30 de jan de 2012

Capítulo 1 ''Forever you ''

Tudo estava dificil de uns tempos pra cá. Depois que minha mãe morreu, eu estava tentando voltar a uma vida normal. Meu pai bem que tentou mas eu via que ele lamentava mais por mim do que por ele. Devia ser por isso que ele estava me mandando pra o acampamento ''NEW MOON''. Ele queria o meu bem, eu entendia mas não era pra ficarmos unidos nesse momento ? Eu ainda me sentia vazia por dentro. Era incrível como meu coração ainda estava batendo. Acho que eu entendo meu pai, por um momento, ele não queria que eu visse ele sofrer, ele queria sofrer sozinho... ele queria que eu superasse aquilo tudo. Quando o onibus chegou no acampamento, esperei que todos saissem. Eu não queria bancar a isolada, eu era a isolada, tem uma diferança nisso. Vi muita gente lá quando sai, uma estrutora disse onde ficava os quartos das meninas, eu as segui. Eram pequenas casas de madeira, onde havia várias camas e várias garotas felizes. Eu começei a pensar que meu pai queria me matar mas desisti, eu estava me precipitando. Eu não queria bancar a garotinha fragil que perdeu a mãe, eu era forte e tinha que superar. Um nó se formou em minha garganta e eu engoli em seco. Achei uma cama vazia perto de uma garota loira, e de uma garota japonesa. Elas pareciam legais. Coloquei minha mala em cima da cama e a abri. Começei a desfaze-la, coloquei todas as minhas roupas na pequena cômoda que havia ali. Cada garota tinha uma cômoda para guardar seus pertences. A estrutora entrou no quarto e começou a falar as regras.As regras eram básicas. Tinhammos que manter a ordem onde dormiamos, não podiamos ter nenhum contato com internet,computador,celular ou qualquer meio de comunicação,tinhamos que obedescer os hororários para acordar, almoçar,jantar e dormir e não podiamos nos aproximar da casa onde os meninos dormiam e a regra pricnipal era sem namoro. As regras estavam otimas pra mim, eu cumpriria todas, ia ser fácil. A garota loira se apresentou pra mim, seu nome era Júlia, ela era da Inglaterra, a garota japonesa também se apresentou, ela se chamava Sarah, era descendente de japonês mas morava em NY. O sinal para o almoço bateu.
-Quer se sentar com agente no almoço ? - perguntou Júlia.
-Quero sim.- eu não conhecia ninguém ali, acho que fazer amigos era um bom começo. Fomos para o refeitório. Havia muitos adolecentes lá. Os meninos andavam em grupos. Alguns nem davam bola para as meninas. Me sentei com Júlia e Sarah em uma mesa, logo duas garotas, e 3 meninos se sentaram com agente. Eu me senti um pouco deslocada. Sarah se apressou em apresentar todos para mim.
-Annelize, estes são Amanda,Luiza, Chaz, Ryan e Justin.- eu os olhei , eles sorriam pra mim.-E gente essa é a Anne, é o primeiro dia dela no acampamento .
-Aqui é otimo Anne, você vai gostar.- Chaz sorriu pra mim.
-Não é o primeiro dia de vocês aqui ? - eu estava confusa.
-Não,agente sempre veem aqui, todo verão...
-Ahh...
-De onde você é Anne? - perguntou Ryan.
- Do Brasil mas moro nos Estados Unidos á alguns meses.
-Por isso que é tão bonita.- eu corei e ouvi Justin rir. Eu o olhei e encontrei seu olhar. Senti um frio estranho por minha espinha. Ele desviou o olhar e pegou o celular.
-Celular não é proibido aqui ? - ele me fuzilou com os olhos.
-E desde de quando o Justin segue regras ? - disse Ryan, rindo. Eu sorri mas não intendia, se ele estava ali, ele tinha que seguir as regras como todo mundo . Bom, o problema seria dele se um dos instrutores pegassem seu celular.
