11 de dez de 2011

Capítulo 3 ണarry yഠu ♔

Abri os olhos e a gritaria machucava meus ouvidos. Levantei na hora da cama. O que estava acontecendo ? A gritaria vinha lá de fora. Fui até a sala e olhei pelo vidro da porta.Elas estavam mais ou menos assim :


-Meu Deus ! - eu disse indo chamar o Justin.
Haviam muitas meninas lá, com cartazes escrito o nome dele, elas estavam gritando tanto que concerteza já devia ter acordado todos os vizinhos.
Eu entrei no quarto e ele ainda dormia. Eu não queria acorda-lo mas era preciso.
-Justin !- eu disse balançando seu braço . Ele não acordou , parecia uma estátua, só que ao contrario das estátuas ele respirava.
Eu o balançei mais forte e ele acordou .
-O que foi ? - perguntou ele , ainda com os olhos fechados.
-Acorda Justin! - eu disse pra ele , ele abriu os olhos.
-O que foi ? Porque você ta com essa cara de desesperada ?
-Tem um monte de menina lá fora ! Se não ta ouvindo ?
Ele se sentou na cama e bocejou .
-Não .
-Então vai lá na porta e olha pelo vidro.
Ele se levantou, chegou na sala olhou pelo vidro. As meninas que viram ele e começaram a gritar . Ele saiu dali e foi para o quarto .
(Fã NARRANDO)
MEU DEUS ! É o Justin Biber ! Respira ! Respira! O que ele ta fazendo ai ? Será que ela é namorada dele ? OMB ! Eu vou chorar , ele esta a menos de 5 metros de mim ! AWWWWWWWWWN. ~gritos~ Ele esta só de cueca . ~maisgritos~
(Fim narração fã)
Justin entrou no quarto com uma cara de preocupado.
-Eu sabia ! Eu sabia que esses paparazzis tinham me seguido ! Argh.
-Justin mas e suas fãs ? Da onde elas sairam ?
-Sei lá, devem ter visto no twitter de algum repórter.
-Justin ! Elas tem que ir embora ! Meus pais vão chegar a qualquer momento .
-O.K. Calma eu vou pensar em uma solução ... mas tem comida ai ? Estou com fome .
-Ai Meu Deus ! Tem lá na cozinha , vem que eu preparo algo pra você comer.
Fomos pra cozinha, não tinha muita coisa na geladeira, então eu coloquei um pouco de cereal e leite e ele comeu . Eu não comi, aquela situação todo tinha me deixado sem fome.

