu vinha pedindo para Ryan me levar com ele por ai a muito tempo e ele sempre me diz que não pode.- O que te fez mudar de ideia?-perguntei.
-Você.-ele se calou logo que disse isso.
-Eu ?
-Esteja na cama as onze tudo bem ?-ele mudou de assunto.-E coloque um casaco.
Antes que eu pudesse dizer algo, ele desapareceu.
-Ryan Butler, por que você ama me deixar sozinha?-disse em voz alta. Ele provavelmente estava rindo de mim nesse momento.
Deixei uma risada escapar dos meus lábios e fui até o meu guarda-roupa.
Peguei uma camiseta longa que eu tinha que mais parecia um vestido e andei até o banheiro para emfim, poder tomar meu banho.
As vezes que acho que preciso me internar ...ou então morrer de vez. Nada parecia estar dando certo, a não ser pelo meu emprego de gerente na lanchonete. Talvez fosse a única coisa boa que tenha me acontecido depois que Justin foi embora.
Toda noite era a mesma coisa dentro de mim. Eu sentia uma saudade tão imensa, e imaginava o que ele estava fazendo naquele momento.
Será que ele esta bem?
Será que ele se tornou um monstro como ele me disse?
Duvido muito. Justin era bom, e uma pessoa ... ou melhor, um anjo, não pode simplesmente ser ruim de repente.
Quando sai do meu banho, terminei de me trocar, dei um jeitinho em meu cabelo, e fui para a cozinha ajudar minha irmã e minha mãe com o jantar.
Logo meu pai chegaria,  e como minha mãe não esta indo ajuda-lo na loja, ele fica irritada sempre que chega em casa.


P.O.V Justin Bieber 

-Quero um pouco de privacidade garotas ...-disse colocando minha cerveja em cima da mesa. Uma garota de cabelo liso e uma franja que caia sobre seus olhos encarou Kate do meu lado, e se aproximou de mim. As outras saíram.
-Oi Sr.Bieber, como vai ?-ela sussurrou baixo perto do meu ouvido. Meus pelos se arrepiaram.
-Ele te conhece?-Kate se intrometeu no meio de nós.-Ah, -ela sorriu debochada.-acho que não. Será que dá pra sair daqui por favor?
-Ela é sua namorada ou algo do tipo?-a garota a ignorou completamente. Não pude deixar de rir por causa da ousadia dela. Kate estava bufando nesse momento. O ciúmes dela realmente me cansa.
-Não.-eu disse.-Qual seu nome?
-Milena,-ela mordeu os lábios.-mas você pode me chamar de Lena.
-Uhm, tudo bem.-lambi meus lábios. Sua boca fazia uma leve curva no lábio inferior. Eu já disse o quanto isso é sexy e tentador?
-Tudo bem Lena... que tal você nos trazer duas garrafas de cerveja?-ela arqueou sua sobrancelha.
-Tudo bem Senhor Bieber.-ela se virou e saiu rebolando. Era quase como se meus olhos balançassem junto com seu quadril.
-Eu quero ir embora desse lugar Bieber.-a voz de Kate me trouxe a realidade.
-Você o que?-disse rude.-Olha Kate, estou cansado demais para aturar suas criancices. Você sabe que não temos nada, absolutamente nada.
-É eu sei.-ela deu de ombros.-Mas ainda vamos ter.
-O que?-ri sem humor.-Você se drogou ou algo do tipo?
-Não...-ela me olhou com desprezo. -Estou apenas dizendo que eu não desisto do que eu quero babe.
-O que você quer?-a provoquei.
-Você.-ela tocou de leve minha mão, e eu a tirei rapidamente. Eu não gostava dessa melação toda, não mesmo.
-Você não se cansa? Seu corpo esta ficando horrível e todo marcado por minha causa ...
-Eu não me importo que você me bata...você é tudo o que eu quero. Acorda Bieber, o que eu tenho a perder? Já não tenho nada mesmo ...Eu só quero um pouco de respeito de sua parte.
-Respeito?-ri.-Kate, vou perguntar novamente, você andou se drogando garota? De onde esta tirando essas palavras ? Andou conversando com algum anjinho por ai ?
- Você me proibiu de conversar com qualquer cara que eu encontrasse ou chegasse em mim, ou já esqueceu?-ela estava nervosa. Eu podia sentir em sua voz.
-Quando você estiver dando pra mim, não vai dar a mais ninguém.-disse sério.-Ou você acha que eu vou correr o risco de alguém te marcar como eu ?
Ela riu sarcástica.
-Então se trata disso?-ela perguntou.-Uma marcação de território? Você esta me cansando.
-Ótimo.-me levantei da mesa ficando de pé ao seu lado. Segurei firme em seu pulso e a puxei para cima. Ela me olhou confusa.
-O que é isso?
-Nós vamos embora daqui.
Sai andando a vi os olhares confusos da tal Lena sobre mim, mas ela não disse nada.
-Ei,-Kate disse.-esta me machucando.
-Você acha que isso dói?-apertei mais seu pulso e ela gemeu.-Me responda!-disse bravo enquanto finalmente tínhamos saindo do  Moonshine.
-S-sim.-ela abaixou seu olhar.
-Ótimo, porque isso não é nada do que eu vou fazer com você hoje. Você me tirou do sério Kate. Você realmente quer me ver bravo com você não é ?
-Você é um idiota.-ela murmurou. Já podia ver as lágrimas se formarem em seu rosto.
-Masoquista do caralho.-a xinguei, entregando o capacete da moto para ela.
-Eu não vou com você.-ela jogou o capacete no chão.
Rosnei.
-Ah você vai sim, ou eu bato em você aqui mesmo!