-Estou com fome, vou pegar minha comida.-todos assentiram e se levantaram. Fomos até a comida e nos servimos, depois voltamos á mesa.. e começamos a comer. Ryan e Chaz pareciam ser gentis, ficavam conversando comigo já Justin nem olhava na minha cara. Talvez ele estivesse ali por isso, por ser tão rebelde. Depois que comemos fomos caminhar lá fora, o dia estava lindo, o sol batia em meu rosto e eu sorria. Fazia tempo que eu não sentia aquilo. Me sentei na grama, um pouco longe de onde as meninas estavam. Elas estavam falando sobre um grupo de meninos que estava ali perto. Eu não queria atrapalhar. Encostei minha cabeça para trás e fechei os olhos, sentindo o sol em meu rosto.
-Eu não sabia que gostava de tomar sol.- eu abri os olhos surpresa. Justin falando comigo ?
-Tem muita coisa sobre mim que você não sabe . - ele riu.
-Tipo o que ?
-Tipo... faz mais de um mês que eu não sento assim e sinto o sol em meu rosto...
-Eu sinto muito pela sua mãe.
-Como você sabe sobre ela ?
-As notícias correm por aqui.
-Ahh... - ele riu outra vez.-Que foi ?
-Acho que vamos ter uma pequena briga saúdavel por você no nosso grupo...
-Como assim ? - ele me deixava confusa.
-O Ryan e o Chaz pareceram gostar de você, agora e esperar pra ver quem desiste primeiro.
-Não vai ter briga nenhuma por mim... aqui é proibido namoro.
-Porque segue todas as regras ?
-Porque regras foram feitas para serem seguidas.
-Não, regras foram feitas para serem quebradas, e eu faço questão de fazer isso.
-Cada um pensa de uma forma.
-Concordo... eai como você pensa agora ?
-Como assim ? Você poderia ser mais claro ás vezes iria me ajudar a entender essa nossa conversa.- ele sorriu, um sorriso lindo, eu desviei o olhar.
-A maioria das pessoas acham que eu sou um adolecente rebelde, chato e ignorante... você também acha ?
-Não, ingorante não...- ele riu.-Ér, eu acho que você é legal sabe,quando não me ignora como fez hoje no almoço...
-Desculpa... é só que esse lugar me deixa irritado.
-É porque está aqui então ?
-Porque eu prometi pra minha mãe.
-É, estamos aqui pelo mesmo motivo mas eu prometi pro meu pai...
-Eu não sei porque eles fazem isso com agente ...
-Eu to achando legal.
-Quero ver você dizer isso quando o Ryan ficar toda hora te enxendo.
-É sério que ele vai fazer isso ?
-É.- ele riu.
-Qual é a graça ?
-Eu estava imaginando você em um lugar mas duvido que você vá então por isso é tão engraçado...
-Lugar ? Que lugar ?
-Em uma praia que tem aqui perto, eu costumo ir la pra esfriar a cabeça...
-Eu quero ver, me leva até lá ?
-É um pouco longe e além do mais é contra as regras... está a fim de encarar ?
-Claro. Quando vamos ?
-Que tal hoje á tarde... mas você não pode falar pra ninguém.
-O.K eu não falo, onde vamos nos encontrar ?
-Não se preocupa, -ele se levantou.-eu encontro você.- ele saiu andando em direção aos meninos que estavam jogando basquete na quadra. Dava para ver de onde eu estava, ele era bom. Havia umas garotas perto deles, elas ensaiavam uma coreográfia, parecia lideres de torcida do time de basquete do acampamento. Vi uma garota se aproximar do Justin, ele a abraçou e deu um selinho nela. Devia ser a namorada dele, sei lá, não era da minha conta. Fechei os olhos e continuei sentindo o sol em meu rosto. Era bom... ficamos a manhã toda ali, tinha muitas pessoas pra mim conhecer... Amanda, Júlia,Luiza e Sarah fizeram questão de me apresentar todos os garotos. Era estranho mas eles pareciam gostar de mim.Talvez porque nenhum deles tivesse visto a minha fase de... mudanças,só os meninos do meu colégio por isso nenhum nunca tinha dado bola pra mim. A hora passou rápido, entramos novamente no refeitório, desta vez foi para almoçar. Chaz me acompanhou, sendo gentil. Ele até segurou a cadeira pra mim me sentar... vi Justin rir. Eu não estava encomodada com o Chaz e o Ryan, pelo menos não agora. Começei a comer, logo meu suco tinha acabado e eu fui pegar outro. Justin me seguiu.Eu o ingorei, servindo o suco pra mim. Ele se aproximou.
-Eu te pego meia hora depois do almoço, quando voltarmos para nossos dormitórios.
-Ta.- ele saiu. Eu esperei um pouquinho, finjindo ter olhado algo pela janela e fui me sentar novamente. Justin ficava me fitando mas quando eu o olhava, ele disfarçava com o celular. Eu não entendia como um dos 7 monitores que havia espalhado por todo o acampamento não tinham pegado o celular do Justin ainda. Ele devia ser bom nisso de esconder o celular. O almoço acabou logo. Eu voltei pro dormitório... algumas meninas também voltaram e outras foram para a quadra, iria ter um jogo de basquete ou algo assim. Eu peguei um livro pra ler e esperar a hora passar. Começei a ler mas estava cansativo demais pra mim, eu não conseguia prestar atenção em nada que lia , mesmo assim me obriguei a ler, eu precisava me distrair para passar o tempo. Fiquei lendo por exatamente meia-hora. Ouvi alguém bater na porta. Me levantei correndo e fui antender. Algumas meninas que estavam ali me olharam mais eu ignorei elas. Abri a porta com um sorriso enorme, era o Justin. Ele olhou para as meninas atrás de mim e sorriu.
-Você é maluco ? Os monitores podem te pegar aqui!
-Fica calma, eles não vão. Então vamos ?- eu assenti. Justin pegou na minha mão e saiu me puxando, ele parecia com pressa, sei lá. Ele foi me puxando até algumas árvores, ele entrou em uma trilha no meio delas, eu fiquei em silêncio apenas me deixava ser puxada por ele. Andamos por uns três minutos e chegamos na praia. Era pequena, pensei que seria maior. Olhei o mar e sorri.Justin me puxou até a areia e me soltou, ele se sentou e eu me sentei ao seu lado, ainda olhando o mar.
- Aqui é lindo.- ele me olhou e sorriu.
-Eu sempre venho aqui... você é a única pessoa que eu trouxe aqui, espero que guarde segredo sobre esse lugar.
-É claro que eu guardo, obrigada por confiar em mim.
-Só faço isso porque percebi que você estava meio deslocada no meio de tanta gente, aposto que você não conhecia ninguém...
-É,eu não conhecia ninguém mesmo. Ainda bem que as meninas me apresentaram algumas pessoas...
-Você é do Brasil né ? Porque se mudou para os Estados Unidos ?
-Porque minha mãe ia trabalhar aqui e...- uma lágrima escorreu dos meus olhos, eu as enxuguei, respirando fundo.-Eu não vou chorar.
-Se quizer poder chorar... eu choro as vezes sabe minha mãe me ensinou que faz mal segurar as lágrimas...
-O problema é que eu passei dois meses chorando e eu tenho medo de ficar amarga e fria ...
-Você não tem cara de ser amarga, nem fria... ao contrário você parece doce.
-Doce ?
-E linda.- eu corei e ele sorriu.
-Você faz isso com todas as garotas ?
-Isso ? Isso o que ?
-As deixa constrangida , como está fazendo agora ?
-Não, não costumo falar muito, sou de fazer.- eu ri.
-Sei.
-Você não acredita em mim ?
-Não sei porque... mas não.- ele riu e se levantou. Eu automaticamente me levantei também.
-Vou te provar que estou falando a verdade.- ele me pegou no colo.
-O que está fazendo ? ME SOLTA BIEBER!
-HUM você sabe meu sobrenome ? - as meninas tinham me contado quando elas estavam me apresentando á alguns meninos.
-Sei. As noticias se espalham rápido por aqui.- ele riu e saiu andando até o mar.
-JUSTIN ?- ele entrou na água.-O QUE VOCÊ VAI FAZER ? ME SOLTA!
-Então diz '' eu acredito em você Justin''
-Eu acredito em você Justin.-ele me soltou na água. Eu me molhei.
-GAROTO VOCÊ É UM IDIOTA!-eu bati a mão na água, tacando água nele.-EU NÃO TENHO ROUPA PRA TROCAR AQUI!
-Então fica sem roupa.- ele riu maliciosamente.
-Nem morta.- eu fui andando pelo mar, até a areia. Ele segurou na minha cintura e me puxou para perto dele, eu me virei de frente pra ele.-O que você está fazendo ?
- Isso.- ele se aproximou de mim, nossos lábios ficaram a menos de um centímetro de distância. Ele me beijou. Eu não resisti ao beijo , mas me lembrei que ele havia beijado aquela garota na quadra, eu o afastei.
-Não podemos fazer isso...
-E porque não ?
-Porque você tem namorada...
-Quem disse isso ? - ele me olhava confuso.
-Eu vi você beijando uma menina hoje na quadra.
-A Megan ? Ela não é minha namorada.
-Não? Então porque a beijou ?
-Porque... - ele não sabia o que dizer.
-Quer saber... não é da minha conta... eu vou embora!- eu me afastei dele e aindei até a areia. Eu estava ensopada, mas não queria ficar ali, queria ir embora. Senti mãos em meu braço. Justin me virou de frente pra ele.
-Você não pode ir embora, os monitores vão te ver e perguntar como se molhou ...
-Está preocupado comigo ? Vai ficar preocupado com a Megan '' Lider de torcida'' . - ele riu.
-Você está com ciúmes de mim ?
-Claro que não, porque eu ficaria ? Você é só um garoto chato e metidinho a galã.- e que eu estava gostando... emendei mentalmente, adimitindo aquilo pra mim mesma.
-Olha , você não pode ir ta bom ? Se você for eles vão te fazer dizer sobre esse lugar e se você contar...- ele fez uma careta, eu me segurei pra não rir. -Você tem que se secar mesmo assim, vai pegar um resfriado...
-Quero ver como vou fazer isso...- ele sorriu e me soltou.
-Assim.- ele tirou a camiseta e estendeu na areia, ele desabotou o short e o tirou, o estendendo do lado de sua blusa. Ele havia ficado só de cueca, eu me virei de costas pra ele, tapando os olhos.
-Justin, coloca sua roupa ! Você enloqueceu ?
-Se eu colocar elas vão demorar pra secar... mas agora é a sua vez .
-Minha vez de que ?
-De tirar a roupa ué, elas não vão secar no seu corpo...
-Eu não vou tirar elas aqui... e perto de você.
-Se você quizer eu me viro.
-Ta, então se vira.
-Pronto. - eu me virei para ver se ele tinha se virado. Ele estava de costas pra mim, olhei seu corpo e mordi os lábios. Sacudi a cabeça, tentando prestar atenção no que estava fazendo. Começei a tirar a minha camiseta. A coloquei estendida na areia como Justin havia feito.Tirei a minha saia e a coloquei estendida do lado da minha camiseta, coloquei minhas sandálias perto também.Eu tinha ficado só de roupas intímas.
-Pronto, mas você não pode olhar ta bom ? - ele riu.
-E porque não ?
-Porque eu tenho vergonha.
-E eu vou ter que ficar assim o dia todo ?
-O dia todo não, até nossas roupas secarem.
-É brincadeira né ?
-Não, eu estou falando sério.
-Eu não vou ficar assim, o sol esta me matando já ...
-Ta bom você pode se virar mas se você se aproximar demais de mim, eu grito.
-O que você está achando que eu sou ? Um tarado ? - ele se virou e me olhou.Vi que ele mordia os lábios, eu corei.
-Justin!- ele pareceu não me ouvir, parecia que estava em transe.-Justin!- dessa vez ele ouviu.
-O que foi ?
-Para de me olhar , está me deixando com vergonha!- ele riu e se sentou na areia, eu me sentei ao seu lado mas um pouco afastada. Ele me olhava pelo canto dos olhos, eu estava corando de vergonha.
-Dá pra parar de fazer isso ?
-De fazer o que ? Eu não to fazendo nada.
-Está sim, está me olhando e esta me deixando com vergonha.
-A culpa não é minha... é sua.
-Minha ? Eu não me segurei e me taquei na água sozinha...
-Eu não te taquei, eu te soltei , é diferente.
-Claro se você tivesse me tacado talvez agora a praia toda estaria molhada não é ? -ele me mostrou a língua.
-Chato.
-Metida.
-Ignorante.
-Loca.
-Insuportável.
-Linda.- eu o olhei confusa.
-O que ?
-Eu disse linda...-eu sorri.- e marrenta.
-Argh. - eu me afastei dele, me virando de costas. Fiquei olhando a rocha que tinha a minha frente, era enorme. Fechei os olhos e tentei me distrair com meus pensamentos. Eu ficaria ali por um bom tempo, até que minhas roupas secassem.Senti as mãos do Justin em minha cintura, eu abri os olhos e o olhei.
-Me desculpa ?
-Pelo que ? - perguntei , tentando ignorar ele.
-Por ter te chamado de metida e loca sabe ... você não é nenhuma dessas coisas...
-Tudo bem... e desculpa por ter te chamado de ignorante ?
-E chato ?
-Não , só ignorante mesmo, chato você é.- ele riu.
-Se é assim, acho que eu vou desculpar... - eu sorri mas desviei o olhar quando encontrei seus olhos, eram tão lindos.
-E eu posso te pedir desculpa por mais uma coisa ?
-Pode.- respondi confusa. Eu não fazia idéia sobre o que ele iria pedir desculpa.
-Desculpa por não ter te dado uma resposta sobre a Megan, é complicado... eu já namorei ela mas agora estamos só ficando intende ? Sem compromisso algum.
-É, pra falar a verdade eu não intendo mas tudo bem... não deve satisfações á mim...
-É claro que eu devo... quer dizer eu te trouxe pra cá e fiz essa confusão toda não é ?
-Não importa, ta tudo bem... você ainda deve sentir algo por ela, mas o nosso beijo não foi nada sabe, aconteceu... - ele me olhou,parecia decepicionado.
-Não significou nada ? - perguntou ele.
-Não.- menti.
-Otimo.- ele saiu de perto de mim, indo para o mar, eu o olhei confusa. Ele mergulhou e voltou a surpeficie , ficando de costas para mim. O que ele tinha ? Porque tinha ficado daquele jeito ? Me levantei e entrei na água. Me aproximei do Justin e coloquei a mão em seu ombro. Ele me olhou, forçando um sorriso.
-Eu falei alguma coisa errada ?
-Não, eu falei... quer dizer pensei.
-O que você pensou ?
-Não é nada importante...
-Você parece mal .
-Não é nada... porque não volta pra areia e se senta no sol pra se secar ? - ele me olhou outra vez e eu sorri ,envergonhada.
-Está fazendo de novo . - eu corei.
-O que ? - ele riu, se fazendo de desintendido.
-Você é impossível. - eu ri e voltei para a areia. Ele ficou na água. Eu fiquei ali, o olhando... como ele era lindo. O sol fazia com que o cabelo dele ficasse castanho dourado...Sorri sozinha, ele me olhou e acenou. Sarah tinha dito que ele havia cortado o cabelo, eu não imaginava ele mais bonito do que aquilo.Ele tinha algo diferente, algo como estilo...isso ele tinha estilo.