-Pensou ? - perguntei depois de ter esperado ele comer.
-Sim . Bom... ou você vai lá e diz que eu não estou aqui ou eu saio e digo para elas irem embora mas dúvido que elas vão .
-Então eu vou ter que ir lá ? - perguntei um pouco com medo. Elas iam me atacar isso sim.
-Vai , se quizer que elas vão embora.
-Ai Meu Deus ! Ta bom né...
Eu fui em direção á porta, Coloquei a mão na maçaneta e abri. Ouvi alguém gritar : - ESTÃO ABRINDO A PORTA! . Eu sai mesmo assim . Elas começaram a gritar, e em minha direção vieram muitos flashs das câmeras .
Elas não paravam de gritar, eram gritos e mais gritos.
-Gente ! - eu disse quaze gritando. Elas pararam de gritar.-O Justin não está aqui ! Por favor, vão embora !
-Ele esta sim ! Agente viu ! - disseram três meninas juntas.
-Viram errado, era meu primo ! Vocês precisam ir , os vizinhos vão reclamar.
-Não saimos daqui até ver o Justin ! - disse uma fã e todas começaram a gritar.
Eu abri a porta e entrei em casa. Não tinha jeito , elas não iriam sair dali até que ele aparecesse.
Justin estava sentado no sofá, ja vestido com sua roupa que estava na secadora desde ontem. Ele estava com uma expressão cansada,parecia doente.
-Não tem jeito .- eu disse me sentando ao lado dele. - Elas querem ver você ... disseram até que te viram aqui .
-Que droga !- ele pegou o celular dele. - Vou ligar pro Scooter . Ele digitou o número no celular e eu fiquei ao seu lado ouvindo a conversa.
(Justin narrando )
O Scooter tem que atender. Eu amo minhas fãs mas eu preciso ir embora. E não posso causar tumultos por ai . Pelo menos não aqui. O que a Jenny pensaria ? Que é ruim ficar comigo porque sempre tem alguma fã me seguindo ? É , concerteza. O telefone chamou e Scooter atendeu.
-Eai Justin ? Blza ?
-Não cara! Eu to na casa da Jenny, a garota que eu te falei ontem e aqui em frente esta cheio de fãs , eu não sei mais o que fazer, elas não querem ir embora...
-O que você esta fazendo ai tão cedo ?Era pra você estar discansando agora .
-Eu sei cara mas eu dormi aqui .
-E...sua mãe sabe disso ?
-Não Scooter !Não é nada disso que você esta pensando . Eu dormi aqui porque estava resfriando ontem.
-Resfriado ? Como você ficou resfriado ? Agora que você falou eu percebi que você esta um pouco rouco .
Ele tinha razão . Eu estava rouco e faltava só dois dias para o show na times square.O que eu ia fazer ?
-É uma longa história ... depois eu te conto agora dá um jeito de tirar as beliebers daqui por favor, eu amo elas mas preciso ir embora , ir ao médico , sei lá e os pais da Jenny vão chegar a qualquer minuto e eles vão ficar bravos com ela se virem uma multidão aqui na frente.
-O.K eu estou indo ai com reforços ...
-Que reforços ? - eu perguntei mas ele já tinha desligado.
Eu desliguei o celular. Jenny estava sentada ao meu lado, ela parecia nervosa .
-O que ele disse ? - perguntou ela.
-Que esta vindo com reforços ...
-E que reforços são esses ?
-Eu não sei ... ele desligou antes deu perguntar...
-Nossa ! E se elas não irem embora ? Meus pais vão me matar !
-Calma , o Scooter vai conseguir tirar as beliebers daqui , fica calma.
Eu coloquei meus braços em seus ombros e ela me abraçou.
-Eu sinto muito. - disse ela, me abraçando forte.
-Pelo que ? - perguntei confuso.
-Por ter pedido pra você vir aqui em casa, se eu não tivesse falado nada disso teria acontecido.
-Você faz isso sempre ?
-O quê ?
-Botar a culpa em você . Primeiro com os seguranças e agora as belibers ...
-Mas foi minha culpa !
-Claro que não , a culpa é minha. EU QUE SOU RECONHECIDO FACILMENTE.
-Ok. Vamos parar por aqui , a culpa não é sua ... a culpa não é de ninguém está bem ?
-O.K.
Ela era meio loca.Eu ri . Ela pensava de uma forma diferente , e o melhor me tratava diferente. Não me tratava como uma celebridade e sim como um garoto de 17 anos. O cheiro dela era tão bom . Eu a braçei e pude sentir o cheiro em seus cabelos Tinha cheiro de morango. Depois de uns minutos abraçados com ela , ela disse que tinha que tomar banho para não parecer que tinha cabado de acordar quando seus pais chegassem . Ela subiu e eu fiquei esperando o Scooter chegar. Ouvi umas sirenes de policia lá fora e fui olhar pelo vidro da porta. Scooter tinha chegado e estava cercado de policias . As meninas ainda gritavam. Scooter passou entre elas abrindo caminho até a porta , e tocou a campanhia. Eu abri a porta com cuidado para que não me vissem mas mesmo assim vi fleshs em minha direção. Scooter entrou sozinho, sem os policiais que estavam a sua volta e eu fechei a porta.
-Nossa Justin !Esta cheio mesmo!
-Sim mas eai como você vai tirar elas ?
-Os policias vão tira-las daqui...
-Que ruim ;/
-É mais é isso ou ficar aqui pra sempre ...
-Até que não é tão ruim ficar aqui ...
-Esta falando isso por causa da garota ?
-Não só por ela, mas do jeito que ela me trata, ela faz eu me senti normal novamente.
-Você é normal ... Um normal ídolo teen.
-Engraçadinho ...
-Eu sei , não precisa me elogiar mas cadê a garota ?
-Esta tomando banho ...
Nesse instante ela entrou na sala.
-Ér... oi . - disse ela sorrindo envergonhada.
-Oi. - respondeu Scooter . - Prazer conhece-la.
-O prazer é todo meu . -disse ela sorrindo.
Ele sorriu pra ela.
-Justin é melhor agente ir então... - disse Scooter olhando pra mim . - Com essa sua cara , acho que vamos ter que ir ao médico hoje...
-Médico ? É tão grave assim ? - perguntou Jenny, preocupada.
-Não . - eu respondi . - Mas pode afetar minhas cordas vocais.
-Ai , espero que você melhore...
-Claro que vou ... não se preocupa.
-Justin ... mas e as beliebers ? Cadê elas ? Não estou ouvindo mais gritos !
-Os policias devem ter tirados elas daqui.
-Que otimo!
-Verdade mas eu vou indo gatinha . - me aproximei e dei um beijo em seu rosto.- Agente se fala outro dia. Foi muito legal nosso jantar ontem...- eu sorri pra ela.
-Foi mesmo ... ta bom mas... - ela não continuou.
-Mas oque ?
-Você vai me ligar ? Quer dizer ... eu gosto de falar com você .
-Claro que vou ! Amanhã mesmo se você quizer...
-É claro que eu quero ! - ela sorriu, aquele sorriso maravilhoso que eu amava.
Eu fui me aproximando dela, olhando fixamente para seus lábios mas Scooter pigarreou e eu me afastei .
-É melhor agente ir Justin .
-Ta bom , agente se fala Jenny .
Ela balançou a cabeça concordando e eu abri a porta saindo para ir embora.
(Fim narração do Justin Bieber)
Eu esperei o carro de Justin sair e fui ate meu quarto arrumar a cama. Era estranho como eu não ficava nervosa perto dele. Eu não ficava nervosa do jeito das fãs mas sim de outro jeito. Um jeito que eu não sabia explicar. Arrumei a cama que estava uma bagunça e desci para fazer algo para mim comer. Tudo aquilo havia me deixado com fome .
Depois de 20 minutos meus pais chegaram entrando em casa.
-OOOOi FILHA CHEGAMOS !
Eu fui até a sala e abraçei os dois. Eles estavam felizes , cheio de sacolas na mão, deviam ter feito compras.
-Que tanto de sacola mãe !
-É pra você filha !
-Pra mim ? - peguntei boqueaberta. Deviam ter uma 20 sacolas na mão dela.

- Sim, seu pai e eu achamos que você merecia umas roupas nova já que desde que mudamos pra cá você não comprou nada.
-Obrigada mãe !- eu disse pegando as sacolas e indo na direção do meu quarto.
-Denada filha !
Eu entrei no meu quarto e fui abrindo cada sacola, passei a tarde toda esperimentando roupa e só sai so quarto para almoçar e jantar. Quando a noite chegou eu estava cansada , coloquei meu pijama e fui dormir. (...)

6 comentários: