13 de dez de 2011

Capítulo 5 ണarry yഠu ♔

No outro dia acordei bem cedo, eu estava animada. Queria muito ir ao show do Justin, queria muito ve-lo. Me arrumei e fui tomar café da manhã. Meu pai ainda estava em casa. Quando eu sentei á mesa ele me olhou. Um olhar estranho. Eu sabia, ele ia conversar comigo. A conversa que eu havia fugido ontem. Peguei a jarra de suco e me servi. Ele pigarreou e eu o olhei.
-Filha ?
-Que foi pai ?
-Você sabe que pode dizer tudo pra mim e pra sua mãe não sabe?
-Sei sim pai .
-E você gosta desse menino , o Justin ?
-Gosto pai , demais .
-E ele gosta de você ? Porque eu trabalho com alguns famosos e você sabe que eles brincam com muitas garotas, trocam de garota mais do que trocam de roupa.
-Eu sei pai, mas eu vou tomar cuidado.
-Tem certeza ? Quer dizer , não deixe ele fazer sua cabeça esta bem ? Você tem 16 anos e ainda é muito nova pra fazer certas coisas e...
-Pai ! Não precisamos ter essa conversa ! Você sabe que eu sei o suficiente pra me virar .
-Eu te deixo muito sozinha filha ! Você sabe que quando se tem relações fisícas e ...
-PAI ! Por favor para ! Para de tentar querer ter '' A CONVERSA'' comigo por favor ?
-Mas filha você precisa saber dessas coisas ...
-Mas eu sei, aprendi tudo que preciso saber na escola e o senhor sabe disso lembra ?
-É verdade, talvez eu esteja precipitado mas me promete uma coisa ?
-Depende... o que é ?
-Quando você for fazer qualquer coisa que seja por amor esta bem ? E não só por diversão.
-Tudo bem pai, eu prometo.
-Otimo. - disse ele voltando a comer.
Eu voltei a comer, essa tinha sido facíl. Ufa eu escapei da conversa ! Ia ser constrangedor meu próprio pai me dizer essas coisas. Quando terminei de comer, subi para o meu quarto e fui fazer as minhas unhas, estava horrivel, eu realmente precisava faze-las. Escolhi um esmalte preto, e passei . Decidi fazer uma chapinha em meu cabelo, assim antes do show eu não iria demorar a me arrumar, Fiz a chapinha e desci até a sala. Fiquei a tarde toda assistindo ao meu seriado favorito '' Diarios de um vampiro'', quando deu 6:00 hrs fui me arrumar. Coloquei  a uma toca de plástico para que não molhasse meu cabelo no chuveiro e fui tomar banho. Sai do banheiro  e fui arrumar meu cabelo. Fiz alguns cachos com o babyliss , e fiz uma maquiagem básica, não muito forte mas com muito brilho. Procurei uma roupa que minha mãe havia me dado e me vesti assim :


Depois eu desci para a sala, no ingresso dizia que o show começaria as 9 então eu iria as 8 horas. Meu celular tocou e eu atendi .
-Alo ? - eu disse atendendo ao telefone.
-Oi, jenny ? É você ?
-Sim, quem fala ?
-É o Scooter, se lembra de mim ?
-Claro que sim, tudo bem Scooter ?
-Tudo sim e com você ?
-Estou bem .
-Então você vai vim para o show ?
-Vou sim ...
-Justin ia mandar alguém te buscar mas ele esta se concentrando para o show, e aqui esta cheio de fãs... você pode pegar um taxi e vim ? Eu espero você atrás do palco, tem uma entrada só para funcionários e eu vou esperar você esta bem ?
-Sim , eu posso ir agora ? Ou só depois?
-Pode vir , você fica no camarim até ele entrar no show.
-O.K, eu chego ai em alguns minutos.
-Pegue um taxí agora esta bem ? A entrada para a rua principal esta totalmente fechada e você vai ter que vir por alguma outra rua ...
-O.k eu vou desligar então ... tchau.
-Tchau, até daqui a pouco.
Eu desliguei o telefone e fui até o quarto de meus pais. Meu pai estava deitado na cama, lendo uns documentos e minha mãe estava sentada no sofá lendo umas revistas.
-Pai ,mãe ?
-Que foi filha ? - disse minha mãe.
-Ér... eu vou pro show agora e eu queria dinheiro pro taxí .
Meu pai levantou e pegou o dinehiro na pequena escrivaninha ao seu lado .
-Toma. - disse ele entregando o dinheiro na minha mão.
-Obrigada pai !
Minha mãe veio até mim , sorrindo.
-Você esta muito bonita filha !
-Obrigada mãe. - nesse momento o taxi buzinou na rua. -Eu tenho que ir ...
Eu dei um beijo na minha mãe e no meu pai .
-Tchau filha ! Juízo !- disse meu pai enquando eu sai.
-O.K.- eu disse indo em direção a porta. Eu sai de casa, o taxi esperava do outro lado da rua. Quando eu entrei no taxí dei as coordenadas do show, mas disse pra que ele achasse uma rua sem muitos carros e que chegasse o mais rápido possível .
Ele deu a partida no carro. Todo o caminho eu fiquei olhando a cidade, era linda. Depois de mais ou menos 20 minutos , o taxista chegou no show. Eu disse pra ele ir atrás do palco . Ele achou estranho mais foi . Eu desci do taxi e o paguei. Tinha alguns fotografos lá, mas nenhuma havia me reconhecido. Scooter me esperava , eu fui até ele.
-Oi. - eu disse sorrindo.
-Oi, vamos ? - disse ele olhando para uma entrada atrás de mim.
-Vamos.
Ele foi andando e eu o segui , havia um segurança na porta. Scooter olhou pra ele e ele assentiu . Entramos em um corredor branco, estava cheio de pessoas, algumas corriam, outras só conversavam. Scooter me levou até uma porta onde esta escrito o nome do Justin com uma estrela roxa.
-Aqui é o camarim dele , pode entrar.- disse ele sorrindo pra mim.
-Tudo bem. - eu disse assentindo. Ele me deu um sorriso e saiu entrando em uma outra porta ali do lado.
Eu respirei fundo e abri a porta.
-Licença... - eu disse entrando.
Justin estava sem camisa, arrumando seu cabelo. Quando me viu ele correu pra me abraçar, fechando a porta.
-OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOi ! Que bom que você veio !- disse ele quaze me girando em seus braços.
-Oi. - eu disse com um sorriso bobo em meu rosto, era impossivel não sorrir com ele.
Ele parou de me abraçar e me olhou , com um sorriso.
-Você esta maravilhosa jenny !- ele mordeu os lábios e eu corei.
-Obrigada . - eu sorri.
-Ér... você pode se sentar ali... - disse ele me mostrando um sofá branco do meu lado. - até que eu me arrume .
-Claro. - eu me sentei no sofá. Fiquei vendo ele se arrumar, ele parecia um pouco perdido , mas se virou bem... colocou uma blusa branca, uma roxa e uma jaqueta por cima, ele se virou pra mim sorrindo.
-O que achou ? - perguntou ele , me olhando curioso.
-Não esta com muitas blusas ? - perguntei boqueaberta. Estava calor , ele iria morrer de tanto calor cheio de blusa daquele jeito.
-Não, é essas roupas que eu uso nos meus shows e eu vou tirar no meio do show...
-Bom, sendo assim você esta lindo ... - eu disse sorrindo da cara que ele fez, tipo '' só isso ?'' .
Ele se aproximou de mim, me abraçando com um sorriso perfeito, Sua boca ficou a menos de um centimetro da minha e ele me beijou.
-Bobo ... porque me beijou ... ?
Ele não me respondeu , seus lábios foram até o meu pescoço ... eu senti seu alíto quente em minha pele e me arrepiei ...
-Você gosta disso ? - disse ele , me arrepiando ainda mais .
Eu me afastei .
-Justin ... deixa de ser bobo ...
-Tudo bem ... - disse ele indo me beijar. Mas nesse instante alguém bateu na porta. Uma mulher entrou no camarim dele.
-AAh ... ér desculpa interromper mas você tem cinco minutos...- disse a mulher, olhando pro rélogio.
-Eu já to indo ... - disse ele pra ela. Ela assentiu e saiu do camarim fechando a porta e nos deixando á sós.
-Você esta nervoso ? - eu perguntei vendo sua expressão.
-Um pouco .
-Mas voce faz isso sempre, ainda continua ficando nervoso ?
-Ér ... mas esse é um dos shows mais importantes da minha vida ...
-Como assim ? - eu perguntei curiosa, pra mim era um show como os vários que ele já fez.
-Você gosta de surpresas ?- perguntou ele não me respondendo.
-O que isso tem a ver Jus ?
-Eu vou fazer uma surpresa pra você ... hoje !
-JUSTIN DREW BIEBER O QUE VC VAI FAZER ?
- Você vai gostar ... mas eu quero que saiba que eu gosto muito de você e espero que sinta o mesmo ...
-Eu também gosto muito de você Jus ... mas você ainda não me disse o que tem a ver o show e a surpresa...
Nesse momento alguém bateu na porta e disse : -ESTA NA HORA !
-Vamos... - disse ele me puxando pra fora do camarim. Eu o segui, estava uma confusão no corredor, estavamos atrás do palco , os dançarinos entraram e a música começou a tocar.
-Boa sorte ! - eu disse pra ele .Ele sorriu pra mim e entrou no palco cantando, as fãs começaram a gritar. Eu fiquei assistindo ao show, em uma das músicas ele tirou a jaqueta branca e eu sorri, lembrando do que ele havia me dito.
Depois dessa música ele cantou várias outras mas quando ele disse que iria cantar a música One less lonely girl as garotas piraram. Todas começaram a gritar, como se estivessem pedindo para ser a OLLG , Justin deu uma olhada rápida pra mim e subiu um frio estranho pela minha espinha. Ele começou a cantar e todos cantavam junto com ele. Pelo que eu sabia , em uma parte da música uma garota subiria ao palco e ele iria cantar pra ela mas eu não via nenhuma garota ali.
Kenny estava do meu lado, não havia dito uma palavra , apenas cantava. Eu olhei pra ele e sorri.
-Kenny onde esta a OLLG ? - perguntei olhando em minha volta.
-Aqui. - disse ele me olhando .
-Onde ? - perguntei confusa.
-Aqui Jenny !
Senti alguém me puxando, eram os dançarinos.
-Ei o que esta acontecendo ? - perguntei mas já estava no palco. Eles me levaram até o banquinho no meio do palco e eu me sentei. As fãs começaram a gritar, Justin me olhou sorrindo. Então era isso ! A surpresa, eu iria ser a OLLG ! Eu olhei para as fãs. MEU DEUS quantas pessoas, minha barriga gelou. Justin estava dançando e logo, ele estava do meu lado me entregando o buquê de rosas que toda OLLG ganhava , era a melhor sensação do mundo ter ele cantando pra mim, sorrindo , tocando meu rosto. Quando a música acabou todas aplaudiram e Justin não deixou eu sair dali. Ele olhou para o DJ e eles pararam a música.
-Hoje... - ele começou a dizer olhando pra platéia.- é um dia muito especial, estando aqui com vocês ... e estando aqui com a pessoa mais linda desse mundo , Jennifer Conti .
Meu Deus, o que ele estava falando ?
-Sei que vocês gostam de mim e eu agradeço muito por isso . Vou contar uma história á vocês. Esses dias eu estava realmente cansado, eu fuji dos meus seguranças e fui me divertir um pouco, lá eu encontrei a jenny e me apaixonei por ela ... agente se beijou ... -as fãs gritaram quando ele disse isso.- e eu não perei de pensar nela um instante desde então ...- ele olhou pra mim, sorrindo e pegou na minha mão me fazendo ficar de pé. - Jenny , acho que eu não estou fazendo isso certo, você deve estar furiosa comigo por eu estar te trazendo aqui no palco mas eu queria te fazer uma pergunta posso ?
Eu respirei fundo, estava tremendo .
-Pode...- eu disse, forçando minha voz a sair.
-Jennifer Conti, quer namorar comigo ? - perguntou ele me olhando, sorrindo, ele parecia nervoso também.
 Eu olhei para a platéia, eles gritavam muito, chegava a doer os ouvidos.Meus olhos encontraram os do Justin. O que era aquilo ? Um sonho ? Como um anjo daqueles poderia me querer ? Como ele é lindo Meus Deus ...
-Sim...- eu respondi sorrindo , nervosa. Ele me puxou pela cintura e me beijou ali mesmo. As fãs gritaram ainda mais , Justin me largou e os dançarinos me tiraram do palco. Justin continuou o show, cantando.
Eu estava quase chorando, minha mão tremia, meu coração estava disparado. O que tinha sido aquilo ? Eu nunca mais me esqueceria desse momento, nunca mesmo.
-Você esta bem ? - perguntou kenny, vindo até mim.
-Não...- eu disse colocando a mão em minha testa. - Acho que vou desmaiar...- eu estava um pouco tonta, também depois daquilo qualquer um desmaiaria.
Kenny pegou em meu braço e me segurou, eu apaguei. Quando abri os olhos, Justin estava olhando pra mim, eu sentia o toque macio de suas mãos em meu rosto. Eu me sentei.
-Esta melhor ? - perguntou ele sorrindo.
-Sim , eu acho.
-Se eu soubesse que isso iria acontecer , teria te avisado...
-E estragar toda a surpresa ? Nunca. - eu disse sorrindo.
- Eu te amo jenny .- disse ele beijando minha bochecha.
Quando ele disse aquilo, meu coração disparou novamente. Ele viu em meus olhos, a felicidade se transformando em lágrimas .
- Sua boba ... eu te amo tanto .
Eu o abraçei .
-Eu também te amo muito Jus... hoje foi um dos melhores dias da minha vida.
- Dos meus também , e espero passar todos os dias da minha vida com você também...
Eu me aproximei, e o beijei. Seu beijo foi intenso, carinhoso , quente ... Nesse instante Scooter entrou no camarim , nos interrompendo.
-Desculpa interromper Justin mas eu tenho uma péssima noticia pra te dar ...
Justin ficou de pé, fitando Scooter e eu me sentei direito no sofá.
-O que foi Scooter ?
-Cara, você vai ter que dormir em outro hotel ! Esta cheio de fãs la em frente do hotel que estamos hospedados , todas as fãs enlouqueceram com essa novidade. - disse ele olhando pra mim.
-Elas estão com raiva do Justin por minha causa ? - eu perguntei , me levantando .
-Não !- disse Scooter.- Elas querem ver vocês dois juntos, elas querem tirar fotos de vocês...
-Elas te amam meu amor... - disse Jus , me abraçando.
-Ufa ! Eu não me perdoaria, se elas ficassem bravas com você...
-Mas Scooter , onde agente vai dormir ? - perguntou Jus, olhando pro Scooter, curioso.
-Arrumamos um hotel mas o kenny vai ter que dormir no onibus... não tem quarto suficiente pra todos...
-Eu durmo no onibus!
-Justin , você tem que descansar , fez um show muito longo hojee...
-O Justin pode ficar na minha casa . - eu disse me intrometendo na conversa.
-Serio ? - perguntou Scooter.
-Aram .
-Mas e seus pais ? Eles devem estar querendo me matar agr, o show passou na tv e aposto que eles assistiram...
-Não se preocupa, eles vão te intender e não vão brigar com você...
-Então esta tudo bem né Scooter ? - perguntou Jus olhando pro Scooter.
- Sim, vou avisar o pessoal , partimos em 5 minutos e vamos levar vocês dois ok ?
-Tudo bem ...
Scooter saiu do camarim.
-Tem certeza Jenny ? Sei lá eu não quero que vc brigue com seus pais por minha causa...
-Justin, não vai ter briga , eles vão ser legais com você.
- Bom... se você diz mas acho que vou ter que conversar com seu pai sobre nós ...
-Você pode deixar isso pra amanhã ...
-Não , é melhor hoje porque assim, eu posso dormir sussegada sem correr o risco de ser assassinado!- disse ele rindo.
-BOBOOOOO !
Bateram na porta, e nos chamaram. Fomos para o onibus . Tinha muitas pessoas lá : dançarinos , o estilista do Justin e muitas pessoas que eu não conhecia...Justin me apresentou pra todos . Depois de andar um pouco o onibus parou na frente da minha casa.
-Chegamos !- avisou o motorista.
Justin pegou sua mala, com suas roupas e coisas que ele precisava e agente saiu do onibus.
Todos disseram ''tchau'' pra gente sorrindo. Justin me deu a mão e eu o levei até em casa. As luses estavam acesas, minha mãe e meu pai estavam sentados no sofá, provavelmete me esperando.
-Oi mãe ! Oi pai ! - eu disse entrando e fechando a porta.
Eles me olharam assustados, olhando de mim para o Justin.
-Olá senhor e senhora Conti . - disse ele sorrindo.
-Olá .- disse minha mãe. - É vc mesmo ?
-Sim sou eu ! - disse ele .
Minha mãe , foi até ele e o abraçou.
-Prazer em conhece-lo rapazinho !
-O prazer é todo meu Senhora Conti.
Minha mãe olhou pro meu pai, ele estava com uma cara carrancuda.Minha mãe o cutucou , olhando pro Justin.
-Olá menino ! - disse ele estendendo a mão para o Justin. Justin o comprimentou.
-Olá senhor.
Fiz uma cara feia pro meu pai .
-Mãe , pai , o Justin pode dormir aqui hoje ?
-Dormir ?Porque filha ? -perguntou meu pai, parecendo bravo.
-Porque o hotel que ele estava esta cheio de fãs e não tem como ele voltar ...
-Se é assim ele pode ficar. - disse meu pai, sorrindo agora.
-Ér... muito obrigada, eu posso conversar com o senhor em particular ? - perguntou o Justin olhando pra mim.
-Justin ? - eu disse olhando um pouco com medo pra ele. - Você tem que descansar !
-Tudo bem linda, não vai demorar ...
-Vamos então ... -disse meu pai olhando pro Justin e seguindo pra cozinha, Justin o seguiu.
(Justin Bieber narrando )
Eu tinha que fazer aquilo. Minha mãe sempre me ensinou a ser uma pessoa decente. O senhor Conti se sentou na mesa e eu me sentei de frente pra ele.
-O que vc quer conversar cmg menino ?
-O senhor deve ter assistido ao meu show...
-Sim eu assisti !
-Ér... eu queria pedir ao senhor se posso namorar sua filha ?
-Ela já não aceitou ?
-Sim.
-Então .
-Mas minha mãe sempre me ensinou que devemos pedir ao pai da garota, sempre.
-Tudo bem, então por mim vocês podem namorar mas se vc fizer ela infeliz ou brigar com ela HAHAHAHA, ai você vai se ver comigo estamos intendidos ?
-Sim senhor. - eu disse firme.
Eu pensei que ele iria brigar comigo, ou me bater. Ele estava com uma cara de raiva, não era a toa, se eu tivesse uma filha, faria a mesma coisa.
O senhor Conti voltou pra sala e eu fiquei na cozinha, Jenny veio falar comigo .
-Eai ?- perguntou ela , vindo me abraçar.-Desculpa se ele falou alguma coisa ...
-Não, foi melhor do que eu esperava, ele deixou eu namorar você !
-Que perfeito !!! - ela disse me abraçando . Eu dei um selinho rápido nela.
- Amor , acho melhor agente ir dormir agora né ? Muita emoção pra um dia só .
-Verdade, vou arrumar minha cama pra você dormir , eu durmo no sofá ...
-NÃO! Eu não vou deixar você dormir no sofá meu amor... deixa que eu durmo e é melhor, assim seu pai ganha mais confiança em mim.
-Ta bom mas se você achar desconfortável você pode ir no meu quarto esta bem ?
Eu me aproximei dela.
-Isso é um convite ?
-Talvez . - disse ela mordendo os lábios .
Eu não resisti e a beijei . Nesse instante a mãe dela entrou na cozinha.
(FIM narração JUSTIN BIEBER )
-Filha ? Onde Justin vai dormir ?
-Ele quer dormir no sofá mãe ...
-Tem certeza menino ? Você pode dormir no quarto da Jenny e ela dorme no sofá...
-Não , eu durmo, pode deixar. Não vou deixa-la dormir no sofá.
-Que cavalheiro ! - disse minha mãe , piscando pra mim. Eu sorri.
Depois disso eu arrumei um travesseiro meu pro Justin , e um cobertor. Todos foram dormir e eu também. No meio da madrugada eu acordei , me sentindo culpada por deixar o Jus sozinho lá naquele sofá desconfortável. Abri a porta do meu quarto com cuidado e fui até a sala. Justin dormia como um anjo, mas se via que o sofá era pequeno pra ele dormir bem. Eu fui até ele e o chamei.
-Justin !- eu disse baixinho.
-Que foi ? - disse ele acordando.
- Vem dormi comigo ?
-O que ? - disse ele com uma voz mais alta do que deveria e se sentando no sofá.
-Shhhhhhhhhhhhhhhh.  Meus pais vão acordar , fala baixo.
-Mas você quer.... ?
-Justin ! Deixa disso menino, eu quero que você durma comigo , só dormir porque esse sofá e desconforvel pra você.
-AH ! - ele sorriu.- Mas e se seu pai ver ?
-Ele não vai, eu  acordo antes e falo que você foi pra lá quando eu acordei de manhã.
-Ta bom então.
Ele se levantou e fomos juntos pro quarto em silêncio. Eu me deitei e ele se deitou ao meu lado, me abraçando. Eu fechei os olhos, e ele começou a falar.
-Você é linda sabia ?
Eu abri os olhos e ele me olhava, mordendo os lábios. OMG.
-Você também é ! - eu disse sorrindo pra ele . Eu bocejei.
-Esta cansada ?
-Um pouco e você ?
-Também .
Ele me abraçou, eu me aninhei em seu peito.
-Boa noite.- disse ele.
-Boa noite .
(...)

4 comentários:

  1. Ai continua a postar logo, fico morrendo de curiosidade!!!

    ResponderExcluir
  2. To amandoooo, muito boa a imagine, comecei a ler hoje mas já to amandooo...

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente perfeita

    ResponderExcluir