Continua...
Gif

Se eu já estava com saudades de vocês sim ou claro? euheuheuh Bom, este foi o primeiro capítulo da nova temporada, e vocês já viram que as coisas realmente mudaram. Tem algumas leitoras me pedindo para não mudar o jeito doce que eu escrevia e tudo mais ... então é que tipo, Justin não é mais um anjo então as coisas não podem ser fofas o tempo todo. Vai ter muito momentos doces , isso eu garanto a vocês. Agora, eu já coloquei a indicação de idade e eu não tenho 18 porém estou acostumada a ler muitas coisas... Então, ja vou avisando que aqui terá coisas BEM tensas e MUITO ruins/horríveis e tudo mais ... Se alguém não gosta disso é melhor não ler, por que eu não quero que ninguém tenha pesadelos a noite... brincadeira! hahah Mas então, vai ter coisas muito nojentas aqui, e caso alguém não gostar não vou poder mudar isso, infelizmente. O objetivo final da ib nunca vai mudar isso vocês podem ter certeza. Faço isso por amor a todas vocês. Ahh obrigada de coração por tudo mesmo! Tipo, vocês são maravilhosas e me disseram coisas lindas no última capítulo da 1ª temporada! MUITO, MUITO, MUITO obrigada!
Ai mds já estou falando demais né? 
Espero que tenham gostado desse capítulo. Eu decidi mostrar um pouquinho de como foi e como esta a vida de cada um deles depois de tudo que aconteceu. O capitulo ficou enorme, e eu espero fazer capítulos desse tamanho pra sempre akaksksjdjdkdkd
Vou parar de falar né? Estou falante hoje. O engraçado é que eu estou escrevendo e não falando aiai
Espero que comentem, e falem o que acharam. Amo vocês.
Fiz uma pequena homenagem a uma garota linda que me ajudou hoje, não é Milena? Ou devo dizer... Lena? ajajsjskdkdk Espero que tenha gostado <333 u_u

Até o próximo capítulo  

Divulguem meu blog no twitter? (clica)
Trailer da ib (aqui)

21 comentários:

  1. Continuuuuaa thalia lembra de mim jdjdjdjfjdj?

    ResponderExcluir
  2. Ai senhor... EU estou na historia :0 Kkk vc falo se eu gostei? Amiga eu AMEI e obrigada pela homenagem sua linda. Sinceramente to Te Amando Muito cara rsrs quero o cap 2 logo viu ^_^ continua por favoi kk <3

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaah oh meu deus ja to amando ta mt perfeitoo
    oh, essa temporada vai ser polemica, ja to vendo as manchetes no jornal SHAUSHAUSAHS u.u
    bjs amei garota perfeita <3

    ResponderExcluir
  4. Caramba ja to amando como sempre né ? Continua please ! /Ana l.

    ResponderExcluir
  5. Nuss esse é o meu Justin? Nao to reconhecendo

    ResponderExcluir
  6. Continuaaaaaa por favor ^-^

    ResponderExcluir
  7. Continuaaaaaa por favor ^-^

    ResponderExcluir
  8. Continuaaaaaa por favor ^-^

    ResponderExcluir
  9. OMG o Bieber ta todo estouradinho kkkk Meu ta perfeito ok? Não se preocupe por que já li coisas muito mais pesadas,,eu acho que o Jus é um vampiro,mas não tenho certeza to meio confusa .... O Ryan,acho que ele ta apaixonado por ela rsrs ownt que munitinho ...Continua ta tudo demais! Não vou mais deixar de comentar e obrigada por estar de volta,,fiquei com saudades!

    ResponderExcluir
  10. OMG ta perfeito *----* continua gata <3

    ResponderExcluir
  11. Aaaaa...o caminho da madison e do jb vai voltar a se encontrar? Ele lembra dela?aaa cotinuaaa

    ResponderExcluir
  12. Gente 'O' O Juss realmente virou um monstro, sério, tô passada... Enfim, a Ib está perfeita, fiquei surpresa com o rumo que a Ib tomou, mas confesso que amei, sério, curtindo super, vou demorar um pouco para me acostumar com o Juss do mal, nada que vá demorar muito u.u Bom, continua logo, please... Beijustins mesnina!

    ResponderExcluir
  13. Nossa o Justin virrou realmente um mostro ;( Continua sua ib ta perfeita :(

    ResponderExcluir
  14. Milena? Ahhhh não meu nome não kkkkkk

    ResponderExcluir