(Taah on : JUSTIN&BELIEBERS HAVE SWAG ! off#)
Fiquei olhando ele na água por um bom tempo, a hora passava e nossas roupas não secavam. Quando Justin saiu da água , ele foi se sentar ao meu lado.
-A água está otima...
-Você nada bem...
-De tanto vir pra cá acho que peguei o jeito...
-Você vem muito aqui ?
-Todo verão... e eu venho aqui á três anos.
-Nossa!Então acho que sou a novata por aqui . - eu ri.
-É mais ou menos isso.
-Acho que eu vou retirar o que eu disse...
-O que ?
-Que você era chato, você é legal.
-Obrigada, você também é.
-E sobre o beijo... eu...- ele me interrompeu.
-Não,não precisa dizer nada...não significou nada pra você... mas será que outro significaria ?
-Como assim ? - ele me beijou. Eu queria afasta-lo no começo, ele tinha me pegado de surpresa, mas depois eu me entreguei ao beijo. Era quente... gostoso. Seu alito era doce como mel, quando ele parou de me beijar eu sorri envergonhada.
-Será que esse significou ?
-Nem um pouquinho... - ele riu e me beijou outra vez. Eu o afastei quase sem ar.-Ok eu senti alguma coisa nesse ! MEU DEUS!-eu repirei, tentando recuperar o ar.
-Aé ? O que ?
- Eu senti falta de ar. - ele riu da minha piada sem graça.
-Boba.
-Idiota.
-Olha...an vou te dizer uma coisa ... que eu não disse pra garota nenhuma em toda a minha vida e espero que não se sinta constrangida...
-Pode falar, você me deixa constrangida toda hora mesmo.
-Ér... eu gosto de você.
-Como assim ?
-Gosto do verbo gostar sabe... - eu ri.
-Eu sei mas como assim ? Existe vários niveis de gostar.
-Você é muito complicada.- ele riu.-An... é dos niveis mais altos  que você pode imaginar.
-Nossa.- minha voz saiu triste, eu não podia... eu...eu.
-O que ?- eu olhei no fundo dos olhos dele, não havia vestigios que ele estava me anganando.
-Agente não pode fazer isso ...
-E porque não ? É meio estranho pra mim, não costumo gostar das garotas mas com você foi diferente desde o primeiro momento.
-Foi ? - perguntei confusa.-Mas você me ignorou...
-Eu não fiz isso com garota nenhuma... - ele se aproximou parecendo que iria me beijar outra vez, eu me afastei.
-Não... não faz isso denovo , por favor.
-Nossa, eu não sabia que beijava tão mal assim...
-Não ... não é o seu beijo... sou eu.
-Se está preocupada com seu beijo bom... é um delicia . - eu corei mas respirei fundo, tentando achar as palavras certas para não magoar o Justin.
-Justin, não tem nada a ver com o meu beijo, nem com o seu... é que eu não quero namorar ninguém, nem desobedescer as regras como estou fazendo agora... eu simplismente quero que esses meses aqui passem rápido e quero voltar pra casa, e ficar em paz intende ?
-Ér, eu intendo.- ele parecia triste , sei lá.
-Desculpa.
-Desculpa eu.
- Tudo bem acho melhor irmos... - já estava escurecendo.-está ficando tarde e não podemos nos atrasar para o jantar.
-O.k. - ele assentiu e se levantou. Foi até suas roupas e as colocou, fiz o mesmo. Logo ele estava entrando no meio daquelas árvores, eu o segui. Parecia que ele estava me ignorando. Andamos por muito tempo em silêncio, á única frase que ele disse foi '' cuidado com a pedra'', ele disse isso antes deu tropeçar em uma pedra que estava em meu caminho.Chegamos ao acampamento.

5 comentários:

  1. Eu AMEI esse imsgine vc nao pode parar de escrever nossa ta perfeito

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhhh tá perfeitooooooooooo! Sua Divaaa

    ResponderExcluir
  3. aiiii jesus ameiii essa ib #perfeito #lindo

    ResponderExcluir